História Um fim de Inverno para não se esquecer - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Aikawa Love, Aizen Sousuke, Byakuya Kuchiki, Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Gin Ichimaru, Hanatarou Yamada, Hinamori Momo, Hirako Shinji, Hiyori, Ichigo Kurosaki, Ikkaku, Izuru Kira, Kaname Tousen, Kenpachi, Kenpachi Zaraki, Kensei Muguruma, Kon, Mashiro Kuna, Mayuri, Nanao Ise, Nemu Kurotsuchi (Nemuri Nanagou), Orihime Inoue, Personagens Originais, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Retsu Unohana, Rouse, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Sajin Komamura, Shihouin Yoruichi, Shunsui Kyouraku, Shuuhei Hisagi, Soi Fong "Soifon", Toushirou Hitsugaya, Ukitake, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Yadoumaru Lisa, Yashiro, Yumichika
Tags Bleach, Kyouraku Shunsui, Nanao Ise, Shunnao
Visualizações 147
Palavras 2.657
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ohayo mina-san desculpe pela demora. Aconteceu algumas coisas mas OK... Estou de volta ^-^.

Como uma boa escritora irei falar nesse capítulo não só do casal principal, irei falar de mais dois ou três se possível leiam ele ouvindo a música que estará nas notas finais...

Espero que gostem...


Beijos boa leitura.

Capítulo 24 - Yes, I do


Fanfic / Fanfiction Um fim de Inverno para não se esquecer - Capítulo 24 - Yes, I do

Já se passava das 18:30 da tarde quando a mulher despertou de seu sono,  no entanto ela notou que algo estava errado,  ela não estava deitada no jardim, mas sim em uma enorme cama de casal aconchegante e coberta com lençóis macios. Notou também que, havia mais alguém além dela no cômodo e que a observava. Sentado em uma das poltronas,  estava essa pessoa a olhando calmamente. Fechando os olhos e se sentando na cama, ela descobriu de quem se tratava e uma sombrancelha fina e delicada foi erguida.

-Há quanto tempo você chegou?

Vendo que havia sido notado,  a pessoa se levantou e a passos tranquilos, se aproximou da cama para poder se sentar ao lado da mulher e a olhar nos olhos.

-Faz um bom tempo...

-E porquê não me acordou?

-Me pareceu injusto te acordar,  ainda mais quando você se parece ainda mais com anjo...

Ela finalmente abriu os olhos para encontrar com os olhos da pessoa sentada na sua frente.  Com uma graciosidade impecável,  a mulher se expreguiçou e depois prendeu os cabelos novamente.

-Estava me observando dormir?

-Tenho que admitir, sim eu estava...

Sem que a mulher esperasse, o homem a puxou delicadamente para os seus braços, mas ela não protestou, apenas se aninhou ainda mais no colo do homem.

-Então estamos quites... E como foi a reunião?

O homem sorriu abertamente antes de a abraçar ainda mais e inalar aquele perfume cítrico que somente ela tinha.

-Foi boa...  Foi escolhido que Hikako e Muguruma serão os novos capitães...

-Entendo...  Mas esse sorriso seu é por outra coisa não?

O homem abriu ainda mais o sorriso e beijou o topo da cabeça de sua companheira.

-Sempre astuta minha Lovely...  Shirou-chan e Retsu-chan reataram o compromisso...

Nanao olhou para ele surpresa,  por essa ela não esperava,  ela havia escutado muitos boatos sobre os capitães, mas não pensava que alguns eram verdade, pois eram muitos os comentários maldosos.

-Ooh...  Fico feliz por eles...  Eles formam um lindo casal e que dessa vez eles possam ser muito felizes...

-Sabia que iria gostar Nanao-chan...  Pensei em fazermos uma pequena comemoração para eles... 

Um sorriso lindo foi a resposta que sua noiva lhe deu. Sem que Shunsui se desse conta,  ela o abraçou de maneira tão desajeitada, que ele acabou caindo no colchão e com sua lovely em cima de si.

