História Um amor sem barreiras - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrian, marimette adrimette
Exibições 163
Palavras 2.759
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


espero que gostem e que comentem e favoritem e acompanhem a historia
tem uma boa leitora

Capítulo 1 - 1 capítulo


Fanfic / Fanfiction Um amor sem barreiras - Capítulo 1 - 1 capítulo

Mari on

Eu estava a andar distraída pelo o meu quarto até que

-oi princesa

-c-c-chat como entes-te aqui

- pela a janela não é óbvio ,por onde é que seria ?

-pela porta isso sim é que era óbvio o não pela JANELA GOTO BOBO

-aiiii porque começaste a gritar

-aaahhh desculpa , não é nada mesmo

-então ta desculpa aceites

-e então porque estas aqui?

- é que queria fazer uma cousa.- diz chat pondo a mao na cabeça e ficando corado – quer disser se me deixares

-ahhh o que é –diz mari

-isto – chat vai diminuindo o espaço entre os dois e Punhe a mao no queixo de mari , e aproxima os rostos ate selarem os lábios , o que faz com que a mari arregale os olhos –mari po-podes a-abrir a boca –sem saber porque mas o fez o menino passou a sua língua para dentro da de mari com a outra mao colocou na cintura da menor e diminui o espaço entre eles ,os dois já estavam violentamente corados enquanto isso eles exploravam todos os cantos da boca de ambos quando começou era bem desajeitado as agora era bem sedento, mas o que é bom dura pouco né ?tiveram de se separarem por falta de ar

-...p-porque fez isso –disse mari ofegante

-n-não-o… gastou do beijo-falou a ainda ofegante

- n-nao é isso é que toda a gente diz que tu gostas de ladybung

-é so que ultimamente tenho pensado mais em você do que a my lady tanto como chat ou a minha forma civil

-aaaaaaaaaa taaa bemm- diz mari meia sonsa com a revelação.- c-chat e-eu já volto

-não veis buscar uma vassoura para me chutares né?- diz um pouco assustado

-auuummmm –diz pensativa mais para assusta-lo –bem que merecia , mas não so vou á cozinha buscar algo para comer é que os meus pais não estão e não né apeteceu fazer nada para comer rsrsrsrsrrss.

-o-OO quê ainda não comeu

- não ,já volto – disse saindo do quarto

 

Adrian on

 

Não posso quer que a mari ainda não tinha comido ,olha que ja comi a 2horas estava pensando ate que a porta se fechou

-princesa

-sim

- tem camembert

-ah acho que tenho porque

-é para o meu kwami mas se não tiver pode ser outro

-a ta –e assim ela  sai de seu quarto me deixando só e a então olho ao redor de reu quarto e reparo que na sua secretaria tem muitas fotos minhas e algumas tem uns corações , será que ? ou não? Ela gosta de mim ? estas perguntas martelavam a minha cabeça , tenho que saber

 

 Mari on

Sai do quarto com uma desculpa quer disser mais ou menos , e estava a procura de tikke que tinha vindo buscar os cookes dela ate eu ver ela flutuando em minha direção

-Mari o que esta se passando eu estava jogando ao quarto e gritaste

- ah é o chat que esta la en cima, eu vinhe te procurar e levar alguma coisa para comer e beber a e o queijo . diz mari

-queijo??.tikke diz

-Sim para o kwami dele .mari

-A ta para o plagg.tikke

-Quem é esse. mari

-O kwami dele chama-se plagg, tikke

- ah e como a menina saber ?. mari

-eu e ele  já nus conhecemos ah mt tempo.tikke

- tikke não podemos demorar mt .mari

Então resolvi preparar um chocolate quente e umas mistas e fui a pastelaria buscar uns croissant

 

Adrian on

Aii…. A mari esta a demorar tanto vou ver  que esta a passar-se , comecei a descer as escadas sem fazer barulho ate escutar uma outra voz , mas ela disse que os pais não estavam e foi me aproximando e vi uma criatura vermenha

