História Um Caso Na Copa. - Capítulo 27


Escrita por: ~

Visualizações 169
Palavras 4.583
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Seja bem vinda ao Johann Wolfgang Von Goethe, Diana.
E chegamos ao nosso fimmm!
Gente, eu não tenho palavras pra expressar o meu sentimento nesse momento.
Finalmente depois de 2 anos, SIM, DOIS ANOS!
UCNC chega ao seu fim! Mas eu vou deixar aquele textão pras notas finais.
Eu preparei esse capítulo com muito carinho e espero que vocês, leitoras lindas que me acompanharam até aqui, gostem desse final.
Beijos e até lá em baixo.

Capítulo 27 - Capítulo 27 - Goodbye.


Fanfic / Fanfiction Um Caso Na Copa. - Capítulo 27 - Capítulo 27 - Goodbye.

Virei-me lentamente, até encarar o dono daquela voz. Joachim olhava pra mim com uma expressão que não pude decifrar, era uma mistura de vários sentimentos. Não ia pedir para ele ir embora, pois sabia que algo tinha a dizer e uma hora eu deveria dizer adeus, pois por mais que eu negue, eu sentiria a sua falta.

- Veio dizer adeus? – Ri sem graça, não era hora de bancar a fria.

- Você é tão surpreendente, achei que iria me bater ou me xingar.

- Não temos mais tempo para uma briga Jogi! É hora de dizer tchau.

Ele riu com meu comentário e sentou-se ao meu lado, virei totalmente para o mesmo esperando o que tinha a dizer.

- Eu não sei como dizer isso, eu demorei dias para vim até aqui e creio que escolher o último foi a decisão mais clichê, mas juro que não era a minha intenção – ele riu novamente. – Eu estou aqui para pedir desculpas Natália! – Ele segurou minha mão e suas palavras me surpreenderam. Desculpas?

- Desculpas? – Palavras escaparam de meus lábios, não tinha o que dizer.

- Sim! Desde o primeiro dia que a vi, eu me encantei com a sua beleza, sua inteligência e como você me fazia sentir a juventude outra vez! Mas eu fui egoísta, não apenas com você. De certa forma eu abusei de sua paixão por mim e com isso eu fiz você se envolver em um problema que não era seu, eu magoei você e sei disso, assim como magoei a pessoa que eu mais amei em toda a minha vida. Eu me apaixonei pela sensação que você me trazia, me iludi nessa aventura e por isso eu te peço perdão, perdão por ter feito você sofrer como sei que sofreu, perdão por abusar de um relacionamento que não existia. – Ele olhava no fundo dos meus olhos e eu me segurava para não chorar.

Eu entendia todas as suas palavras. Foi duro para aceitar tudo isso, mas eu entendi tudo no momento em que eu me apaixonei, não por Jogi, mas sim por Thomas. O que eu e Joachim tivemos foi algo quente, avassalador e que queimou ambos no meio de todo esse caso, não era amor.

Muitas vezes na vida nos apegamos a algo ou a alguém achando que aquilo é o certo, achando que encontramos algo que é de verdade, quando na verdade não sabemos o que é certo e nem o que é verdadeiro. A ilusão é algo doloroso, pois vivemos uma mentira achando que é uma realidade, mergulhamos em nossa própria utopia. A vida ela brinca de ensinar, junta caminhos certos por linhas tortas, juntas pessoas através do sofrimento.

Mas eu não poderia ser hipócrita e dizer que parte de mim não se apaixonou, sim eu me envolvi e de certa forma, esse sentimento ainda se faz presente dentro de mim. Talvez fosse isso que me impedisse de me entregar totalmente a Thomas, pois não queria brincar com seus sentimentos e nem com os meus.

Mas aquilo era um adeus, hora de esquecer todos os momentos ruins e lembrar apenas dos momentos bons.

- Eu perdoo você Jogi, eu te entendo... Vamos esquecer todas as coisas ruins desse mês. Vocês ganharam a copa e apesar de todo o sofrimento, nos divertimos bastante. – Ambos rimos com esse comentário.

- Realmente, nos divertimos bastante. – Ele sorriu malicioso.

- Seu safado! – Bati em seu ombro.

- Você sabe o quanto... - Jogi encarou meus lábios e aos poucos foi se aproximando do mesmo.

