História Um dia qualquer - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Drama, Isabella Santoni, Malhação, Rafael Vitti, Romance
Exibições 37
Palavras 725
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5


- Esse é meu filho Rafael! – João fazia as apresentações.

                - Prazer, eu sou Eriberto! 

                - Prazer! – Rafael disse.

                - Eriberto, vai ser o novo Analista Financeiro da Presidência...

                - Achei que ele seria Assistente da Presidência? Rafael perguntou encarando o pai.

                - Claro que não. O assistente é você! Porque pensou isso? – Isabella, Rafa pensou.

                - Por nada! 

                - Bom... Como esse é seu último ano na escola, e no próximo ano você vai pra Universidade, eu trouxe o Eriberto para ser seu tutor.

                - Tutor?

                - Sim, você é o herdeiro de toda essa empresa, e de quase todos os outros prédios da cidade, você precisa descobrir o que vai fazer no resto de sua vida.

                - E Finanças é o que você quer que eu faça?

                - Assim como eu fiz, assim como sua mãe também fez!

                - Ela só fez pra agradar você! Por ela, 2+2 seria 5. Ela odeia matemática!

                - Mas você não! – João disse – Sua melhor nota é em matemática!

                - Eu não sei nada de finanças! – Rafael disse nervoso.

                - Você sabe mais do que imagina Eriberto! – João disse – Agora ele é todo seu!

                - Obrigado novamente Senhor!

                - Não tem de quê, mas se você transformar esse garoto em um mestre das finanças terá para sempre a minha gratidão!

 

João saiu deixando Rafael a sós com Eriberto, mas antes deu um tapa singelo da cabeça de Rafael.

 

                - É como ele diz que me ama! –Rafael  informou ao seu tutor. – Seu sobrenome é Santoni?

                - Sim, como sabe?

                - Desconfiei. – Rafael sorriu – Vamos começar por onde?

                - Teste!

                - Uma prova? Sério? 

                - Seu pai me pediu pra preparar um teste pra ver quais são os seus conhecimentos. Podemos começar na hora que quiser!

                - Agora!

 

Eriberto pegou uma apostila em sua mesa e entregou a Rafael , que olhou da apostila para o seu tutor inúmeras vezes.

 

                - Vou levar a tarde toda pra terminar.

                - Sem problemas! Não tenho pressa!

 

Rafael sentou e começou a fazer o teste. Nem olhou para o relógio sequer uma vez, estava tão concentrado nas questões que não percebeu o tempo passar, quando terminou Eriberto olhou orgulhoso para ele.

                - Você fez rápido! – Eriberto comentou fazendo a correção das questões.

                - Quanto tempo levou?

                - Normalmente as pessoas fazem esse teste em 4 horas!

                - As pessoas?

                - Rafael , esse teste é da Yale para Finanças Corporativas. Que é o segundo módulo do curso de Finanças. – Eriberto disse – Seu pai informou que acreditava que você conseguiria fazer, eu duvidei.

                - Por quê?

                - Tem que ter noções de Contabilidade que só se aprende em um curso universitário, e você jamais fez algum curso desse nível, até que eu saiba. Como aprendeu?

                - Meu pai. Eu acho. Destes os meus 15 anos ele me faz vir trabalhar com ele, quer dizer, ele trabalha, eu só fico o vendo fazer essas contas malucas. – Rafael disse – Oh droga! 

                - Que aconteceu? – Eriberto perguntou.

                - Meu pai adora Jackie Chan!

                - E?

                - Ele fez Karate comigo!

                - João é um homem sábio, sempre foi!

                - Você já o conhecia? – Rafael perguntou.

                - Fizemos faculdade juntos. E ele se casou com a melhor amiga da minha esposa.

                - Minha mãe é amiga da sua esposa?

                - São. Ficamos anos afastados, mas agora que mudamos pra cá, nos encontramos.

                - Agora ferrou tudo!

                - Como? – Eriberto disse.

                - Nada, esquece!

 

Rafael se levantou e quando ia sair da sala, voltou a olhar Eriberto.

 

                - Quantas eu acertei?

                - Das 98, você acertou 95. – Eriberto disse – Se eu fosse você, seguia os passos da família. Você tem um belo futuro garoto!

                - Não por muito tempo!

 

As coisas só estavam se complicando para o lado de Rafael. Ele estava completamente ferrado. Caminhou até chegar à lanchonete onde sabia que Isabella estava trabalhando, a procurou e a encontrou atrás do balcão.

 

                - Preciso falar com você! –Rafael disse sério.

                - Aconteceu alguma coisa?

                - Vai acontecer! – Rafael segurou a sua mão a trazendo para sua frente, e a tirando detrás do balcão. Segurou o rosto dela com as duas mãos e a beijou. Isabella não pensou duas vezes, e também o beijou.

                - Me perdoe? –Rafael  disse assim que se separaram.

                - Perdoar o que? O beijo? – Isabella perguntou confusa.

                      - Tudo. Simplesmente tudo!

 

---------------------------------------

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...