-Ata para o plagg.tikke

-Quem é esse. mari

-O kwami dele chama-se plagg, tikke

- ah e como a menina saber ?. mari

-eu e ele  já nus conhecemos ah mt tempo.tikke

- tikke não podemos demorar mt .mari

Quem e essa criatura  como é que se chama mesmo ….. a é tikke , já seu o que vou fazer ,então voltei para o quarto e  procurei se tinha banheiro, depois de procurar o achei  e me destas formei-me

-estou com fome quero queijo

-ta , mas primeiro quero te perguntar uma coisa por a caço conhe-se a kwami da my lady

- a simm a tikke conheço eu e ele já tivemos um relacionamento

Como eu pensei a mari a minha princesa também e a my lady, agora faz todo o sentido e eu vou aproveitar mmmttt… foi despertado por plagg

- Adrian Adrian ADRIAN …..

-sim o que queres

-chat onde estas

- estou no banheiro tens o queijo princesa

- sim tenho mas é pouco então troou-se de outra qualidade

-ta da princesa .então eu abri um pouco a porta para ela me entregar o queijo e agradeci fechando a porta

-o que pensas que estas fazendo garoto ,e porque me perguntaste sobre a tikke ?

- em primeiro lugar so quero estar com a marinette e segundo so queria saber mais coisas de my lady é que me pergunto se a kwami dela come tanto como tu rsrsrsrsr então come o queijo

-a tikke come todo o tipo de bolachas mas as preferidas são os cookies

-é melhor do que queijo –plagg quando acabou o queijo me transformei i foi para a viera da mari

-então princesa sentiu saudades –falei com um sorriso de canto

-n-n-não –ai ela fica tam fofo assim mas vou a provocar mais –e-entao o teu kwami comeu todo

-ainda tem um pouco para mais uma vez com jeitinho , mas onde íamos … a pois .me aproximei dela e agarrei na sua cintura e a beijei novamente ai como ela tem um sabor saboroso e a ouvi dar um pequeno gemido , parei de beijar e passei a minha língua pelo o seu pescoço para o saborear e ela deu outro gemido

-aaahhhh…aaahhh –c-chat sabes o que estar a fazer

- não faço a mínima ideia eu pretendo descobrir e tu my lady

-e-e-euu n-não … posso

-porque-e olho para ela tinha de saber se ela gostava de mim entao –gosta de alguém como aquele que este ali –e apontei para as minhas fotos-e se gosta porque não o diz

--aahhh se eu conseguisse mas toda a vez  que o vejo eu gaguejo não e pouco e também ele podia pensar que sou como aquelas que so querem o seu dinheiro

-então se eu fosse ele já podias era .-ela Valença a cabeça em “sim “então porque não somos sinceros um com o outro aqui o agora quero saber por ti o teu segredo ou eu mesmo o digo e eu digo o meu

- c-c-como a-assim

-O teu segredo que aconteceu a 1ano e pouco e eu conto o meu

 

Mari on

Do que é que o chat esta falando será que ele já sabe que sou a ladybung é isso á um ano e poucos meses que sou a heroína de paris sou  tirada de meus pensamentos por chat

-Então não respondes á minha pergunta , então eu vou dizer conheces uma criatura chamada tikke.-ele já sebe  ou esta desconfiado ,e vejo ele s sorrir de canto , mamãe socorro?

-p-p-p-porq-q-que que me e-e-estas a falar i-i-isso-ele esta ase aproximar de mim e vai de encontro com meus ouvidos

-mari … eu sei quem se esconde por detrás …de mascara de my ladybung …es tu-ele fala coma voz mais rouca e sexy

-ahahah c-c-c-c-como d-d-d-descobriu-u-u-u –então ele pós o dedo nos meus lábios para me calar ele devia ter visto uma lágrima no canto dos meus olhos