Talvez isso fosse errado, mas o que poderíamos chamar de certo depois dessa copa? Jogi chegava mais perto e mais perto, até que nossos lábios se juntaram, selando nossas bocas com um beijo. Era um beijo nostálgico, um beijo que me fez lembrar do frio na barriga que sentia quando o via, lembrar de toda a minha adolescência a qual idolatrei aquele homem que agora beijava-me. Entretanto, também era um beijo que significava um adeus. Um adeus definitivo. Eu não poderia mais fazer aquilo, eu já não o pertencia, por mais que lembrar aquelas sensações fosse algo bom, algo realmente muito tentador. Separei minha boca da dele e sorri meio sem graça.

- Nosso tempo definitivamente acabou Jogi, você a mim não pertence assim como eu não pertenço a você. Creio que esse beijou foi o nosso adeus, uma forma de preservar as boas lembranças, mas é apenas isso que elas são, lembranças. – Ele sorriu de canto e concordou com a cabeça. – Acho que você deveria ir atrás da mulher que você realmente ama. Essa mulher não sou eu.

- Ela me deixou...

- Mas ela o ama, ela o aceitará de volta! Procure-a sem medo, diga o que sente a ela, seja verdadeiro. – Sorri gentilmente, beijei sua bochecha e sai do vestiário, fechando novamente uma etapa dessa copa. Adeus Joachim.

Aquilo foi duro, eu estava dizendo adeus a um homem que me fez sentir tantas coisas diferentes. Eu já escondi muitos sentimentos e isso apenas me fez sofrer. Eu não vou dizer que não gostaria de voltar para aquele vestiário e beijar aquele homem novamente. Mas, eu também não parava de pensar em Thomas, toda essa indecisão estava a matar-me. Mas na minha mente eu sabia de quem eu gostava.

Sai dali e logo dei de cara com Thomas, ele estava sorridente e muito feliz. Abraçou-me forte sem dizer nada, apenas me abraçou. Eu me sentia feliz naqueles braços, apesar de saber que meu coração não o pertencia 100%

(...)

Estávamos de volta ao Campo Bahia e os meninos voltariam a Alemanha amanhã a noite. O clima já era de despedida e isso me partia o coração. Havíamos acabado de chegar do Rio de Janeiro e eu estava pelos corredores do hotel, queria ter coragem de entrar no quarto de Thomas e dizer todas aquelas palavras que eu tentava adiar. O que não foi preciso, pois ao passar pela sua porta, o mesmo abriu e me convidou a entrar.

Sentamos em sua cama e eu não queria fazer aquilo, esse seria o adeus mais doloroso. Ele estava deitado, seus braços eram tão convidativos e eu não teria coragem de dizer, não com aqueles oceanos azuis me encarando com tamanho brilho.

Woke up to soothing sound of pouring rain, the wind would whisper and I'd think of you.

 

Acordei com o som da chuva torrencial, o vento sussurrava e eu pensei em você.

 

- Você sabe que isso é um... - comecei a falar, mas Thomas me interrompeu, selando nossos lábios com um beijo gostoso.

And all the tears you cried, that called my name and when you needed me, I came through.

E em todas as lágrimas que chorou, que chamavam meu nome e quando você precisou de mim, eu correspondi.

 

Beijo que não era igual ao de Joachim, não era um beijo cheio de sentimentos passados, era um beijo atual, que jogava em minha cara todos os meus sentimentos perante a ele. Sua língua me envolvia de uma maneira que eu não conseguia explicar, era quente, mas ao mesmo tempo enchia-me de afeto.

Natália Off.

O que era para ser apenas mais um beijo foi evoluindo conforme o calor do jovem casal. Thomas colocava suas mãos na cintura da jovem que sabia o que aconteceria ali, era uma perfeita forma de dizer adeus sem usar palavras que machucariam tanto quanto uma facada em ambos os peitos. Natália beijava o pescoço do loiro que arfava com os toques da amada.

I paint a picture of the days gone by, when love went blind and you would make me see.

 

Eu desenho um quadro dos dias passados, quando o amor ficou cego e você me fazia ver.

