História Um Amor Sem Cores (Yaoi) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Drama, Fantasia, Hentai, Lemon, Magia, Romance, Shoujo, Universo Alternativo, Yaoi
Visualizações 61
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


eu sei que o titulo do capitulo anterior não teve nada a ver com o titulo mas é pq eu sou novo então por favor tenham paciência comigo Thank you! Kiss!

Capítulo 2 - Conhecendo a academia


Léo estava nervoso e o barulho que alguns faziam dentro do ônibus não estava-o ajudando,depois de algumas paradas para deixa entra mais novatos o ônibus acelerou até as nuvens numa velocidade tremenda que se os novatos não estivessem com os cinto cada um deles certamente voaria e bateria lá atrás do ônibus.

Depois de 25 segundos o ônibus diminuiu a velocidade para entra em um portal que si abriu magicamente

- Uau! - disse Léo.

Em apenas 1 segundo já estavam de frente para a academia, ela era um castelo velho antigo que parecia ter pelo menos 150 anos, estava rodeado por jardim grande com mais de 400 metros quadrados, tinha varias pessoas esperando os novatos para serem recebidos como devem.

Depois que todos desceram do ônibus a diretora da academia dar um passo para frente e diz:

- Bem vindos calouros a academia Sento Sasori, Meu nome é Flower Sun e posso garante que a estadia de cada um de vocês será a satisfatória. - disse a diretora.

Ela dar um discurso longo, longo até demais e depois ela e seu codiretor chamado Key Collan, levam os calouros para os dormitórios, a diretora Flower leva as meninas para o dormitório delas e o diretor Key leva os meninos para o deles, os quartos seriam selecionados pelos representantes de cada dormitório.

Léo já estava no dormitório masculino sentado em uma arquibancada ele e outros calouros quando um rapaz ruivo subiu em um palco que estava na frente deles e disse:

- Ola!, sejam bem vindo ao dormitório masculino. - disse o ruivo com a voz calma.

"Nossa!, como ele é lindo" - pensou Léo.

- Eu vou disser os nomes de vocês e o numero dos quartos, vocês não ficaram com outros novatos porque a diretora Flower quer que vocês se-interajam uns com os outros por isso vocês ficaram com alguns de nós que não tem parceiro porque ou já formaram ou morreram em missões.

Todos foram chamados e indicados para seus quartos, Léo estava nervoso para conhecer seu novo colega de quarto e ficava imaginando como ele seria ao entra no quarto não encontrou ninguém e acho estanho e fico observando o quarto, no quarto tinha duas camas separada cada uma em uma parede no meio tinha uma janela do lado da cama direita tinha uma porta que dava para o banheiro, Léo logo desfez a mala e foi tomar um banho.

Depois de uns 20 minutos no banho ele saiu com uma toalha na cintura deixando seus músculos definido a mostra e seu cabelo loiro levemente molhado enquanto pega uma roupa para vestir quando de repente a porta se abre e Léo olha rapidamente para trás encarando um moreno lindo de pele clara com olhos cor de mel, depois de alguns segundos o moreno perguntou:

- Quem é você? e o que faz aqui? - perguntou encarando o loiro.

O loiro saiu do transe depois de alguns segundos.

- A-ah, eu sou seu novo colega de quarto. - disse o loiro deixando de olhar o loiro ao perceber que ele o-olhava de cima a baixo com os olhos.

- ah, esquece que hoje viriam os novatos,caso não saiba essa cama é minha. - disse o moreno apontando para a cama da direita.

- A-ah tudo bem eu fico com essa.- disse o loiro apontando para a cama da esquerda.

- Pelo visto vocês já esta acomodado não é. - disse o moreno olhando para o loiro só de toalha, ao perceber que o moreno olhava para a sua toalha ele logo foi para o banheiro e se vestiu.

Ao sair do banheiro viu o moreno deitado com as mãos atrás da cabeça olhando para cima onde tinha varias palavras que pareciam ter sido escritas por alguém.

- o que são essas palavras ai em cima? - perguntou o loiro para o moreno que sem se mexer respondeu.

- São feitiços de proteção.

- Ah entende, quase ia mi esquecendo meu nome é Léo, Léo Ramón.- disse o loiro com um sorriso

- Uhumm.

- E você como se chama?

- Ariel.

- Só?

- Não é o suficiente pra você?

- não precisa ser grosso.

- Estou sendo o mais amigável possível! - disse Ariel.

- Poderia mi mostra a academia por favor? - perguntou o loiro

- Você por acaso é cego? tem olhos pra quer?

Léo saiu emburrado do quarto e foi caminhando até chega no jardim onde viu de longe uma garota loira, ao chega mais perto de onde ela estava sentada ele vi que cantava uma melodia que era quase hipnotizante, ele vai até ela e ver que ela cantava para uma criatura baixinha meio rosada com orelhas grandes com as pontas pretas, na testa da criatura tinha uma pedra vermelha que parecia que a criatura nasceu com aquela pedra, os olhos da criatura eram achatados como se ele estivesse fechando os olhos, e ela tinha braços curtos, Léo se aproxima mais deixando a loira o ver.

-Ah, oi. - disse a loira.

- Oi, essa pequena criatura é sua?

- Ah sim, mas eu o considero um amigo do uma criatura de estimação.- disse ela ao pegar a criatura no colo e ficar de pé na minha frente.

- Ah proposito eu mi chamo Léo, Léo Ramón.

- Prazer Léo, eu mi chamo Clarisse, Clarisse Water e esse aqui é o Gotan. - disse ela levantando a criatura e colocando-o em sua cabeça.

- Oi - disse Léo para a Gotan.

- Você é novato também?- perguntou a loira.

- Sim e pelo visto você também,ah você canta muito bem, muito bem mesmo.

-A-ah obrigada, você já conhece a academia?

- Não, estava esperando que alguém mi mostrasse.

- Eu te mostro, sou novata mas conheço esse lugar com a palma da minha mão - disse ela pegando o braço de Léo envolveu seus braços e foram para dentro da academia para que Clarisse pode-se mostrar a academia. 


Notas Finais


espero que gotem desse capítulo, não sei quando vou postar o próximo, mas vamo que vamo né?
não esqueçam de mi seguir para não perderem nenhum capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...