História Um Astro Na Minha Vida - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Eunwoo, Jinjin, MJ, Moonbin, Personagens Originais, Rocky, Sanha
Tags Astro, Binu, Binwoo, Eunbin, Eunwoo, Jin Jin, Jinha, Lunamochi, Moonbin, Mooneun, Moonwoo, Rocky, Sanha, Sanjin, Yaoi
Visualizações 95
Palavras 2.410
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com uma atualização pequenininha mais na próxima eu compenso. ♡ E me desculpem pela demora.

Obrigada pelos comentários no capítulo anterior, amoo vocês ♡

Leiam as notas finais!! Boa leitura ♡

Capítulo 3 - Um pesadelo em forma de gente


Fanfic / Fanfiction Um Astro Na Minha Vida - Capítulo 3 - Um pesadelo em forma de gente

~•☆•~


Sempre ouvir dizer que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Eu estou começando a discordar dessa teoria, o porque é bem simples em menos de meia hora que estou no colégio já trombei com dois alunos. 

Mas vejam bem não são só simples alunos igual a mim, eles são tudo da realeza escolar. 

O primeiro foi o filho do diretor que tinha todos os motivos para me tratar mal, mas o mesmo foi bem formal e educado comigo apesar de ter ficado milímetros de distância do meu rostinho. 

E o segundo foi essa pessoa que eu destesto com todas as minhas forças, que eu já chamo de aluno por que está com o uniforme.

Irei citar todos os motivos de eu não o suportar, por que você deve está se perguntado isso agora não é mesmo?

Bom se lembram de quando eu falei que o meu irmão idolatra um cantor muito famoso aqui na Coréia? Pronto é ele. 

 Sei que é porque meu irmão tem um montão de pôsteres e de fotos espalhados pelo quarto, - é assustador entrar lá. 

E a Coréia inteira o conheci o mesmo é a razão de muitas revistas de fofoca ainda venderem de tanto que sai na capa. 

Fora isso ele é a razão número um para eu e meu irmão não se darmos bem, o MJ quando não está tagrelando sobre ele tenho cem porcento de certeza que está pensando nele. 

Hoje cedo a gente brigo por que eu odeio barulho e a voz dele  tentando cantar já enxeu o meu saco. 

Todo santo dia é som alto com as musicas dele, se passa uma reportagem na televisão sobre ele o mesmo não deixar as outras pessoas em volta assitir. Resumindo tudo ao meu redor girar em torno DELE.  - Entenderam agora?

Sim, eu te dou uma entrada vip para o meu próximo show se você não gritar meu nome  - o mesmo tapa a minha boca.

Pisco várias vezes vendo essa estúpida ação e dou um tapa na mão dele. 

- Eu não quero ir para o seu show idiota -  digo ríspido. - Ai - coloco a mão novamente sobre a pancada.

Meu cérebro está em aceitação porque acabei de ser nocauteado por uma porta e estou de frente para uma super estrela. 

- É eu acho que a pancada foi forte demais, vem me dá sua mão -  diz enquanto me levanto.

- Você acha porque não foi em você - fecho os olhos enquanto tento suavizar a pancada com as mãos e entro dentro do banheiro.

Vou em direção ao espelho e olho o estrago. 

- Nossa! - digo levantando a franja para ver o hematoma. Passo água no mesmo.

- Como é seu nome? - pergunta demonstrando curiosidade.

- Eunwoo - digo secando meus olhos com uma toalha em frente ao espelho.

- Muito prazer Eunwoo - o mais alto sorrir se aproximado.

- Ah, pois eu não tenho prazer nenhum - digo irritado, mantenho meus olhos no espelho.

- Deixa... Eu te ajudar - o mesmo tenta pegar minha mão.

- Não muito obrigado - empurro a mão dele,  saio do banheiro, e o mesmo me acompanha.

- Olha, eu só quero que você saiba que eu sinto muito - disse ele devagar, segurando meu pulso.

- É. Percebi, Já acabou? Tenho que ir pra sala - digo sem nenhum interesse e puxo meu braço.

- AAAIN MEU DEUS É O MOONBIN, AAAAAH - uma líder de torcida que saia da sala começar a gritar correndo em direção para o maior.

Vários alunos começam a sair da sala aos berros e o Moonbin corre em direção a diretoria.

Vejo tudo enquanto caminho de volta para a sala. E sorrio satisfeito.

Chegando na frente da mesma bato na porta e sem demoras sou atendido pelo professor. 

- Você é o aluno novo? -  me olha de cima a baixo e arqueia a sobrancelha.

Todo mundo num raio de três carteiras se virou para me olhar.

- Sim - afirmo de cabeça baixa.

- Entre vai ficar parado ai na porta? -  o mesmo pergunta me dando passagem.

Pra onde que eu olhasse, encontrava olhos curiosos me examinando.

- Desculpa - digo baixinho mordendo o lábio.

Mantenho minha cabeça baixa de tanta vergonha e caminho até uma das duas mesas que estão vazias no fundo da sala, sentei em uma do lado do Sanha.

- Por que você demorou tanto? - Sanha me pergunta enquanto escreve o assunto que o professor estava passando no quadro.

