História Um amor sem barreiras - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrian, marimette adrimette
Exibições 15
Palavras 1.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oi de novo como vai a leitura

Capítulo 5 - 5 capitulo


Fanfic / Fanfiction Um amor sem barreiras - Capítulo 5 - 5 capitulo


Capitilo 5

 

 

-mari nem por acordares cedo adianta …- e quando olhei vi adrian claro so podia ser ele para saber quando acordei  e emtao corei , e ele riu de canto .-vamos para a sala .quando ele dize isso uns alunos que passaram por nos correndo esbararam em nos eu e adrian caímos no chao e viramos para as pessoas que nem se imprortaram com a gente e seguiam seus caminhoe que era chloé – quando olhei adrian nos estávamos aponto de esvarrar nossos lábios e coramos violentamente

- agora nem tu estas com sorte acordaste cedo para que

-mas olha que estas a gostar …mor .-e pronto corei de novo .- mari dame um cheutinho para me alevantar

-s-sim.- poxos do juelhos e tive uma dor no pe,adrian levantou e pocisionou a mao para me achudar .- n-não concigo doime o pe

- o qué a quela estupida fez-te maguar … deixa-me ver .-agaixou-se  e viu que tinha um pedasso de vidro espetado no pe e u tirou .-anda vou te levar á infermaria e pegou-me ao colo …o qué ele não  esta pensando me levar assim?

-a-a-adrian p-podes por me no c-chao .-dize com a cabeça incostada em sei peito .-s-som me dói um

-nem pensar nisso podes per vidros enterrados  no teu pe primeiro vamos ver isso ta

-m-mas algum pode ver

-quem vai ver vai ser a estupida daquela barbi ambulante .- adrian dize serando os dentes ate metia medo

-ta ta mas não precisas ficar assim.- e la fomos para infermaria para ver meu pe mas eu ainda estava com a cabeça encostada ou seu peito tentando me esconder

- parece que estas a gostar mesmo…para estares tam encostada ou meu peito … já estavas com saudades é

-cala-te seu idiota … é para nimguem me ver

-a… ta mas este idiota aqui o amas… e outra tudo bem que es pequena mas não es invisível ta

- aaata fala o sr.agrest que ateá pouco ne me notava .-dize crusando os braços

-isso não é verdade eu sempre te notei so tinha meu coraçao dididivo emtre tu e a outra que é tu mesma so isso mas já ta tudo bem…não é.-e nos surrimos um para o outro  gegando ao destino adrian me pos na maca e foi ao director falar do ocorrido e então quando , ele chegou veio acompanhado da enfermeira

-marinette como estas.. .deixa me ver o teu pe …meee parese que não é mt grave tem uns vidrinhos na ferida  pespera-me aqui sim , sr. Agrest pode fazer companhia para marinette

-sim .- então a infermeira  foi voscar o estonjo medico tirou pensa gacias e ina tiga e uma coisa que não sei o que é ? vi ela cristalizar o entumentos  e voltou com tudo numa vandeja em mãos

- menina pode se deitar não vai doer .- entou passou com a gacia a mulhou com um liquido que era frio mas não sei o que era , passou na ferida depois foi voscar a pinsa e tirou os pedaços de vidros do pe o que dieu um pouco depois limpou de novo .-agora vou por isto aqui que é pontos de colar não doi .- os pos e ligou o pe com a ligadura agora já vou indo . há pode levar a menina para casa

-mas a escola as aulas .-dizemos os dois juntos

-eu falo com o director do ocorrido sabe é que a menina vai tes mt dificuldade de andar e ainda porcima ainda vai inchar bastante  há  e toma esto e para a dor vai precisar

-Ta bem todo bem,eu vou levar a mari para casa…. Falou adrian para a enfermeira e logo ela saiu …-amor vou ligar para minha casa sim

Lidação on

-tou pai …ta natalie  podes comunicar com o meu pai que vou fazer companhia para uma amiga que esta magoada no pé

-mas quem ela e ?

-lembraste da marinette

-sim

-pois é ela mesma, á e diz que seus pais não estão em casa e se posso ficar com ela pela noite

-não , ta mas não E  para DORMIR onde vais dormir

-há não se preocupe tem quartos de hospedes

-e como sabe que tem

-eu já estive em casa dela treinando para o concurso de video game

-a já me estou lembrando ,…. Ta mas juízo menino

-ta thau

Ligasao off

-Pronto prontinho meu docinho vamos

-não me vais levar ou colo …-fui intrerronpida

-se quiseres pode ser … consegues andar …- preocupado e colucando o dedo no meu quexi na intenção de levantar meu rosto para sima e me dendo um beijo molhadoe demorado quando estavamos preste a sais o sino toca para o recreio .-queres esperas para entrada para não acontecer nada

-não vamos para um dia já tenho um assar não vai aver outro pansamento pacitivo

-ahs….rsrsrsrr.. tu es demais mari …. Então vamos apaia o teu baço no meu ombro .- e assim o fiz então ele segorou meu braso com uma de suas mãos  e com a outra ele a pousou na minha cintura para me ajudar a caminhar e seguimos para minha casa

