História Um certo professor - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lolita
Exibições 35
Palavras 419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AALOOOOOO
Voltei
Amores
Mais um cap pra vcsss
Dsclp por serem curtos , estou sem tempo !

Boa leitura

Capítulo 5 - Voce nao gosta disso, nao?


Ele me empurrou no carro para que eu entrasse rapidamente.

Depois entrou, me olhando sorrindo e me beijando, acelerando o carro. 

99....100..110...130 km..

- porf-favor..dirija com cuidado...

Realmente estava com medo! Ele acelerava aquele carro se não houvesse perigo algum. Logo parou em uma loja de bebidas e antes que saísse, colocou uma algema em mim me prendendo ao volante do carroe pegou a chave

- fique caladinha aqui okay?

Eu nada respondi e ele saiu sem mais delongas entrando a loja. Não ficou por muitas tempo, trazendo uma sacola cheia de bebidas, uma eu reconhecia. Whisky.

Pisou no acelerador outra vez.

Depois de um tempo ele percorreu uma estrada de terra até chegar a uma enorme mansão. 

Fora dela, haviam dois homens bem vestidos, sorrindo e conversando um com o outro. 

Johnny me retirou do carro e guardou as algemas no bolso, me guiando com a coleira até a Casona.

Eu estava muito envergonhada e não conseguia olhar diretamente para os homens.

- Matt, Johnston!

Eles sorriam para ele

- olá Johnny, faz tempo que não nos visita!  Aliás trouxe pet nova!

Pet? Bando de filhas da ...

Ele entrou comigo se despedindo dos caras, e logo me deparei com várias pessoas, ou melhor vários homens que obtinham consigo outras garotas presas a eles como eu.

Várias delas permaneciam caladas, várias com um negócio estranho na boca, outras caladas.

Ele foi me guiando até uma das mesas e me sentou no chão se colocando na cadeira.

Logo apareceu um garçom

- olá senhor, oqie deseja?

- uma dose de whisky, só.

-tudo bem.

Ele se retirou caminhando até a possível cozinha.

Eu olhava tudo assustada...até encontrar os olhares com outra garota que se vestia qiase igual a mimpermanecia calada enquanto seu "master" acariciava seu cabelo e voltava a comer seu macarrão.

Ela me olhou, seus olhares eram assustadores e vazios, com uma tristeza inacreditável, além de ter varios chupoes em seu pescoço.

Eu fiquei calada, engolindo seco, enquanto nós trocavamos olhares desesperados, até Johnny me puxar pela coleira.

-nao quero que se comunique com nenhuma delas, está me ouvindo ?? Seja uma boa menina.

Ele nem soltou e eu dei a última olhada até a garota, fitando o chão.

Logo quando o garçom trouxe o whisky, ele agradeceu e tomou num gole só , se levantando

- vamos ao banheiro.

Ele me puxava me levando pela casa toda até encontrar uma porta , mas foi interrompido por um homem, que deveria ser master da garota que eu trocava olhares anteriormente.

Ela se aproximou de mim, vendo que os dois conversavam, e sussurou bem baixo

- você não gosta disso, nao?

- nunca.

- certo. Eu tenho um plano que fuga.








Notas Finais


Então é isso
AAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Prometo agilizar os caps agora ;w;
BEJOES DA TIA CANDY ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...