História Um futuro diferente para os marotos - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Carlinhos Weasley, Dobby, Dorcas Meadowes, Draco Malfoy, Fenrir Greyback, Franco Longbottom, Fred Weasley, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lílian Evans, Lord Voldemort, Marlene Mckinnon, Neville Longbottom, Pedro Pettigrew, Percy Weasley, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Draco Malfoy, Dramione, Harry Potter, James Potter, Jilly, Lily Potter, Marotos, Rabicho, Remus Lupin, Severo Snape, Sirem, Sirius Black, Wolfstar
Visualizações 147
Palavras 2.605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amoreeesss voltei. Se esse tiver pelo menos 6 comentários até as 23 horas eu posto outro ainda hoje.

Capítulo 14 - Véspera de Natal


Gina do outro lado da sala, olhava Mia e pensava no quanto odiava brigar com ela, mas o que ela tinha feito havia sido imperdoável. Se aproveitou de um momento em que Gina tinha saído para ficar agarrada com Draco. Com esses pensamentos rondando sua cabeça, Gina esqueceu até de prestar atenção na conversa até Harry falar.

- Pensando na Mia? – ele quis saber.

- E se eles realmente não estivessem fazendo nada? – Gina estava começando a ficar assustada com tudo aquilo, e se ela estivesse errada? – Harry, eu não podia desconfiar da Mia, não podia. Ela é minha melhor amiga, nunca me trairia.

Harry ficou calado, mas assentiu.

- Por Merlin! – Exclamou Gina. – O que eu fiz? Como fui idiota. – Ela se levantou em um salto e correu em direção ao sofá onde Mia estava. – Mia, por favor, posso conversar com você?

A loira olhou pra ela, de onde estava no sofá, depois olhou para Tonks que assentiu, então se levantou rapidamente, seguindo Gina para a cozinha.

- Por favor, me perdoa Mia. – Gina falou de uma vez. – Eu não devia ter desconfiado de vocês. Por favor, sei que você nunca me trairia. E você sabia que eu gostava do Draco. Me perdoa Mia. – Lágrimas corriam dos olhos de Gina, enquanto a loira olhava para ela com a face completamente despida de emoções.

- Você desconfiou de mim. Tirou nosso cordão e jogou fora, Gina! – Falou Mia. Ainda sem emoção. – Como pôde desconfiar de mim? Eu sempre fiz tudo por você, você era minha melhor amiga. Que droga! Eu fiquei muito mal todos esses dias. – a voz finalmente quebrou.

- EU sei, eu vi. Mia, eu nunca serei capaz de me desculpar de forma justa com você. – A ruiva enxugou as lágrimas. – Só posso te pedir perdão.

Mia ficou olhando a amiga por cerca de um minuto.

- Droga Gina, eu te amo sua vaca! – ela disse. – É claro que te perdoo. Não consigo ficar com raiva de você. Afinal você é minha melhor amiga.

Gina pulou no pescoço de Mia a apertando em um abraço, depois as duas riram juntas e enxugaram as lágrimas que haviam rolado.

- Certo! Vamos voltar pra sala. – Disse Gina.

- Espera, Harry ainda está com raiva de mim? – Perguntou Mia.

- Não, mas não sei como ele vai te pedir desculpas. –Ela respondeu sorrindo do interesse da amiga em Harry. – Ele só concordou comigo, em que tínhamos errado com você. Logo depois eu saí correndo e não ouvi mais nada. – Mia suspirou e então saiu puxando Gina pela mão para a sala. – Vou precisar pedir desculpas para Draco também.

- Depois. – Falou Mia. – Agora você vai ficar comigo. – Gina riu e concordou com a cabeça. As duas caminharam juntas para o sofá e se sentaram abraçadas. Remus olhou e sorriu por elas terem feito as pazes, assim como todos que estavam ali.

- Fizeram as pazes finalmente. – falou Sirius.

- Sim Sirius. Eu fui uma idiota. – disse Gina apertando ainda mais a amiga no abraço. – Mas Mia tem um coração do tamanho do mundo e me perdoou.

