História Um fim de Inverno para não se esquecer - Capítulo 51


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Aikawa Love, Aizen Sousuke, Byakuya Kuchiki, Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Gin Ichimaru, Hanatarou Yamada, Hinamori Momo, Hirako Shinji, Hiyori, Ichigo Kurosaki, Ikkaku, Izuru Kira, Kaname Tousen, Kenpachi, Kenpachi Zaraki, Kensei Muguruma, Kon, Mashiro Kuna, Mayuri, Nanao Ise, Nemu Kurotsuchi (Nemuri Nanagou), Orihime Inoue, Personagens Originais, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Retsu Unohana, Rouse, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Sajin Komamura, Shihouin Yoruichi, Shunsui Kyouraku, Shuuhei Hisagi, Soi Fong "Soifon", Toushirou Hitsugaya, Ukitake, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Yadoumaru Lisa, Yashiro, Yumichika
Tags Bleach, Kyouraku Shunsui, Nanao Ise, Shunnao
Visualizações 48
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yoooo mina-san estão anciosos né? Então aguenta o coração porque vai ser emocionante...

Então né o que acharam do local da cerimônia? Como previsto... Tinha que ser ROSA rsrs...

Beijos e boa leitura.

Capítulo 51 - O Grande Dia (part. I)


Fanfic / Fanfiction Um fim de Inverno para não se esquecer - Capítulo 51 - O Grande Dia (part. I)

Os primeiros raios solares indicavam que o dia estava começando, mas ao contrário dos demais dias, aquele era realmente especial. Shinigamis desesperados arrumavam toda a decoração da cerimônia e seus desesperos acabaram comovendo o próprio Soutaichou que, acabou dando uma mãozinha. Não, ele nunca imaginou isso tudo  e acontece que, como um pai, se sentia orgulhoso e cheio de alegria. Ver seus meninos tendo sucesso em tudo que faziam e agora construindo suas famílias, era algo que não tinha preço. 


-Bom dia Soutaichou... 


-Bom dia Rukia... 


-Nossa... Tudo está tão bonito e tão rosa...


-Verdade... É chegado o grande dia finalmente. 


Rukia apenas sorriu e continuou ajudando Orihime com a organização das cadeiras. Ambas estavam alegres em poder ajudar na realização de um sonho de um casal muito bem visto por todos. 


-Rukia... Como funciona os casamentos? 


-Hmmm boa pergunta... Deve ter algum livro falando sobre isso na biblioteca e como já acabamos, podemos ir dar uma olhada. 


As duaotas correram para a grande biblioteca e procuraram pelos livros antigos. Com cuidado elas pegaram os dois livros e se sentaram próximas as grandes janelas aquecidas pelos raios solares, a sorte é que elas tinham muito tempo antes do casamento. 


-Bom de acordo com o que está escrito, a cerimônia de casamento deve ocorrer da seguinte forma: De acordo com as leis impostas pela Central 46, nenhum capitão ou tenente podem se casar com alguém da mesma patente ou capitão e tenente se casarem para não acontecer divergências no local de trabalho. 


-Isso é terrível Rukia! Como puderam criar uma lei dessas?! 


-Concordo com você Hime... 


-Mas se essa lei é verídica, então Kyouraku-san não poderá se casar? 


-Nem tanto... Se você tiver a aprovação de 7 capitães mais a aprovação da guarda real... Então a decisão é vetada e esquecida. 


-Tudo é passado por uma votação? 


-Algumas coisas sim... Outras não  ...


-E eles são nobres né? 


-De certo modo sim... Então as leis do Seireitei continua valendo mas não tem peso nenhum... 


Elas estavam tão entrertidas em suas pesquisas que, não notaram a aproximação de Byakuya e SoiFon. 


-Vamos meninas vocês precisam se arrumar! 


-Já está quase na hora Rukia! 


-Hai nii-sama... Até mais tarde Hime... 


As duas garotas correram para se arrumarem e ficarem apresentaveis para o grande dia. Não poderiam estar vestidas de qualquer jeito para a grande ocasião e já estava quase na hora da cerimônia começar. 


******************************


Em um dos cômodos da Oitava Divisão a cena era cômica, literalmente falando. Kyouraku Shunsui se encontrava no banheiro com dor de barriga há quase 1 hora. Ukitake e Ichimaru não sabiam se riam ou se choravam com a cena de nervosismo do velho homem. 


-Shun! Se acalma! 


-Não consigooooo! 


-Mas você precisa! 


-E se ela recusar?!  Ou não me quiser mais?! 


Ukitake revirou os olhos em desaprovação da conduta do melhor amigo e estava rezando para conseguir reunir paciência naquele dia. Ichimaru por sua vez, perdeu toda a paciência e sua voz ecoou por todo o cômodo. 


-Francamente né? Se ela o rejeitasse seria quando a pediu em casamento!  Eu posso não conhecê-la, mas ao que tudo indica, ela não é mulher de duas palavras! 


Ichimaru havia sido rude, mas precisava fazer com que o velho capitão percebesse a mulher incrível que tinha ao seu lado e que o casamento não era nem de longe, um monstro de sete cabeças. Eles esperaram mais algum tempo até que a porta se abriu e por ela passou Shunsui Kyouraku, vestindo os trajes de casamento que consistia em um hatakama preto com o símbolo de sua bantai bordado no lado direito do peito, suas meninas estavam presas em sua cintura e em contraste, o haori rosa se fazja presente. 


-Algo rosa velho amigo? 


-Precisava disso ou não seria eu mesmo... Obrigado Ichimaru... 


-Disponha e vamos logo a cerimônia já vai começar e não acho que Nanao irá aprovar sua demora. 


Rindo os três homens saíram da divisão e foram caminhando para os jardins da Primeira Divisão. A entrada deles fora anunciada e todos os convidados se colocaram em pé para então, os receberem com sorrisos e alguns suspiros de mulheres. Kyouraku não ligava para esses detalhes ou para a linda decorção do lugar, seu olhar estava concentrado no chão, enquanto pensava em tudo o que viveu durante todos esses séculos. 


Ele havia perdido amigos, alguns membros de sua família, a paz, a esperança e viveu muito tempo sem ninguém que pudesse amar, então Nanao apareceu e mudou completamente a sua vida e foi para melhor. 


Saiu dos seus desvaneios quando ouviu as portas serem abertas e um sonoro som de surpresa transcorreu por todo ambiente. Ele levantou seus olhos e a encarou, seus olhos se encheram de lágrimas e seu sorriso encobriu todo o seu rosto. Lá estava ela... Sua mulher e sua vida caminhando até ele.... 


Continua no próximo capítulo. 


Notas Finais


Hohohoh não é natal mas é um lindo presente não?

Como eu amo muito vocês, irei propor uma coisa bem bacana. Se vocês gostam de escrever e gostam do casal Shunnao, deixo um desafio para vocês.

O desafio é o seguinte, no mês de Julho temos dois aniversários, sendo no dia 7 o de Nanao e no dia 11 o de Shunsui. Então quero propor que vocês façam um pequeno texto ou uma pequena fic falando sobre os dois grandes dias. Claro se quiserem...


Bom sei que estão anciosos para os próximos capítulos e em breve teremos mais.

Até o próximo capítulo.

Kisses de amora and bye bye ❤♛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...