História Um Astro do Rock e Eu - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Chester Bennington
Tags Anthony, blake, Chester Bennington, Claire Witts, Kimberly, Oliver Sykes
Exibições 34
Palavras 2.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa tarde pessoas, mais um cap pra vcs!
Esse ta grandinho pq eu tava inspirada heuheu
Obs: olha que gatos nessa capa u.u
Boa leitura ^^

Capítulo 30 - Rivals


Fanfic / Fanfiction Um Astro do Rock e Eu - Capítulo 30 - Rivals

Claire Witts

Uma mistura de sentimentos invadia meu corpo a cada segundo que se passava... raiva, decepção, amor... tudo estava me atingindo de uma vez só por conta desta situação. Eu estou com raiva e decepcionada por conta do Chaz está aqui com a maldita Andrea e também porque me lembrei de tudo o que ele me disse há poucos dias, mas o pior de tudo é que infelizmente ainda sinto um grande amor preencher meu coração ao vê-lo. Suspirei fundo e continuei com a cabeça baixa enquanto meu estomago revirava tentando digerir todos esses sentimentos inúteis que só atrapalham minha vida.

-está tudo bem? de repente Oliver pergunta me tirando dos meus pensamentos

-está sim... 

-você está assim por causa da presença do Chester não é mesmo?

-que horas você o viu? perguntei confusa 

-assim que coloquei o pé aqui dentro!

-desculpe... é a primeira vez que vejo ele depois de nossa briga! baixei o olhar triste

-não gosto de te ver assim Claire e nem vou permitir que isso aconteça enquanto estiver comigo! ele pega na minha mão

-obrigada, você é um amor! falei com um sorriso levantando minha cabeça

-não é o que todo mundo acha sabia? ele me da um sorriso malicioso 

-como assim? 

-vem... vamos cumprimentar algumas pessoas! ele levanta piscando pra mim e estende a mão em minha direção

-que pessoas? perguntei não entendo sua resposta 

-logo você vai saber! ele me puxa pro seu lado e então começamos a caminhar em uma direção que eu não estava gostando nada... Quanto mais nos aproximávamos, mais eu ficava nervosa, estávamos indo em direção ao Chester?  Minha vontade é de largar o Oliver e sair correndo agora mesmo

-Chester! Oliver cumprimenta com um sorriso cínico nos aproximando, merda...

-boa noite! Chaz fala se virando e assim que me vê arqueia sua sobrancelha fazendo uma cara de desentendido, nessa hora senti meu coração parar assim como quando vi ele pela primeira vez

-que coincidência nos encontrar aqui! Oliver comenta sem tirar o sorriso do rosto, olhei de relance pro Mike que estava perto, mas ele não demonstrou reação nenhuma, fitei o chão me sentindo horrível por todos acharem que eu sou a culpada das informações da banda terem sido expostas e no momento que levantei a cabeça novamente, pude ver Andrea me olhar vitoriosamente abraçada com o Chaz... vadia

-uma grande coincidência! Chaz murmura sem tirar os olhos de mim

-eai rapazes como estão? Oliver cumprimenta Mike, Rob e Dave que estavam ali

-como vai Oliver? Dave pergunta sendo gentil

-melhor impossível, onde estão Joe e o Brad?

-Joe não quis vir e Brad disse que estava ocupado com umas coisas! Rob responde calmamente

-oh claro... compreendo, bem eu e minha acompanhante que vocês já conhecem, só viemos passar pra dar um oi, nos vemos depois! Oliver olha pra mim e depois encara o Chester com um sorriso. Senti sua mão apertar a minha e então saímos dali indo em direção a outro lugar, antes que eu perdesse o Chaz totalmente de vista olhei em sua direção e percebi que ele também olhava pra mim, mas logo depois fez uma cara séria e desviou o olhar o que fez meu coração se afundar mais ainda.

-como se sente? Oliver pergunta me analisando cautelosamente

-constrangida! respondi sincera

-sabe que não precisa disso

-todos acham que sou culpada por uma coisa que não fiz Oliver

-não importa o que o Chester ou os outros achem, você é especial demais pra sofrer por um babaca que não soube te valorizar! ele replica passando a mão no cabelo

-é complicado Oliver... acho que vou ao toalete, com licença! falei mordendo o lábio inferior e sai dali o mais rápido possível antes que minhas lágrimas descessem na frente dele

Passei pela porta que dava acesso ao banheiro feminino e caminhei em direção a pia apoiando minhas mãos na mesma tentando controlar minhas lágrimas, ver o Chester foi como se alguém tivesse me dado uma facada no peito, nunca havia experimentando pior sentimento. Levantei a cabeça encarando o espelho e vi a cobra da Andrea atrás de mim com um sorrisinho nos lábios

-o que faz aqui? perguntei me virando e cruzando os braços em seguida

-eu é que tenho que fazer essa pergunta queridinha! ela me olha sarcasticamente colocando a mão na cintura

-quer saber, me deixa em paz sua cobra! indaguei com raiva e quando ia caminhar pra fora dali senti suas unhas no meu braço me fazendo parar

-onde é que você pensa que vai? eu ainda não acabei de falar com  você vadiazinha! ela me olha afundando mais ainda suas unhas na minha pele

-me solta sua desgraçada! gritei empurrando ela pra longe... se ela quer confusão ela vai ter, sorte minha que não tem ninguém aqui pra presenciar esse momento

-o que você quer hein? acha que o Chester vai voltar pra você depois de ter traído ele? ela sorri com deboche

-eu não trai ninguém! 