 

Sem demora, Natália sentou em Thomas, onde ele explorava suas nádegas, apertando e dando leves batidas. Ele observava o doce rosto da brasileira que desde o primeiro momento o envolveu com seu jeito forte e delicado, uma linha tênue entre o céu e o inferno. Amar Natália foi andar nessa linha com os olhos fechados, pensou ele.

I'd stare a lifetime into your eyes so that I knew that you were there for me. Time after time, you were there for me.

 

Eu ficaria uma vida inteira em seus olhos de forma que eu sabia que você estava lá para mim. Dia após dia, você estava lá para mim.

 

Ele ajudou a morena a retirar suas roupas, ficando apenas de peças íntimas. Thomas a deitou na cama e beijou toda a extensão de seu colo, amando cada parte daquela linda mulher. Seus beijos foram descendo até as partes mais intimas da garota, onde o alemão desceu sua calcinha e sua boca começou a trabalhar lentamente em Natália, que gemia sentindo aquela sensação tão boa, tão especial, nunca havia sentido igual.

Remember yesterday, walking hand in hand. Love letters in the sand, I remember you.

 

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas. Letras de amor na areia, eu lembro de você.

 

- Quero lembrar essa sensação gostosa para sempre!

- Pra quê lembrar se pode ter todos os dias? Deixo a questão no ar... - Thomas sorriu safado para Natália, mas ela sabia que esses dias não iriam se repetir.

Through the sleepless nights, through every endless day, I'd wanna hear you say, I remember you.

 

Através das noites sem dormir e a cada dia interminável, eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

 

Ela sorriu de canto enquanto Thomas voltava a beijar sua boca, ela abria sua calça delicadamente, logo ambos estavam despidos. Beijavam-se loucamente, quando seus corpos ansiavam por consumar aquele amor. Não aguentavam mais aquela ardente espera, Natália sentou em cima de Thomas, sentindo seu membro a invadir sua intimidade, ela gemeu alto de tesão.

We spend the summer with the top rolled down, wished ever after would be like this

 

Nós passamos o verão com a persiana abaixada, queria que todo depois fosse deste mesmo jeito.

 

O alemão a ajudava com os movimentos, ela cavalgava em seu membro sem parar. Gemidos misturados criando a mais linda melodia, o som de dois corpos que se completavam naquele momento. Em nenhum momento separavam seus olhares, uma brincadeira perversa, esmagando todos os sentimentos que seriam corrompidos.

Já estavam fracos, sentiam que o ápice do prazer estava próximo, mas queriam que aquilo fosse para sempre. E assim ocorreu, Natália chegou ao orgasmo, o melhor de sua vida, logo Thomas também chegou, fazendo seu líquido quente deslizar pelas lindas pernas da brasileira, que tentava recuperar o ar.

Ela deitou-se ao seu lado e encaixou a cabeça nos braços dele, ambos sentindo a respiração ofegante do outro, estavam exaustos.

- Eu amo você Natália. – Ele olhou para a morena e sorriu, ela também sorriu.

You said "I love you, babe", without a sound.

Você disse "eu te amo, querido", sem um som.

Tais palavras que ela também queria dizer, mas saberia que se as falasse ela o pertenceria de tal forma que não conseguiria dizer adeus. Três palavras. Oito letras.

- Você parece cansado, que tal descansar e depois quem sabe conversamos sobre isso?  

- Só se você prometer que ainda estará aqui quando eu acordar.

- Claro, eu estarei ao seu lado.

I said I'd give my life for just one kiss, I'd live for your smile, and die for your kiss.


Eu disse que daria minha vida por apenas um beijo, eu viveria por seu sorriso e morreria por seu beijo.

 

Thomas sorriu e fechou os olhos, foi quando lágrimas começaram a descer pelo rosto da brasileira. Esperou vinte minutos, entre aqueles braços até que pudesse sair sem que ele acordasse. Colocou suas roupas e olhou pela última vez aquele homem que só a amou e fez coisas boas, em troca ela o magoava cada vez mais. Era hora de partir, de parar de quebrar o coração daquele a qual ela realmente... Amava.

Remember yesterday, walking hand in hand, love letters in the sand, I remember you.

 

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas, letras de amor na areia, eu lembro de você.

