História Um Amor Reencarnado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 20
Palavras 1.833
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Apresentando o Futuro


- Omma, eu não quero ir! Só vai ter gente chata e velha naquele lugar que parece mais um necrotério ou sei lá. – Resmungou o herdeiro do trono.

 

 

- Kim JungKook, eu e seu appa vamos estar lá! Como pode nos chamar de velhos e chatos na cara dura seu moleque atrevido?! NAMJOON VENHA DAR UM JEITO NO SEU FILHO! – Rebateu o Rei SeokJin, este que estava com os nervos à flor da pele pela teimosia de seu filho mais velho.

 

 

- JungKook facilite para seu omma, sim? Hoje você será apresentado aos demais lordes, veja bem meu caro filho, você será rei. Precisa ter pelo menos seu rosto revelado ao rei supremo antes de assumir o trono. – Disse NamJoon com a voz banhada em calmaria.

 

 

- Está certo, mas irei ficar só até eles se curvarem. – Retrucou o Kim que logo se colocou a chamar por seu irmão mais novo – Kim Taehyung! Estamos atrasados menino!

 

 

- Yah hyung! Eu estou aqui e eu irei contigo. – Disse o Kim mais novo enquanto descia as escadas e logo se agarrava a cintura de seu irmão mais velho pois sabia que o mesmo se acalmava com seus abraços.

 

 

 

 

A família Kim já havia chegado no grande castelo branco na qual morava o Lorde dos Lordes, o Rei dos Reis, ele era chamado de Rei Supremo já que comandava as guerras até o equilíbrio entre os reinos de todo o mundo, era alguém realmente importante. Por isso todos os príncipes que atingissem os seus vinte anos de idade deveriam se apresentar a todos os lordes um mês antes de assumir o trono em seu devido reino.

 

 

O herdeiro do trono estava silencioso demais, pensativo demais e isso estava deixando a família Kim enlouquecida já que o filho mais velho apenas permanecia desta forma quando iria aprontar algo ou estava planejando algo travesso. JungKook sempre fora um jovem que soube lidar com as responsabilidades mas como todos os jovens de sua idade o mesmo também procurava fazer alguns atos rebeldes aqui e ali, como da vez que o Kim se infiltrou no meio do exército de seu reino envolvendo-se no campo de guerra, o omma do jovem ficara deveras atordoado com seu filho enquanto o Rei NamJoon ficara orgulhoso pela coragem do filho que foi como uma arma secreta do exército já que o jovem o liderou e ainda trouxe vitória ao reino de seu appa.

 

 

A grande porta de ouro e prata do castelo do Rei Supremo se abriu e logo a família Kim se colocou a adentrar o salão onde vários lordes se encontravam, muitos passaram a observar JungKook, porém podiam ver apenas seu porte físico e sua postura digna de um verdadeiro rei já que o Kim vestia uma grande capa negra.  O Kim mais novo encontrava-se abraçado a seu irmão mais velho, este que o abraçava novamente em um sinal de proteção ao seu caçula já que sua maior promessa era proteger o futuro da família Kim e este é: Kim Taehyung.

 

 

Logo o Rei Supremo se pôs de pé ao notar a presença do herdeiro da família Kim, estes que esbanjavam seriedade, bondade, sabedoria e liderança já que era a família mais poderosa por ser a família na qual todos os alfas tiveram a benção de nascerem Alfas Lúpus Olhos Negros. O Rei Supremo ficou ao aguarde do príncipe, este que parecia estar pouco se importando com tudo ali e havia uma razão, que era a seguinte: Haviam acordado o príncipe aos berros, coisa que irritava o alfa de uma maneira assustadora.

 

 

- Kim JungKook, não sabe o quanto eu estava esperando por este momento meu jovem, se aproxime por favor, todos estamos curiosos para ver sua face – Disse o Rei Supremo.

 

 

E o príncipe assim fez, ficou diante do Rei Supremo e ajoelhou-se perante o mesmo e neste mesmo ato desabotoou a grande capa, deixando com que o grande pano negro fosse ao chão, lentamente ergue sua face e olhou diretamente nos olhos claros do Rei Supremo este que estava perplexo com tamanha beleza e seriedade que adornava o rosto daquele moço tão jovem. O Rei Supremo fez sinal com sua mão para que o príncipe se levantasse e assim ele o fez, novamente recebeu um sinal, mas desta vez para virar-se para os lordes para que pudessem ver o rosto do moreno de belos olhos negros, e novamente fez como lhe fora ordenado, o príncipe virou-se e segurou o riso assim que viu algumas princesas e até príncipes começarem a se abanar, porém soltou um riso nasal assim que viu duas princesas desmaiarem assim que JungKook olhou para elas.

 

 

“Oh céus, quanto exagero! Se eu as tocar elas iram morrer em meus braços? Francamente... Não se fazem mais moças como antigamente.” – Pensou JungKook.

 

 

O Jovem se curvou diante os lordes, príncipes e princesas que ali se encontravam, estes que ficaram encantados com tamanha educação que o herdeiro mostrava ter. JungKook tratou de ir sentar-se com seu irmão caçula em uma mesa que sempre fora usada pela família Kim em todos os eventos que ocorria no castelo do Rei Supremo. Música, conversas e risos eram ouvidos naquele grande salão, porém todo aquele barulho se cessou ao ouvirem o Rei Supremo bater seu cetro no chão, este que fizera um grandioso barulho que irritou os ouvidos de Taehyung que choramingou sendo amparado por JungKook. O Rei Supremo levantou-se de seu trono novamente e chamou um pequeno garotinho loiro que usava um belo vestido longo e elegante de cor azul clarinho. O pequeno loiro subiu ao piso onde ficava o trono logo ficando lado a lado com o Supremo que sorriu, o povo o olhou curioso e o Rei se colocou a falar.

