História Um Conto de Inverno - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~SenhoritaLoli

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Frozen - Uma Aventura Congelante
Personagens Anna, Elsa, Jack Frost, Kristoff, Marshmallow, Norte, Olaf
Tags A Origem Dos Guardiões, Elsa, Jack Frost, Jelsa, Magia, Maldição, Romance
Exibições 36
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, sejam bem vindos!
é minha primeira fic com co-autor e primeira fanfic sem ser histórias originais.
capítulo novo 1 vez por semana, sem dias fixos.
agradeço desde já quem acompanha!



voilà

Capítulo 1 - O Inverno Está Chegando!


Fanfic / Fanfiction Um Conto de Inverno - Capítulo 1 - O Inverno Está Chegando!

Sinto que minha liberdade foi embora. Ser a rainha não é fácil e ainda mais difícil com meus poderes.

Essa noite decidi sair de Arendelle e fui para o lugar onde pude ser eu mesma pela primeira vez, a montanha do Norte.

Parece que cheguei bem mais rápido do que a última vez. A neve ainda reluzia branca na montanha. Meu castelo estava perto, dava para ver os destroços da varanda. Continuei andando até chegar à escada principal, concertei os degrais destruídos e o corrimão.

Acho que Marshmellow e as outras criaturinhas de neve não habitavam mais o palácio. Subo as escadas admirando cada detalhe do palácio, chego ao salão principal e encontro todos os cristais espalhados pelo chão. Fiz com que todos sumissem e como na primeira vez, rodeei o floco de neve no piso dando detalhes roxos à ele e as laterais das seis colunas, houve outra explosão no telhado formando um novo cristal, mais brilhante e com suas laterais e pontas roxas.

Aqui eu estava novamente, acho que uma nova roupa cairia bem. Mudo a roupa para roxo, quase azul, e faço mangas meio-longas. Solto meu cabelo daquela trança e o deixo o mais livre possível, coloco algumas mechas sobre meu ombro esquerdo. Vou em direção ao terraço e reconstruo os portões e o corrimão, vejo aquela antiga coroa jogada ao chão gélido e a pego. Encosto meus ombros no corrimão e fico a admirar aquela coroa. Um feiche reluz contra meu rosto, o sol estava a nascer, eu tinha que voltar para Arendelle. Deixo a coroa onde estava e volto para o reino.

- Elsa?

- Olá Anna!

- Estás tão diferente! Mais linda!

- Obrigada! Precisei sair um pouco daqui! – digo enquanto ia para meu quarto.

- Mas para onde? E por quê?

- O mesmo lugar, e ser a rainha não é fácil, Anna!

- Tudo bem!

- Agora me dê licença!

O inverno estava se aproximando mais cedo esse ano, perecebi pelo vento frio batendo em algumas bandeiras. Não estava conseguindo entender o estava acontecendo, eu estava me sentindo tão só. Via Anna com Kris e isso me deixava triste. Quem iria querer alguém como eu? Ó céus, quem me dera se existisse alguèm igual à mim, que fosse parecido comigo!

P.O.V Jack Frost

Já se faziam dois anos desde que aceitei em ser um guardião, nesses dois anos muitas coisas boas e divertidas aconteceram, porém coisas ruins e alguns probleminhas também rolaram. Nem eu acredito que já se faz tanto tempo como guardião.

Eu já possuia minhas obrigações e isso me fazia ter uma rotina. Todos os dias eu deveria cumprir minhas obrigações de guardião, de segunda à domingo. No começo foi bom, porém, com o tempo perdeu a graça, a cor, a emoção e tudo se tornou branco. Branco como a neve.

Neve, gelo, frio e solidão.

É isso em que se resume meu dia, eles são assim a meses. Eu não deveria estar reclamando, antigamente era bem pior que agora. Antigamente ninguém me enxergava, antigamente ninguém sabia da minha existência, eu não era nada, eu não existia.

Era de tarde quando os ventos começaram a assoprar, parecia uma música para mim, doce, leve e em harmonia, pareciam falar para mim alguma coisa. Não sei o que me deu, só segui meus instintos, deixei-me levar, eu parecia seduzido por algo. Amoleci meu corpo e o vento me levou (N-co: e o vento levou ~ ),meus cabelos brancos balançavam, o frio batia em meu rosto me dando leves arrepios, apertava forte o cajado, quando abri meus olhos não reconhecia o lugar, era um vilarejo simples, com um castelo enorme. Nada interessante. Vi outro castelo, mas ele era.. diferente, estava no lado direito de uma montanha em direção ao leste. Curioso. Me aproximei da montanha com aquele estranho castelo, acabei percebendo um diferente brilho, seria vidro? Quanto mais perto chegava mais e mais detalhes eram notados, até que percebi, não era vidro e sim, gelo. Mas como? O que eu sei, só eu domino o gelo e o vento, então como?

Finalmente pisei no chão, no começo da escada do castelo que também era de gelo, subi sem pressa e com receio. Quem será que habitava esse palácio? Abri os portões devagar, o local estava silencioso. Silencioso demais. Naquele salão tinha uma fonte congelada e o teto era uma floco de neve enorme e brilhante com um pequeno lustre no meio e duas escadas que davam no mesmo local, subi uma delas que parecia não ter fim e entrei em uma quarto vazio, sem nada, apenas um piso com floco de neve, seis colunas azuis com laterais roxas e um cristal enorme.

Acho que ficarei por aqui, irei visitar o vilarejo amanhã e  sol está se pondo, esse local será meu refúgio, a partir de agora.

P.O.V Elsa

Dívidas e mais dívidas. Arendelle estava entrando em crise. Eu estava ficando desesperada. Meu quarto se enchia de neve como nos últimos anos, uma neve mais escura, mais sem vida. Começo a andar de um lado para o outro em meu quarto, a neve se tornava cada vez mais escura e espinhos de gelo surgiam nas paredes de meu quarto.

- Mantenha a calma, controle!

- Elsa, está tudo bem? – pergunta Anna batendo na porta.

- Está sim!

- Certeza?

- Sim, Anna! Agora vá embora!

- Vou então! – a neve se torna preta e os espinhos cada vez maiores e afiados.

Deito em minha cama e acabo adormecendo. Acordo no início da madrugada, toda a neve e gelo tinham sumido enquanto eu dormia.

Saio de meu quarto e vou em direção aos portões. Vou para meu palácio pela mesma direção em que fui na última noite. Noto que meus portões estavam abertos mesmo eu estando um pouco longe. Corro em meio a neve e subo minhas escadas. Talvez Marshmellow tenha voltado para cá. Entro tentando fazer o menor barulho possível. Todas as colunas estavam acessas indicando que alguém além de mim estava aqui na madrugada. Subo as escadas com calma e percebo alguém em pé encostado no corrimão da varanda olhando para o horizonte. Ando devagarv ao portão.

- Quem é você? E o que faz aqui em meu castelo?

- An? Ah, oi! Sou Jack Frost! Encontrei esse lugar e decidi olhar de perto. E quem é você?

- Sou Elsa! Mas me chama de A rainha da neve!


Notas Finais


Muito obrigado! Agradecemos! Bjs e até o próximo capítulo, vai estar "fervendo"!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...