História Um conto sexual... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 47
Palavras 1.210
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - A melhor noite...


Local: Itália, Lamon

Esse vai seria um casamento com apenas três amigos e namoradas meus, e três amigos e namoradas da Rebeca, eu iria usando um terno todo negro, uma blusa social negra meio acinzentada, e uma gravada Vinho escuro, e um anel de ouro com o brasão de armas da minha familia, a Rebeca estaria com um vestido Negro com algumas listras vermelhas, uma pulseira de ouro, com pequenos diamantes sendo ofuscados por lindas rubis, teria um Colar de pérola negras, e um brinco de Rubi negras.

Eu estaria no altar e viria ela no tapete vermelho linda ( como sempre ) uma maquiagem meio gótica, botas por baixo do vestido, e com um vel, que é indispensável num casamento italiano, após chegar seria tudo padrão, menos as alianças que eram Negras com uma listra roxa de ametista, nos só usaríamos aquela aliança uma vez por ano em comemoração à Alice e Black, após trocar alianças, iríamos ir até meu Cadillac 1928 Town Al Capone Sedan

eu dirigiria até o interior, uma casa de madeira na floresta, lá nos passaríamos a nossa noite.

Após chegar a casa nós entramos na casa, lá eu já havia deixado um vinho italiano ótimo no balde, nós pegamos a taça e bebemos, logo após começamos a se beijar, a Rebeca como sempre começou a beijar intensamente ( como sempre rs ), nós estávamos na cozinha, eu levantei ela, enquanto beijava-a e levei ela até o quarto que estava aceso apenas com velas, a cama tinha Tulipas Negras, eu joguei ela na cama, sem delicadeza, comecei a acariciar os seios dela.

S-senpai, chegamos ao nosso dia especial, dessa vez vai ser sem represálias - Disse ela entre gemidos curtos.

É... dessa vez você nao precisa segurar seus gemidos kouhai - Eu disse.

S-...senpai pode ir com tudo - Disse ela.

Você está dizendo, agora vai ter que aguentar - Eu disse enquanto apertava forte os peitos dela.

V-va-...Vai senpai - Disse Ela.

Eu comecei a tirar o vestido dela, e logo depois as botas, enquanto ela ia desabotoando meu terno, depois tirei meus sapatos com os pés mesmo, pois estava ocupado beijando ela, e tirando o vestido dela, depois tirei o sutiã dela e comecei a apertar mais os peitos dela enquanto ela gemia perto do meu ouvido

Senpai você está me deixando quente - Disse ela gemendo.

Eu dei uma afastada tirando a blusa social, quando já estava desabotuada ela me puxou pela gravata me beijando e descendo a mão até minha calça, tirando meu cinto, tirei a blusa social e a gravata, eu comecei a beijar o pescoço dela, deitando ela novamente na cama.

S-senpai me deixa mais quente.... - ela disse.

Ela começou a morder meu pescoço e arranhar minhas costas, enquanto eu chupava os peitos dela.

Isso você está sendo um Senpai bonzinho - Disse ela.

Daqui a pouco você vai estar dizendo o contrário - Disse enquanto pressionava ela contra a cama pelos peitos, e ela dava gemidos de dor e prazer, depois desci a mão e comecei a masturba-la, enquanto com a outra mão continuava no peito dela, e ela segurava com força puxando os lençóis, e desci mais um pouco o dedo e comecei a aumentar progressivamente a velocidade.

V-vai Senpai, você ta me deixando mais quente e molhada......V-vaii - Disse ela.

Depois fui descendo, tirei a calcinha dela e comecei a lamber a vagina dela, enquanto ela gemia, um tanto quanto alto, após mais de dois minuto ali, eu fui subindo até ficar com a cintura alinhada, tirei a calça, ela levantou, ficando sentada de frente, e foi descendo minha cueca, enquanto ela me masturbava, depois desceu minha cueca totalmente e tirou ela completamente, começou a chupar meu pênis, deixando-o totalmente ereto, ela o chupava-o e masturbava-me, eu dava breves suspiros de tensão.