 

 

- Hoje além de anunciarmos o novo rei da Coréia do Sul, também será apresentado com muita alegria meu filho caçula, Park Jimin, o herdeiro do Supremo Trono. – Disse o Rei Supremo com total orgulho e felicidade, já que o loiro nunca havia sido visto por nenhum dos presentes ali, além do próprio appa.

 

 

Taehyung pode perceber que o tal filho do Rei Supremo estava a olhar demais para seu irmão, sentiu-se incomodado então não esperou mais nenhum segundo para sair arrastando seu hyung pelo grande salão alegando que precisava de um ar e tinha medo de ir lá fora sozinho. O mais velho estava distraído então nem se quer pensou em recusar o pedido de seu irmão, então abriram a grande porta e saíram do castelo, este que estava cheio de burburinhos pela saída repentina do futuro rei e seu irmão caçula que não era impossível de perceber que estava aborrecido com algo.

 

 

- Ei pequeno, o que há? Está aborrecido... Aconteceu algo? Alguém lhe chateou? Me diga que eu arrancarei a cabeça do infeliz! – Disse JungKook em um tom irritadiço.

 

 

- Não é nada disso hyung... É só que... Eu não me agradei nada ao ver aquele anão loiro te olhando com tanto desejo, garanto que todos do salão notaram! – Resmungou Taehyung enquanto puxava o mais velho pela barra de seu terno.

 

 

- Anão loiro? Que anão loiro? Eu não vi nenhum loiro naquele salão, a não ser o omma é claro! Tem certeza do que está falando? – Disse JungKook um pouco – Lê-se muito – confuso.

 

 

O pequeno acastanhado iria começar a contar o ocorrido ao seu hyung, porém SeokJin fora mais rápido ao intrometer-se na conversa dos dois príncipes.

 

 

- Seu irmão está com ciúmes JungKook! Por Deus, como podes estar tão disperso assim meu filho? Você é sempre tão atento... Aconteceu algo? – Disse SeokJin em tom preocupado já que o filho mais velho nunca agirá desta forma.

 

 

- Não aconteceu nada omma, acho que é apenas nervosismo, eu não sei... E Tae, não fique com ciúmes, sim? Sabe que eu vou sempre estar ao seu lado. – Disse JungKook enquanto bagunçava os cabelos acastanhados do mais novo.

 

 

- Yah hyung! Mas você vai ter que se casar e vai se esquecer de mim, eu não quero que o hyung se esqueça de mim! O hyung não pode casar! – Bradou Taehyung com um leve bico nos lábios.

 

 

- Tae... Mesmo que eu me case, eu nunca me esqueceria de ti e muito menos lhe deixaria para trás, minha maior promessa é cuidar de ti até o meu ultimo suspiro. Agora vamos voltar, o appa deve estar uma fera conosco, na verdade... comigo.

 

 

Logo JungKook, SeokJin e Taehyung voltaram para o salão, os burburinhos pararam e o príncipe logo pode ver o tal anão loiro que seu dongsaeng mostrará não ter gostado nada sentado em um trono ao lado do Rei Supremo e no outro lado estava uma jovem totalmente desconhecida por JungKook, igual ao tal anão loiro. JungKook sentou-se novamente em seu lugar e seu pôs a conversar educadamente com vários lordes que o ofereciam alianças e até a mão de suas filhas e filhos em casamento, eram todos formosos e formosas, pena que o coração do alfa não se abria para nenhum deles.

 

 

O tempo havia corrido e quando JungKook se deu conta ele já estava ajoelhado perante o Rei Supremo recebendo as devidas bênçãos e auxílios para se tornar um poderoso e sábio rei, coisa que JungKook já mostrava ser. O que JungKook não notava era que estava sendo constantemente observado por Jimin e sua irmã mais velha Hyuna, os dois já se odiavam de certa forma e agora que ambos estavam de olho no futuro rei é que aquele castelo iria pegar fogo, já que o alfa teria que ficar no castelo do Rei Supremo até que o dia de seu coroamento fosse próximo, era como um preparo para ser rei, um aprimoramento em suas habilidades, essas que o jovem mostrava desempenhar bem até demais, Kim JungKook está destinado a uma grandeza sem igual e todos os reinos faram o possível para manter total harmonia com o futuro rei, pois somente por seu olhar o jovem mostra que não sentirá remorso algum em dizimar um reino inteiro.

 

 

 

 

Enquanto isso em um dos corredores daquele imenso castelo estava ocorrendo uma briga entre os herdeiros da família Suprema, a família Park. Jimin estava inconformado do quanto sua noona podia ser tão cruel e estupida consigo, poxa, ele havia visto o alfa primeiro, portanto ele teria que ser seu e não de Hyuna!

 

 

- Hyuna! Isso não é justo, você não pode e nem vai ficar com ele!

 

 

- Quem te garante que não? Em seu nanico?

 

 

- Eu garanto! Por isso é bom você tirar os olhos dele, porque Kim JungKook é meu, apenas meu!

 

 

Dito isso o ômega saiu pisando forte contra o piso do castelo em direção aos seus aposentos, este que por ironia do destino era ao lado do aposento em que o futuro rei ficaria hospedado, mesmo ele não sabendo que teria que ficar por um mês inteiro enfurnado no castelo que ele estava quase implorando para sair e voltar a dormir em sua cama quentinha e confortável.

 

 

Esse mês dará o que falar...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...