História Um coração em conflito (Malec) - Capítulo 100


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Camille Belcourt, Celeste Newsome, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), James "Jem" Carstairs, Magnus Bane, Sebastian Morgstren, Simon Lewis, Tessa Gray, Valentim Morgenstern, Will Herondale
Tags Clace, Jessa, Malec, Sizzy, Wessa
Exibições 303
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Chega de treta, né gente? É !!!


E eu provavelmente estaria bem empolgada por esse ser O CAPÍTULO 100 (what the fuck???) mas acho que esse ficou uma bela bosta e por isso estou mais pra lá do que pra cá




→ 50 mil views na fic toda? Cêis querem que eu morra, é? O_O

Capítulo 100 - Vida longa aos Reis


Simon e Isabelle paralisaram quando um homem alto, esbelto, com longos cabelos loiros e olhos verdes deu um passo a frente na multidão.

Alec sentiu seu sangue gelar e apertou a mão de Magnus, que parecia concentrado e até ansioso para saber o que o homem tinha a declarar.

- Me chamo Woolsey Scott e peço permissão para falar, Alteza. – O loiro disse e imediatamente Magnus assentiu. – Obrigado! O Senhor disse que você e seu companheiro farão de tudo para nos proporcionar uma vida melhor... mas o seu pai nos disse algo bem semelhante anos atrás e não fez absolutamente nada por nós.

A voz do homem não aparentava ser de acusação, parecia ser mais de curiosidade e Alec conseguiu relaxar um pouco.

Na verdade relaxou tanto que até criou coragem e resolveu se pronunciar.

- De fato Harry Bane cometeu muitos erros durante seu Reinado, mas apesar de Magnus ter sido criado por ele, suas personalidades são completamente distintas. Cheguei nesse Palácio a alguns meses mas já perdi a conta de quantas horas o Magnus passou trancado num escritório analisando documentos, e o mais importante, cartas que vocês mandaram pedindo ajuda. Ele se preocupa muito com o bem estar de seu povo e imediatamente iniciou o projeto das casas comunitárias. Sei que isso é apenas o começo para melhorarmos o nosso país. Vocês só precisam ter um pouco de paciência e aceitarem que eu, um simples soldado de Alicante ajude a tomar essas decisões com ele.

Algumas pessoas ao fundo ergueram ainda mais as bandeiras coloridas, porém permaneceram em silencio.

Magnus olhou pro moreno com um enorme sorriso no rosto, como se dissesse “Eu estou tão orgulhoso de você” e depois se virou para o cidadão.

- Senhor Scott, não posso prometer que todos vocês terão uma vida excelente e privilegiada, pois tenho consciência das dificuldades que enfrentam. Mas eu não sou como o meu pai e o que eu posso prometer agora é que não deixarei vocês na mão. Vocês conhecem Simon e Isabelle, eles são perfeitamente capacitados e assumirão o comando por apenas um mês, depois Alec e eu cuidaremos de tudo. Eu sinceramente espero que vocês possam aceitar isso.

Woolsey analisou a multidão atrás e logo se virou para os 4, com um sorriso em seus lábios.

- Nós acreditamos em você, Alteza. Em todos vocês na verdade. – Ele falou alegremente. – Fizemos uma reunião ontem e debatemos sobre suas intenções. Fui escolhido como porta voz e gostaria de anunciar que seremos eternamente gratos por tudo que fizeram por nós durante a Batalha contra os Rebeldes. E também não nos importamos com o fato de você e o Senhor Lightwood serem do mesmo sexo, desde que assumam o Poder sabiamente. Precisamos muito de ajuda e acreditamos na honestidade que vocês tem demonstrado à algum tempo. Será uma honra ser seus seguidores e chama-los de Reis.

Alec piscou várias vezes enquanto processava aquelas palavras.

Izzy e Simon se abraçaram emocionados pois agora tudo estava realmente dando certo.

Já Magnus sentiu seu coração prestes a explodir, mas se forçou a permanecer calmo.