-Acho uma ótima idéia!  Desde que você manere no sakê... 

Se ele esperava por isso?  Sim ele esperava, mas amava provocar a sua noiva, mesmo que ela lhe bata ou lhe jogue longe com algum kidou mais tarde.

-Cruel Nanao-chan, por que não posso usufruir do meu sakê?

-Porque eu prefiro te beijar e bom...  Ficar com você quando você não está cheirando e sobre os efeitos da bebida.

-Minha Lovey gosta de mim sóbrio hun?

-Sim gosto...  Agora eu preciso ir em casa...

Kyouraku se sentou novamente na cama sem retirar a mulher do seu colo e ficou a olhando nos olhos.

-Você pensou na minha proposta?

-Sim eu pensei...  E cheguei a minha decisão...

-E qual foi a sua decisão?

Nanao se levantou do colo de Kyouraku e caminhou até a porta de vidro que dava para o jardim, e ficou o olhando por um tempo antes de o responder.

-Eu aceito sua proposta...

Shunsui se levantou rapidamente e foi até a sua amada com um enorme sorriso no rosto. Nanao o sentiu se aproximar e sorriu timidamente enquanto ele a abraçava por trás.

-Obrigado por me fazer o homem mais feliz desse mundo.

A Ise encostou ainda mais seu corpo no corpo do moreno e suspirou sorrindo vendo a neve aos poucos derreter.

-Eu quem tenho que agradecer por ter você em minha vida... 

Kyouraku depositou um beijo no topo da cabeça de Nanao e desviou sua atenção para o dia que lentamente chegava ao seu fim.

-Shunsui eu preciso ir buscar as minhas coisas...  Pelo menos meu uniforme...

-Não fique brava comigo,  mas eu já fiz isso...  Suas coisas estão guardadas em nosso guarda roupas...

-Nani?!  Shunsui... E se eu não tivesse aceito?! 

-Eu sinto muito...  Mas eu tinha certeza que a resposta seria sim, pelo simples fato de você não ter ido embora e por eu te conhecer melhor do que ninguém...

Nanao não pode evitar o sorriso que de formou em seus lábios ao ouvir aquelas palavras. Tímida ela colocou suas mãos em cima das mãos de Kyouraku e ficou com elas ali fazendo leves carícias na pele do moreno,  que estava amando os carinhos.

-Shunsui?

-Sim minha Nanao-chan?

-Quando será o nosso casamento? Quero me preparar para não esganar a minha madrinha no dia...

Kyouraku só pode rir e dar um beijo no topo da cabeça da mulher.  Amava aquela personalidade que a mesma possuía.  Era quase impossível não se admirar com ela.

-Que tal,  daqui três semanas?

Ela se virou para o encarar melhor. Três semanas era muito pouco tempo para preparar tudo,  e a pobre moça mordeu os lábios nervosa.

-Não acha que é muito pouco tempo não?

-Para mim está perfeito... Não quero um noivado muito longo...

A morena sabia que era uma batalha perdida, quando o moreno colocava algo na cabeça, nem o próprio Soutaichou era capaz de o fazer mudar de opinião.

-Então que seja daqui três semanas...

Shunsui sorriu feliz enquanto se inclinava para dar um beijo na noiva, que prontamente fora correspondido com amor e ternura,  se separando somente para sorrirem e se olharem nos olhos.

-Vem mocinha hora de jantar...

Uma risada foi a resposta da morena que o acompanhou até a sala de jantar, onde eles jantaram e faziam os preparativos para a comemoração em prol dos amigos tão queridos por eles.

*****************************

Em um lugar um pouco afastado da terceira divisão, um certo casal terminava de reformar uma bela casa para que ambos pudessem morar.  Estava tudo perfeito,  quer dizer quase tudo, acontece que, eles entraram em dúvida sobre o que fazer com o jardim da casa.