-entao não é preciso ficar assim-chat me da um selinho –sabes  eu estou radiante que sejas a my lady se não eu era um maluco que gostava de duas pessoas né?, agora é a minha vez não …. –mas antes disso ele pegou em mim e me levou para a coma me colocou nela    com cuidado e se pós por sim de mim e eu devo estar como um pimentão porque estou a sentir o meu rosto a formigar , ele começa a me beijar um beijo calmo ate ele pedir passagem com sua língua demorei um pouco a corresponder mas abri ele passou a sua lingoa para a minha boca e ia a todos os cantos da mesma ate encontrar a minha língua e elas começaram numa dança sedente de desejo estava tao bom que não queria parar mas para tristeza ele a separou há pois estávamos a ficar sem ar rsrsrs…

-ahahhh …mari tu és incrível ….-e logo começou a beijar o meu pescoço , colo enquanto sinto sua mao a entrar por minha camisola então meto ambas as mãos em seu peito e ele parou e olhou para mim com os olhos de preocupação eu acho

- n-n-nos… mao devíamos-s-s

-porque meu amor… eu já esperei mt por  ti, mar será que estas assim por causa do adrian não te preocupes estas com ele aqui e a gora – oooo queeee como assim estou com ele não pode ou pode é o adrian?-sabes plagg deve estar cansado e tambem com saudades da sua amiga.-e me piscou o olho – destransformar-e o fato preto começou a desaparecer e uma criatura preta cair ma coma e eu olho para a criatura e para a pessoa que era o chat e não posso crer é mesmo o adriam e corei com o pensamento ,e voltei a olhar para a criatura preta

-Adrian estou cansado  -ai que cousa fofa –ola marinette onde esta tikke –disse

com uma cara de sono

-esta naquela gaveta .entou vejo ela flutuar a te a gaveta chamando por tikke e ela pos a cabecinha fora da gaveta para ver o que se passava e plagg chegando la entrou e tikke foi logo a seguir , entao incaro os olhos verdes que eu adurava ,e reparo que ele se aproximava mais de mim e me beijou e eu gemi en resporta

- mari … não sabes como te quero …-aahhh.. como pode ele ainda continua com as atitudes  chat eu pensei que ele não era assim, espera tem alguma coisa se mexendo e duro o que é isto ???

 

Adrian on

Ai que coisa eu estou a sentir umas coisas estranhas e o meu sexo esta mais duro és estou pezudo ou o que mas  por outro lado me apetece tirar a rupa dela e a beijar e tocar e corpo  todo dela ,entao vou levantando a sua camisola mostrando a seu corpo branco e liço tam suave e me abaixo e bou beijando sua barriga e vou subindo e como resposta ela gémeo que me agradou …ai como ela me esta a por maluco ,continua a subir a camisola a te rebelarem seu peito que estavam covertus com um sutia e continuo com a minha trilha de beijos e olho estavam em seus olhos e estavam semicerrados e com um brilho encantado  e vou ate seus labiaos e os capturos com orgencia

-ahahaahhh… -gemo com a intensidade do beijo- estou …a ficar maluco …mari …p-p-posso-e a pontei para a camisola

-s-sim-e a beijo  a fechar os olhos

-so vou fazer o que quiseres ta meu amor –respondo a ela e dou-lhe um selinho e me agacho para tirar a camisola ,vou de encontro com os seus seios e os beijo e dou uma lambidinha  e mari da mais um gemido com as minhas mãos tento encontras o feicho do sotia em suas costas e não encontro já me estava a inervar com esta porra já estava a cogitar em rasga-la este que ouço um sorriso dela “ a sua malandreca estas a gostar é”

-o feicho é na frente –e dame um sorriso lindo e entao o retiro e jogo em qualquer lugar e admiro aqueles seios não mt grandes mas também nem tao pequenos as aparentemente sa apetitosos ,e com a minha boca vou de encontro com eles primeiro vou au esquerdo e com uma mao ponho no direito , com a manha língua lambo seu seio esquerdo

-ahhh…aahh adri-annnn-sinto ela a colocar uma mao na minha cabeça e a outra nas minhas costas o que me faz arpar com o seu toque e nao resisto e chupo o seu seio lambo depois paço a língua em seu mamilo, é tam saboroso e em seguida o chupo e ouso outro gemido e com isso ela agarra meus cabelos, e se mexe na cama e em seguida faço o mesmo com o direito

