História Um castiel em minha vida - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Exibições 17
Palavras 794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heyy mais um capítulo para vocês

Leiam......

Capítulo 35 - Grávida?


~~ alguns dias depois~~

Acordamos e fomos tomar café eu,rosa e íris depois do café fomos para a aula após as aulas voltamos para o quarto

Carol– Jesus não tem nada para fazer  eu quero ir embora daqui(jogo um travesseiro na cama)

Rosa– filha eu estudo em colégio interno a uns seis anos

Carol– nossa corajosa você

Íris– até eu não tô aguentando

Carol– e tá calor para compensar

Alguém bete na porta,era Camila e lethycia

Rosa– Camila sumida

Camila–eu passei a semana na casa dos meus pais,vou ter que fazer toda a matéria que eu perdi agora

Carol– sorte sua que saio desse inferno

Lethycia– que foi carol

Rosa– ela tá loca por que não tem nada para fazer

Carol– vou sair para pegar meu dinheiro do aluguel da minha casa

Camila– nossa gente ela tem uma casa

Carol– minha tia que me deu o ano passado

Camila– por que você não foi morar lá, você poderia só vim estudar aqui

Carol– eu já estava acostumado com todo mundo com ficar aqui

Rosa– resumindo ela me ama e não quis me deixar

Carol– ATA,eu vou lá,thau para os que ficaram

Íris– thau

Lethycia– bye

Fui até o banco depois parei na praça para tomar um sorvete na praça,estava no banco da praça do lado de uma árvore e no meio da sobra da árvore vi um cachorrinho  branco choramingando em meio a sobra da árvore 

Carol– eii... cachorrinho (chamo ele estralando os dedos)

Pego ele na mão e vejo que na verdade era uma cachorrinha fêmea

Carol– ei você aparentemente foi abandonada,eu não vou deixar você aqui

Coloco dentro da bolsa com o zíper aberto,chegando no colégio coloquei ela para dentro e fechei o zíper já que na escola era proibido animais

No corredor dos dormitórios tirei ela de dentro da bolsa e fui para o quarto,quando entrei no quarto rosa estava encostada na parede chorando

Carol– rosa....oque foi

Rosa– amiga (ela me abraça)

Carol– oque aconteceu

Ela vai até o banheiro é sai com um teste de gravidez,ela vira o teste mostrando o resultado que era positivo

Carol– .... será?

Rosa– eu não sei são noventa porcento de certeza

Carol– mais....eu não sei oque te falar

Rosa– e se for verdade,minha mãe vai querer me matar,já estou preparando tudo para a faculdade oque eu vou fazer

Carol– amiga,será que é tão ruim assim

Rosa– SIM...eu tô com medo

Íris– oi gente (íris entra no quarto e percebe que o clima não estava normal)

Carol– oi

Íris– oque aconteceu?

Rosa– isso aconteceu (ela mostra o teste para íris)

Íris– você está grávida

Rosa– estou

Íris– isso não é uma boa notícia

Carol– e isso que tentei disser a ela

Íris– oque é isso um cachorro

Carol– sim achei lá na praça é uma cachorrinha trouxe ela para ca não ia deixa-la lá

Íris– mais aqui e proibido animal

Carol– eu sei disso

Rosa– que fofinha (fala ela secando as lágrimas)

Íris– mais amiga como isso aconteceu?

Rosa– você sabe muito bem como aconteceu

Íris– você entendeu o que eu quis dizer 

Rosa– aquele dia que eu e leigh fomos num clube de piscina quando saímos fomos para um hotel do nada e ai já sabe 

Carol– pilula do dia seguinte? Me diz que você tomou 

Rosa– não.....

Íris– amiga,você já contou pára leigh 

Rosa– não claro que não 

Carol– você não vai poder esconder por muito tempo 

Rosa– mais até agora só vocês suas sabem e não vão falar para ninguém 

Carol– tá bom como você quiser 

Íris– ok

Rosa– mais não tenho certeza ainda 

Carol– então você vai confirmar 

Rosa– ok vamos comigo 

Carol– eu vou sim,íris fica aqui com a cachorrinha 

Íris– eu fico 

Carol– mantém ela dentro do quarto,depois eu vejo oque eu faço 

Íris– tá thau 

Rosa– thau obrigada eu amo vocês

Fomos ate o hospital onde rosalya sempre passava,ela fez um exame que tinha o resultado pouco tempo depois 

Esperamos um tempão lá o médico pediu para falar com rosa,logo ela saio

Rosa– o médico confirmou,eu tô grávida 

Carol– amiga,vai ter um filho ou uma filha isso não é bom?

Rosa– eu não sei,eu quero voltar para o colégio 

Médico– Rosalya,você é jovem tem toda a vida para ajeitar sua vida,aproveita 

Rosa– obrigada 

Carol– vamos 

Rosa– vamos 

Chegando no colégio fomos para o quarto íris estava lá brincando com a cachorrinha

Íris– e aí como foi 

Rosa– eu to mesmo grávida 

Íris– e você ainda acha isso ruim 

Rosa– eu não sei de mais nada 

Carol– como a cachorrinha ficou 

Íris– Bem ela quase não latiu 

Carol– que bom,preciso de um nome pra ela 

Íris– mia,melisa sei lá 

Carol– mel,vai ser mel 

Íris– mel é bom 

Rosa– vamos deixar ela aqui 

Carol– hoje sim amanhã agente vê o que faz com ela 

Rosa– ok (ela pega a mel e a coloca na sua cama e fica acariciando sua barriga)







Notas Finais


Ok amores e isso bjss meus pandas 😘😘🐼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...