História Um Caipira Em Minha Vida - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Chiyo, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Haku, Hanabi Hyuuga, Hidan, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kimimaru, Kisame Hoshigaki, Ko Hyuga, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Matsuri, Menma Uzumaki, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Moegi, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Zabuza Momochi, Zetsu
Tags Gaalee, Sakuhina, Sasunaru, Shikatema, Shinokiba
Exibições 188
Palavras 1.945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiieh Goxtosos.

$_$
OBRIGADO A TODOS OS FAVORITOS E OS COMENTÁRIOS! TÔ FELIZ PRA CARACA.

SOMOS MAIS DE 120 FAVORITOS, MINHA GENTE!

BEM VINDO NOVAS E NOVOS LEITORES! GOXTOSOS.

$_$

Perdão pelo atraso, eu tinha começado a escrever ai eu me foquei em outra coisa e aí demorou. E como hoje na escola eles deram a feliz noticia de que haverá um provão de todas as matérias, eu me sinto ferrada! Sério. Eles são sem noção. Nem a visão antecipadamente, e acabamos nos ferrando. T_T. Tô chocada!

Boa leitura!

Capítulo 11 - A tristeza de Naruto


 

★AUTORA★

 

 

Ao se aproximar do tio,Karin alargou o sorriso,dando lhe um abraço logo em seguida. Ela havia acordado cedo neste dia só para poder ver o tio,que a muito tempo não via.

 

- Continua linda como sempre - Minato falou entre sorrisos.

 

- Claro. Puxei essa família maravilhosa e de boa genética - Disse ela desfazendo o abraço - E devo dizer que Naruto não ficou para trás - Foi direto ao ponto,para felicidade de Minato.

 

- Como ele é? - Perguntou eufórico se sentando na poltrona que estava a poucas distâncias de si.

 

- Alegre,bonito, carismático e,uma ótima pessoa - Respondeu a ruiva de prontidão - Você precisa conhece-lo, vocês vão se dar super bem e tudo o mais.

 

Minato ficou calado pensando na proposta da sobrinha. Era verdade que precisava ver Naruto e conversar com ele. O único problema era,que ele estava com medo da reação do filho e,acabou que ficando hesitante.

 

- Você acha que eu deveria?

 

- Claro! Você veio até aqui,tem que ir até o fim - Karin o encorajou - Ele merece saber que você existe e que quer recuperar o tempo perdido. Que filho não iria querer o pai de volta?

 

- Talvez Naruto não queira! Eu fiz tanto mal a ele,mesmo sem o conhecer - Murmurou.

 

- Tio,pelo o que eu vi. Naruto é uma pessoa maravilhosa,em todos os sentidos. Eu acho que ele não teria ódio de ninguém e que ele deve entender pelo menos um pouco.

 

- Você não entendi Karin. Eu não posso chegar assim e estragar a vida de Naruto assim,do nada.

 

- Não é do nada! Você é o pai dele e ele merece saber,por mais que doa e machuque - Elevou a voz irritada.

 

Um suspiro pode ser ouvido,da parte de Minato. Ele queria que tudo saísse na mais perfeita perfeição. Caso contrário,tudo poderia da errado,e não era isso que ele queria no momento.

 

Karin continuou a incentivar o tio por horas, até que conseguisse a resposta desejada.

 

[{=}]

 

Sasuke que estava deitado olhava para o teto,entediado, já que ficou a manhã inteira ajudando a todos com os procedimentos da fazenda. Eles haviam acabado mais cedo do que imaginam,para a alegria de todos,que adoraram fazer o trabalho.

 

- Ne Naruto o que você acha de sair-mos para jantar amanhã? - Perguntou manhoso ao se virar para encarar o loiro,que estava jogando no outro sofá.

 

- Não precisa gastar dinheiro comigo Teme - A voz do loiro saiu arrastada por conta da preguiça.

 

- Não seja chato! Estou te convidando na maior boa vontade e você me vem com uma dessa - Sasuke retrucou. Naruto riu e jogou uma das inúmeras almofadas em Sasuke.

 

- Eu posso cozinhar pra gente.

 

- Assim não seria um encontro - Exclamou dócil - Eu passei a manhã inteira pensando no que seria melhor pra gente e você fica nessa - Resmungou.

 

Naruto apenas pode ri mais alto, para alegria do moreno. Após a risada se cessar, um longo silêncio reinou na sala.

 

Nenhum dos dois lados, queriam falar naquele momento. Já era constrangedor para Sasuke ter que convidar Naruto para um encontro, quando o loiro era tão relutante. Desde que levará um fora, Sasuke tinha medo de se aproximar do loiro para tentar algo.

 

O moreno retirou o celular do bolso e leu inúmeras vezes a mensagem que foi enviada a poucos minutos, por Itachi. Sasuke não conseguindo assimilar, o que estava acontecendo, se levantou do sofá o ajeitando como dava. Naruto que estava tirando uma soneca, abriu os olhos com as sobrancelhas levantadas esperando uma explicação. Mas antes que Sasuke pudesse lhe dizer alguma coisa a porta foi aberta em um estrondo.

