História Um Anjo Protetor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Dean Winchester, Lúcifer, Personagens Originais, Sam Winchester
Exibições 17
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Comentem,por favor!Não esqueçam de favoritar a fic!

Capítulo 2 - Lembranças...


Fanfic / Fanfiction Um Anjo Protetor - Capítulo 2 - Lembranças...

Naquela noite chuvosa enquanto todos dormiam...

Pov's Alice

Eu era uma garotinha feliz,mas o mundo arrancou a felicidade de mim,lembro de quando minha mãe se separou de meu pai e trouxe um bêbado pra dentro de casa,o que uma garotinha de 8 anos poderia entender naquela situação?Ele não trabalhava,minha mãe limpava a casa dos outros,eu não ia a escola desde que meu pai saiu de casa,o cara que minha mãe trouxe pra morar dentro de nossa casa chegava bêbado todas as noites e chingava minha mãe e me batia,e ela não fazia nada para me defender,ele me deixava roxa em todas as partes de meu corpo,ele saía do meu quarto e eu suspirava aliviada,mas chorando de dor,me sentia um lixo,ninguém me amava,eu não recebia carinho de minha mãe apenas sua ignorância e apagando todas as noites daquele homem,eu não sabia o por que dele fazer aquilo comigo,tratava ele também,mas o que poderia uma garotinha de 8 anos saber o que estava acontecendo,até que em uma noite logo depois de apanhar dele eu comecei a chorar baixinho em meu travesseiro macio que ficou molhado por conta das lágrimas,eu sentia ódio de mim sentia tristeza e raiva daquela vida,me veio a cabeça uma forma de aliviar a dor descontando em mim mesma o ódio que sentia de mim,fui em silêncio até o banheiro e peguei um gilette que ele barbeava a barba e voltei pra cama com um pano,estendi ele sobre o travesseiro e coloquei meu pulso esquerdo virado pra cima em cima do pano,com minha mão direita levei o gilette até meu pulso e fiz um corte em diagonal,ardeu,mas aliviou a dor e o ódio de dentro de mim,passei a fazer aquilo durante todas as noites que ele me batia vendo o sangue escorrer e enrolada a toalha em volta do meu pulso,uma criança de 8 anos passando pela auto-mutilação,passou a se tornar um vício,acabei colecionando objetos cortantes como tesouras de ponta fina,lâminas de apontador,gilettes e canivetes,passei a me cortar nos dois pulsos e em minhas coxas,alguns cortes fundos que deixavam cicatrizes,passei a usar roupas que escondessem os cortes de todos,o que diriam se visse aquilo,com certeza me julgariam,voltei a escola com 9 anos de idade,não me enturmar com ninguém e isso fez com que começassem o bullying comigo,e até que um dia um garoto entrometido puxou a manga  de meu moletom pra cima deixando visível minhas cicatrizes e cortes feitos não muito tempo,todos viram aquilo,eu chorei e me ajoelhei,eles tiram de mim,foi o ano todo fazendo piadinhas e me chamando de coisas horríveis e apanhando do cara o qual minha mãe não largou,e foi assim desde agora,mas um dia distraída em meus pensamentos voltando pra casa de escola eu penso em algo que iria acabar com o meu pesadelo o qual eu chamava de vida,vi um prédio de 15 andares e pensei na única solução para meus problemas naquele momento,suicídio!Entro no prédio sem ninguém perceber e vou até as escadas subindo depressa até o último andar e vou parar no térreo,vou até a berada faltando dois passos para que eu caísse,encaro a cidade,olho para meus pulsos com cicatrizes dos cortes e dou meu ultimo suspiro e dou os dois passos e começo a cair...Mas então esse anjo aparece e me pega em seus braços fortes,seu cabelo Preto e olhos azuis me olhavam confuso,será que posso confiar nele?será que ele me salvará disso?Será que me protegerá como prometeu?Ou ele vai desistir de mim e me deixar de lado como todos fizeram?Eu não aguento mais chorar todas as noites e acho que perdi meus sentimentos,o mund é cruel assim como as pessoas que vivem nele,elas querem ver seu sofrimento para se sentirem bem e orgulhosas sem se importar se as palavras machucam ou não,queria meu pai comigo,talvez isso não teria acontecido se ele estivesse comigo,poderia ser sua princesinha,mas ele se foi e eu não sei aonde ele está,peguei minha lâmina em cima da escrivaninha e sento na cama encarando a lâmina,penso de novo na triste vida que eu tinha e dou um suspiro e posiciono a lâmina em meu pulso e fasso dois cortes fundo em diagonal,aquilo apenas ardia,mas a dor passava rápido,já havia me acostumado com a dor,ela era minha melhor amiga,largo a lâmina com um pouco de meu sangue em cima da escrivaninha e levanto da cama fechando a porta de meu quarto,volto pra cama me deitando e vendo o sangue de meus cortes ainda escorrerem pela minha pele,via as cicatrizes do passado e então aprofundo meu rosto no travesseiro e começo a chorar baixinho para que ninguém ouvisse meu sofrimento,eu precisava de um abraço,um abraço acolhedor daquele anjo,mas o que ele diria se visseas cictrizes em meu corpo?Ele iria entender ou apenas me chamaria de louca,acho melhor sofrer em silêncio,me cubro até a cintura ainda com as lágrimas no rosto e passo a mão em cima de meus cortes,não me causava dor,não me causava nada,adormeço no travesseiro molhado e com os pulsos com sangue seco,adormeço profundamente com meus pensamentos...


Notas Finais


Bjs da La❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...