-oh... mas não é isso que ele acha! ela se aproxima com ar de vitória 

-já chega... cansei de você sua maldita! gritei novamente e dei um empurrão em Andrea a fazendo cair no chão com tudo, me aproximei da mesma e fiquei em cima dela dando lhe um belo de um tapa no rosto

-você ficou louca? ouvi ela gritar enquanto se debatia, mas não liguei e então lhe dei mais dois tapas a sacudindo com toda minha raiva, logo senti ela puxar meu cabelo, mas isso não adiantou e só serviu pra mim dar outras quatro bofetadas consecutivas na cara daquela cobra falsa

-isso é pra você aprender a não se meter comigo novamente! falei ríspida levantando e arrumando meu vestido

-desgraçada! ouvi ela murmurar baixo passando a mão perto da boca que sangrava um pouco

-e nem ouse me acusar de ter te batido, porque vou negar tudo e mesmo assim vai sair feio pra você... que é uma mulher importante da alta sociedade não é mesmo? me agachei perto dela puxando seu cabelo com toda minha força... Ela apenas estreitou os olhos com raiva e deu um gemido de dor quando a larguei novamente no chão. Sorri passando a mão no meu vestido e caminhei até a porta de saída

-até nunca mais cobra! sussurrei olhando pra Andrea que lutava pra se levantar e então sai dando passos lentos pelo corredor. Soltei o ar colocando a mão no peito e por Deus, eu nunca havia batido em alguém com tanta raiva, mas aquela maldita mereceu, ela precisava de uma lição. 

Antes de eu adentrar novamente em meio às pessoas que curtiam a festa, dei um jeito no meu cabelo e tratei de me acalmar um pouco, caramba eu ainda estava sentindo o sangue quente correr nas minhas veias. 

-já ia atrás de você! Oliver sorri assim que me vê 

-aproveitei pra resolver umas coisas! suspirei me sentindo aliviada

-hum... o que você andou aprontando hein senhorita Witts? ele pergunta divertido me puxando pra perto dele enquanto uma música lenta começava a tocar

-nada de mais senhor Sykes! sorri 

-que música mais chata! ele reclama me rodopiando o que me fez rir

-ela se parece com Deathbeds! fiz uma careta

-ah, por favor, não tem comparação! 

-concordo... Deathbeds é linda! 

-vem aqui! ele segura na minha cintura e nos move um pouco pra mais longe das pessoas ali. Depois disso senti suas mãos nas minhas costas me aproximando mais dele enquanto sua boca delicadamente distribuía vários beijinhos pelo meu pescoço até chegar perto da minha orelha, senti um breve arrepio percorrer pelo meu corpo, mas tentei me conter pra não gritar histericamente com esse ato...  Logo após pude ouvir sua voz cantarolando baixinho um pequeno trecho de Deathbeds 

“That little kiss you stole

It held my heart and soul

And like a deer in the headlights 

I meet my fate 

Don´t try to fight the storm

You´ll tumble overboard

Tides will bring me back to you…”

 

“Aquele pequeno beijo que você roubou

Ele segurou meu coração e alma

E como um cervo nos faróis

Eu encontro o meu destino

Não tente lutar contra a tempestade

Você vai cair ao mar

Marés vão me trazer de volta para você” 

 

Estava quase enfartando enquanto a voz do Oliver havia se tornado quase um sussurro na minha orelha, senti ele sorrir por um momento e então seu rosto deslizou pela minha bochecha logo facilmente encaixado seus lábios nos meus, não demorou muito pra que nossas línguas se tocassem me fazendo praticamente desmaiar, suponho que apenas alguns segundos se passaram quando uma voz em bom tom ecoou perto de nós, o que fez nos afastarmos imediatamente um do outro

-olha só isso! Chaz murmura parado nos olhando ironicamente, mas que merda ele está fazendo?

-algum problema Chester? Oliver pergunta limpando a garganta

-não nenhum... só quero dizer que você deveria tomar cuidado com suas amizades! 

-o que quer dizer com isso? 

