História Um estranho me salvou - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Amor, Bts, Fanfic, Mistério, Tae, Vida
Visualizações 48
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi bbs!
Ja pesso perdão pelo cap
Está bem triste.
Não me matem

Capítulo 25 - Vai ficar tudo bem


Fanfic / Fanfiction Um estranho me salvou - Capítulo 25 - Vai ficar tudo bem

Pv s/n


Ja se passou 2 meses. Minha gravidez esta indo bem, mas as vezes sinto muito dar. O sexo do bebe, ainda nao sei, o medico esta en duvida. Mas ele fiz que e uma menina, eu ja acho o contrário.


Hoje seria o dia da ultrassom, devo saber qual o sexo do bebe. Medico disse que minha gravidez e de risco, ele disse que eu não posso ficar nervosa, pegar peso, me assustar, essas coisas.

Ao longo de um mês, venho recebendo ligações de um número estranho. Sempre que atendo não falam nada. Fiquei ate com um pouco de medo e preocupada. Mas logo esqueci aquilo.

Tae esta feliz, e eu também.


Passei mal algumas vezes, e tive que ir para o hospital, por isso Tae nao esta indo trabalhar, ele sempre fica comigo.

Nós ficamos em casa, e por volta das 5horas da tarde, Tae saiu para comprar algumas coisas que estavam faltando em casa.


Fiquei vendo Tv, ate meu celular tocar.


Vou ate a mesinha e o pego. E um número privado.


Atendi.

Ligação On

-Alo?-eu disse.

-Ola S/N-disse um homem, com uma voz grossa, eu ate que conheco ela. Mas parece que foi a algum tempo que a houvi- Gostaria de dizer que voce esqueceu o pão aqui na padaria-isso mesmo, o homem da padaria.

-Ah sim, obrigada!-digo rindo- estava com algumas sacolas e acabei esquecendo. Voce sabe meu endereço?

-Sim-ele disse sarcastico como se a pergunta fosse obvia- estou quase chegando-ele desligou.

Ligação Off

-Nossa que estranho-digo a mim mesma e logo escuto a capainha tocar. Vou ate a posta e a abro. Estava o homem da padaria com um sorriso diabolico no rosto, me deu um pouco de medo.

-Eu trouxe o seu pão-ele sorriu de lado-Vejo que esta gravida-ele disse me entregando a sacola-quando estava na padaria eu nao reparei.

-Err-digo meio baixo-estou com quase 3meses.

-Ah sim-ele disse e abaixou o rosto-pena que nao ira passar disso-quando ele disse isso logo colcou o capuz da blusa. Meu olhos se arregalaram, era o homem que tentou me estrupar a alguns meses atrás. Na hora eu fiquei nervosa-Bom vela novamente-ele pegou em meu pescoço e começou a apertalo-Sabe como foi dificil te achar?- consigo gritar por socorro, ele aperta mais, tento me soltar o que falhei, começei a me desesperar. Nao consigo mais respira-Calma, ja estou quase acabando-sinto um liquido descer por minhas pernas, tento me mecher- Acho que seu bebe não estara mais em seu útero-ele me diz sorrindo logo me dando um soco na barriga-minha visão foi indo embora, sinto uma dor horrivel. Logo escuto o barrulho da sirene de carros de Polícia cercando a casa- Que merda-o homem gritou e me jogou no chão,consigo ver, mas tudo embaçado.

Os policiais o pegaram, vejo ele sendo algemado.


Meu corpo começa a tremer, começo a tosir muito. Vejo um homem correndo ate mim.

-S/N, acorda-ele diz, parece ser Tae, posso escutar ele chorando- Você esta sangrando-eu levo uma de minhas mãos a dele.

-Va..vai ficar.. Tu..do bem-digo com dificuldades e dou um sorriso. Logo os paramédicos chegam e me colocam na maca, me levando para ambulância, Tae ficou desesperado ao meu lado. Eu estava com os olhos fechados so escutando o que diziam.


Sinto uma agulha entrar em minha veia, com o soro.

-Colocamos o soro-uma dos paramédicos disse.

-Se nao formos logo, ela morrera-o paramedico disse senti Tae aperta minha mão.

-E o bebe?-Tae perguntou,ficou um silencio-porque estao me olhando assim?-senti lagrimas caindo em meu braço, Tae estava chorando.