 

- Cadê aquele moleque? - A voz grossa de Fugaku vez todos os pelos de Sasuke se arrepiarem.

 

Naruto se levantou inconscientemente, quase que caindo do sofá e ficou ao lado de Sasuke espantado.

 

- Meu tolo irmão, você deveria parar de ser tão chato! Deixe Sasuke viver com mais liberdade - Uma outra voz grave foi ouvida, só que dessa vez com mais delicadeza e calma.

 

Logo em seguida pode se ouvir uma alta e escandalosa risada.

 

- Itachi se irá continuar a ri, nós ajude pelo menos com as malas - Fugaku o repreendeu, fazendo o Uchiha menor calar a boca.

 

- Pai não desconte o seu mal-humor em mim, por favor - Pediu ajudando.

 

- SASUKE. OE SASUKE NOS AJUDE - Outra voz irritante foi ouvida pelos dois garotos, que agora olhavam um para o outro.

 

- Suigetsu? - Sasuke murmurou desacreditado.

 

— Esse é o tal sereia que você estava falando? – Naruto olhou para Sasuke risonho.

 

— Puta merda – Murmurou novamente, correndo até a entrada, deixando um Naruto apático para trás – O-o vocês estão fazendo aqui?

 

— Que piti é esse Sasuke? Você sabia perfeitamente que a gente vinha – Madara exclamou – Agora para de nós olhar com essa cara de retardado e nos ajude.

 

— Não fale assim com o meu filho – Fugaku elevou a voz para surpresa de Sasuke.

 

— Oh! Oh, oh, oh. Agora você se importa? Que milagre – Zombou Madara fazendo os outros adolescentes riram.

 

— Olá Suke – Tenten gritou.

 

— Que que tá acontecendo? Por que vocês estão aqui também? – Novamente uma pergunta foi feita da parte de Sasuke. Madara o olhou irritado lhe entregando três mochilas pesadas.

 

— Que merda moleque! Trabalhe mais e fale menos – Reclamou o Uchiha indo até a sala — E essa criança aqui? Não me diga que tá cortando por outro lado agora?

 

— Sinto muito informá-lo mas eu não sou criança... Senhor – Naruto por um momento gritou, abaixando a voz logo em seguida.

 

— Que merda! Itachi me ajude – Sasuke pediu todo atrapalhado, derrubando todas as três mochilas pesadas.

 

— Se quebrar alguma coisa, você vai pagar – Ameaçou.

 

— COM COISA QUE EU TENHO ALGUM DINHEIRO – O moreno gritou, para a surpresa de todos — PELO O QUE EU SAIBA O ÚNICO RICO AQUI É VOCÊS DOIS, TO MAIS DURO QUE PÃO DE QUEIJO VENCIDO – Reclamou arrastando as mochilas até o tio, que estava jogado no sofá olhando Naruto de baixo para cima.

 

— Poderia por favor parar de me olhar?

 

— É impressão minha ou você se parece muito com Minato? – Perguntou para si mesmo, para logo depois negar com a cabeça.

 

O coração do loiro, falhou algumas batidas, após aquele comentário.

 

— Madara saia já desse sofá e aju– Fugaku parou de falar, no momento em que viu Naruto.

 

A mochila que estava segurando logo foi solta de sua mão, por conta da surpresa.

 

Ele piscou algumas vezes e até limpou os olhos,descrente. Naruto era tão parecido com Minato,que as lembranças do passado apareceram mais rápido do que esperava.

 

Naruto paralisado, ainda tinha os olhos arregalados e a boca entreaberta.

 

”— Seu pai é um homem incrível! Ele me ajudou quando eu mais precisei,por mais que ele estivesse com os problemas dele,ele não média esforços. Ele era incrível.

 

— Mas por que não estamos juntos mamãe? Ele não me quis?

 

— Ele não sabe que você existe ainda. Mas assim que você tiver idade suficiente ele saberá.

 

— Posso saber o nome dele?

 

— Claro! Você pode saber o que quiser. Seu nome era Minato Namikaze e ele tem a mesma idade que eu 22 anos – Kushina sorriu.

 

— Minato! Minato Namikaze – O loirinho sorriu encantado. Ele repetia o nome diversas vezes,enquanto sua mãe achava graça.".

 

Naruto deu alguns passos para trás e saiu da sala deixando a atmosfera tensa.

 

O loiro saiu da casa e caminhou,triste sem rumo até o balanço de pneu,em uma árvore próxima do celeiro. Ele ia alí,quando ficava triste ou precisava pensar. Era o seu local favorito. Ele se sentou no balanço e apoiou os pés no chão e ficou fazendo movimentos de vai e vem.

 

— Né Kaa-san seria possível? – Sussurrou olhando para o céu azul.