-mari …-olho em seus lhos e ela me olha ,doulhe um selinho e vou levantando-me para tirar o meu casaco e minha camisola ficando com a parte de cima nua quando ela me olha estava corada – se quiser toucar pode –entao pego a sua mao e a coloco nu meu peito na sona do meu coração –sentes o meu coração batendo , ele esta batendo por ti, so por ti meu amor-começo a me baixar e capturei seus lábios e vou descendo minha mao pelo o corpo dela e parou quando toco na calça –poço continuar ou queres que pare-pergunto eu já estava excitado para parar eu queria tela que já mal conseguia me controlar de tam excitado

-p-p-pod-des .-disse corada mas tambem estava excitada entao tiro a calça junto com a peça intima deixando-a completamente nua e fico deslumbrado com a minha visão porque não sei quanto tempo fiquei assim

-a-adrian a-a-dri-a-a-na-ela me chamava e prestei atenção no que ela dizia.-n-n-não m-me o-olhes a-a-assim

-porque es tão bonita  que fiquei meio aerio –falo meio sem jeito , entao me levantei e ela me perguntou onde ia

-so vou tirar a minha roupa meu amor –entao vejo ela a tapar os olhos para não ver ,achei engradado o jeito dela .-ei entao.- tiro uma das mãos dela de seu olho – eu quero que me olhos eu sou todo teu não precisas ficar assim

-a-ahhh t-t-ta b-bem . entao tirei o resto de minhas roupas fiquanto ela abria e fechava a boca e ficava com a respirasam acelareda e apontava para o meu membro.-ai meu deus o que é isso onde vais por isso .-quando reparei o meu membro estava maior que o normal e levantado para cima

- no teu sexo eu acho … posso continuar …-entao eu afastei as suas pernas para o lado e me pociomei entre elas e rocei nas parede de sua vagina e ela gemou e sua respiração asselarou de novo-eu não te quero magoar mas ouvi dizer que para as rapariga era mais destroço .-e ela asentiou para que continuasse e entao foi metendo devagar e ouvi ela gritar e parai bruscamente e a olhei e vi que estava chorando –queres que eu pare.-passei a minha mao em seu rosto e a beijei,como estava sendo difícil estar parado minha respirasam estava asselarada ate que ela dize para continuar eu continuei a infiar meu membro dento de sua intimidade , ela agarrou meus braços  os apertando com tanta força que deixariam marcas para amanha, quando estava completamento dentro eu fiquei parado ate mari aliviar o seu aperto nos meus braços ,em seguida comesei a me mover devagar eu eo gemi um gemido longo de prazer e mari não ficava autras e fui aumentando as estucadas .-mmmaarriiii… aahh…-eu gemi e mari também

-aaahhh…ahhh aadriann mmais rrapidooo –falou mari entre gemidos e eu atendi ao que ela pediu ,segurei as suas pernas e comecei a estucar mais rápido e mais fundo senti as paredes de sue sexo a ficar mais apertada e mais umidas  sinal que ela estava nu seu limite ,-aahh… aaahhh adriannn –senti o corto de mari a contorcer em espasmos

-mmaaariii ahhh… eu … amooo-te .-  nossos corpos estavam suados e esaustos e nossas respirações mt acelaradas , sinto o meu membro ficando molhado e sento algo a escorregar por ele

-aahhhh… aaadddrriiamm-um jato de agua sei de my princesa ela tinha chegado ao seu orgasmo

-mariii … eu vou ahhh…-agora foi a minha vez movimenteime uma ultima vez e gozei e ao mesmo tempo dou um gemido alto e rouco que ecoeu pelo quarto a beijei e deitei-me em cima de mari .-ah mari es uma delicia… tens um corpo lindo…-e dou pequenos beijos

- tu t-t-tambem es mt lindo e-e-e-e g-g-gostoso. –e mari vira o rosto para o lo o lado com vergonha e nas deitamos desejamos uma boa noite trouce para mais perto e dormimos abraçados

 


Notas Finais


comentem .... e dem suas opiniões
desculpem os erros
estou pensando em " mari gravida?" quero que me dizem sim ou nao


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...