História Um anjo inesperado na minha vida ( imagine Jin) - Capítulo 25


Escrita por: ~, ~NyaPhong e ~JungkookMilly

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Imagine, Jin, Você
Exibições 210
Palavras 2.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
Não me matem, eu sei fiu irresponsável mas tô aqui suas divas!
Caraio veio duas fic agora! Gente mais de 200 favoritos me segura que eu vou cair! Muito obrigada, amo vocês!
Boa leitura!

Capítulo 25 - Sem ação!


    Anteriormente:

-- Eu vou acabar com você! - Kristal parte para cima de Milly para bater na mesma, no momento em que ela iria dar um tapa em Milly Jungkook puxa o pulso de kristal com força e fala..

-- Encoste esses seus dedos imundos nela e eu esqueço completamente que você é uma garota! - Jungkook a olhava sério.

P.O. V Narradora

-- Há muito bonito Jungkook, batendo em uma mulher frágil - Kristal dá uma gargalhada irônica.

-- De frágil você não tem nada sua jararaca! - Jungkook rebate fazendo todos ao redor rirem.

-- Solte-me seu bastardo - Kristal puxa seu braço cujo Jungkook ainda segurava.

-- Solta Jungkook, o veneno dessa cobra pode ser contagioso! - Milly fala com um sorriso irônico.

-- O que você disse? - Kristal pergunta com raiva.

-- Além de sonsa é surda? - Milly fala com sarcasmo.

-- Ora sua…. - Kristal empurra Jungkook com força fazendo o mesmo cair e vai em direção a Milly, mas a mesma é empurrada com força, ela cambaleia mas não cai ( devia ter caído).

-- O que você estava pensando em fazer? - (S/N) fala séria.

-- Saía da frente sua…. - A mesma é interrompida por um tapa Na sua bochecha esquerda vindo de (S/N).

-- Isso é por todas as coisas que você fez contra mim e contra todas as pessoas frágeis dessa escola, você é tão desprezível que pega as pessoas mas fracas e vulneráveis para massacrar! - (S/N) fala e dá mais um tapa só que na bochecha direita de kristal a fazendo cair de bunda no chão - E isso é para você se afastar de mim e de todos os meus amigos… - (s/n) agacha e puxa os ombros de kristal com força fazendo a mesma olhar para ela - Se tentar fazer mais algum mal comigo ou alguém próximo... se arrependerá de ter nascido! - (S/N) a empurra com força e sai do local.

-- BOM GENTE O SHOW ACABOU! - J- Hope grita - VAMO TODO MUNDO CIRCULANDO - J-Hope e todos foram se afastando aos poucos.

Kristal continuava jogada no chão e pela primeira vez os alunos viram a mesma chorar, ela levanta e saí o mais rápido do local.

-- Aí (s/n) está crescendo tão rápido - Milly tinha as duas mãos entrelaçadas próximas ao rosto.

-- Ainda não acredito que ela fez isso - Any fala sorrindo - De hoje em diante o nome dela vai ser a garota lacradora, ela arrasou amore - Any fala e todos riem da mesma.

-- Menos Any - Milly fala.

-- Mano me deixa - Any fala séria.

-- Vamos procurar a (s/n) - Milly fala e puxa Any e Ellen para longe dos garotos.

-- "Encoste esses seus dedos imundos nela e eu esqueço completamente que você é uma garota!" - Taehyung imita Jungkook com uma voz estranha.

-- Parece até um príncipe protegendo sua princesa - J-Hope ria alto.

-- Vocês são muito idiotas - Jungkook revira os olhos.

-- O-ppa… - Choa aparece e puxa de leve o braço de V.

-- O que quer comigo - ele a responde sério.

-- Porque… Porque fez isso - ela pergunta com os olhos marejados.

-- Acha mesmo que gosto de você? - Taehyung debocha.

-- Mas… Você… Você disse que me amava - Choa chorava.

-- Tão iludida, não leve as coisas a sério - da um sorriso sarcástico e a mesma sai correndo.

-- Nossa Taehyung que grosso - Nanjoon fala pasmo com a atitude de V.

-- To nem aí… que se foda - ele fala sem ânimo.

-- Bom vamos para sala - Jin sugeriu.

Eles vão para suas respectivas salas.

Enquanto isso…

-- (S/N) eu te amo! Você arrasou bixa! - Any sorria.

-- Ela merecia - (s/n) dá um sorriso de lado.

-- Não acreditei que era você fazendo aquilo - Ellen sorri.

-- Eu também faria isso, mas como sou muito diva, daria logo uma voadora nas costelas daquela vara pau - Milly fala gerando risada entre elas.

