História Um amor sem fronteiras - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Exibições 14
Palavras 726
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hey Girls...Como prometido,postei no sábado pois na sexta ele não estava pronto...Porém,antes tarde do que nunca não é? Rsrsrs Boa leitura ;)

Capítulo 65 - Final de Jogo - parte 2


*Ric on*
Eu não sabia oque fazer,já tinha feito tudo oque podia.
-Merda!-gritei
-Ric?-Cris me chamou
-Cris...-mumrurei
-Vai ficar tudo bem...
-Papai-Henrick me chamou
-Agora não....-respondi
-Mas papai...-ele insistiu
-Não Henrick!Agora não!Que droga!-gritei
-Mas...A tia Helena...ela saiu faz uns dois minutos.
Corri os olhos pela sala,Helena não estava lá...
-Droga Helena!-gritei ligando para ela.
*Ric off*
Eu sentia meu pé afundar o acelerador,não via nada na minha frente,meus olhos estavam cheios de ódio e sede de vingança,meu sangue corria quente
-Agora não Ric!-atendi o telefone-Se você quiser me ajudar,vá com a polícia até o velho galpão...Ela quer terminar isso onde começou!
-Helena...É perigoso demais
-Eu não ligo!Já perdi tudo pra ela!
-O velho galpão onde...
-Onde houve o show onde nos conhecemos...Isso...-afirmei e desliguei o celular.
Parei o carro com força e desci com os punhos fechados.
Abri a porta do galpão,fazendo-a bater forte e um barulho alto ecoou,logo depois,meu gritou saiu como um rugido
-Julliett!
Andei mais para frente até achar um rastro de sangue,segui e encontrei ela sentada numa poltrona limpando o sangue das mãos e o corpo de Enzo ao lado dela
-Isso são modos Helena?Não sabe bater?
-En-Enzo...-eu disse-Você o matou!
-Ele foi útil eu confesso...Mas,quando protestou com o final do meu plano...Faca na garganta...Morte rápida e quase sem dor.
-Sua louca...-me afastei
-Helena...Que bom que está aqui...Vamos acabar rápido com isso.
Ela mirou uma arma para mim e disparou,o tiro passou de raspão em minha costela. Sorri de lado e a olhei profundamente avancei em Julliett a jogando no chão e fanzendo-a derrubar a arma.
Ela se dabatia,até que conseguiu se erguer,pegou a arma e apontou para mim novamente
-Olhe só Helena...Que desastre que você causa...Seu final ia ser feliz...Se não tivesse conhecido Ric aqui...Se ele não tivesse se apaixonado por você...Você não estaria morta!-ela me olhou-Como você é teimosa...-Apontou a arma em meu peito e disse-Te vejo no inferno vadia...
Fechei os olhos,não tinha escapatória
-Helena!-escutei um grito vir em minha direção e um disparo
Logo depois outro disparo. Abri os olhos,Julliett estava com um buraco no peito caída ao meu lado e Ric com um buraco na barriga,caído na minha frente.
Coloquei sua cabeça em meu colo e enquanto fazia carinho em seus cabelos eu disse
-Richard!-gritei-Amor...Não me deixe...Fica comigo por favor...-eu o abracei e o beijei.
Eu chorava desesperada,não queria perde-lo
-Eu te amo tanto...Por favor...Não me deixe aqui...
A polícia entrou e retirou o corpo de Julliett e Enzo,logo depois o de Ric.
-Encontrei Katherine!-Cris gritou
Me virei na direção de sua fala, e vi Katherine correr até mim chorando e assustada.
-Mamãe!-ela disse
Eu a abracei forte e disse
-Está tudo bem agora minha flor...Mamãe está aqui,está tudo bem-beijei sua testa.
Olhei para Cris e sorri
-Obrigada Cris
Ele sorriu de volta.
Naquela mesma noite, eu fui para o hospital ver se Ric estava bem. Eu estava deitada no sofá do quarto dele quando o vi se mexer,me levantei e fiquei ao seu lado segurando sua mão
-Helena?-ele disse me olhando
-Eu senti tanto medo...Você me salvou...-eu disse o olhando
-Esse é meu dever...Minha boneca de porcelana...
-Acabou?-perguntei
-Acabou...Estamos em paz...
-Eu te amo Richard...
-Eu também te amo Helena...
Paz...A acabado...Finalmente...nunca pensei que fosse terminar assim...No fim...Nós vencemos tudo e todos...
*2 semanas depois*
-Então...Eu e sua mãe estamos namorando desde então-Ric disse
As crianças estavam nos encarando seriamente
-Então eu sou irmã de Henrick e você é meu pai?!-Katheriene disse pulando no colo de Ric
-Te amo papai-ela disse
Ele se assustou com a reação dela, mas a abraçou forte e disse
-Eu também te amo minha florzinha...
Henrick olhava chateado para o pai
-Oque houve meu amor?-eu disse
-Papai ama Katherine...E eu?-ele disse
Ric ficou sem jeito com aquilo,mas o abraçou forte também e disse
-Eu também te amo meu garotão!
Escutamos risadas deles e então Ric disse
-Agora...Quem topa um sorvete?
-Eu!-eles gritaram
-O último que chegar paga!-gritei de volta
As crianças saíram correndo
-Sabe que quem vai pagar é você não é? -eu disse o abraçando,ficando de frente com seu rosto
-Nada disso...Isso é conta sua
-Ah é mesmo...Tudo bem...Hoje a noite quero ver quem manda-eu sorri
-Seu sorriso é tão lindo...Como alguém consegue viver sem ele?
Corei com o elogio dele,então ele riu e me beijou
-Eu te amo minha boneca de porcelana
-Eu também te amo meu rebelde
....


Notas Finais


Vou postar capítulo duplo...Então,nos vemos no próximo capítulo; )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...