História Um amor quase impossivel - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, TWICE
Personagens D.O, Jackson, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jungkook, Jungyeon, Kai, Mark, Momo, Rap Monster, Sana, Sehun, Suga, V, Yugyeom
Tags Bts, Exo, Jungyeon, Sehun, Twice
Visualizações 24
Palavras 2.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu adciono a foto da fic depois....

Capítulo 1 - Ei, voce volte aqui!


P.O.V jungyeon.

olá, meu nome é jungyeon e eu moro em Seul, tenho uma irma um ano mais nova e nos moramos em uma mansão enorme aqui na cidade, so eu, a minha irma momo, nosso gato Yuta e nossos empregados, meus pias moram em paris e so nos visitam nas ferias de natal, meu pai é o segundo maior chefe de cozinha do mundo e minha mae é dona de uma das maiores franquias de moda do mundo, por isso nos vivemos aqui sozinhas. nos estudamos em uma faculdade muito boa, minha irma é a popular, ela e nossas duas melhores amigas, sana e jihyo, nos quatro somos melhores amigas, mas eu sou digamos que a "escluida" do grupo, nos estudamos na mesma faculdade do tao grupo BTS, eles sao bem amigos da minha irma e das meninas, mas nem sabem que eu existo, meu melhor amigo é o Kai, mas ele sempre some e me da escupas esfarrapadas, eu nao me preocupo, pois sempre que eu preciso ele esta do meu lado.

o despertador esta tocando que nem um um louco, eu vo me levantar antes que o james ,meu mordomo particular (ta mais pra baba particular, eu e a minha irma temos um, o dela é o charlie) venha me acordar.

eu me levanto e vou pro banheiro, faco minhas higienes matinais e coloco uma blusa branca, um shorts, uma bota e um chapeu, e logo desço, minha irma esta me esperando de pe ao lado da porta.

momo: jung, pegue uma maça e vamos, estamos atrasadas!

eu: ok estou indo!

eu pego uma maça e vou para o carro junto com a minha irma,ela passou o caminho inteiro falando de como os meninos do BTS eram legais e seus amigos.

~quebra de tempo~

finalmente nos chegamos na escola, a momo foi correndo encontrar as meninas e os garotos, eu passei direto por eles e fui atras do Kai, ele estava em um banco, sentado do lado de uma cerejeira( arvore onde nos conhecemos), ele estava ouvindo musica e estava bem baixo, estranho porque ele sempre escuta bem auto.

Eu: nossa Kai, que estranho voce ouvindo musica baixo.

kai: oi jung, é mesmo né, eu estou cansado so isso, tive uma noite longa ontem e preferi descansar meus timpanos.

eu: ok entao... kai, voce sabe se é hoje que a professora vai passar os papeis da peça?- ( esqueci de mencionar, nos estudamos em uma faculdade de artes, sem materias comuns como matematica, historia...)

kai: acho que sim, eu quero que voce nos peguemos o papel principal, vai ser muito legal se voce a sung e eu for o On- dal ( serie do netiflix chamada my only love song).

eu: seria legal mesmo, seria mais facil beijar um amigo meu do que um estranho.

kai: entao porque nos nao nos beijamos agora?

eu: kai, pare de brincar, vc nao gostava da umji ate ontem?

kai: nao gosto mais, na verdade nao gosto de ninguem no momento, so de voce, mas voce é minha melhor amiga entao eu tenho amor de irmao por voce.

eu: eu tambem te amo kai, mesmo voce sendo um besta.

kai: ei! - diz ele bagunçando meu cabelo- vamos pra sala, agora é a aula de teatro.

eu: ok
 

P.O.V Momo

eu cheguei na escola e fui logo falar com os meus amigos, a jung passou reto e foi falar com o amigo dela o kai, todas as meninas querem ele junto com os meninos do BTS. eu nao sei porque da jung nao querer ficar comigo e com a galera, todos na faculade acham eela uma esquisitona, menos eu, a sana, a jihyo e o Kai, ela é bem legal mas sempre gostou de ficar sozinha em um canto sem falar com muitas pessoas, eu nao reclamo, eu gosto que pelo menos ela tem o Kai eles sao fofos juntos, parecem irmaos que nasceram grudados.

sana: ui unnie, cade a jung?

eu: advinha, ta com o kai.

jihyo: gente eles parecem grudados, sempre juntos.

de repente os meninos chegam.

jimin: quem parece grudo?

sana: ninguem esquece.

eu: eai, como foi o ensaio de voces ontem depois da aula?

jin: foi legal, eu ainda estou exausto.

eu: jaja passa.

kook: ei meninas voces sabem se a prof vai passar os papeis da pessa hoje?

sana: acho que sim.

todos nos estavamos conversando, quando o tae chega do meu lado e sussura.

tae: mo, quem é aquela conversando com o kai, achei que ele fosse solitario.

eu: tae, ela é a esquisitona, eles sao melhores amigos des da terceira serie.

tae: ata valeu.