-- Diva não, barraqueira isso sim amor - Any da uma gargalhada.

-- Me respeita smurf! - Milly fala séria.

-- Ata falou o avatar, você não é tão alta não meu amor, só porque é três centímetros mais alta do que eu, não quer dizer que pode ficar me chamando de Smurf - Any revira os olhos.

-- Aí gente vão brigar por conta disso - Ellen fala séria.

-- Gente é melhor irmos para sala, a gente vai se atrasar - (s/n) avisa.

P.O.V (s/n)

Estava me sentindo aliviada, esperei tanto por esse dia, coloquei Kristal no lugar dela, parece até um sonho, sei fui muito violenta com a mesma, mas ser for comparar com as maldades que ela já fez…

Chegando na sala, para nossa sorte o professor ainda não avia chegado, vejo Kristal pela primeira vez em minha vida com a cabeça abaixada e não com o nariz empinado, seus olhos estavam meio vermelhos, acho que exagerei um pouco, certo ela merecia mas para mim foi a pior forma de colocar uma pessoa em seu lugar, eu simplesmente a humilhei na frente de toda escola, não quero me tornar uma pessoa igual a ela.

-- (s/n)?.. - Jin me cutuca, quando percebo vejo que estava sentada ao lado do mesmo, estava tão desligada que nem percebi que tinha me juntado ao mesmo.

-- No que estava pensando - Jin pergunta.

-- Há em nada - dou um sorriso sem graça.

-- Te conheço a pouco tempo e sei que está mentindo… pode falar meu amor - ele sorri.

-- Espera… O que você disse? - pergunto analisando a frase que ele acabará de dizer.

-- Hãn? - ele me olha com dúvida.

-- O que você acabou de dizer, fale novamente por favor - O olho sorrindo.

-- Eu sei que você está mentindo? - ele fala.

-- Não depois disso! - o olho sorrindo.

-- Pode falar? - ele fica confuso.

-- Aish não depois disso, qual foi às duas últimas palavras que você disse? - falo impaciente.

-- Aaaaa, agora eu sei… Meu amor? - ele sorri sugestivo.

-- Uhum - Fico corada.

-- Ô você está corada! - ele aperta minhas bochechas.

-- Aish pare, eu fico sem ação desse jeito! - falo emburrada.

-- Sem ação você ficará agora - ele da um sorriso malicioso.

-- O que você vai faze…- ele me interrompe com um selinho.

-- Jin estamos dentro da sala, não faça isso! - o olho séria.

-- Ok - ele levanta as mãos em redimento.

P.O. V Milly

A aula estava muito chata, odeio esse professor de artes, ele é do tipo de homem que age muito estranho parece um gay( nada contra gays, sou super a favor, só queria colocar meu querido professor de artes na fic, ô homem chato!) e ainda é muito arrogante, aish.

-- Senhorita Milly, está prestando atenção na aula? - ele pergunta.

-- Sim professor, estou! - falo sem ânimo.

-- Então qual foi a principal obra de Van Gogh? - ele pergunta com aquele peito de gazela estufado.

-- Desculpe professor mas eu nem conheço esse serumaninho - falo e a sala ri.

-- Muito bonito! Isso mostra que você não tem capacidade de estar aqui! - ele fala sério.

-- Agora deu... Nem gostar dessa matéria eu gosto! Aliás da matéria eu gosto, não suporto simplesmente você! - Falo séria.( Gente não faça o que a Milly faz, isso é errado!)

-- À não gosta de mim então a porta está aberta, se quizer eu te mostro a diretoria - ele bate o livro na mesa com força, olho ao redor e vejo todos da sala com os olhos arregalados.

-- Quer saber… Irei sair sim e não se preocupe não preciso de você, com licença - saio da sala e vou para diretoria.

No final tive que passar o resto da aula artes fazendo um enorme trabalho que adivinha quem passou, sim aquele capeta, Sério cara eu tenho muita sorte com gente assim só pode!

Intervalo…

Como já avia acabado o trabalho vou para o intervalo, nem saio direito da sala e encontro as meninas me olhando preocupadas.

-- E aí como foi - (s/n) pergunta roendo uma das unhas.

-- Haa, aquele estrupicío passou um trabalho enorme para eu fazer - reviro os olhos.

-- Não faça mais isso Milly - Ellen fala seria - Por mais que ele seja chato devemos ter respeito por ele - Ellen explica.

-- Tá ok, vamos? - falo e saímos para o refeitório os meninos já se encontravam lá, acho que foi de propósito pois sentei na frente de Jungkook, o mesmo me olhava algumas vezes e quando ia retribuir o olhar ele desviava corado.

