História Um Amor quase impossivel - Capítulo 23


Escrita por: ~ e ~vivi

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana
Tags Comedia, Drama, O Luan Santana, Paixão com você
Exibições 41
Palavras 1.775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vivi,bia

Capítulo 23 - Capítulo 23


Fanfic / Fanfiction Um Amor quase impossivel - Capítulo 23 - Capítulo 23


Bruna: Nossa Luan você não me ama é isso ?.

Luan: Claro que eu amo, é que eu queria ir só né.

Bruna: Não -ri- eu vou e fim, você querendo ou não.

Você: Se for pra começar a brigar eu fico em casa mesmo.

Luan: Cala boca piroca.

Bruna: Eu mereço mesmo -ri-.

Vocês vão até sua casa conversando bobagens mesmo. Assim que chegam lá vocês descem e o Luan quase corre pra dentro para não ser visto por ninguém.

Bruna: Leva roupa pra três dias vai -faz bico-.

Você: Não Bru, vou viajar -ri- desculpa.

Luan: Viajar pra onde?.

Você: Tô de férias, tenho que me divertir.

Luan: Se diverte comigo então, não precisa de viagem, sou um produto grátis.

Bruna: Vou sentar, ligar a TV e fazer pipoca pra ver a briga de vocês.

Luan: Diz pra onde você vai viajar -fala irritado-.

Você: Vai mesmo começar? Se for começar vai embora por favor Luan.

Luan: Só me responde, para de ser chata e ignorante comigo, responde não custa nada.

Você: Vou pra Natal, eu vou passar as férias em Natal, vai falar o que agora? Reclamar que não devo e blá blá blá ...

Luan: Como assim em Natal? Você vai pras praias ficar pelada por lá, dai aparece em um monte de canto que eu fui trocado por um qualquer.

Você: Quando você vai parar com essas besteiras hein? Eu não aguento mais, você é possessivo Luan, exagera em tudo, estamos separados a mais de meses eu não sou sua, não sou sua exclusividade -fala quase gritando-.

Luan: Eu sou possessivo? Você que é maluca.

Bruna: Olha já chega -vocês olham pra ela- Luan para de ser criança e -seu nome- para de ser ignorante isso tá me deixando maluca, vai pegar as roupas pra gente voltar logo se você ainda for.

Você: Podem ir, eu não vou mais -diz indo até o sofá-.

Luan: Porque? Ah não vamos -diz sentando-.

Você: Não Luan. vai embora por favor, vai embora daqui da minha vida, de tudo.

Luan: Você tá brincando só pode -diz se levantando- o que deu em você pra falar isso? Para por favor, você sabe que eu sempre falo sem pensar.

Você: Então pensa bem, porque quando eu cansar é pra sempre. Se você não mudar esse seu jeito ,eu desisto de te dar uma chance, desisto de tudo.

Luan: Então muda também, para de ser mandona, para de ser dura em tudo, você não é forte como todos pensam, não é que eu sei -diz se aproximando-.

Você: As pessoas cansam só isso, se você não mudar não tem volta. Agora vai embora por favor -diz se levantando- é melhor eu não ir, eu quero ficar só.

Luan: Tudo bem, eu vou -diz indo até a porta- vai parar de falar comigo? -te olha triste-.

Bruna: Eu vou é pro carro -diz passando por vocês- não quebrem a casa amores e nem a cara um do outro -ri-.

Você: Não Luan, eu não vou parar de falar com você, mais eu quero respeito, quero compreensão.

Luan: Então tá eu juro que vou mudar.

Você: Se eu for contar as vezes que você me disse isso.

Luan: Te prometo por tudo, dessa vez é sério -diz se aproximando-.

Você: Eu vou mudar também, eu sei que esse meu jeito mandona é chato e …

Luan: Não muda -ri- eu gosto, sei lá você é diferente sabe? As outras eu que controlava, eu dizia um não e me obedeciam, já você, eu grito um não e você grita um sim pior -ri- eu vou fazer tudo isso valer a pena pra nós dois, você vai ver -sorrir-.