Fechou a porta e se pôs a chorar, mas sabia que esse era o fim. Desde que entrou no quarto de Thomas, ela já sabia qual era a sua decisão. Nem Joachim, nem Thomas, ela ia embora sozinha, da mesma maneira a qual chegou aqui. Correu para o seu quarto, pegou suas malas que já estavam devidamente arrumadas e olhou o envelope onde guardava todos os seus sentimentos, Thomas merecia saber a verdade.

Through the sleepless nights, through every endless day, I'd wanna hear you say, I remember you.

 

Através das noites sem dormir e cada dia interminável, eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

 

(...)

Ela estava pronta, pediu ajuda a Bastian e Manu para levarem as malas, eles entendiam que ela precisava voltar para sua vida e que Thomas não fazia parte dela. Estavam passando pelos corredores quando Natália parou rapidamente na porta de Thomas e passou o envelope que tinha seu cheiro por debaixo da porta. Sorriu triste e continuou sua caminhada.

We've had our share of hard times but that's the price we paid.

 

Nós tivemos nossos momentos difíceis, mas esse é o preço que pagamos.

Observava todo o campo e por dentro estava destruída, eram tantas lembranças. O barco estava lá e todas suas coisas estavam lá dentro. Karla observava a amiga e sabia o quanto ela estava triste por tudo aquilo, não disse nada, apenas a abraçou e disse:

- Eu sentirei sua falta, por favor, vá à Alemanha! E eu quero pedir algo a você... - Karla já estava entregue as lágrimas.

- Diga! – Sorriu a brasileira também emocionada.

- Você aceita ser a madrinha do meu filho ou filha?

- Claro! – Se abraçaram novamente, chorando igual a duas crianças.

Natália se despediu de todos os amigos e assim ela deixou o Campo Bahia, era o fim de uma história que ela guardaria com carinho todos os detalhes.

 (...)

- Natália? – Thomas acordava sonolento, havia dormido demais. – Natália? – Levou um susto ao perceber que ela já não estava lá, ela não poderia...

And through it all, we kept the promise that we made, I swear you'll never be lonely.

 

E através disso tudo nós mantivemos a promessa que fizemos, eu juro que você nunca estará sozinha.

Foi quando caiu à ficha do alemão, aquilo realmente foi um adeus, ela havia partido, havia o deixado. Sua cabeça estava uma bagunça, quando um envelope de carta cor de vinho chamou sua atenção. Correu até o pequeno objeto, o abriu rapidamente. Era dela.

Querido Thomas.

Se você estiver lendo isso, provavelmente eu tive a coragem de deixa-lo, por mais que isso doa tanto em mim quanto em você. Eu não poderia continuar e machuca-lo ainda mais, eu não mereço alguém como você.

Mas em nenhum momento pense que o que tivemos não foi real, eu o imploro. Foi tudo real, cada toque, cada beijo, cada noite... Foram as melhores noites da minha vida e compartilha-las com você foi, mágico.

Eu só não consigo, não consigo permanecer ai, o medo de magoá-lo ainda é maior. Meus sentimentos estão confusos, eu não consigo dizer aquelas três palavras que tanto me matizam. Mas eu sinto Thomas, eu sinto.

Perdoe-me por tudo isso, eu não queria fazer essa bagunça em sua vida. Espero que algum dia eu encontre você novamente. Eu sentirei falta de você, dos seus beijos, dos carinhos, do amor...

Sim Thomas, acho que agora eu consigo dizer, por mais que seja tarde demais.

Mas sim, eu o amo Thomas Muller.

E nunca o esquecerei.

Ass: Natália Scher.

Woke up to soothing sound of pouring rain, washed away a dream of you.

 

Acordei com o som da chuva torrencial que levou embora um sonho sobre você.

Thomas On

Minhas mãos tremiam e meu corpo estava fraco, sentia isso. Todas aquelas palavras... A história não pode terminar assim. Nunca é tarde demais Natália, nunca é tarde demais quando se ama alguém. Troquei rapidamente de roupa e minha carteira, eu iria atrás daquela mulher, não a deixaria escapar.

Corri todos os corredores, quando encontrei Bastian, Manu, Poldi e Karla perto do porto, provavelmente ela não partiu a muito tempo. Corri até eles que me olhavam com uma cara, uma cara de pena. Eu não queria pena, eu queria ajuda pra encontrar essa mulher.

