História Um Coração - UlquiHime - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Orihime Inoue, Ulquiorra Schiffer
Tags Bleach, Drama, Orihime, Romance, Ulquihime, Ulquiorra
Visualizações 21
Palavras 572
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Único


Fanfic / Fanfiction Um Coração - UlquiHime - Capítulo 1 - Único

Ele sempre menosprezou os sentimentos humanos, sempre acreditou que os humanos morriam apenas por possuírem um coração. Nunca teve sentimentos até ela aparecer.

Agora tudo o que ele via era os olhos dela marejados ao ver o estado em que ele se encontrava. Seu corpo se desfazia como cinzas ao vento, seria esse seu castigo por ter sido tão indiferente quando ela tentava lhe ensinar o que era ter um coração? Suspirou olhando para o céu daquela noite, seu tempo estava acabando.

A vida realmente gosta de brincar com as pessoas, quando ele conseguiu sentir algo pela primeira vez, ele teria de partir. Seu rosto eternamente melancólico, mas desta vez com uma expressão verdadeira agora olhava fundo naqueles olhos que foram os únicos capazes de olhar além daquilo que ele acreditava ser.

Ela acreditava nele.

Ele queria poder estar perto dela, ele queria poder passar uma vida com aquela garotinha ruiva e assustada que agora se mostrava tão forte ao olhar para ele.

– Orihime. – ele sorriu pela primeira vez mudando a expressão melancólica e eterna de seu rosto como se agradecesse a ela por ter acreditado que um dia ele seria capaz de sentir.

Ela juntou as mãos sem tirar os olhos daquele ser vazio que ele sempre foi, sempre sem entender o que se passava na mente dele. Ela sempre acreditou que ele um dia iria conhecer o amor, aquele amor que ela sentia por ele, aquele amor que nem mesmo ela sabia como surgiu.

– Ulquiorra-san...

Ela respondeu, a dor que sentia ao vê-lo se desfazendo em sua frente era imensa, era como um câncer descontrolado que o consumia e que o levava para longe dela, e ela não podia fazer nada para parar aquilo.

– Agora, no final... Acho que comecei a me interessar por vocês, humanos. – ele estende seu braço como se pudesse tocá-la, desta vez com um sentimento verdadeiro. Mas ele sabia que foi um ser vazio, um ser assustador. – Você tem medo de mim?

– Não, nunca tive medo. – ela estica sua mão para tocar a dele que se desfaz com o toque suave dela.

Agora ele tinha certeza, teria de partir sem poder tocá-la, esse era seu castigo por seus atos e crimes. Ao menos ele não partiria vazio da mesma forma que veio ao mundo, agora seu peito possuía um coração.

Ela apenas derramava lágrimas ao vê-lo desfazendo-se como cinzas. Por que ele não podia ficar? Ela queria poder passar mais tempo com aquele ser tão interessante que ele era, ela o amava e vê-lo partindo era como ver um pedaço dela indo embora com o vento.

– Obrigado por me mostrar o que é um coração. – Ele disse lhe enviando seu melhor sorriso e fazendo-a sentir como se algo queimasse dentro dela. – Eu te amo, Orihime.

– Eu te amo como nunca amei ninguém. – ela soluçava. – Por favor não vá!

– Você merece ser feliz, obrigado por me amar, mas meu tempo já acabou... Siga em frente, encontre um novo amor, case-se, tenha uma vida feliz. – ele disse antes de se desfazer por completo deixando apenas o vazio da noite para fazer companhia a ela. – Eu estarei te observando e te protegendo para sempre.

Eu serei seu anjo da guarda.

Ela secou seu rosto e olhou para o vazio onde segundos atrás ele estava. Teria que ser forte, teria que seguir em frente. Olhou para o céu escuro da noite, negra como os cabelos dele.

Ela jamais o esqueceria.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...