-que há muitas traidoras e interesseiras soltas por ai! Chaz responde logo pegando um copo de bebida do garçom que passava

-você está se referindo a mim? não aguentei e perguntei indignada 

-a quem mais eu poderia me referir? ele me olha com raiva

-olha aqui Chester... eu não vou permitir que fale dessa forma com a Claire! Oliver aumenta o tom de voz me afastando pra trás... droga isso não vai prestar

-não vai permitir? e vai fazer o que? Chaz joga o copo de bebida no chão o fazendo se estilhaçar em milhares de pedaços... ele só pode estar bêbado 

-o que deu em você? perguntei horrorizada encarando aquele lado do Chester que eu não conhecia

-cala essa boca garota... não tô falando com você! ele responde ríspido 

-eu já disse que não é pra falar com ela desse jeito! Oliver praticamente grita e empurra o Chaz pra longe lhe dando um soco logo em seguida, ai meu Deus

-eu falo do jeito que eu quiser! Chaz replica furioso e revida o soco em Oliver que cambaleou pra trás... o mesmo apenas estreitou os olhos e partiu pra cima do Chaz novamente lhe acertando vários socos no estômago

-eles vão se matar! indaguei com lágrimas nos olhos enquanto uma multidão assistia aquele espetáculo de camarote. Olhei pros lados vendo o Mike e Dave se aproximarem logo afastando o Oliver de perto do Chaz o que não foi nada fácil... 

-chega vocês dois! Mike grita ficando no meio empurrando cada um pro lado oposto

-isso é pra você parar de tão babaca Chester!  Oliver aponta o dedo pro Chaz como um aviso

-já chega Sykes! Mike rebate tentando acalmar toda aquela situação constrangedora com sua paciência. Depois disso ele apenas soltou um suspiro e junto com o Dave levou o Chester que não parava de xingar pra longe, até por fim sumir de nossas vistas. 

-acho que já deu por hoje! Oliver bufa e me arrasta pra fora dos olhares curiosos até chegar ao seu carro.

Fazia alguns minutos que estávamos voltando pra minha casa e o silêncio reinou durante todo trajeto. Eu sentia que o Oliver estava tenso e por isso preferi não falar nada, eu entendo que tudo o que ele fez foi pra me defender... o Chester estava irreconhecível, seu olhar era de pura raiva, ele estava da mesma forma de quando me enxotou da sua mansão como a pior das pessoas. Definitivamente essa noite não poderia ser pior, primeiro foi minha briga com Andrea e depois isso do Oliver e Chaz, minha cabeça simplesmente está explodindo com tanto desgosto que tem acontecido nesses últimos dias.

-já chegamos! Oliver finalmente fala me olhando com certo receio

-parece que sim! 

-me desculpa por te colocado naquela situação Claire, eu perdi a cabeça! ele se explica me fitando com seus olhos que agora se encontravam quase num tom verde definitivo 

-está tudo bem Oli... eu não estou brava! falei calma percebendo um pequeno machucado perto da sua boca

-sério mesmo?

-sim, você só quis me defender e ainda se machucou por isso! indaguei me sentindo culpada passando a mão no rosto dele

-eu não podia deixar ele te tratar daquela forma! sua mão pousa calmamente sobre a minha 

-você é demais! sorri 

-é... acho que sou mesmo! ele exibe um sorriso convencido, mas logo faz uma careta de dor

-você precisa tratar desse machucado... se quiser posso fazer um curativo! 

-não precisa se incomodar Claire, eu já estou indo pra casa, lá eu resolvo isso.

-tudo bem então! assenti 

-nos vemos em breve! ele sorri e se aproxima dando um pequeno beijo nos meus lábios

-até mais! me despedi sorrindo que nem uma idiota e sai do carro dando um aceno pro mesmo que saiu na maior velocidade sumindo rapidamente do meu campo de visão.

Virei-me encolhendo os ombros e tudo que quero agora é me deitar na cama e chorar por tudo o que aconteceu hoje, claro com exceção de ter dado uma surra na Andrea, porque essa ela mereceu, dei alguns passos até os degraus da varanda da minha casa e quando ia subir o primeiro degrau ouvi meu nome ser chamado por uma voz que reconheci de imediato.

-Brad? tapei minha boca não acreditando no homem que estava na minha frente, aquele que dizia ser meu melhor amigo... mas que também não acreditou em mim

-eu preciso falar com você! ele me olha se aproximando

-sobre o que? perguntei com um pouco de tristeza na voz, rever o Brad essa noite é uma das coisas que eu não esperava acontecer

-eu já sei quem postou aquelas informações no seu blog! 


Notas Finais


Sobre esse cap : Claire/Oliver 2 x 0 Chaz/Andrea
Gente, enfim a Claire deu uma lição na Andrea e o Chaz mais uma vez vacilando no cap...
Mas parece que nosso Brad já está com a resposta q vai fazer tudo se resolver não é mesmo?
Enfim espero q tenham gostado e digam ai o que acharam dessas tretas dkskks
Até o prox!
Beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...