História Um "Anjo'' Em Minha Vida - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 57
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Heyyyy, mais um capitulo para vocês.
Espero que gostem.
Ficou mio curto mais tudo bem.
Desculpem os erros.
Boa Leitura...
Haaaa, esse boy magia vai ser o Gabriel, como eu expliquei no ultimo capitulo eu mudei algumas coisas, e ele foi uma delas, espero que entendam.

Capítulo 8 - Você Sempre Será o Meu Primeiro Amor.


Fanfic / Fanfiction Um "Anjo'' Em Minha Vida - Capítulo 8 - Você Sempre Será o Meu Primeiro Amor.

Encontramos a Nathy e ela logo me olhou com uma cara meio de raiva talvez e o Victor estava totalmente com muita raiva, parece que dava para perceber que eu estava meio descabelada talvez.

- O que estavam fazendo? – Nathy perguntou.

- Bom a gente só estava dando uma volta e tals. – Disse ficando vermelha.

- Porque está tão descabela e com os lábios meio inchados? – Victor perguntou.

Meu Deus, não posso nem me divertir, eu não devo satisfações para eles.

- Eu meio que tenho culpa por isso. – Gabriel falou rindo.

Eu estava com vergonha e o Victor parecia que queria matar alguém, mais eu nem liguei.

- Bom a gente vai indo agora, eu e a Heloisy temos um assunto sério a tratar.

Gabriel saiu me puxando em direção a minha casa, e quando chegamos eu abri a porta, eu realmente preferia ficar sozinha com ele do que com aqueles dois. Gabriel se jogou no sofá e me chamou, eu sentei ao seu lado e ficamos ali conversando sobre coisas diversas. Eu coloquei um filme e a gente assistiu, quer dizer vimos algumas partes (Autora: kkkk) eu peguei no sono deitada em sobre seu peito, então ele me pegou no colo e me levou até o quarto, me colocou na cama e quando ia saindo eu o puxei.

- Dorme aqui comigo hoje. – Disse fazendo bico.

- Claro. – Ele sorriu.

Fui me trocar, coloquei uma camisa que ficava enorme em mim e fui para cama, chegando lá me depara com um Gabriel sem camisa e de cueca. Eu o olhei e ele sorriu.

- Espero que não se importe. – Disse me olhando.

- Quem? Eu? Claro que não, pode ficar como quiser.

“ Jesus me ajuda, eu vou morde aquela boca, ele não pode fazer isso comigo. Se bem que ele tá mais gostoso, uy. Parei. ”

Gabriel estava sorrindo muito e eu não sabia porquê.

- Eu estou gostoso é?

- Eu não disse isso, disse?

- Bobinha, esqueci de falar que consigo ler seus pensamentos.

E foi aí que eu tomei no cu porque eu já tinha pensado cada coisa daquele ser maravilhoso que meu Deus, eu deveria ser presa por pensar tudo aquilo.

- Porque não disse isso antes?

- Ia perder a graça.

- Isso é invasão de privacidade, não pode sair lendo a mente dos outros sem a permissão deles. – Disse cruzando os braços.

- Vem cá, vamos dormir depois conversamos, aliás adorei essa sua roupa de dormir. – Disse com um sorriso safado.

Eu fui até ele e me deitei, ele me beijou e beijou mais e mais e mais até que a falta de ar nos separou, me virei de costas para ele e ele me abraçou fazendo nossos corpos se juntarem, aquilo estava perfeito.

- Boa noite Isy.

- Ei, quero mais um beijinho. – Fiquei por cima dele e o beijei.

- Isy, você tá meio que, é como posso dizer, me provocando e eu não sei se consigo me segurar com você desse jeito e encima de mim.

Eu sai de cima dele, e ele logo se sentou na cama, então me olhou e veio me beijar, nosso beijo estava cada vez mais selvagem e ele levantou me camisa deixando exposto minha calcinha que era de renda preta, apertou minhas coxas e minha bunda e depois percorreu cada centímetro da minha cintura, puxei seu cabelo pois o queria ainda mais perto de mim, ele mordeu o lóbulo de minha orelha e vou mordiscando meu pescoço. Não a gente não ia fazer mais que isso, não agora.

Arranhei seu abdômen e ouvi um gemido dele, aquilo era ótimo, ele mordeu meu lábio e me beijou até que paramos pois como vocês sabem, tudo que é bom dura pouco.

- Você joga muito sujo senhor Gabriel.

- Você me provocou lembra?

- Você estava de cueca, não pude resistir.

- Sei, você só quer o meu corpo nu né? Seus pensamentos não mentem.

- Quero mesmo. Mais hoje não.

- Boba, vamos dormir vem.

Me deitei sobre seu peito ouvindo seu coração e ele me abraçou, e pegamos no sono juntos, me senti segura com ele ali do meu lado. Sabia que ele iria me proteger.

- Isy, esqueci de falar algo. – Diz com uma voz sonolenta.

- O que? – Falo sem abrir os olhos.

- Amo você.

- Eu amo você meu anjo.

Dito isso ele me deu um beijo na testa e eu me aconcheguei ainda mais nos seus braços e ele me abraçou ainda mais forte.

Nos dormimos e tudo aquilo estava perfeito, eu e ele juntos. Eu só pensava em uma coisa.

                                              “Gabriel você sempre será o meu primeiro amor. ”

Pode parecer idiota mais eu nunca havia amado alguém e aquele pensamento era o que eu mais queria que ele soubesse.

- Você também sempre será minha primeira Heloisy.


Notas Finais


Me digam se gostaram desse novo Gabriel, quero mesmo que tenham gostado.
Muito obrigado a todos que favoritaram essa historia, graças á vocês eu tenho animo de continuar.
Obrigado a vocês que comentam, isso me deixa ainda mais motivada.
Amo vocês, até o próximo capitulo.
Os: Podem me chamar de Elly <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...