-Eu sinto muito-o paramedico disse, sinto lagrimas saindo de meus olhos-Não conseguimos fazer nada. Agora temos que salva-la, e precisamos que fique calmo, esta bem?-o homem disse calmo.

-Esta bem-ele solto minha mão e se sentou no canto do banco-Por favor, salvem minha mulher, ela e tudo que eu tenho.

-Nos vamos fazer o possível-ele disse e logo pega um radio enviando os detalhes para a Emergencia do hospital.

Narrador


Em alguns minutos chegaram ao hospital. Haviam medicos esperando. Alguns correram ate a ambulância, logo pegaram S/N e a levaram para a sala vermelha. Onde levavam pessoas que corriam riscos de vida.


S/N logo entrou, a colocaram na cama de dentroe  levando a maca para fora. A colocaram no eletrocardiograma, colcoaram o soro, mediram a temperatura, fizeram todos os exames que existiam.


Com isso no meio do eletrocardiograma ela deu uma parada cardiaca.


Os medicos tentaram fazer a reanimação, mas não obteve sucesso. Abriram sua blusa e pegaram a maquina de choque.


-Então, vamos la-o homem posicionou a maquina em seu peito-AFASTEM- ele aperta o botão e logo a descarga elétrica e jogada no corpo de S/N que arqueou as costas, mas não voltou-Vamos de novo-ele logo repetiu os movimentos anteriotes-AFASTA-ele disse alto apertando novamente- O coração dela nao quer voltar. Sinto muito pessoal. Fizemos o possível-na sala so se ouvia o barulho do eletrocardiograma zerado.

-Piiiiiiiiiiiiiiii...- mas em meio a isso tudo, o barulho mudou- pi...pi..pi..pi.

-Mas como?-o medico disse espantado-Milagres-ele sorriu de lado- Vamos termina logo com isso-logo eles voltaram, fizeram todo o procedimento.

Do lado de fora Tae estava desesperado, chorando.


O medico logo sai.

-Você e o responsável por S/N?-ele falou com Tae.

-Sim, sou eu-ele disse desesperado-como ela esta?

-Ela perdeu o bebê, teve uma parada cardíaca, achamos que tivesse morrido, mas por um milagre ela esta bem. Mas ficara no hospital por 2dias.-ele disse sério.

-Obrigada! Voce fez um ótimo trabalho.

O medico logo sai, voltando para a sala onde S/N estava.


Um dia depois...

S/N ja esta melhor, o bandido foi preso, e pegou prisão perpétua. Que bom que a justiça e  boa aqui.


Pv Tae

Havia acabado de chegar no hospital, tinha ido em casa para buscar algumas roupas para S/n e tomar um banho.


Ela ainda esta abatida com o que aconteceu. Mas logo isso melhora. Ela disse que vai ficar tudo bem.


O tempo ameniza a dor. Mas eu ainda fico triste por ela. Nos estávamos tao felizes.


Mas a partir de hoje, ela nao vai mais sofrer.


Logo eu entro no quarto onde ela esta.

-Oi amor-ela disse sorrindo de lado, ela esta magra, seu rosto palido. O medico so nao a mandou embora ainda pois ela tem que ficar no soro para recompor lá nutrientes que ela perdeu.



Um ano depois...

S/N ja se recuperou, estamos muito bem agora. Foi bem difícil passar por aquela fase, ela ficou depressiva por 2meses, com a ajuda dos remédios ela foi melhorando.


Hoje ela esta feliz, não esta mais depressiva, sobre o assunto bebe, ela diz que quer, mas que ainda vai esperar. Ela fica sensivel quando esta mestruada, procuro o máximo deixa-la tranquila. Mas apenas trazendo chocolates e a ajudando ela fica bem.

Sobre relação sexual. Bom, nos estamos indo aos poucos, sempre usamos camisinha, mesmo ela tomando os remedios.


Mas estamos bem.


Ultimamente, nos fizemos sem, ela esta mais tranquila.


Eu agradeço muito.


Ela e uma nova mulher. Eu a amo, muito, não temho duvida, logo a pedirei em casamento.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Espero que nao me odeiem
Kakakak
Mas eu tinha que fazer isso
Vem coisa boa apartir de agora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...