 

— Naruto? – A voz de Sasuke saiu eufórica. Ele havia corrido quando percebeu que Naruto não estava mais na sala.

 

— Sabe Sasuke as vezes sinto que não deveria ter nascido – As palavras do loiro saíram arrastada – Eu não mereço sofrer tanto. O que eu fiz para merecer isso?

 

— Naruto calma! Me conta o que aconteceu?– Sasuke parou na frente do loiro e esperou um resposta.

 

— Eu sinto que posso conhecer meu pai a qualquer momento e, eu estou com medo do que pode acontecer – Resmungou desapontado – Diferente das outras pessoas, eu perdi minha mãe muito cedo. Eu nem sequer em lembro direito de como ela era. E o meu pai. Eu nunca o conheci – Desabafou — Eu só queria entender isso! Do porque ele não me quis, e porque nunca me procurou – Seu semblente triste, fez Sasuke abraça-lo, por mais que ele não fosse fã de abraços, ele gostava de ter o corpo de Naruto em baixo de si.

 

— Se ele quiser te conhecer. Ele vai te procurar – Foi a única coisa que Sasuke pode dizer naquele momento.

 

7_7

 

Suigetsu que tinha uma cara apática, subiu as escadas da grande casa e, entrou no primeiro quarto, em que seus olhos olharam. Ele que não era fã de viagens, só havia vindo, por conta do amigo. Ele queria ver com os próprios olhos, sobre como esse lugar estava o mesmo de sempre.

 

Ele jogou a mochila em um canto qualquer é foi até a janela e viu a seguinte sena: Sasuke abraçado, com Naruto. Seus olhos se arregalou e, um pequeno sorriso se formou em seus lábios.

 

Ele estava feliz pelo amigo, mas havia surpresa. Suigetsu nunca imaginou que Sasuke pudesse, se apaixonar por um garoto e, isso o surpreendeu.

 

— Suigetsu?

 

— Itachi. Eu já vou ficar com esse quarto – Respondeu rapidamente e grosseiramente.

 

— Saco! Meu pai e Madara estão discutindo lá em baixo, para ver, quem ficará com o quarto principal – Resmungou se jogando na cama — Mal sabe eles, que Sasuke já o pegou.

 

— Eles vai jogar as coisas dele para fora isso sim – Zombou – Já escolheu um quarto?

 

— São apenas 5 quartos para 9 pessoas, o que você acha que vai acontecer?

 

— Por que Neji teve que trazer Hinata e Tenten?

 

— Não seja rabugento – Itachi riu – Assim como você elas são amigas de Sasuke. E os quartos a gente resolve – Falou – Sasuke e Naruto. Neji e Tenten. Você e Karin, já que estão tão amigos. Madara, em um quarto separado. Meu pai também. E eu na sala – Sua voz saiu sonolenta.

 

Suigetsu pensou e repensou na resposta, de Itachi. Até que não era uma má ideia, ter Karin como companhia. Ele no início achava a ruiva chata e sem sal, por conta das histórias nada convencionais que Sasuke lhe contava. Ele se arrependeu amargamente, quando descobriu que era o contrário. Quando os dois, se aproximaram, ele pode perceber o quão diferente Karin, era. Ele até pensou que havia se apaixonado pela ruiva, mas desistiu dessa ideia mais rápido possível, já que a mesma era namorada de seu melhor amigo e, com certeza Karin não iria larga Sasuke para ficar com ele. Mas Suigetsu ficou feliz, quando Karin lhe disse que conversaria, com Sasuke, e claro um pingo de esperança, reinou em seu coração.

 

4_4

 

— Eu sou o mais velho – Madara gritou.

 

— E daí? Eu sou mais competente – Fugaku respondeu.

 

— Vo-vocês não acha melhor parar a briga? – A voz de Hinata quase não foi ouvida, por conta da gritaria dos dois Uchihas.

 

— Eles que se resolva – Tenten respondeu indo até a cozinha – Vou comer que é melhor – Sorriu sendo acompanhada pela pequena Hyuuga.

 

— HÀ!

 

— QUEM SÃO VOCÊS? – A voz de Sakura dói escutada por todos na casa.

 

Os dois Uchihas, pararam e olharam para a rosada.

 

— Eu que pergunto. Quem é você?

 

— Haruno Sakura! Prazer.

 

— Haruno?

 

— É e eu sou a mãe do bebê de seu filho – Um sorriso tímido brotou em seu rosto – Você vai ser vovô. 

 

Continua!  

 

 


Notas Finais


Bom lindos, lindas!

Eu talvez vou postar Sexta, mas ainda não sei, porque tenho que fazer dois resumos de dois capítulos da página página do livro de Geografia, porque Sexta haverá prova. Então estou super ferrada! Mas provavelmente segunda feira haverá capítulo novo! Então espero a colaboração de todos vocês!

Desculpa!

😥😥😥😥😥😥

:'(

Passando para editar o capítulo, porque não vi, que havia copiado duas vezes. Desculpa gente. Beijão e até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...