-E agora Gin?

-Bom eu não sei...

-E se plantarmos flores e árvores?

-Temos que saber se o solo é fértil...

A loira engoliu em seco.  Só tinha uma pessoa que poderia emprestar seus conhecimentos e essa pessoa lhe dava calafrios.  Não por o achar excêntrico, mas o Kurotsuchi Taichou não gosta muito de ajudar as pessoas e sempre a assustava. No entanto haviam, para sua sorte muitas pessoas que amavam e praticavam jardinagem, como por exemplo,  Ukitake Taichou com seu jardim que é lindo, Unohana Taichou que cuida pessoalmente dos jardins da quarta divisão, Kuchiki Taichou que tinha um jardim muito bonito,  Yamamoto Soutaichou que gostava de flores e tinha suas amigas, um suspiro de alívio e um sorriso foi a resposta para o pequeno problema.

-Aaah ja sei...  Irei perguntar para as meninas amanhã, elas ficarão felizes em ajudar...

-Tudo bem então se isso te faz feliz...  Não vejo motivos para não aceitar...  Agora vamos entrar na nossa casa...

E dizendo isso Gin e Rangiku adentraram a casa nova e sorriram. Era espaçosa e confortável,  certamente suas zanpakutous e seus amigos ficariam mais à vontade no imóvel. Rangiku estava eufórica para cozinhar, mas Gin a segurou antes que ela bem,  tentsse essa façanha.

-Você mocinha já para o banho enquanto eu faço algo para a gente comer...

-Mas... Gin eu quero cozinhar...

-Amanhã você pode cozinhar...

E com isso a loira sorriu e foi tomar um banho quente,  depois de quase 2:00 hrs no banho, Rangiku foi para a sala de jantar e se deparou com uma mesa linda cheia de frutas e com uma travessa de torta. Gin estava a esperando e sorriu ao ver a namorada.

-Não vai se sentar?  -brincou o rapaz.

-Muito engraçado Gin...

A loira riu e se sentou ao seu lado antes de comer resolveu aprontar uma com o namorado, pegou um pouco de molho e passou no rosto dele,  ele por sua vez passou o mesmo molho no nariz da loira. Depois de limpos e de terem jantado, o casal se sentou na varanda e ficaram olhando o sol se pôr.

-Agora eu sei...

-Sabe o quê Ran?

-O motivo do meu Taichou sempre querer ver o pôr do sol...

-É mesmo e qual o motivo?

-Ele é lindo...

Gin sorriu em concordância e abraçou a namorada carinhosamente.

-Sim Ran é lindo...

-Não achei correto o que Momo fez apesar de ter sido bom para ela...

-E o que ela fez para te deixar preocupada?

-Ela finalmente confrontou o Aizen...

Gin ficou petrificado, Momo fez aquilo? Ela o confrontou?! Céus ela corria um grande perigo, Aizen podia não demonstrar,  mas era vingativo e na certa iria se vingar se escapasse.

-Ran...  Por favor não saia à noite sozinha e não deixe suas amigas sozinhas...

-Como assim Gin?!

-Se Aizen escapar, ele irá querer vingança contra todos os que estavam na batalha de Karakura... E ainda vai querer se vingar da Momo por ela não ter cooperado com ele...

-Oooh céus isso é terrível...

-Falarei com o Yamamoto não se preocupe...

-Arigato farei o que me pediu e irei falar com as garotas...

-Tenho medo de te perder Ran...

-Você não vai me perder...

-Assim espero...

O casal voltou sua atenção para o sol que agora já não podia ser mais visto,  no entanto deixará uma paisagem linda de um vermelho alaranjado e o céu azul que aos poucos escurecia.

*****************************

Ja estava escurecendo quando um casal passeava pelas ruas do Seireitei, quem os visse de primeira acharia que se tratavam de ryokas, mas na verdade se tratavam de dois ex shinigamis poderosos e calmos, que presavam o bom senso antes das batalhas. Eram conhecidos, lendas vivas e depois do que fizeram pela Soul Society,  eram ainda mais queridos.

