História Um amor que vai além do tempo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Alicia Ferreira, Fernando Mendiola, Letícia "Lety" Padilha Solís, Márcia Vilarroel, Omar Carvarral, Tomás Moura Gutiérrez
Exibições 32
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Demorei, mas tô aqui, é que desde quarta-feira meus dias estão sendo corridos, mas hoje tudo vai folgar e vou conseguir postar um capítulo grande mais tarde! Espero que gostem!

Capítulo 5 - Eu vou achar minha ajuda


O dia amanheceu, eu quase madruguei, mas parece que a casa toda fez o mesmo pois eu já ouvia as pessoas andando, me levantei a banheira ja estava cheia, vesti o mesmo vestido e fui procurar Fernando, não demorei ele estava na sala ja me esperando. 

- Vamos! -Eu falei descendo a escada e ele assim que me viu se levantou da poltrona.

-De maneira alguma! A senhorita precisa tomar café-Fala ele beijando minha mão- Peço perdão por não ter lhe dito ontem, mas a senhorita está encantadora com esse vestido- Ele disse sorrido timido.

-Valeu!- Ele me olhou confuso- É que de onde eu venho "valeu" significa obrigado.-Ele concordou com a cabeça para dizer que entendeu.-Cadê a Márcia? 

-Ela foi a missa com a senhorita Ferreira.-Terminei o café, fomos até a vila passamos umas duas horas procurando, mas ninguém sabe de mais ninguém que foi "assaltado" como eu.Quando desistimos ja era quase a hora do almoço.

-Vamos para casa, amanhã a gente vem, ja que ninguém sabe, procuramos mais amanhã.-Falei um pouco decepcionada.

-Não fique assim, iremos achar essa pessoa, tem minha palavra! Mas agora vamos até a casa da madame Elisa para ela lhe fazer alguns vestidos!-Disse indo para o lado oposto que estava a carruagem.

-Não preciso de vestidos esse da sua irmã já me basta!-Falei tirando minha mão do seu braço e indo em direção a carruagem.Antes que eu pudesse dar um passo ele segurou meu pulso.

-Por favor! Me deixe lhe dar esse presente-Falou segurando meu pulso e me olhando nos olhos.

-Não, você ja fez demais por mim, não quero que gaste dinheiro.

-Por favor, o vestido da minha irmã fica curto em você, e no próximo sábado minha irmã fará um baile em minha propriedade, não quero que as pessoas pessem que destrato das minhas visitas.

-Não queria decepciona-lo, mas pretendo achar essa pessoa amanhã e amanhã mesmo ir para casa, por isso não preciso de vestidos o da sua irmã me cai bem, e sério? Curto ? 

-Eu insisto, não me encomodo em gastar dinheiro com você, e o vestido da minha irmã é curto, deixam seus... tornozelos a mostra, se não fosse esse seu sapato peculiar- Falou corando 

-Tá bem, mas será apenas dois vestidos- Bufei desistindo e ele abriu um largo sorriso. Fomos até a tal madame, ela tirou minhas medidas e pediu para que eu pegasse os vestidos do dia seguinte,depois fomos para casa, ele me levou até o estábulo para mostrar seus cavalos.

-Você doma os cavalos e depois vende-os?-Perguntei enquanto ele abria a porta do estábulo.

-Sim!, mas os que estão aqui são meus,  eles eu não vendo.-Falou me acompanhado para dentro do estábulos e me apresentando os cavalos, até que me encantei  por um, ele tinha o pelo negro sedoso e muito bonito.

-Como esse se chama?- Ele me puxou para trás para que eu ficasse longe.

-Não chegue muito perto, ele é o único cavalo que eu não consegui domar,  ele não deixa ninguém chegar perto, sugiro que não de mais nenhum passo de onde você está-Falou se aproximando do cavalo o deixando nervosos. Eu queria tanto todas aquele cavalo, queria sentir seu pelo, até que não resisti me aproximei rápido e passei a aliza-lo e o cavalo se acalmou e foi baixando a cabeça para que eu continuasse a carícia.

-Parece que ele gostou de mim!-Falei ainda acariciando.

-Parece mesmo!Ele ainda não tem nome, eu so dou nomes a eles quando os domo,  faz seis meses que ele chegou e eu nunca consegui nem por a sela nele, qual nome sugere?

-Hum...que tal... tornado.

-Tornado?

-É! É o nome do cavalo do zorro! Eles são muito parecidos 

-Quem é zorro ?

-Zorro é o cara do film...-Lembrei que ainda não tinha inventado filme.- Ah é um amigo meu.

-Ah claro! Então será tornado.-Quando ele terminou de falar minha barriga, roncou, ja estava na hora do almoço eu estava com fome.

-Tá com fome ? -Disse olhando pra minha barriga com um sorriso nos lábios.

-Aprenda uma coisa! Eu sempre estou com fome.- Brinquei.Fomos para cozinha, a Márcia almoçou na casa da amiga, depois do almoço Fernando me chamou para passear em sua propriedade, aceitei o convite, antes fui tomar banho.Quando cheguei no quarto minha bolsa estava fazendo barulho, abri e o celular estava aceso tremendo e fazendo barulho quando olhei na tela dizia "Você tem uma nova mensagem" apertei em abrir.



Notas Finais


Durante a madrugada tem mais. Espero que tenham gostado! Perdão pela demora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...