But nothing else could ever take you away, 'Cause you'll always be my dream come true. Oh, my darling, I love you.

 

Porém nada mais poderia te afastar, pois você sempre será meu sonho realizado. Oh, minha querida, eu amo você.

- Eu preciso encontra-la, como eu faço pra sair daqui?

- Não acho que seja uma boa ideia bro. –disse Poldi na tentativa me convencer.

- Não! Se fosse a Karla, duvido que a deixasse escapar assim! – Estava nervoso, pois poderia perder a mulher que mais amei em toda a minha vida.

- Eu sei como você pode sair daqui rápido e chegar a tempo. – A pessoa que eu jamais pensei que pudesse ajudar nesse caso tinha a solução, Joachim Low você é surpreendente.

Não perdi tempo com discursões, eu precisava daquela ajuda. O plano de Jogi era usar o helicóptero do hotel, chegaria bem em cima da hora, mas chegaria. Corri para o heliporto e depois de tudo pronto, parti rezando para encontra-la.

Thomas Off.

O Aeroporto de Porto Seguro – 15:00PM

Natália estava esperando o seu voo, nunca se sentiu tão triste na vida. Nenhum rompimento foi tão difícil quanto esse adeus, ele a despedaçou. Pensou em como poderia ser sua vida ao lado de Thomas, sorriu em pensar nas tardes com aqueles lindos olhos azuis a observando. Mas aquilo era apenas uma utopia, não se tornaria realidade. Mas foi interrompida pelo megafone que chamava o seu voo.

Agora sim, o adeus definitivo.

Estava entrando na sala de embarque quando escutou uma voz chamando o seu nome, ela não acreditava naquilo. Era ele, era Thomas.

Remember yesterday, walking hand in hand, love letters in the sand, I remember you.

 

Me lembro de ontem, caminhando de mãos dadas, letras de amor na areia, eu lembro de você

- Natália! Por favor, me escute nem que seja por uma última vez.

- Thom...- A brasileira foi interrompida pelo alemão que olhava no fundo dos seus olhos e segurava suas mãos.

- Eu já sei tudo o que você pode falar para tentar me manter longe, eu sei o que você sente e você também sabe. Mas o medo tomou conta de você. Porque por mais forte que você pareça eu sei o quanto sofreu por tudo! Mesmo que não me ame 100%, eu estou disposto a conquistar quantos porcentos forem para te ter ao meu lado, pois eu te amo e não vou desistir de você! Vamos esquecer o passado, vamos criar o nosso presente! A copa já acabou, mas o nosso futuro pode começar aqui e agora, é só você me falar. Manda-me embora que eu vou e nunca mais volto a procura-la, mas se você sente que me quer assim como eu te quero, diga-me, que eu prometo amá-la de da melhor maneira possível.  – Ele olhava no fundo dos olhos da brasileira que há essas horas já chorava.

Through the sleepless nights, through every endless day, I'd wanna hear you say, I remember you.

 

Através das noites sem dormir e cada dia interminável, eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

‘’ultima chamada para o voo LH 505’’

Era o voo de Natália, ou ela entrava naquele voo e seguia sua vida ou apostava tudo em ficar com Thomas. Era uma questão difícil, mas ela já sabia a resposta, no fundo ela sempre soube.

- Eu não tenho forças para deixar você mais uma vez! – Natália abraçou Thomas com todo o seu amor, largando suas malas sem pensar duas vezes. – Eu amo você Thomas Muller, me desculpe por tudo. Vamos tentar, ok? – Ela chorava e sorria, Thomas a beijou de maneira apaixonada.

Remember yesterday, walking hand in hand, love letters in the sand, I remember you.

 

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas, letras de amor na areia, eu lembro de você.
 

Finalmente ouviu as palavras mais lindas saindo da boca de sua amada, ele a amava e ela o amava, nada poderia os impedir naquele momento. As pessoas bateram palmas para a cena linda que ali acontecia, era o amor em sua forma mais pura; duas pessoas que finalmente estavam juntas de corpo e alma.

Throughought the sleepless nights, through every endless day
I'd wanna hear you say I remember, I remember you.

 

Através das noites sem dormir e cada dia interminável eu queria ouvir você dizer eu lembro, eu lembro de você.

