História Um Caminho Sem Volta - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Andrew "Andy" Biersack
Tags Drama, Pacto, Religião, Romance
Visualizações 3
Palavras 414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vai ser bem forte, mas espeto que gostem.
Escrevi ela fez um ano, e só agora resolvi postar!

Capítulo 1 - A Perda


Minha vida era perfeita, tudo o que eu queria, eu tinha.  Tudo acontecia ao meu favor. Mas uma coisa que eu nunca dispensei foi a presença dos meus pais, eles eram tudo pra mim. 

Ai vocês me perguntam: " Você usou o termo - eram- o que aconteceu?".

Sim, tiraram eles de mim. Agora, eu quero vingança, vou até o inferno para descobrir quem foi! Vou contar agora detalhadamente o que aconteceu,  vou contar como nossos sentimentos podem nos levar a fazer loucuras inimagináveis.

-----------------------#----------#----------------------

Sai com meus amigos para beber, quando deu 01:33 voltei para casa.

Estava tudo escuro, mas a porta da frente estava aberta. Estranhei, meus pais nunca deixariam a casa asssim. Entrei e chamei por eles, mas ninguém respondeu. Me espantei com a situação da casa: tudo quebrado, cortinas e tapete rasgados, na cozinha não estava muito diferente, voltei para a sala tentando entender o que aconteceu, liguei a luz, tinha pingos de sangue no chão, segui o mesmo que me levou até a escada.

Subi temendo o pior, meu coração estava a mil. Chamei meu pai,  sem resposta, o sangue me levou até a porta do quarto, abri o mesmo: Meu pai estava morto na cama. Me apavore, tinha muito sangue, a camiseta social azul marinho que ele usava estava no mais puro tom de vermelho.

Dei passos lentos até bater minha costas na pede do corredor, vasculhei a casa a procura de minha mãe, mas não encontrei, eu já me sufocava com os soluços. 

Voltei para sala, não havia mais ninguém na casa, ela não poderia ter feio isso, conheço Pandora (minha mãe) , Eça amava muito meu pai. Saí dos meus pensamentos, peguei meu celular e liguei para polícia.

Como o esperado eu fui o primeiro suspeito, na delegacia dei meu depoimento, contei sobre o sumiço da minha mãe. O delegado ficou com o pé atrás mas me liberou. Cheguei em casa, estacionei o carro, já haviam levado o corpo eu meu pai. Limpei a bagunça(porque sempre sobra pra mim), subi tomei um banho demorado, fiquei ali debaixo do chuveiro pensando, não podia ficar nesta casa por mais  tempo,amanhã bem cedo vou embora. Terminei de me lavar,  me sequei, vesti uma bermuda cinza e uma regata branca. Tranquei a porta do quarto dos meus pais e quebrei a chave., prometi a mim mesmo que nunca mais abriria aquele quarto novamente. Apaguei todos as luzes e fui me deitar. Daria um jeito encontrar minha mãe amanhã bem cedo.

 

 


Notas Finais


Gente vou revelar o nome dele no próximo capitulo OK? Kkk
Vem muita surpresa por ai!!!!!!
Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...