História Um Certo Loiro... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Amor, Cat Noir, Chat Noir, Hentai, Heróis, Ladybug, Miraculous, Peixão, Romance
Exibições 128
Palavras 675
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi waffles! Se o capítulo ficar pequeno é por conta da falta de criatividade, se não, foi milagre :P
Fiquem com o capítulo!

Capítulo 4 - Suspeitas


X-X-X- Adrien -X-X-X

Passei muito tempo chamando atenção do meu kwami, o mesmo imitava minha voz de modo irritante e me ignorou completamente. Ele dizia que não tinha como saber que a LadyBug estava ali, que foi bom ele atrapalhar o momento dos pombinhos, que ela nunca ia gostar de mim, que eu devia desistir. Assim como ele fez, o ignorei completamente.

- Plagg!- Grito.- Para de falar isso! Eu tenho que ao menos tentar!

- Você vai ser akumatizado de novo!- Ele diz mordendo o seu camembert.

- Não, porque dessa vez ela vai aceitar!

- Como tem tanta certeza?

- Temos que ser positivos... Se não, vou desistir antes de começar.

- Eu faria isso se fosse você.

- Haha, você nunca gostou de alguém que teve que lutar por ela?

- Errr, não... Da última vez nem tentei. 

- Quem era?

- A kwami da LadyBug...

- Como assim?!

- Eu gostava dela tá?! Ela é uma kwami e minha amiga há mais de cinco mil anos, você acha que eu não ia me apaixonar?! Mas não falo com ela desde que você virou o Chat Noir, porque você é muito lerdo para saber que a Mar... Para saber quem é a LadyBug!

- Você ia dizendo quem é ela! Fala pra mim!

- Assim não tem graça!

O pequeno gatinho começa a voar e rir pelo quarto, sua dica ainda ecoava em minha mente, quem seria a unica garota de cabelos azuis que eu conheço? Já cogitei ser Marinette, mas é impossível ser ela, ela não é nada parecida com My Lady... Ela é linda e já cheguei a ser apaixonado por ela, mas depois de um tempo percebi que quem eu realmente amo é a LadyBug.

Saio do quarto e meu pai está no escritório, Nathalie está organizando alguns papéis. Perfeito! Posso me transformar tranquilamente!

Faço minha transformação e saio pela janela do meu quarto, pulo de prédio em prédio até enxergar, na Torre, LadyBug. Ela estava sentada e balançando os pés, olhando para o horizonte, como se esperasse alguém. Me aproximo por trás e cubro os olhos dela.

- Chat Noir!- Ela fala tirando minhas mãos.- O que faz aqui?

- Olá, My Lady. Resolvi dar uma voltinha na cidade e te vi aqui, como não acho certo deixar uma dama desacompanhada vim aqui te fazer companhia.

- Haha, com certeza. Não estava me espionando?

- Claro que não, mas porquê você estava na casa daquele menino? Adrien Agreste? Certo?

Vejo ela ficar nervosa e corar fortemente, ela começa a gaguejar e olhar desesperadamente para os lados, ela alternava o olhar entre os pés, agora balançando mais rápido, e todas as direções possíveis.

X-X-X- LadyBug -X-X-X

E agora?! O que eu digo?! Eu não posso dizer que o levei para casa, o Chat Noir vai ter um ataque e tenho medo do que ele pode fazer com Adrien.

- Eu precisei o ajudar hoje...- Falo nervosa.

Ele solta uma gargalhada e cai de costas ainda rindo muito, sem entender o motivo fico o olhando e fito seus olhos, já vi aqueles olhos verde esmeralda, lindos, sedutores, atraentes... Os olhos de Adrien me causam o mesmo efeito... Não, não é possível... Adrien vive dentro de casa e não tem nada a ver com o Chat Noir, a personalidade dos dois é bem diferente!

- Não precisa focar nervosa, My Lady. - Ele diz me puxando ara ficar deitada ao seu lado.- Ele só me pediu para te pedir que voltasse lá amanhã ou mais tarde.

- Ahn? Ah, claro...

Aliviada volto a me sentar, mas Chat Noir me puxa novamente, dou um tapa no rosto dele e fica a marca da minha mão.

- Ai! Essa doeu, eu só quero você do meu lado.- Ele diz pondo a mão no local do tapa.

Me sinto vencida e com pena dele, me deito ao seu lado e ele se vira para minha direção. Ele começa a se aproximar, eu me sinto atraída por aqueles olhos verdes, que tenho certeza que conheço... 


Notas Finais


*Explosão de Confete*
beijos Waffles, até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...