História Um Conto Silenciado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia
Tags Anime, Fairy Tail, Fantasia, Romance, Shoujo
Exibições 11
Palavras 768
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eaew galerinha??
Sou nova por aqui, então peço para que não sejam tão duros comigo .-.
Este é o primeiro capítulo que faço na vida.
Espero que gostem :33

Capítulo 1 - O Era uma Vez...


Fanfic / Fanfiction Um Conto Silenciado - Capítulo 1 - O Era uma Vez...

  É primavera...
​              Posso ouvir o cantarolar dos pássaros!
              -FILHAAAH! Acorda menina!-Minha mãe disse...ou melhor, berrou.-Vai se atrasar de novo!
​              Okay...eu definitivamente posso ouvir isso também.
              Levantei-me apressada e logo troquei de roupa. Corri direto para a cozinha e furtei alguns pães da cesta que estava em cima da mesa. Tenho a leve impressão de que hoje será um dia maravilhoso!
              Subi em minha bicicleta e fui direto para a minha escola. Quase chorei ao derrubar um dos pães no chão,mas a vida é assim...
​              Ao chegar em meu destino, saltei da bike deixando-a caída e corri o mais rápido que podia. Essa voz não me engana! A professora já estava dentro da classe fazendo a chamada de presença.
​              Me lasquei! Vou ser mandada para casa ou receberei uma advertência de novo.
​              No momento em que a professora disse-Lucy Heartfilia. -Atirei-me pela porta com toda a minha força fazendo-a abrir. Porém a porta bateu em uma aluna que POR ACASO estava com um experimento de química em suas mãos. Este consequentemente caiu por toda a sala  e acabou explodindo TUDO!
​              Nuvens de fumaça negra invadiram o lugar fazendo todos tossirem e depois que a poeira abaixou, todos olharam para mim com um olhar monstruoso e intimidador.
​              -Err...presente??-Falei com um sorriso de quem aprontou alguma.
​              -Ah, Lucy!Só não lhe dou uma bronca porque hoje temos a presença de um novo aluno.-Minha professora disse limpando seus óculos.
              -Aluno novo??Que droga!-Reclamei indo em direção ao meu lugar.
​              -Pode entrar, Natsu Dragneel!-Ela gritou ansiosa.
​               Um olhar de tédio assombrava meu rosto.
​               Odeio gente nova.
               -Com licença?-Um garoto de cabelos rosados entrara na sala com uma certa insegurança em sua fala.
​               -Poderia se sentar ao lado da Lisandra, por favor? É aquela jovem de cabelos brancos.-A professora Mavis pediu educadamente.
​                Droga. Isso significa que ele sentará do meu lado também.
​                O menino se sentou e logo olhou para mim com olhos inocentes.
​                -Que foi, guri? Perdeu algo na minha cara por acaso?- Indaguei grosseiramente a ele.
​                -Você é bonita.- Ele afirmou ainda com um olhar ingênuo.
​                 Mas o que...
​                 -Oi?!- Perguntei estranhando-o.
​                 -Oi. Sou o Natsu.
​                 -Por favor, façam silêncio durante a aula.- A Mavis disse interrompendo-nos.
​                 *****
​                 Finalmente o sinal batera e eu teria um pequeno repouso. Juvia, Erza e eu fomos até o refeitório e nos encontramos com os garotos em uma mesa grande.
​                  -Eae, garotas! Como foram as primeiras aulas?- Gray indagou com uma rosquinha nas mãos.
​                  -Você está sem a camisa.- Juvia o avisou enquanto bebia um refrigerante.
​                  -Nossas aulas foram sobre magia oculta. Um novo estudante foi transferido para a nossa turma...- Erza falou com cara de tédio mas derrepente sorriu e prosseguiu.- Parece que o rosinha gostou da nossa garota aqui. Né, Lucy?
​                  -Não o culpo.- Afirmei esnobemente e dei uma mordida em meu sanduíche.
​                  -Por falar nele...
​                  Olhei para a direção que ela apontava e avistei o rosado sentado sozinho em uma mesa extensa. Ele parecia triste e quieto.
​                  -Ei, rosinha! Sente-se conosco.- O Gray o convidou acenando.
​                  O Natsu pegou sua bandeja e se sentou em frente a mim. Fiquei olhando ele por alguns segundos e logo ele perguntou:
​                  -Que foi, guria? Perdeu algo na minha cara por acaso?
​                  Nesse momento, todos na cantina pararam com um olhar assustado e se afastaram um pouco de nós dois. O motivo? Simples. Eu sou a filha do diretor bilionário dessa escola e nunca me enfrentaram daquela maneira.
​                   -Você é o único que perdeu o respeito.- Falei dando outra mordida em meu lanche.
​                   - Falou a garota que não sabe nem comer direito!- Ele disse aproximando seu rosto ao meu e limpou minha boca com um guardanapo.
​                   Agora alguns estudantes deixaram o queixo e a bandeja caírem.
​                   -Quem você pensa que é?- Perguntei com raiva e vergonha ao mesmo tempo.
​                   Ele pôs sua mão em meu queixo olhando fixamente em meus olhos e falou:
​                   -Eu poderia ser qualquer coisa...- Deu uma pausa e continuou -...Menos seu amigo.
​                    Natsu me soltou e foi embora.
​                   -QUE ÓDIO! QUE ÓDIO! QUE ÓDIOOOO!!- Eu disse aflita e nervosa.
​                    Todos se aglomeraram em minha volta tentando me acalmar.
​                    -Você vai ver só, Natsu! Verá seu próprio fim!- Levantei a voz ao mencionar o nome dele.
​                    Mal eu sabia que aquele não era o fim, mas sim o "ERA UMA VEZ" de uma história sem o "felizes para sempre".

​                   ...
​                


Notas Finais


Obrigada por ler, meus amores s2
Kisses de nutella *--*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...