- Deixa eu respirar primeiro - abro a mochila e pego o meu caderno. 

Dou um longo suspiro.

- O que foi isso? - perguntou ele, olhando o meu hematoma.

- Espera já vou te contar tudo - digo começando a escrever.

- Tá conta logo mais fala baixo - o mesmo sorrir.

- Não tem quando eu fui no banheiro? - pergunto continuando escrevendo.

- Tem - o mesmo afirma.

- Você não vai acreditar mas... Quando eu ia entrando o Moonbin aquele cantor lá que eu não gosto abriu a porta e ela bateu em minha testa - olho para o mesmo que está atento a cada palavra que eu digo.

- Que? - Sanha me olha surpreso.

- Sério. Você acredita? O MJ vai surtar quando souber que ele está estudando aqui - sorrio.

- Doeu a batida? - ele perguntou.

- Um pouco, doeu mais foi o susto - passo a mão no local.

- Então você já descobriu a surpresa? - Sanha faz cara de triste.

- Ah! Essa era a surpresa? Eu levar uma pacanda no meio da testa - paro de escrever.

- Não era bem assim, o Jin Jin é o melhor amigo de infância do Moonbin ele avisou que queria voltar a estudar e tentar ter uma vida normal antes da turnê que ele vai fazer... Dai o Jin Jin disse para ele estudar aqui - apresto atenção em cada palavra. 

- Ah! - afirmo.

Somos interrupidos por batidas na porta que chamam a atenção de todos, a mesma é aberta pelo professor. E o diretor entra acompanhado pelo o Moonbin. 

Todos da sala exceto eu, Sanha e o Jin Jin fizeram um Wow, e umas meninas escandalosas começaram a gritar. 

- Parem de barulho - o professor avisa, e todos param.

- Tenho um comunicado importante - o diretor diz e todos o olham. - Eu estou avisando em todas as salas bom... O Moonbin agora é um dos mais novos alunos da Dream School e espero que ele se sinta confortável aqui e em todos os dias, não quero ver gritos de fãs, não irei permitir que peçam autógrafos e tentem tirar foto com ele  exceto que ele queira,  entenderam? - e todos afirmam. 

Bom, isso não será um problema para mim.

- Seja bem vindo - o professor diz sorrindo.

- Valeu - o mesmo sorrir de volta.

- E ele irá estudar nessa sala, com vocês e espero que cada um tenha aprestado bastante atenção em cada palavra que eu disse, não irei pegar leve caso alguém descumpra - enquanto o diretor avisava o maior não tirava os olhos de mim.

O mesmo disse para o Moonbin sentar em uma mesa que estava livre atrás de mim, o mesmo vai em direção do Sanha e  comprimenta o Jin Jin que está ao seu lado, chegando no seu lugar o mesmo coloca a mochila no chão e senta. 

- Oi - o maior me cutuca mais eu não o  respondo. 


~•☆•~


E o resto das aulas até o intervalo foi assim de muitos olhares para o Moonbin de vários cochichos e meninas suspirando. 

- Intervalo até que enfim meu Deus - Sanha estende as mãos para o alto. 

- Já estava na hora mesmo - sorrio e me levanto. 

Todos os alunos começam a sair para o intervalo, Jin Jin se levanta e beija o namorado e eu pego meu celular junto com os fones na mochila. 

- Vamos para o pátio - Sanha puxa meu braço e Jin Jin chama o Moonbin.

- Tá não precisa me puxar - digo calmo.

Andamos até o pátio os quatro juntos, e já vejo o MJ e o Rocky conversando. Quando meu irmão ver o cantorzinho que ele tanto ama os olhos dele pareciam que ia saltar da cara, nos aproximamos eu e Sanha de mãos dadas, Jin Jin e o Moonbin conversando sobre algo que não me interessava.

Sento do lado do MJ e o mesmo suspira.

- Ai meu Deus ele é real - o mesmo cuchica no meu ouvido.

- Sim, bem real - digo rindo  o abraçando.

- É tão ruim, está tão perto dele e não poder fazer nada - o MJ diz com voz tristonha.

- Você não quer ser suspenso né? - o pergunto.

- Claro que não! Mamãe me mata - o mesmo se afasta e despeja a cabeça no meu ombro.

- Então o diretor avisou, por via das dúvidas só fale com ele se ele falar com você tá bom? - digo sorrindo.

Uma das únicas vezes que eu tenho um momentinho com meu irmão acaba. 

- Me falaram aqui que você é meu maior fã, é verdade? - Moonbin diz se aproximando.

- Acho que sim - MJ se levanta com um sorriso que não cabia mais em seu rosto.

- Então prazer em te conhecer - O maior abraça o meu irmão, na hora pensei que meu irmão ia infarta.

- Pode ter certeza que o prazer é todo meu - o mesmo diz com aquela vozinha de fã que eu odeio.

- Depois a gente tira uma foto juntos - o mesmo sorrir.

- Ai credo - coloco meus fones e saio.

Começo a andar para fora do pátio para  conhecer o colégio, bem melhor do que ficar vendo isso tudo, que cena ridícula parece até aqueles quadros daqueles programas idiotas que passam na tevê que realizam os desejos dos pobres sabe? Eu odeio.