 

- Você vai ser a minha garota! – Thomas sussurrou para a jovem brasileira que não pensava em mais nada, apenas em concertar seus erro e ficar com o homem que amava.

(...)

Natália On.

15 de Julho de 2014 – Berlin.

Depois daquele dia marcante no aeroporto, eu e Thomas resolvemos tentar, não tínhamos um rótulo, mas estávamos juntos e isso era tudo o que importava. Aceitei sua proposta de conhecer a Alemanha e hoje era a comemoração do título em Berlin. Foi uma recepção calorosa. A impressa alemã já investigava uns boatos que surgiram sobre todo esse rolo no CB. Mas eu também já não me importava.

A copa havia terminado e agora eu estava com Thomas. É engraçado como a nossa vida depende totalmente de um destino que por nos não pode ser controlado. Achamos diariamente que fazemos nossas escolhas e nos escolhemos nosso destino, estamos tão errados. A vida mostra caminhos, podemos pegar o errado e sofrer mais até chegar ao certo, ou podemos escolher certo e encurtar o caminho. A questão é: sempre chegaremos ao mesmo ponto por caminhos diferentes.

Nessa copa eu cresci tanto, que às vezes toda essa mudança chega a me assustar. Não me arrependo realmente de nenhuma das minhas escolhas, elas me ensinaram, dá pior maneira. Como disse; o mesmo ponto por caminhos diferentes, eu escolhi pegar o mais difícil. Cheguei ao CB inexperiente, em sentimentos, em sensações e saí de lá renovada.

Com Joachim e Thomas aprendi a diferenciar o amor com atração, na teoria parece muito fácil de diferenciar, mas vivenciar os dois ao mesmo tempo é algo tão complicado que nos faz confundir sentimentos, pessoas. Há uma linha ténue entre esses dois, um paço e você se ver atraído por alguém que acha que ama.

E a dor, o que posso dizer da dor? A dor de ser enganada de diversas maneiras, a dor de magoar a pessoa que você ama, a dor de abandonar quem você ama. São tantas coisas que eu poderia dizer sobre esse mês, sobre tudo o que vivi.

Os meninos estavam no palco enquanto eu e Karla ficamos em um lugar mais afastado. Eles se abraçavam e faziam festa, a torcida enlouquecia junto com eles, era lindo. Isso me fez pensar em outro ponto muito importante.

Nessa Copa houve de tudo; romances, traições, lições de vida, mas há algo que marcou a vida de todos que por aquele Campo passaram: a amizade. Laços maiores que qualquer amor de verão. Amigos que sorriram e choraram juntos, se ajudaram e fizeram a alegria de muitos. Os meninos saíram do palco enquanto a música ainda continuava, Thomas me pegou no colo enquanto Counting Stars do One Republic tocava.

Lately, I've been, I've been losing sleep, dreaming about the things that we could be. But baby, I've been, I've been praying hard, said, no more counting dollars we'll be counting stars, yeah we'll be counting stars.

 

Ultimamente, eu tenho, eu tenho perdido o sono, sonhando com as coisas que poderíamos ser. Mas, querida, eu tenho, eu tenho rezado muito, eu disse: Chega de contar dólares, nós vamos contar estrelas, sim, nós vamos contar estrelas.

 

Todos cantavam e dançavam ainda comemorando o maior título da carreira de todos. Amor é a palavra que pode resumir esse mundial, várias formas de amor. Amor entre amigos, amor carnal e amor ao esporte, que foi o que uniu todos naquele lugar.

I see this life like a swinging vine, swing my heart across the line and my face is flashing signs. Seek it out and you shall find.

 

Vejo esta vida como uma videira que balança, balança meu coração além do limite e meu rosto está dando sinais. Procure e você encontrará.

 

Poldi abriu mais uma garrafa de champanhe, molhando a todos que nem ligavam para toda a bagunça. Ele beijava Karla, que nunca esteve tão feliz na vida, Poldi definia esse como o melhor momento de sua vida, com o título em mãos e com sua mulher esperando um filho seu.

I feel something so right, doing the wrong thing. I feel something so wrong doing the right thing. I couldn't lie, couldn't lie, couldn't lie. Everything that kills me makes me feel alive.

 

Eu sinto algo tão certo, fazendo a coisa errada. Eu sinto algo tão errado fazendo a coisa certa. Eu não poderia mentir, não poderia mentir, não poderia mentir. Tudo que me mata me faz me sentir vivo.