Você: Vou acreditar em você dessa vez -ri- eu quero que seja pra valer, que seja ótimo enquanto durar, se durar né?.

Luan: Vai durar sim, você vai ver.

Ele nem te deixa responder e simplesmente te beija e você corresponde *-* aquele beijo era como se fosse o primeiro, o que pudesse marcar pra toda vida, que fosse lembrado a cada segundo, que fosse além da eternidade.

Luan: Eu prometo -selinho- isso vai mudar -selinho-.

Você: Acho bom cumprir -ri- agora é melhor você ir se não a Bru te matam

Luan: Tudo bem, mais você vai amanhã né?.

Você: Acho que vou -diz abraçando ele- eu vou ver se vou tá? -beija o rosto dele-.

Luan: Tudo bem -te beija- até amanhã -diz se afastando-.

Você não diz nada, apenas entra em casa e Luan da a partida no carro.

Bruna: Vocês são um casal estranho.

Luan: Porque?.

Bruna: Vocês estavam brigando, quase se matando, ai do nada se beijam, vai entender isso.

Luan: Não tem o que entender, ela que é diferente.

Bruna: Você também é exagerado Luan, sei lá, isso de querer controlar ela, sei não -ri- ainda bem que ela é durona.

Luan: Durona mesmo, tem vezes que penso que ela vai me bater.

Bruna: Seja sincero por favor. Você tá mesmo gostando dela? – o encara-.

Luan: Tô -sorri- essa mandona me pegou, não sei como, mais me pegou, pior que ela não acredita em mim.

Bruna: Porque não prova? É tudo o que ela quer Luan, uma prova, vocês já “estão juntos” -faz aspas no ar- então dá uma prova verdadeira pra ela, uma coisa que ela acredite.

Luan: Eu não sei como Bruna, eu não sei que tipo de prova, não sei como vou fazer isso -respira- Eu não sei o que ela sonha, o que ela deseja, o que ela quer, não sei.

Bruna: Ai complica né Luan? Ela é louca, então faz algo relacionado a isso.

Luan: Tipo o que?.

Bruna: Não sei. Quem tem que saber isso é você, quem foi casado com ela foi você, marido imprestável.

Luan: Para piroca eu sou bom em tudo.

Bruna: Não me referi a isso Luan.

Luan: Eu vou pensar tá bom, eu vou pensar, eu também tenho que mudar minhas atitudes -bufa- então isso vai demorar.

Bruna: Você perdeu ela porque quis.

Luan: Não foi porque eu quis -diz parando o carro- foi só porque eu cai no que a Bárbara falou, só isso -diz saindo-.

Bruna: E isso é o que ? -diz saindo- que eu saiba é perder.

Luan: Para tá bom, eu já entendi que eu errei, que eu fui burro, pode parar que eu não aguento mais -diz entrando em casa-.

Bruna: Eu deveria gravar pra você aprender de vez lerdo, não me pede ajuda tá? Se vira sozinho -diz indo por quarto-.

Luan: Faça isso mesmo, não ajude seu irmão -grita-.

Bruna: Que se dane -grita de volta-.

___________________________________________________________________________

Você: Ai será que eu tô fazendo o certo ? Eu vou mudar mesmo, eu sou muito ignorante com ele, sei lá, tampo, eu não era assim, o que ele tem hein? Faz isso com todas, que saco ele me pegou mesmo e parece que foi de jeito. Eu vou focar nessas férias, por lá eu penso em tudo e na volta se ele tiver mudado eu perdoo ele, caso contrario eu desisto de vez dele e vou seguir sem ele mesmo, não tô morrendo por homem, ain mentira tô morrendo por ele.

Depois de tanto pensar você resolve ir deitar um pouco e acaba adormecendo, já Luan não parava quieto em sua casa.

Amarildo: Pelo amor de Deus você vai criar um buraco no chão -diz segurando os braços do Luan- Para de andar de um lado pro outro.

Luan: Eu não tô andando de um lado pro outro não pai.