Ando por alguns metros fora de um corredor que eu não me recordo de ter passado por ele antes, no fim dele tem umas escadas que a curiosidade não deixou eu só olhar. 

Subo as longas escadas, -  e me arrependi na hora quando comecei a subi -  paro de frente a uma porta, -  meio velha comparada a todas que tem aqui.

Abro a mesma que está destrancanda e me surpreendo com o que vejo, agora tá explicado o porque de tantas escadas, aqui é terraço do colégio

Nunca estive em um, vendo de perto é tão diferente do que pensei.

Com uma pequena estufa de vidro e diversas espécies de flores, uma mais bonita que outra por sinal, de tão alto que é dá para ver a enorme extensão que o colégio tem. Uma linda visão eu tenho da cidade daqui de cima, com certeza a noite deve ser bem mais bonito.

Em passos lentos olhando tudo em minha volta, vou em direcão ao para peito.

Respiro bem fundo. Solto o ar lentamente e abro os braços até sentir o vento em cada um dos meus dedos, sinto e imagino cada detalhe enquanto começo a sorrir de olhos fechados me deixando levar pela letra da música. 

A imagem provoca em mim um sorriso grande, muito grande. É que eu adoro sentir o vento tocando o meu rosto fazendo meu cabelo voar. A sensação é como um sonho. Um sonho que é  só meu, por que não o divido com ninguém.    - Só eu o conheço. Adoro encher os pulmões com este ar fresco. 

Então quando abro os olhos  me dou conta de que  alguém está me observando, sorrio ainda mais por que esse momento é só meu.

- Você não tem medo de cair? -  uma voz familiar me desperta dos meus pensamentos.

- Um pouco - me viro para ver quem é o dono daquela voz tão melódica.

Já devia ter imaginando, quem era.

- O que você está fazendo aqui? - cruzo os braços e arqueio a sombrancelha.

Agora vai outro motivo para a lista do porque eu não gosto do Moonbin. 

- O mesmo que você - respondeu, olhando me nos olhos e exibindo aquele  sorriso.

- Por acaso você está me seguindo? - o olho demonstrando toda a raiva que estou sentindo.

- Pra falar a verdade eu te seguir até aqui - ele respondeu.

- Claro que sim - digo quase em um sussurro de tão baixinho que falei.

- E você o que faz aqui? - o mesmo se encosta no para peito e passa a me encarar.

Viro em sua direção e passo a fazer algo que  só agora eu sei o que realmente significa, "Um contato visual".

- Não te interessa - mordo o lábio inferior.

- Você é sempre assim, tão simpático? - Moonbin ironiza sorrindo de canto.

- Quase sempre na maioria do tempo eu posso ser bem pior - quebro a troca de olhares e me afasto um pouco.

Ele fecha os olhos e suspira.

Passo olhar os alunos no jardim do colégio, uns conversando em baixo de árvores, algumas líderes de torcida fazendo coreografias e alguns jogadores do time se pegando com outras alunas. 

- Sei de um lugar que você ia adorar conhecer - a cada palavra um passo.

- Como você sabe que eu ia adorar? - volto a lhe encarar. 

- Não sei só... Acho - ele coloca a mão em minha cintura nos fazendo ficar próximos demais.

Não acredito que ele está tentando fazer o que eu estou pensando. Mais como eu não sou nenhum trouxa para cair nesses joguinhos acabo me deixando levar.

Aproximo meu rosto de seu ouvido.

- É melhor você se afastar antes que eu dê um jeito de quebrar o seu brinquedinho e você nunca mais vai usar ele - sussurro.

- Realmente eu ia adorar que você quebrasse ele de tanto brincar com essa sua boquinha - arregalo os olhos com suas palavras.

Me afasto do mesmo vendo o sorrir vitorioso.

E o sinal toca avisando o fim do intervalo e a volta das aulas.


~•☆•~


Depois que o sinal tocou, eu voltei para a sala com o Moonbin, mas o silêncio reinou entre nós até chegarmos.

As aulas se passaram de uma forma muito rápida depois daquelas palavras que ficaram rodando na minha cabeça.

Sanha e o meu irmão ficaram me perguntando na volta para a casa, a onde eu estava o intervalo inteiro, apenas respondi que estava andando pelos corredores para conhecer o colégio e se encontrei com o Moonbin. Não quero falar onde eu estava e principalmente com quem, não acho necessário.

Depois que eu cheguei em casa minha mãe fez um interrogatório enorme me perguntando tudo que aconteceu. Respondi cada pergunta tendo atenção em cada palavra que eu dizia para não deixar passar nada.

Bom e agora estou eu aqui deitado em minha cama pensando sobre como foi o meu dia.



Notas Finais


Moonbin safadinho uii amoo :3

Genti eu tinha feito um errinho no capítulo passado mais eu já concertei KKKKK pronto era só isso mesmo.
Sugiro que leiam de novo 😂 Mais eu acho que vocês nem perceberam, então leiam se quiser.

Nos vemos no próximo capítulo...😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...