 

- Eu amo você Natália Scher! – Thomas beijava-me enquanto aquela ‘’chuva de champanhe’’ ainda rolava.

- Eu também amo você Thomas Muller! – Sorri para o loiro enquanto encarava aqueles lindos olhos azuis.

I feel the love and I feel it burn down this river, every turn. Hope is a four-letter word, make that money, watch it burn.

 

Eu sinto o amor e sinto ele queimar ao longo deste rio, em cada curva. Esperança é uma palavra de nove letras, ganhe esse dinheiro, veja-o queimar.

 

Eu só tenho a agradecer, obrigada a Deus por ter me dado os caminhos para chegar até aqui, com o homem que amo. Depois de tanta confusão eu sabia exatamente o que sentia, sem sombras de dúvidas. Eu amava Thomas Müller com todo o meu coração e tudo que era ruim ficou para trás.

Lately, I've been, I've been losing sleep, dreaming about the things that we could be. But baby, I've been, I've been praying hard. Said, no more counting dollars, we'll be, we'll be counting stars.

 

Ultimamente, eu tenho, eu tenho perdido o sono, sonhando com as coisas que poderíamos ser. Mas, querida, eu tenho, eu tenho rezado muito. Eu disse: Chega de contar dólares, nós vamos contar estrelas

 

O amor é algo que nos ensina, que maltrata às vezes, é sofredor. Como Thomas me disse uma vez, naquele dia em que levei um porre após brigar com Joachim.

- Sabe Natália, eu não sou o cara mais religioso do mundo mas uma coisa que sempre me falaram e está até escrito na bíblia, é que o amor é sofredor, é benigno, o amor não é invejoso, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade.Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. - o alemão suspirou fundo dando o conselho para a amiga, mas no fundo ele sabia que esse conselho também era o para o mesmo. - E eu repito isso toda manhã na frente do espelho. - sussurrou para si mesmo.

Nosso amor tudo sofreu e tudo aguentou, quando você ama alguém você suporta tudo por aquele amor. E de hoje em diante eu não quero mais sofrer por esse amor, eu quero vive-lo intensamente. Thomas me colocou no chão, tirou uma caixinha do bolso e perguntou:

- Você aceita ser a minha garota? – Sorri, ele já sabia qual era a minha resposta.

 

Fim.


Notas Finais


músicas do cap:
Hot e uma parte do cap: https://www.youtube.com/results?search_query=i+remember+you
Final: https://www.youtube.com/watch?v=hT_nvWreIhg

Eu tô segurando as lágrimas, mentira que eu já tô toda chorosa aqui.
Primeiramente eu quero agradecer a todas e todo (fala Bruno neu amigo) que me acompanharam nessa jornada. Eu sei que foi chato na maioria das vezes esperar eu voltar de um recesso pra atualizar essa fanfic, mas acreditem, o tempo que passei fora das fanfics eu gostaria muito de ter ficado e escrito mais para vocês, mas ocasiões da vida não colaboraram. Peço desculpas por todo esse atrasado.
Eu amei escrever essa fanfic e explorá-la, sei que muitas quase me mataram pq a Natália não ficou com o Jogi, mas isso tudo tem uma lição. As vezes nem sempre tudo aquilo que almejamos é realmente aquilo que nos faz bem. As vezes aquele carinha que não te dá bola, que você acha incrível, não é tudo isso. As vezes esse cara pode ser um Joachim e a vida só está esperando um tempo para lhe dar um Thomas.
Espero que vocês tenham entendido tudo o que eu quis passar, foi um prazer escrever para vocês. Um agradecimento especial a @octopussy que sempre acreditou em mim e nunca me fez desistir, obrigada de verdade amiga, amo você
Se quiserem continuar me acompanhando, eu acabei de postar uma nova fanfic chamada Meu Querido Professor e terá como protagonista o jogador Andrea Pirlo, deixarei o link aqui: https://spiritfanfics.com/historia/meu-querido-professor-6752700
Então é isso gente, muito obrigada e um beijão para todo mundo! <3
É O FIM DE UMA ERA GENTE, UCNC FINALMENTE ACABOU, VCS CREEM EM MILAGRES?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...