Acho que o Senpai está tenso - Disse ela.

Eu peguei nos dois ombros dela e a bati contra a cama.

Tenso?..... É melhor você se preparar - Eu Disse

Comecei a sarrar esfregando meu pênis na vagina dela, enquanto ela gemia, e eu segurava ela pela nuca com uma mão, e a outras estava nos peitos apalpando-os, ela segurava em minhas costas com as unhas, arranhando de leve, até que comecei a penetrar ela, fui colocando tudo enquanto ela gemia alto, eu estava no meio das pernas dela, deitei com a cabeça nos peitos dela, e comecei a empurra-la dando estocadas contra a cama, aumento progressivamente, assim continuei, e comecei a dar leves mordidas no peito dela.

- S-senpai....não faz isso.... is-isso dói.

Eu comecei a dar estocadas com mais pressão, e a morder mais forte, os gemidos dela tinham dor e prazer juntos, depois de um tempo fui parando, comecei a beija-la, coloquei ela de bruços e levantei ela, pra ela ficar de quatro, fui penetrando na vagina dela.

- Mais De.....devagar Senpai.

- Não, agora você vai ter que deixar seu senpai feliz.

E comecei. a foder ela de quatro, puxando o cabelo dela, conforme aumentava a velocidade puxava mais forte, e ouvia o doce gemido de dor dela.

Após um tempo fui parando lentamente, e puxei as pernas dela, de forma com que ela ficasse de bruços, sentei na coxa dela um pouco atrás da bunda.

- Agora ta na hora de você me dar esse cuzinho.

- N....ão senpai dói.

Ignorando ela, eu comecei a foder o cu dela lentamente, cada vez colocando mais o pênis, enquanto ela dava gemidos de dor, e então comecei a foder com força, e ela puxava os lençóis, gemendo de dor, então comecei a dar alguns tapas na bunda dela, então continuei assim por um bom tempo. E então fui parando.

- Agora ta na hora de você terminar o seu trabalho Kouhai.

Eu me deitei na cama, enquanto ela montava em mim, e começou a sentar com jeitinho, indo cada vez mais rápido enquanto eu apertava os peitos dela.

- S.....sen.....pai eu..... vou..... gozar.

Então ela começou a gozar no meu pau, e foi parando, eu dei uma puxada nela colando ela em mim, e comecei a foder ela rápido, enquanto ela gozava ainda mais, gemendo alto, quando ela terminou ela me beijou, e foi descendo me lambendo todo, até chegar no meu pau, e então começou um ótimo boquete.

- Agora, eu vou deixar o Senpai feliz.

Ela começou a chupar e masturbar, após um tempinho eu comecei a gozar na boca dela.

- Senpai ta feliz agora ?

- Sim muito Kouhai !

Ficamos deitados por uns dois minutos recuperando o ar, e então eu levantei e peguei ela no colo e levei pro banheiro, lá tinha uma banheira de água quente cheia, com espuma e pétalas de túlipas negras, eu coloquei ela na banheira peguei a taça de vinho dela e a minha, então tomamos um banho ali enquanto tomávamos o vinho, depois de terminar, saímos e nos secamos, depois eu coloquei, uma cueca box, e ela colocou minha blusa social preta, que ficava um pouco longa nela e uma calcinha.

- Vamos comer alguma coisa ? - Eu perguntei.

- Sim....

Fomos até a cozinha, eu tinha deixando uma pizza no forno era só assar ela.

Então comemos a pizza quentinha, brincando um pouco, dando pedaços na boca do outro, bebendo o vinho um do outro, depois pegamos a palha italiana que eu havia deixado pronta de sobremesa, e comemos,a e depois fomos nós deitar, eu deitei de lado, e ela de conchinha em mim, segurando na minha barriga......

The End


Notas Finais


Gostou ?
Se gostou, obrigado !
Se não gostou, faz melhor ( caso já tenha feito parabéns )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...