-Kisuke, onde vamos mesmo?

-Numa sorveteria...

-Oooh sim entendo... Então vamos...

A mulher de cabelos roxos saiu puxando o marido até uma sorveteria que havia ali perto.  Quando eles entraram, foram recebidos por um sorriso e se sentaram em uma mesa ao ar livre. Uma garçonete se aproximou e após anotar os pedidos, saiu deixando seus agradecimentos pelo o que o casal havia feito por todos.

-Nossa viramos celebridades...

-E eu achando que a celebridade era o Ichigo...  - respondeu Kisuke rindo.

-Sim eu também achei...

Os pedidos foram trazidos e eles apreciaram aquela maravilha chamada "pedaço do céu", nome dado a sobremesa por ser feita com a base de churros, recheio de doce de leite e sorvete de flor de cerejeira. A mistura pode parecer estranha,  no entanto agradava à todos,  principalmente ao próprio Soutaichou.

-Yoruichi?

-Sim?

-Eu... Ham...  Sabe eu penso que está na hora de formarmos uma família...

-Imagino que sim...  No entanto temos que conversar com todos sobre a nossa decisão... Afinal irei ter que parar de treinar o Ichigo,  a Orihime, o Chad e o Uryuu...

-Sim eu entendo...  Bem vamos aos poucos então...

-Estou preocupada...

-Com o quê?

-Bom temos que esconder o Hougyoku em um local seguro de todos...

-Sim eu sei, por isso eu o escondi no único lugar que ele estaria seguro e bem longe das mãos de qualquer um...

-Fico feliz com isso...

Yoruichi deu uma experimentada na sobremesa e fez uma espécie de ronrono em aprovação.

-Nossa isso é muito bom.... Prova Kisuke...

Kisuke também provou da sobremesa e teve que concordar,  era uma delícia aquela maravilha.

-Uma maravilha...

Eles tomaram mais cinco travessas daquela sobremesa e encomendaram dez para viagem. Eles pagaram a conta e saíram andando de mãos dadas para fora do Seireitei em direção à casa de Kukaku Shiba. Chegaram na casa um tanto incomum da família Shiba e encontraram Ganju apanhando da irmã mais velha como sempre, Ichigo abraçado com Orihime que mechia em seu cabelo, Uryuu e Kurodo jogando xadrez,  Ririm e Kon discutindo,  Jinta e Ururu olhando a briga,  Chad e Noba quietos em um canto e Tessai cozinhando. Nada de anormal acontecendo pelo visto,  tudo em sua mais perfeita ordem.

-Quem quer sobremesa?

As palavras do casal soaram como um paraíso para que a paz voltasse a reinar e todos se esquecerem do que estavam fazendo e se sentarem em círculo para comerem a sobremesa.

*****************************

Unohana e Ukitake optaram por ficar na casa do capitão da décima terceira divisão por ser mais tranquila e estar com todo o conforto que ambos precisam.  Após passar em sua casa e pegar suas roupas e objetos pessoais,  Retsu foi para a sua nova casa. Ela adentrou aquela casa grande e confortável e caminhou até o quarto em que dividiria com seu esposo, ao adentrar o cômodo sorriu ao ver Juushiro sentado na cama lendo um livro.

-Imaginei que o encontraria lendo... Mas não sabia que gostava de romances juvenis...

Juushiro por outro lado abriu o seu melhor sorriso e deixou o livro no criado mudo antes de olhar para a sua esposa.

-É um presente da Inoue-san e fiquei curioso para ler...  Muito interessante a história por sinal...

-Creio que sim...  Como se chama o livro?

-O lado bom da vida...

-Ooh deve ser muito interessante... Irei o pegar para ler assim que você acbar de ler se não se importar...