Bruna: É porque a -seu nome- vai passar as férias em Natal ai ele tá com medo que ela conheça alguém por lá e desista de dar uma chance pra ele -diz sentando no sofá-.

Luan: Mentira isso, ela não vai trocar eu não pai.

Amarildo: Sei de nada -ri- mais não fica andando de um lado pro outro, e da espaço pra ela Luan.

Bruna: Ele tá com medo pai, deixa ele -ri-.

Luan: Você fala isso porque não é com você -diz subindo as escadas-.

Narração Luan:

Se ela conhecer mesmo alguém por lá? Como eu vou ficar hein? nâo Ela não pode me trocar não, ela gosta de mim então ela não vai ficar com outro. Mais se ela ficar eu não posso dizer nada né? Fiz tanta coisa já … Que saco porque essa mandona me pegou, quero saber como isso aconteceu do nada, eu devia tá curtindo com qualquer uma e olha onde tô, trancado no meu quarto com pensamento nela, que perfeito.

Logo anoitece e você virou o dia, nem  acordou pra jantar e Luan acabou dormindo também. Assim que amanhece Luan se levanta e vai ajudar o Amarildo com os preparativos pro churrasco e assim que acaba ele te liga.

~ LIGAÇÃO ON ~

Você: Oi Luan -fala sonolenta- O que aconteceu ?.

Luan: Dormindo ainda? -ri- então cê vem?.

Você: Ah eu tava mesmo, vou não Lu é melhor não, desculpa.

Luan: Ah não vem por favor, cê vai viajar e eu nem vou ver você tão cedo.

Você: Nossa para de ser dramático, eu acho melhor não, sei lá depois de ontem, é melhor não.

Luan: Vem por favor, ou janta comigo hoje a noite, ou os dois -ri-.

Você: Tá Luan eu vou pros dois porque eu sei que você não vai parar de me encher -ri- é que horas o churrasco?.

Luan: Cê quiser pode vim agora, trás a roupa e tudo, que a gente vai jantar daqui mesmo tá?.

Você: Tudo bem Lu ,eu vou tá? Vou me arrumar, comer algo e vou, beijos.

Luan: Beijos amor.

~ LIGAÇÃO OFF ~

Luan claro fica sorrindo bobo pensando na ligação.

Douglas: Filho de uma égua acorda -fala gritando-.

Luan: Olha como cê fala da minha mãe, eu vou te socar.

Douglas: Só assim pra você acordar pra vida né -ri- Desculpa Mari.

Mari: Tá tudo bem, eu vi que meu filho tava dormindo em pé.

Luan: Oh cê vai desculpar, ele chamou a senhora de égua sabia?.

Amarildo: Olha o respeito Douglas -ri- se for chamar o Luan grita pela -seu nome- é melhor.

Douglas: Tá bom -ri- desculpa de novo.

Luan: Jumento que cê quer.

Douglas: Você me convida e ainda me recebe assim ?.

Luan: Ai cara -ri- a -seu nome- vem, e eu chamei ela pra jantar hoje porque ela vai pra Natal -faz cara de triste- e eu queria que fosse perfeito pra ela hoje sabe? Sem aquelas brigas que a gente sempre tem.

Douglas: Brigas que fazem todos rirem, mais o que você quer? Tipo pra ser especial?.

Luan: Algo que ela goste sabe.

Douglas: Toda mulher gosta de romance Luan. faz algo do tipo.

Luan: Ela é bem sensível sabe? É durona daquele jeito mais sempre chora com aqueles filmes de romance -ri- e sabe as partes decoradas cara.

Douglas: Então faz algo do tipo, sei lá, leva ela pra jantar depois vai pra algum canto perfeito -ri- inventa cara, você que canta essas músicas de amor não tem ideia pra nada.

Luan: Vou levar ela pra jantar e depois pra um hotel, mais o quarto eu quero todo decorado sabe? Tipo como se fosse a primeira vez.

Douglas: Acho que ela vai gostar.

Luan: Eu espero que goste -ri-.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...