História Um assassinato muito misterioso 1 - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Crime, Mistério, Policia, Suspense
Exibições 11
Palavras 353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigado a todos que leram o meu 1° capítulo

Capítulo 2 - Óbitos constantes


Fanfic / Fanfiction Um assassinato muito misterioso 1 - Capítulo 2 - Óbitos constantes

No hospital, estava em uma cama cercada de médicos,  havia soros sendo injetados no meu peito por causa do ferimento, meu coração doía mais que o normal quando pensava em minha esposa Cataline, escutei um dos médicos dizer que era preciso morfina, para acalmar meu coração, comecei a apagar lentamente pois a morfina me causou vários sintomas.

Lentamente fui abrindo os olhos recuperando minha consciência, estava jogado no chão de uma casa muito familiar, era aquela onde aconteceu o assassinato da minha mulher, da mulher que eu amava, começou a jorrar lágrimas pelo meu rosto, meu coração parou de bater por alguns segundos, pois não poderia sentir fortes emoções e muita adrenalina por causa da cirurgia.

Sai da maldita casa, sentia raiva, ódio, tudo de mau que um ser humano pode sentir, fiquei com sede de vingança pois nunca aceitaria aquela perda, não havia nenhum veículo por perto, tentei avistar algum mas sem sucesso então fui andando para a cidade, no caminho havia várias bocas de fumo, bares, cassinos clandestinos, prostitutas e mendigos, perguntei para um usuário de drogas em que direção ficava a cidade, ele me disse que ficava a leste da avenida, depois da informação continuei a caminhada.

Quando cheguei à cidade num hotel havia vários policiais inclusive o sr.Stevens, estavam investigando o crime que aconteceu na noite anterior. Antes daquele tiro me acertar Robert me contou que ele posaria num hotel porque a casa dele estava sendo pintada por dentro e por fora, estremeci foi um momento de choque, já não bastava a mulher que eu amava e agora o meu melhor amigo que eu considero o meu irmão que nunca tive. Entrei naquele hotel, dentro dele havia vários óbitos um deles parecia Robert pois usava a mesma roupa daquele dia e a face dele era muito semelhante à dele. 

Sai a procura de Robert por toda a cidade pois podia ser igual a Cataline que estava em casa o tempo todo, mas não foi, procurei ele por todo parte, beco e bares da cidade, defini as características para os moradores mas nenhum avistamento. Então defini para eu mesmo, Robert havia sido morto.

Continua.....





Notas Finais


Esse foi mais 1 capítulo pessoal, espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...