- Vocês aceitam mesmo que o Alec reine ao meu lado? – Perguntou só pra ter certeza de que aquele sonho era real, e quando um coro de “Sim” foi ouvido, o rapaz não aguentou mais esperar. - Ótimo! Eu tinha esperança que vocês seriam condescendentes. E quero aproveitar o apoio de vocês para fazer algo... – Magnus logo se ajoelhou e segurou as duas mãos de Alec, que o olhou espantado. – Alexander, sei que nós dois já casamos, mas eu passei tanto tempo escondendo o que sentia por você que agora só quero mostrar pra todos o quanto eu te amo e o quanto sou feliz ao seu lado. Eu quero me casar com você de novo Alec! Você aceita?

Isabelle deu um gritinho e apertou com força a mão do namorado, que teria reclamado se não tivesse tão feliz com a cena dos amigos.

 Alec teve quase certeza que o seu coração literalmente parou de bater.

Isso tá acontecendo mesmo?” – Pensou quase desmaiando. - “O amor da minha vida tá se declarando pra mim na frente de quase toda a cidade?”

- Sim! – Respondeu praticamente num grito depois que se recuperou do choque. – Pra você sempre será Sim, Magnus. Eu te amo!

Todos que estavam ali presentes começaram a aplaudir, e os incentivos de comemoração só aumentaram quando Magnus se levantou e beijou o moreno.

Shelby surgiu na sacada momentos depois com lágrimas nos olhos e colocou uma bandeira colorida ao redor dos dois.

Amor é Amor” – Alguns berraram.

Vida longa aos Reis” – Outros disseram.

- Me alegra ver a compreensão de vocês. – A mulher disse se dirigindo ao povo. - E estão todos convidados para assistir a Coroação Oficial do Príncipe Magnus e seu parceiro Alexander, esta noite.

- A cerimônia de casamento será logo depois disso. – O rapaz se apressou em dizer. – E vocês também serão bem-vindos.

 

 

 

 

****

 

 

 

Depois da loucura que foi o anuncio do Príncipe, o Salão do Trono, já reformado depois da batalha, foi se enchendo com membros do Conselho, Soldados, os amigos e alguns cidadãos mais animados.

Os que não conseguiram entrar por falta de espaço ficaram assistindo tudo do Jardim por um telão.

Magnus agora estava recebendo alguns conselhos de Shelby e Alec só conseguia ficar olhando pra ele com puro fascínio.

Sua vida acabou se tornando um conto de fadas e ele não poderia estar mais feliz com isso.

Todas as preocupações que tinha foram desaparecendo, pois sabia que eles estariam juntos.

Logo Magnus abraçou a mãe e seguiu na direção do moreno.

- Você está bem? – Perguntou baixinho.

- Sim! – Alec respondeu com um enorme sorriso. – Eu estou muito feliz com tudo isso. Você finalmente vai ser um Rei. Pra mim você sempre foi, mas ainda sim, agora vai ser oficial.

- Estou com medo de decepcionar o povo. Estou com medo de acabar me tornando meu pai. – O rapaz confessou baixinho.

O Lightwood rapidamente o puxou para abraça-lo.

- Magnus, eu já te disse isso antes... você nunca será como ele! Você é bom e generoso. E se alguma vez duvidar disso, estarei aqui pra te dar certeza.

- Alec, você precisa saber que as coisas nem sempre serão fáceis! Terão momentos que...

- Não importa! – Ele o interrompeu. – Nós estaremos juntos. Eu vou te ajudar no que for preciso. Sempre.

Com um sorriso eles se beijaram suavemente e logo foram enfrentar a Cerimônia.

O arcebispo envolveu Magnus num manto dourado e o fez dizer as juras para com o país.

Então foi Coroado como Rei Magnus Bane e Alec como seu Consorte Real.

Lágrimas rolavam soltas pelos rostos de quase todos ali presentes quando os dois sentaram nos Tronos.

Alguns, como Jace, até soluçavam em meio a emoção.

Vida longa aos Reis” – Repetiram em coro.

Mais tarde rolou a Cerimonia de casamento.

Magnus e Alec renovaram seus votos e dançaram agarradinhos a noite toda.

- Eu te amo. – O moreno disse concentrado nos olhos do marido.

- Eu também te amo... nessa vida e em todas as outras que virão.


Notas Finais


♥ E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE ♥







não
mentira
ainda vai ter 1 (máximo 2) bônus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...