Mas olhando bem ele era realmente bonito, aqueles olhos negros e brilhantes, sua pele pálida, os cabelo preto e bem cintilante e seus lábios… Tão bem desenhados….

-- A sua danadinha - Any sussurra no meu ouvido me fazendo acordar para realidade.

-- O que? - a olho sem entender.

-- Você gosta dele - Any sorri.

-- Any nem vem! - falo séria.

-- Aish assume logo sua chata - Any fala emburrada.

-- Do que tanto falam? - Taehyung pergunta.

-- Se não percebeu ainda, mas a conversa não é da sua conta - o olho séria.

-- Calma, só fiz uma pergunta - ele levanta as mãos em redimento.

-- Bem desnecessária né - falo sem ânimo.

-- Tá ok né - Monster nos repreende.

Fim do intervalo….

-- Tchau gente! - Elle Fala

-- Tchau - eles falam e uníssono e se dirigem para suas devidas salas assim como nós.

Entramos na sala e vamos para nossos devidos lugares, o professor de inglês entra logo em seguida e começa a passar uma atividade no quadro, não era do tipo de garota nerd, mas também não era tão inteligente assim.

Fim das aulas….

O sinal finalmente bate anunciando o fim das aulas, começo a organizar meu material devagar, uma caneta cai no chão e eu abaixo para pegar a mesma, só que outra mão se coloca em cima da minha, olho para o dono da mesma e vejo Jungkook.

-- O-obrigada - fico corada.

-- De nada… Então vamos fazer o trabalho? - ele pergunta.

-- Trabalho que trabalho? - pergunto confusa.

-- O de ontem - ele da um leve sorriso.

-- A tinha me esquecido completamente - falo meio pensativa.

-- Então… vamos? - ele pergunta, aí que vergonha!

-- Sim irei apenas avisar as meninas com licença - falo e vou em direção as meninas que me esperavam na saída.

-- É..é que irei fazer o trabalho na casa de Jungkook, não vai dar para acompanhar vocês - falo corando e elas me olham com malícia - Yah parem com isso é só um trabalho.

-- Não falamos nada você que está se insinuando - Any fala rindo.

-- Aish - reviro os olhos.

-- Então até mais tarde - (s/n) falam e elas vão embora.

Vou em direção a minha bolsa para pegar a mesma para podermos ir para casa de Jungkook.

-- Eu levo sua bolsa - Jungkook pega minha mochila e coloca em um dos ombros.

-- Não precisa eu levo, está muito pesada - iria pegar minha bolsa mas ele desvia.

-- Eu não ligo vamos? - ele sugeri.

-- Sim vamos - falo em meio a um sussurro.

Andávamos pelas ruas em um total silêncio, as vezes avia troca de olhares entre nós, mas sempre um dos dois desviava, chegamos em frente em uma casa que julgava ser a dele já que ele estava abrindo a porta da mesma.

-- Vamos entre - ele abre espaço para mim passar, a casa era bem organizada e bonita.

-- Gostei de sua casa - o olho.

-- Ha obrigado ele dá um sorriso sem graça.

-- É vamos começar o trabalho? - pergunto.

-- A sim vamos para meu quarto - concordo.

-- Onde está seus pais - pergunto curiosa.

-- Estão no trabalho - ele da um sorriso de coelho.

-- A ok - sorri.

Fazíamos o trabalho, Jungkook pesquisava e eu copiava o necessário, ele era um garoto muito fofo, corava por qualquer coisa.

-- Está com fome? - ele pergunta.

-- Um pouco.. - falo parando de copiar.

-- Vamos, irei fazer um lanche pra gente - ele pega minha mão e me puxa, eu coro pelo contato.

Jungkook fez dois sanduíches e colocou suco de laranja para nós. Depois de comermos ele lavou a louça, mesmo eu insistindo para lavar, fazer o que né!

Depois do trabalho…

-- Finalmente - falo alegre, acabamos de fazer o trabalho.

-- Aleluia - Jungkook levanto as mãos para o alto.

Estava aguardando meu material para ir para casa, mas sinto meu pulso ser puxado com força, Jungkook puxa meu corpo, fazendo o mesmo se chocar com o dele, ele me olhava intensamente e eu corava, acho que estava da cor de um tomate.

-- O que está fazendo? - o olho confusa.

-- Uma coisa que sempre quiz fazer com você - ele fala e me beija.

              Continua.….


Notas Finais


Me desculpem os erros e obrigada por ler! Até o próximo capítulo!
Beijos do Jin!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...