-E por que eu me importaria se minha amada esposa pegasse um dos meus livros para ler?

-Era uma pergunta retórica...

Disse a mulher sorrindo enquanto guardava suas coisas.  Ouviu uma risada abafada de Juushiro e acabou rindo também. 

-Vou usar o banheiro...

-Claro...  Fique à vontade...

Unohana foi até o banheiro e retirou a roupa padrão de shinigami e o seu haori de capitã, os dobrou perfeitamente e após os colocar do lado dos de Juushiro,  a morena tomou um rápido banho para em seguida vestir suas peças íntimas e uma camisola longa preta.  Deixou os cabelos soltos e voltou para o quarto.

-Está bonita...

-Obrigada e você como sempre muito elegante...

-Meu pijama azul é elegante?!

-Sim... - rindo a mulher se deitou ao lado do marido na cama que a abraçou ternamente.

-Kyouraku ficou muito feliz e o Yamamoto também...  Mas você acertou quanto aos comentários dos dois...

-Não precisava ser gênio para saber que Kyouraku iria amar a novidade e que o Soutaichou iria perguntar o motivo de termos demorado tanto...

-Isso é verdade...  Sabe Retsu,  Shun quer fazer uma pequena comemoração para nós dois, só com os amigos mais íntimos....

Unohana sorriu docemente e concordou com um leve aceno com a cabeça.

-Claro adoraria... Desde que seja simples...

-Não se preocupe,  creio que Ise-san irá o auxiliar para que tudo fique do nosso agrado...

-Ela é uma boa moça, e sei que irá colocar Shunsui na linha...  Amanhã é dia de check-up da oitava divisão... Creio que terei um dia bem agitado pela frente...

Ambos deram risada, afinal pelo menos uma vez por mês todas as divisões passavam por uma consulta médica para ver se estava tudo em ordem com a saúde dos shinigamis, tenentes e capitães. Mas para Kyouraku Shunsui aquilo era um pesadelo, só passava em consultas médicas quando estava gravemente ferido ou quando Nanao o arrastava a força para a oitava divisão,  e ambos tinham a certeza de que isso aconteceria amanhã.

-Sim você irá ter, no entanto eu posso te acompanhar para um almoço e um chá da tarde se quiser...

-Irei adorar Juushiro... -disse a mulher bocejando.

-Bem vamos dormir... Amanhã teremos um longo dia pela frente...

-Boa noite Juushiro...

-Boa noite Retsu...

-Juushiro?

-Sim?

-Eu te amo...

Ukitake beijou os lábios da mulher e a abraçou mais forte e os cobrindo logo em seguida com um cobertor cinza com desenhos espirais prateados.

-Eu te amo Retsu...

Unohana se aninhou nos braços do marido e logo estava sendo embalada pela respiração do mesmo em um sono profundo. Juushiro observou a mulher dormir antes de apagar a luz do abajur e se ajeitar na cama sem interromper o sono de sua esposa, para logo em seguida dormir,  teriam um longo dia pela frente e precisavam estar bem descansados.

Continuaaaa******


Notas Finais


Bem pessoal é isso eu demorei para postar esse capítulo por vários motivos que não vêm ao caso agora. Espero que tenham gostado.

Nanao aceitando morar com Shunsui?
Gin e Rangiku morando juntos?
Um herdeiro de Yoruichi e Kisuke?
Ukitake e Unohana?
Será que a suspeita de Gin está certa?
Eles devem temer essa calmaria?
Onde está o Hougyoko?

Tudo isso e muito mais nos próximos capítulos...

Nome da música: I do
Artista/Músico/Banda: Colbie Caillat

https://m.youtube.com/watch?v=E0oyglKjbFQ

Eu me inspirei nessa música para esse capítulo, pois vemos quatro casais firmando suas vidas. Mas isso não quer dizer que outros casais não irão se firmar e não vão ter seu espaço aqui...

Kisses de Amora e bye bye ♥♛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...