História Um ano com um doritos (tesudo) em forma de gente - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Visualizações 42
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom faz tempo que não posto, desculpa a demora, boa leitura.

Capítulo 6 - O pedido


Fanfic / Fanfiction Um ano com um doritos (tesudo) em forma de gente - Capítulo 6 - O pedido

Dipper on

Meu corpo está todo dolorido, mal consigo me virar na cama, onde provavelmente estou. Abri os olhos e me deparei com Bill, debruçado em cima de mim.

- Você é pesado.

Ele acordou no ato e me encarou com os olhos marejados. Ele me abraçou e me apertou contra si, foi então que me lembrei de tudo que aconteceu.

- Me desculpe Dipper, a última coisa que eu queria era colocar você em risco. - Disse Bill.

Nunca pensei que Bill ficaria assim por minha causa. Me afastei dele e me levantei.

- Não é sua culpa.

Sai do quarto e fui em direção ao quarto de Mabel. Ela está acordada conversando com a garota de longos cabelos brancos. Ambas voltaram a atenção a mim, Mabel se levantou e correu ao meu encontro. Nos abraçamos forte e soltei um suspiro aliviado.

- Que bom que você está bem.

- Fiquei com medo de você não acordar. - Disse Mabel.

Quando nos separamos, Yura parou a nossa frente e fez uma pequena reverência a mim.

- Desculpe por colocar vocês em risco, eu achei que iria proteger vocês... Mas errei. - Disse a garota.

- Tudo bem, humanos erram, não é mesmo?

Ela me encarou espantada, suas bochechas ficaram vermelhas e ela abriu um sorriso largo e feliz.

- Agora eu sei porque meu irmão gosta tanto de você. - Disse ela.

Mabel me encarou com um sorriso malicioso.

- Ele não saiu do seu lado, nenhum minuto se quer, foi difícil até fazer ele comer. - Disse Mabel.

Fiquei surpreso com isso e até um pouco grato, afinal... Ele parece gostar mesmo de mim.

- Quanto tempo eu dormi?

- Quatro dias. - Disse Mabel. - Eu dormi dois.

- Vocês se recuperam bem rápido, estou impressionada. - Disse Yura.

- Bom... Vou tomar um banho e comer algo.

Fui até o banheiro e ouvi o chuveiro ligado, abri a porta para ver quem era e me deparei com Bill tomando banho, fechei a porta e voltei correndo pro quarto. Meu coração está acelerado, e sinto que estou excitado... Droga Cipher... Por que você me deixa assim?

(...)

Finalmente estou limpo e alimentado, meu corpo ainda está dolorido, então me recomendaram ficar de repouso, aparentemente Kill Cipher fugiu, então Bill está de guarda no meu quarto.

- Posso perguntar uma coisa. - Perguntou Bill fechando a porta.

- Hm?

- O Kill... Fez algo com você? - Perguntou ele.

- Tipo cortar meu braço e ficar lambendo a ferida?

Ele pareceu se irritar de ter aquele tipo de confirmação. Ele se aproximou mais de mim e se sentou ao meu lado.

- Só isso? - Perguntou Bill.

- Ele... Me beijou a força.

Fiquei envergonhado em dizer aquilo. Virei o rosto para o lado e deixei minha franja cobrir meus olhos.

Senti a mão quente de Bill acariciar minhas costas, o encarei e vi uma expressão de dor em seu rosto.

- Você gosta mesmo de mim?

- C-CLARO! - Exclamou Bill.

Suspirei e sorri para ele, esse ex triângulo bobo realmente mexe comigo. Acariciei sua bochecha com minha mão e ele corou, aproximei meu rosto do seu e o beijei carinhosamente. Como eu amo beijar ele, droga... Acabei me apaixonando mesmo por ele. Fomos interrompidos por alguém que estava batendo na porta.

- Entre. - Disse me afastando um pouco dele.

- A Yura está chamando... - Disse Will entrando calmamente no quarto.

Aparentemente ele estava convocando apenas Bill, que foi confirmado quando ele me pediu para descansar.

Me envolvi nas cobertas e fiquei pensando em tudo que aconteceu, em poucos segundos acabei pegando no sono.

Dipper off

Bill on

O Dipper vai acabar me fazendo perder o controle. Fui com Will até a sala onde Yura estava a nossa espera, mas não tiro Dipper da cabeça... Seu toque, seu cheiro, seu beijo, tudo... Não paro de pensar nisso.

- Está com cara de apaixonado. - Disse Yura com um sorriso malicioso.

- Cala a boca, fala logo o que você quer.

- Grosso como sempre. - Disse Yura. - Bom, vou morar na cabana de vocês a partir de agora, os gêmeos estão bem então não temos necessidade de ficar aqui.

O azulado assentiu com a cabeça e sorriu para a irmã.

- Vou preparar tudo pra você. - Disse Will saindo rápido da cabana do mistério.

- Se você gosta mesmo deste humano, se declare de uma vez e peça ele em namoro adequadamente. - Disse Yura.

- Não preciso que me diga o que fazer.

- Você parece inseguro, com medo de dar algo errado. Bom, mais errado do que o Kill sequestrar ele, não vai dar. - Disse a garota de cabelos brancos.

- E alguma notícia do Kill?

- Não, só sei que ele não saiu de Gravity Falls ainda, mas sempre que sigo seu rasto... Nunca o encontro. - Disse Yura com uma voz de frustração.

Não consigo segui conter o riso, é legal ver ela bravinha, afinal pra mim ela sempre foi a senhorita perfeição, mas talvez eu estivesse enganado sobre ela... Mas não importa agora.

Voltei para o quarto de Dipper e o vi dormir como um anjo. Quando me sentei ao seu lado ele acordou, e seus olhos castanhos se fixaram em mim.

- Bill... - Disse Dipper de modo sonolento.

Fiquei por cima dele e o encarei, ele pareceu ficar inquieto com meu ato.

- Quero que você seja meu.

- O QUE??! - Perguntou Dipper alarmado.

- Eu... Quero que você seja meu namorado.

Acho que não consegui impedir que minhas bochechas ficassem vermelhas. Dipper ficou parecendo um pimentão de tao vermelho.

- Eu... Aceito. - Disse Dipper.

Meu coração acelerou, nos beijamos apaixonadamente, coloquei minha mão por dentro de sua camisa. Antes que eu pudesse fazer mais alguma coisa, a porta do quarto se abriu.

Mabel começou a tirar fotos de nós, então Dipper chutou minha barriga me jogando para fora da cama.

- O que foi, Mabel? - Perguntou Dipper se levantando.

- A Wendy quer falar com você. - Disse ela.

- Ah, ok. - Disse Dipper.

Sai junto com eles para fora do quarto, a garota ruiva e Dipper ficaram conversando e eu fui para casa com Yura.

Agora estamos namorando... Nem acredito que ele me prendeu a ele desse jeito, achei que nunca iria amar ninguém... Mas pelo jeito eu estava novamente enganado.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, obrigada por lerem 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...