História Um assassinato muito misterioso 1 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Crime, Mistério, Policia, Suspense
Exibições 16
Palavras 622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira história no spirit, espero que gostem.

Capítulo 1 - Cassino Destruído , Franklin provou sentimento de dor.


Fanfic / Fanfiction Um assassinato muito misterioso 1 - Capítulo 1 - Cassino Destruído , Franklin provou sentimento de dor.

Estava no caminho da ocorrência, quando o meu celular toca, era meu parceiro sr. Stevens.

Stevens: Sr . Franklin uma loja está em chamas, ela se localiza a duas quadras do cassino. Tem algo peculiar para o senhor. 

Franklin: Estou a caminho!!

Pisei insanamente no acelerador do carro, quando chegei ao meu destino, em questões de segundos a loja explodiu, havia uma bomba amarrada a um homem, a explosão me acertou em cheio fazendo com que eu voasse contra a parede, nessa parede havia um recado escrito com sangue, nele dizia:

Não conseguirão me capturar, que probleminha não é mesmo, continuarei a matar mais e mais pessoas, diga adeus a sua querida esposa porque se eu a encontrar ela sentirá muita dor.

ATT: Seu pior pesadelo

Fiquei abismado com aquele recado, em seguida liguei para a minha esposa para ver se ela estava a salva. Mas o telefone só tocava, ela não atendia, fiquei com muito medo de perder a pessoa que eu amava, não sabia o que fazer era uma situação que eu nunca havia lidado, já passei por muitas situações de negociações, de vida ou morte, mas nunca passei por isso, meu companheiro tentou me consolar mas não adiantou de nada, saí do caso para salvar a vida de uma única pessoa, troquei uma cidade por causa da mulher que eu amava.

Pedi para o sr.Stevens me informar de qualquer novidade sobre o caso. Cheguei em casa minha esposa estava lavando o quintal por isso nao havia atendido a ligação, me senti um trouxa por ter largado o caso da minha vida para nada, falei para ela que estava só de passagem e voltei para a loja. Lá estava um caderno que o dono marcava o nome das pessoas que entravam na loja, a última pessoa da lista se chamava Jeremy, conheci Jeremy quando tinha apenas 5 anos, hoje tenho 30 anos, então faz 25 anos que conheço ele, duas coisa que me intrigava nele era o fato dele ser completamente estranho e nunca tinha me dito sua idade. Antes dele havia alguém chamado Robert Pattimorn, ele era o principal suspeito porque no diário do dono havia várias menções a agressões e a xingamentos, fui até a central para procurar informações sobre ele, quando fui procurá-lo nos arquivos do computador não encontrei ninguém com o nome de Robert Pattimorn. Começou a surgir várias teorias em minha cabeça, por exemplo, que ele possa ter falsificado a identidade substituindo o nome dele para outro.

No dia seguinte fui ao cassino, era um lugar horroroso de se ver, pois havia vários corpos pelo chão, não tinha se quer nenhuma pista que ajudasse no caso, segui algumas na esperança que fosse algo, mas, não era nada, logo em seguida escutei um ruído vindo da área de serviço das faxineiras, fui atrás com minha arma, quando vejo saiu um gato de lá, quando fui sair do local levei uma pancada na cabeça, fui desacordando lentamente. Quando acordei, eu estava com uma venda e as mãos amarradas, estava de frente com minha amada, ela pedia socorro, segundos após isso ela se foi... Um cara matou-a, falei:

Franklin: Seu DESGRAÇADO vou te matar quando eu me soltar, você vai ter uma morte dolorosa igual a como assassinou-a.

Devastei-me, um sentimento de amargura misturado com ódio e sofrimento, de uma hora pra outra não era mais o mesmo, depois desse dia fiquei rancoroso e estúpido, fazendo com que ninguém falasse comigo.

2 meses depois.....

Estava no bar, tomando várias cervejas e pingas para eu esquecer aquele momento, quando terminei de beber me dirigi ao carro, pois Jeremy estava me esperando. A caminho de casa passamos por um bairro com muitos traficantes, derrepente começa um tiroteio entre gangues da região, e uma bala perdida me acerta bem no peito. 

Continua......


Notas Finais


Espero que a história esteja boa para vocês, obrigado por ler pessoal.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...