( eu me sentia mal de falar assim da unnie, mas nossos pais pediram para nos nao revelarmos que nos eramos irmas entao..)

~ quebra de tempo~

o sinal tocou e nos fomos para a sala de teatro, eu acho que hoje ela revelaria os papeis da peça e nos ençaiaremos os prosimos 6o meses ensaiando ate poder gravar ( a escola vai  representar a historia com uma serie, vai ser bem legal, vai passar na TV e teremos o apoio de uma equipe proficional, vai ficar bem foda)

ja na sala nos nos sentamos em nossos lugares e esperamos a professora chegar.

professora: bom dia alunos, hoje eu revelarei os papaeis de cada um de voces, ok?

todos: ok!

profeesora: bom, agora eu vou comessar.

On Dal: kim taehyun

Song Soo-jung: yo jungyeon

Byun Sam-young: kai

Pyeong-gang: jihyo

Mu- myeong: nam joon

Il-yong: jungkook 

o resto seram os atores secundarios ok, uma lista estara esposta no patio, esses que eu sitei venham comigo ok?

todos : ok

P.O.V jungyeon.

eu estava feliz de ter pego o papae principal, mas nao gostava nada do fato de que eu terei de beijar um garoto com que eu mal falo, e kai tambem nao, ele estava irritado que parecia que soutaria fumaça pelo nariz.

kai: hum, eu nao gostei, queria ser o On Dal - diz ele, sussurando do meu lado.

eu olhei pra ele e sorri fraco, pois sabia que se eu fasse algo agora eu estava ferrada.

a professora nos levou ate uma sala de ensaio , com algumas pessoas.

professora: alunos, esses sao os outros artistas ( sao os artistas da serie, mas so os que eu vo falar) esse fara o rei, ele o secretario real, o chefe do secretario, ok?

todos: sim.

professora: amanha comessaremos os ensaios entao agora voces pelo menos podem ensaiar as falas para amanha?

tados: sim.

profssora: ok, agora podem sair.

todos nos nos despedimos e saimos da sala, eu fui falar com o Kai, mas ele tinha sumido de novo, entao eu fui andando pelo corredor em direçao ao meu armario, quando senti alguo me segurar pelo pulço, era o taehyung do bts, ele era amigo da minha irma.

tae: ei, garota, eu sei que nos nao nos falamos, mas agora somos o casal da serie, voce pode pelo menos falar seu nome, ja que eu vou te beijar e taos?

eu: meu nome é jungyeon, mas pode me chamar de jung.

tae: eu sou o taehyung mas pode me chamar de tae.

eu: eu sei quem voce é, voce é do BTS nao é mesmo?

tae: olha, achei uma army.

eu: nao sou muito fã, prefiro Ikon.

tae: vou fazer voce virar fa.

eu: pode tentar.

tae: posso te acompanhar, meus amigos ja foram embora e pelo visto o seu tambem.

eu: ok, entao pode.

nos fomos andando e eu parei no meu armario.

tae: vi que voce gosta bastante de musica.

eu: eu gosto de coisas unicas e na minha opiniao, nada é mais unico que a  musica.

tae: legal- disse ele abrindo um sorrizinho timido.

tae: ei, eu posso te acompanhar ate a sua casa?

eu: pode se....

kai: oi jung, o que voce ta falando com esse cara?

eu fui interrompida pelo kai, ele nao gostava nada do tae, eles brigaram muito feio a um tempo e dez de enao ele nao é mais amigo e nenhum dos meninos.

eu: é que voce sumiu e ele veio se apresentar pra mim?

kai: eu tava resolvendo assuntos pessoais, nada de mais.

eu: sempre a mesma desculpa.

antes que o tae comesase a falar, o kai me puxa pela mao e sai correndo.

tae: ei! voce volta aqui!!

o kai nao parava de correr e eu vi que o tae estava correndo atras de nos, nos saimos da escola e o kai continuou correndo, o tae estava bem atras.

