História Um Amor quase impossivel - Capítulo 18


Escrita por: ~ e ~vivi

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana
Tags Comedia, Drama, O Luan Santana, Paixão com você
Exibições 52
Palavras 1.420
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vivi,bia

Capítulo 18 - Capítulo 18


Alguns dias se passam e luan  te liga falando que ia se matar, você atende mais não fala muito com ele .ele te pede para conversar e  você fala que vai pensar e quando descidice ligava para ele.

Alguns minutos depois.

Luan fica parecendo um idiota sorrindo, e você fica pensando em tudo o que houve com vocês.

~ SEU PENSAMENTO ~

Será mesmo que ele tá falando a verdade? Essa dele se matar foi forte, e se ele estiver falando a verdade sim ? E se tiver sido ela que provocou? Ai não, ele disse que retribuiu o beijo, droga! Porque tem que ser assim que raio, tô mais confusa que barata tonta, mais vou dar um tempo em tudo, vou pensar bastante até decidir quando vê-lo.

~ PENSAMENTO ENCERRADO ~

___________________________________________________________________________

~ PENSAMENTO LUAN ~

Será que ela vai me perdoar? Tenho que fazer algo pra ela me perdoar, temos que voltar antes que vaze em tudo que é canto que não estamos juntos, meu Deus me ajuda a recuperar essa mulher, se eu ficar sem ela eu tô perdido. Como eu fui gostar dela em tão pouco tempo? Parece coisa de novela, mais a mulher tem algo que meu Deus, mata qualquer um, sem contar que é linda e fofa *-* Quem diria que ela ia me prender depois de uma noite, e que noite …

~ PENSAMENTO ENCERRADO ~

Rober: Bora Luan -grita batendo na porta-.

Luan: Bora cabeção -diz abrindo a porta-.

Well: Que foi ? Tá feliz hein ? -ri-.

Luan: Falei com a -seu nome-.

Rober: Eita se entenderam?.

Well: Foi rápido hein?.

Luan: Não, a gente só marcou de se ver, quer dizer ela disse que quando tivesse tempo me avisava.

Rober: E se tiver show no dia ?.

Luan: A gente da um jeito -rir- vamos? Quero dormir.

Well: Tem fãs lá em baixo.

Luan: Opa bora.

Eles descem e Luan atende uns fãs e vai pro aeroporto, pega o jatinho e vai pra São Luis. 4 horas depois eles chegam, tinha fãs no aeroporto ele atende e logo vão pro hotel.

Luan: Rapaz do céu eu tô nervoso -diz entrando no quarto-.

Guto: Nervoso porque?.

Luan: Sei lá e se ela disser que não quer mais nada mesmo? Se ela falar que é melhor parar com isso?.

Guto: Ai eu não sei, mais você sabe que se essa história vazar adeus sua carreira, fora que suas fãs vão te odiar.

Luan: Tem isso também, mais ela não vai falar nada não, se a gente se separar eu sei que ela vai justificar de outra forma, vai falar qualquer coisa sei lá.

Guto: Ai é com você e Arleyde -rir- vou pro meu quarto -diz saindo- e depois do show tem academia.

Luan: Tá certo japonês.

Luan fica ali no quarto olhando pro tempo e perdido em pensamentos, até que chega a hora do show, ele se veste e vai, faz o show e vai pra São Paulo, afinal, séria 3 dias de folga pra ele rs. Mais antes ele foi malhar e da academia mesmo foi pro aeroporto. Enfim ele chega em SP no outro dia.

Luan: CHEGUEEI – grita-.

Mari: Não grita Luan -fala rindo- como você tá anjo?.

Luan: Tô indo né mãe? Cade o resto?.

Mari: A Bruna tá no quarto, acho que tá dormindo e seu pai foi no mercado.

Luan: Vou guardar minhas coisas -beija a testa dela-.

Mari: Vai que eu quero falar com você.

Luan: Aconteceu alguma coisa?.

Mari: Você que tem que me dizer, não acha?.

Luan: Ah é isso -olha meio triste- eu vou te contar mãe.

Mari: Tá vai lá guardar suas coisas e desce.

Luan: Claro -diz subindo-.

Ele deixa as malas no quarto e desce.

Luan: Pode fazer o interrogatório -ri-.

Mari: O que foi que eu te ensinei ? -da um tapa na cabeça dele- te ensinei a respeitar as mulheres, isso é coisa que se faça, não é você que fala que não perdoa traição? E olha o que você fez. Tadinha dela, tomara que ela não te aceite de volta.

Luan: Ai doeu sabia? -diz passando a mão na cabeça- Não foi porque eu quis, quer dizer foi e não foi, sei lá, só queria ter certeza se gosto dela e fiz isso, mais ela nem me deixou explicar.

Mari: Ela fez o certo, muito certo.

Luan: Eu tô correndo atrás, devia me ajudar e não me bater, eu vou resolver tudo, não fica contra eu não -faz bico- devia me ajudar.

