História "Um café, por favor." - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags Amizade, Amor, Ciumes, Drama, Got7, Homicidio, Jyp, Rivalidade, Romance
Exibições 125
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tradução:

*Jebal: Por favor
*Kwenchanayo: Está tudo bem/Sem problemas
*Omona: "Nooossaa" ou "Incrível!" (expressa surpresa).

Capítulo 19 - Sinceramente...


Fanfic / Fanfiction "Um café, por favor." - Capítulo 19 - Sinceramente...

Parte 19


-Yah! S/N!-ele correu para te alcançar lá fora.

Você parou de andar e virou-se para ele.

-JB?

-S/N, muito obrigado pelo jantar.

-Ah… Não precisava agradecer, faz parte do meu trabalho.

-Tem outra coisa que eu queria dizer…-falou dando um suspiro e colocando as mãos nos bolsos.

-Pode falar.

-Temos ficado estranhos um com o outro desde o último café que você me fez…

-C-Como assim?

-Ah… Sei lá…-ele segurava a própria nuca enquanto olhava ao redor, parecia nervoso.-Acho que… foi por causa do meu “agradecimento”.

-Aahh… Jebal*...-Você suspirou e desviou seu olhar do rapaz por uns instantes.-Porque está falando sobre isso agora?

-Eu… quero saber se te ofendi fazendo aquilo?

-Wae?

-Porque você correu de mim e depois começou a me tratar mais friamente do que antes… além do mais, faz tempo que chego em casa e não tem um cafezinho pronto…-disse num tom baixo de voz, meio resmungão.

-Você quer que eu faça café, não é isso?

-A-Anya!

-Então o que é?!

-Miane…-falou se curvando.

-Kwenchanayo~…*

O rapaz levantou a cabeça, permitindo  seus olhares se chocarem e causando um certo arrepio em você.

Hipnotizada novamente, percebeu que o olhar de JB foi baixando até seus lábios. É claro que ficou mais nervosa do que já estava, porém nenhum centímetro de seu corpo se mexia… enfim, ele se aproximou um pouco mais de você e cuidadosamente segurou seu queixo conduzindo-a à perdição que eram seus beijos.

Um beijo lento… toda a delicadeza era sentida a cada instante que seus lábios tocavam mais ainda os do outro. Com a outra mão, JB foi subindo tocando com os dedos por um de seus braços para sentir sua pele arrepiada, então segurou seu rosto com as duas mãos para firmar e prolongar mais o beijo.

Anestesiada, simplesmente cedeu igualmente a primeira vez. Devagar foi segurando na cintura do rapaz e o apertando aos poucos... deixando claro pra ele que você correspondia, mesmo que não acreditasse nisso. Enfim separaram-se.

Vocês abriram os olhos, permitindo se olharem por alguns segundos após essa incrível sensação pela qual passaram, quando repentinamente caiu sua ficha do que havia acabado de acontecer então soltou a cintura do líder, que por sinal ainda segurava e, pegou sua bolsa que tinha derrubado no chão durante o momento do beijo.

-A-A-ANNYONG!-despediu-se nervosa, se curvou e apressou o passo.

Você sempre correria por ficar com vergonha de olhá-lo no rosto depois daquilo, então precisava de um tempo pra se recompor, mas dessa vez ele segurou-a pelo braço antes que desse mais um passo.

-S/N.

-Aaah, me solta, por favor.

-Me escuta… por favor…

Você levantou sua cabeça e tentou olhar no rosto do rapaz, ele parecia um pouco frustrado.

-Acha que não estou um pouco… assustado com isso também?

-Aniyo…-respondeu baixando a cabeça e a voz.

-Porquê não?

-Porque… p-porque é sempre você que me agarra!

-Deveria ser você?

-Quê?! O que acha que eu sou? Hãn?-disse soltando seu braço da mão dele.

-Acho que é alguém que me encanta sem fazer muito esforço…

-M-M-Mwo?!-seu nervosismo estava extremamente visível.-Não fale mais essas coisas pra mim.

-O que há de errado em ser sincero?

-Porque arriscar assim sem nem ao menos me conhecer? Não pode sair beijando quem te “encanta”.

Ele não conseguiu evitar uma risada.

-Yah! Porque está rindo?

-Eu nunca fiz isso com outra garota… você é a primeira que me faz perder a sanidade.

-Aaaaigoo! Eu vou embora.

-Yah… não pode me fazer um café antes de ir?

-ANIYO! E tire esse sorriso do rosto. Se quiser café, vá comprar ao meu tio.

-Ok...-ele ainda ria.-Você é muito fofa!

-Aaaahhh!-Você correu para evitar de ouvir mais coisas daquele gênero.

Depois de um tempo correndo, parou num ponto de ônibus pra descansar.

Novamente aquela tortura se repetia… mas dessa vez havia mais coisas pra se lembrar todos os dias. O sorriso e a risada dele, os toques, os elogios, as declarações e o beijo. Ele foi muito carinhoso e cuidadoso em cada detalhe, te fazendo sentir ainda mais intensamente que da outra vez… perdida em seus devaneios, acordou e percebeu que sorria sozinha.

“Omonaaa*... Porque estou me sentindo assim?! Porque ele está agindo assim?! Eu… eu… acho que ele quer brincar comigo, com certeza só pode ser isso! Quem já se viu? Um homem bonito, talentoso, famoso, rico, tem tudo pra ser perfeito e vai se apaixonar por mim?! Aaah, pelo amor… o que eu estava pensando?! Aaish…”

Após essa tentativa de se auto convencer de que JB não sentia nada por você, levantou-se e seguiu para casa, pois Han Na estaria te esperando lá para estudarem juntas.

Infelizmente, não fazia ideia de que sua amiga estava espionando você e ele em frente a casa dos meninos, ou seja… Han Na acabou presenciando tudo. Sentindo muita raiva, tentou chegar em sua casa antes de você, para que não suspeitasse de nada.


Notas Finais


⚫"Um café, por favor." : Segunda, Quarta e Sexta.
⚫Apenas me Abrace : Terça, Quinta e Sábado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...