tae: kai, solta ela!

kai: sai daqui seu idiota!

eu nao falava nada, eu so corria ate que o tae parou de correr, nessa altura eu e ele estavamos na rua, perto do parque onde eu ia com a minha irma.

eu: kai, o que foi isso?

ele se virou e eu vi que ele stava chorando>

eu: k-kai, o que foi?- disse passando a mao no rosto dele

kai: eu estive aqui por voce, todos esses anos e logo depois da peça eu irei me mudar, jung eu nao queria te deixar sozinha.

eu: kai, voce nao vai me deixar sozinha calma.

kai: voce nao sabe os perigos que voce pode correr jung eu sempre estive aqui mas agora eu tenho que me mudar e so voltarei daqui a muito tempo.

de repente tae aparece por tras de mim e me assusta.

tae: kai, eu sei que eu posso, deixe que eu cuido da jungyeon.

kai: tem certeza?

tae: voce sabe que eu posso, eu e os meninos vamos cuidar dela, relaxe.

kai: ok, mas nao a machuque ok?

tae: pode deixar.

eu me virei para tae e quando me virei novamente para falar com o Kai, ele tinha sumido, entao eu olhei para o tae e ele se aproximou de mim.

tae: parece que agora eu sou seu protetor jung

eu:c-como assim, nos mal nos conhecemos.

ele se aproximou mais de mim o bastante para eu ouvir sua respiração, eu nao sabia o que fazer, entao fiquei simplesmente parada, sem saber o que fazer.

tae: jung, eu sempre gostei de voce, mesmo nos nao nos falando eu sempre olhei pra voce como algo amais que uma simples garota, eu te amo e foi por isso que eu briguei com o Kai, ele sempre achou que eu nao fosse capaz de  te protejer.

eu: tae, me protejer de que?

tae: ainda nao posso te contar mas logo eu contar tudo o que voce precisa saber.

quando eu fui falar ele me beijou, era um beijo suave mas dava para ver que tinha muito desejo nele, ele pediu passagem e eu sedi, ele estava guiando o beijo e esplorando toda minha boca, sua mão estavam envolta da minha cintura  me impedindo de me afastar, estava com os bracos em volta do seu pesco, essebeijo estava muito apaixonado, e acho que ate eu gostei, nos ficamos afim ate a falta de archegar.

eu: t-tae....

tae: nao fale mais nada, so me digua se voce quer ser minha namorada, eu nao aceito nao como resposta.

eu:  entao eu aceito.

ele me beijou novamente e deca vez ele colocou a mao na minha bunda.

~quebra de tempo~

ja fazia um ano que eu e o tae ja estavamos namorando, a seria tinha terminado e ja tinha ido pro ar semana passada.

eu e tae estavamos muito felizes, mas eu nao fala com Kai dez do ultimo dia de gravacao, no dia seguinte ele foi imbora e eu nao o vi mais, eu tambem nao tirava da cabeça quais eram aqueles perigos que eu sofria, mas o tae estava sendo bem mais protetor esses dias, e isso me deixou desconfiada.

eu estava na varanda do meu quarto lendo quando eu escuto alguem bater na porta e esse alguem era o tae.

eu: ah, oi amor, nao sabia que voce vinha hoje.

tae: eu nao vinha mas voce esta correndo perigo, entao eu decidi te contar tudo agora.

eu: o-ok.

ele parecia muito preucupado, estava fazendo tudo muito rapido,ele me puxou pra dentro do quarto, fechou a janela e as curtinas, trancou a porta e depois conferiu se tinha algo na janela.

eu: t-tae, o-oque ta acontecendo, voce ta me assustando.

tae: desculpa, mas eu na vou enrolar eu vou ao direto ao assunto.

eu: ok, entao, pode falar.

tae: eu sou um anjo, junto com os meninos e o kai, nos somos e um reino muito distante e viemos aui para proteger voce e sua irma, eu e os outros temos poderes para lutar contra o mal e nos viemos proteje-las dos demois azuis que vieram aqui matar voces.

eu: tae, pare de brincar.

tae: nao é brincadeira!- ele se levante e tira a camisa, logo ele balanca os ombros, como se estivesse se espriguisando e duas asas negras enormes surgiram, ele fez um pequeno furacaozinho com as maos e lancao ele em mim fazendo meu cabelo esvoassar.

tae: agora acredita em mim amor?

 

 

 

 

 

continua......

 

 


Notas Finais


gostaram? comentem.....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...