-adrianzinho o que estas a fazer com essa ai e agarrado ainda por cima

-aiaiai…mari  e la se vai o meu bom humor

-qué adrianzinho dizeste algo não ouvi

-entao ouve esto

-POR TUA COLPA MARI SE MAGUOU POR …TUA CULPA E eu estou a ajudar e se eu estou ou não agarrado a ele é porque euuuu quero e tu não tens nada ver com isso e tenho dito passar bemm….-ele dize os ultimas palavras me prensando mais a ele

-mari adrian ouvi uma discussão o que se passa , e porqué que faltaram a aula

-foi a chloé que esbarrou em nos na intrada e quando caímos a mari espetou um vidro no pe  e teve que levar uns pontos , e fomos livrados das aulas e me pediram para a levar para casa

-doi-te mt mari ?-pergunta ayla e nino

-um pouco

-não mintas mari .-adrian diz

-a-ahhh por-por que m-me falas assim

-ai desculpa , mas eu sei que te esta a doer e cada vez vai piorar a enfermeira dize…ayla nino depois mandam a materia para nos ta bem, vamos mari

-mari apoia-te em mim .-dize nino .

-não deija estar ta eu a levo .-adrian

-ei adrian estas mt soper protectorpara com a mari?.-a ayla é sempre a mesma sempre com os seus comentários , o que nos fez ficar de boca aberta e corados completamente

-a-a-am-n-n-e-u-e-ea- aiiiii …..-adriam que estava a falar escondeu seu rosto entre meu ombro o que me fez arrepiar com a sua respiração contra a minha pele

-ay-ayla de-depois a ge-gente s-se f-fala é q-que realmente estou com mais dor

-ta miga melhoras

-o-obrigada e la fomos rumo a minha casa sem mais interrupções adrian abriu a porta e me carregou escada a cima comigo no colo e me pos no sofá da sala e se sentou ao meu lado

-amor queres algo

-não fica aqui comigo

-seu pedido é uma ordem

-ahh… justo hoje que fiz croissant´s para nos 4 e teve que aconteser isto

-ooohhh  qué fizeste croissant´s… foi por isso que te atrasaste é… sabes uma coisa ainda bem que foi comigo que te esbarraste

-por que ?

-Porque se fosse com outro  já voltavas para casa… já todos sabendo que es MINHA minha namorada . e olha que tive mt vontade de fazer isso

-aiii

-mari adrian temos fome –diz tikke e plagg

-tikke tem os cookles no armario tu já sabes

-e queijooo –pergunta plagg

- desculpa mas não tenho o teu favorito tem de outra qualidade no frigorifico  

-todo bem so por ti que  aceito autra qualidade

-a seu comigo nem quando eu ficava ferido tu aceitavas

-daqui de anguns dias a gente se fala sobre por qué  ta bem . mas depois quero o  meu camembert

-ta ta depois vou comprar . –e la foram os dois kwanis comer

-adrian podes vir aqui –pergunta tikke

- ta , já volto princesa .- adrian sela meus lábios

Na cozinha

Adrian on

-Adrian a mari não pode lutar nem fazer mt esforços

-porque esta doente

-não  o tombo que deu pode provucar algo grave para ela e para ti

- como assim

-tikke diz logo de uma vez .-diz plagg.- o moleque sabes o que andeis a fazer os dois juntos JUNTUNS  podem gerar algo e isso ta

-plagg assim também não dizeste .-eu fiquei a pensar no que eles disseram eu e a mari tínhamos feito amor n-n-n-a-o pode ser ra que ?.sinto a minha cara pegando fogo

-o-o-o q-que estas a d-dizer e que e-e-es g-g-gra-vida

-é isso mesmo que achamos nas sentimos presenças , e estamos a sentir uma dentro de mari é fraca ainda , e depois de hoje ainda ficou mais estas a intender

-e-e-entaooo  v-vou s-ser paiiii . eu vou lhe dizer

-não ainda não ela pode ficar stressada e piorar, nós achamos  que se for uma criança a vida dela esta pelo um fio

-não, não pode sei que somos novos mas eu quero essa criança e sei que mari também melhor dizer a ela e assim ela tem mais cuidado .-digo preocupado pelo bebe

-sabes fizeste vem quando ela caiu a levares no colo isso não fez ela o perder.-tikke

-fazemos assim durante a noite vamos ver como o bebe reage, e amanha pontasse a ela.- diz plagg

-adrian o que se esta a passar ….-mari fala de um tom mais alto para que se ousa á distancia

-mada amor eu já vou ta.-eu falo no mesmo tom que ela . pronto ta bem vão  me dizendo algo  ta  tenho que ir então vou para a vaira de meu anjo com uma preocupação em mente o nosso pequemo ser que esta em seu ventre

Na sala:

-entao que esta acontecendo ?

a-a-ah f-foi a tikke que me pediu para que abrisse o pacote e depois tivemos a conversar nada de interessante , a deixa me ver como esta o teu pe .AIAI mari o teu pe vale por dois. Deve de ser por teres a perna para baixo , ponhe a perna em cima do sofo

-e tu eu quero que fiques ao meu lado

-ta . eu ponhu-me aqui na ponta enquanto tu te deitas nas minhas pernas ta meu anjo

 

continua..........................


Notas Finais


comentem sim xi<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...