História Um amor roubado - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Bisca Connell, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Grandine, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Tauros, Virgo, Wendy Marvell
Exibições 101
Palavras 799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Heroína...


Fanfic / Fanfiction Um amor roubado - Capítulo 10 - Heroína...

   Natsu foi embora e eu tive que voltar para a festa, assim que entrei meu pai me chamou

- Lucy! Venha aqui – seu tom era ríspido
- Sim, pai – falei ao seu lado
- Quero te apresentar o herdeiro da família Eucliffe, Sting – falou segurando o ombro do loiro que aparentava ter a minha idade
- Prazer, Lucy seria uma honra nossas famílias juntas em negócios
- Ah... claro... prazer – falei meio receosa com o jeito como ele me encarava
- Subam para a varanda lá em cima, assim vocês poderão se conhecer melhor – falou meu pai se fingindo de simpático
- Pai, eu não... – iria arrumar uma desculpa para não ir mas Sting me cortou
- Ótimo! Vamos Lucy-  falou me puxando pra cima

   Fui na frente, lá em cima haviam 2 quartos com varanda, entrei no primeiro e ouvi ele fechar a porta atrás de si

- Então... como é ? – perguntou me encarando, seu tom de voz estava completamente diferente... Estava duro e sério
- O que? – perguntei confusa
- Como é ser a decepção dos Heartfilia? , a muito tempo meus pais falam em juntar nossas famílias então comecei a procurar saber mais sobre você a princesa perfeita da elite... você foi internada por ter problema com álcool não é?... teve diversos comas alcoólicos, bebia de não lembrar o próprio nome... – pegou no meu cabelo e começou a puxar – e na última vez que foi internada foi por causa de heroína, não é? – cuspia as palavras

   Eu só queria acordar e dizer que foi apenas um pesadelo... mas quando ele apertou meu pescoço a dor foi muito real

- Me solta! - tentei dizer mas ele apertava forte meu pescoço

  - Eu vi você com o Dragneel... não pense que ele vai voltar pra elite que tanto odeia só por você...assim que nossos pais fecharem o contrato e nós casarmos vou poder mostrar como uma drogada como você tem que ser tratada! – falou sorrindo e me soltou fazendo com que meu corpo de chocasse contra o piso frio


   Meu pai realmente faria isso?... me deixaria mas mãos de alguém como ele só por dinheiro?... fazia perguntas pra mim mesma, quando me dei contra estava deitada no chão chorando como uma criança

- Eu odeio vocês! Odeio odeio odeio!! – gritava chorando deitada no chão

   Respirei fundo e levantei completamente horrível... eu era fraca e estava prestes a regredir á minha fraqueza

   Inventei uma desculpa qualquer pra sair daquela maldita festa e voltei pra casa

   Cheguei tirei aquele vestido apertado e coloquei uma camisa bem larga, fui até minha escrivaninha abri a gaveta e tirei de lá uma colher, isqueiro, seringa e todo o resto da mistura

   Sentei na cama e comecei a fazer, quando peguei a seringa para injetar no meu braço alguém tirou a seringa da minha mão

- Na...tsu...- por que ele está aqui?!
- Não me diz que você vai voltar a usar essa merda, Lucy?!
- “voltar à usar” ? Como você sabe que eu já usei? – perguntei séria
- Desde a primeira vez que nos vimos olhei no seu braço e vi as marcas de agulha... eu vim aqui pra deixar seu presente de aniversário enquanto você estava na festa... por que você quer voltar a usar heróina?! Eu quase morri por causa dessa merda, Lucy! – gritou furioso

  - Você já...usou...-perguntei mas logo vi as marcas mas nas suas veias, como nunca percebi?

   Ele sentou do meu lado na cama e começou a contar
  - Lembra quando eu disse que tive um coma alcoólico com 19 anos? – perguntou e eu assenti – era mentira, foi uma overdose de heroína. Nunca gostei da idéia de fazer parte da elite como “ herdeiro dos Dragneel” então fugi quando tinha 12 anos... no começo meus pais sempre faziam seguranças ou até mesmo a polícia me buscar, mas com 15 anos conheci Rogue que me ensinou como usar e onde conseguir... era incrível... eu injetava 2 seringas por dia e ficava horas viajando...A Elizabeth não é minha mãe, eu só percebi que precisava parar quando não fui ao enterro da minha mãe porque estava chapado demais pra levantar da cama... então eu fiz essa tatuagem, e jurei que toda vez que sentisse vontade de usar faria mais uma tatuagem... por enquanto só tenho essa... – terminou olhando nos meus olhos

   Eu estava quebrada mas precisava tentar me concertar...
   O abracei e respirei fundo

- Me leva pra fazer uma tatuagem? – pedi


Notas Finais


Eu demorei por conta do bloqueio que estava na minha criatividade para está fic... mas agora estou novamente focada e prometo que o próximo capítulo vai surpreender vocês!
Postarei quando tiver pelo menos 10 comentários ok? Quero que me digam se tem algo incomodando, se está legal, oque vocês esperam...
Beijitos ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...