Mari: Como você começou a gostar dela em menos de 2 meses? Não entendo isso.

Luan: Sei lá, só sei que tô gostando mãe, para vai. Quero ficar com ela me ajuda.

Mari: Eu te ajudar? Não mesmo, fez besteira que concerte sozinho.

Luan: Que lindo minha mãe contra eu.

Mari: Só tô lado certo e você não tá sendo o certo nesse momento, faz por onde merecer, porque depois você perde tudo e vai se lamentar.

Luan: A gente vai marcar pra conversar, dai até lá eu vou vendo o que eu faço. E mesmo assim se não der eu vou ficar no pé dela -ri.

Mari: Só não faz burrada de novo …

Os meses se passam e você estava lotada de trabalho mesmo, praticamente todos os dias você estava fotografando pra revistas, catálogos, enfim, de tudo um pouco. Você anda recebendo bem, então muda pra um apartamento, não com muito luxo, mais que de pra se manter confortável, compra um carro e faz o que tá precisando. Mais uns dias de fotos e você vai tirar férias, as tão sonhadas férias, 2 meses sem trabalhar. A imprensa toda já havia descobrido que você e Luan não estavam mais juntos e claro, perseguem vocês dois ,dia e noite atrás de uma exclusíva dando explicações do termino de tudo. Nenhum dos dois aceita, você principalmente.

Durante esses meses nem você e muito menos o Luan ficou com ninguém, por incrível que pareça ele não ficava com ninguém, mal era visto em festas, ou em qualquer outro lugar e muito menos com mulher, ele parecia realmente está gostando de você.

Você: Nossa tô precisando mesmo dessas férias -ri- tenho que descansar, fora que tenho que falar com o Luan. Vou ligar pra ele e marcar um encontro.

~ LIGAÇÃO ON~

Você: Luan?.

Luan: Oi -seu nome-.

Você: Tá ocupado? -fala um pouco assustada-.

Luan: Não claro que não, pode falar.

Você: É que .. Bom eu tô de férias ..

Luan: Tá onde a gente pode se ver, eu tô de folga essa semana toda.

Você: Em um restaurante, é melhor.

Luan: Tá bom, mais em qual?.

Você: Um que seja reservado.

Luan: Tá eu sei um bom, eu sempre vou pra lá. Eu vou te buscar pode ser?.

Você: Não é melhor não, me diz o endereço que eu vou só.

Luan: Nossa se não quer que eu saiba onde você mora era só dizer.

Você: Eu realmente não quero, não agora, sei lá, mais enfim me passa o endereço -ri-.

Luan: Tá anota ai -endereço qualquer- que horas você que ir?.

Você: Pode ser s 21;30? É melhor.

Luan: Claro, te espero lá.

Você: É .. Então tá. Tchau.

Luan: Beijos.

~ LIGAÇÃO OFF ~

Você fica assistindo TV e vendo onde iria nas férias, e quando olha pro relógio já eram 18;42.

Você: Nossa isso tudo, ai Deus ainda tenho que ver com que roupa vou -diz correndo pro quarto-.

Você fica quase 30 minutos vendo que roupa vestir ...

Você: Vou com essa, vou mata-lo de vez, se ele quer morrer, que morra de desejo por mim -ri-.

___________________________________________________________________________

Casa do Luan:

Luan: MÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAE -grita-.

Mari: Que foi ? Se machucou ? -diz correndo-.

Luan: Que roupa eu visto ? -diz mostrando-.

Mari: Gritou por isso Luan ?.

Bruna: Mãe que foi? Luan tá morrendo ? -diz chegando no quarto ofegante-.

Luan: Não sua anta, é só pra ela me ajudar a escolher uma roupa.

Bruna: Ah mãe deixa que eu faço isso, porra Luan não grita mais assim por besteira.

Luan: Me ajuda pô, daqui a pouco tenho que sair.

Bruna: Vai ver a -seu nome- awwn, veste essa aqui -diz apontando pra roupa-.

Luan: Tá sai.

Bruna: Mal educado -diz saindo-.

Luan logo veste esse look (fotos em notas finais) e arruma o cabelo e desce.

Amarildo: Tá gatão hein -ri-.

Mari: Tá xeroso.

Luan: Tem que tá mãe -ri- vou indo tá? Qualquer coisa me liga, e não fica acordada até tarde, não sei que horas volto.

Mari: Se cuida Luan.

___________________________________________________________________________

Sua Casa:

Depois você vai pro banho e quando sai já eram 19;55 você  veste essa roupa(foto em notas finais) em uma make um pouco leve e faz uns cachos no cabelo, quando você percebe já eram 20;30.

Você: Putz, ele vai pensar que dei um bolo nele -diz correndo até a porta- deixa eu conferir, tenho tudo aqui, vamos lá -seu nome- sem recaída, sem essa de ser boazinha, vamos nessa -diz andando até a rua- TÁXI -você grita- Me leva pro -endereço qualquer-.

-BI


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...