- Finalmente tenho minhas duas amigas de volta. – Comemorou Morgana se jogando em cima das duas no sofá. – Não aguentava mais me dividir entre vocês duas. E não me deixem cair suas vacas.

As duas riram e seguraram Morg.

- Também te amamos ciumenta. – disseram as duas juntas e depois estalaram beijos nas bochechas de Morgana que riu e protestou. As três passaram o resto da tarde rindo e brincando, à noite, Mia voltou para o quarto que dividia com as amigas.

#---------------------------#

O Natal finalmente estava chegando, no dia 24, todos ajudavam em alguma coisa para preparar a ceia. Além dos moradores do Largo Grimmauld, Tonks e os pais viriam passar o natal, assim como Severo. Quando este anunciou que iria, todos ficaram confusos, mas Lúcio abriu um sorriso gigante que fez Draco e Mia, únicos que perceberam, desconfiarem.

Gina havia feito as pazes com Draco no dia seguinte as pazes com Mia. Os dois estavam muito próximos agora. O sr. Wesley voltara para a casa 3 dias antes e agora estava em estágio de recuperação.

Naquele momento conversavam no quarto das meninas, Morgana, Mia, Gina e Draco.

- Vocês viram também? – Mia perguntou. As outras duas meninas negaram com a cabeça.

- Fomos só nós Mia. – disse Draco. – Mas se tivessem visto, vocês também estariam confusas. Foi estranho, quando o patrono chegou que terminou a fala, ele abriu um sorriso gigante enquanto todos olhavam chocados. Até porque, Severo nunca se fez muito querido. Sei que estou confuso.

Mia que estava deitada com a cabeça em uma coxa de Draco olhou para ele. Depois daquela confusão, Gina havia aceitado a amizade de Mia e Draco, e entendido que nada separaria aqueles dois.

- Draco? – ela fez uma pausa esperando ele prestar atenção. – Você acha que saberia lidar com a situação se… eles por acaso viessem a ficar juntos?

- Não sei Mia. – ele respondeu. E pela sua cara ele realmente estava confuso. – Mas acho que não teria problemas não. Ele é meu pai, e eu o amo, só quero vê-lo feliz. Agora que seria estranho ter Severo Snape, meu padrinho, como padrasto, isso seria.

Todos riram.

- Não tinha parado para pensar nisso. – Disse Gina. – Por Merlin! – Draco riu e puxou a ruiva para deitar em seu peito, ele estava encostado na cabeceira da cama. Morgana deitou entre as duas amigas. – Certo! E Harry Mia? Falou com você?

A menina negou.

- Não, ele passa por mim e me cumprimenta, mas não conversa mais comigo. Não como antes.

- Ele está gostando de você. – Respondeu Draco. – É o que eu acho.

- Você está louco, ele fica quase fugindo de mim. Se ele gostasse não fugiria. – disse Mia.

- Vocês não compreendem a cabeça dos homens. – responde Draco. – Confia em mim. Ele tá gostando de você.

- E porque não termina com a Cho? – Perguntou Morgana. – Se ele gosta da Mia. Não entendo.

- Ele e Cho estão brigados. – ele respondeu. – Ela falou mal de você Mia. – ele completou. – Harry não gostou e ela o acusou de estar te defendendo por preferir você. Ele não desmentiu e isso a irritou.

Gina tinha um sorriso nos lábios.

- Já agarrou o peixe amiga. – Ela brincou.

- Ah, quer dizer que vocês nos veem como peixes, é isso dona Gina? – perguntou Draco rindo.

-Não querido. Vocês são tubarões. – ela brincou de novo. Draco riu e fez cosquinhas nela. Depois que se recuperou Gina virou para a amiga e disse. – Seguinte: Gata você já é, vamos lacrar na maquiagem e na roupa de hoje e de amanhã. Fazer Harry ficar com o queixo no chão.

Todos riram e concordaram . Draco iria julgar a produção. Como já se passava das 18:00 horas, e a festa começaria as 20:00 horas. As três amigas começaram a se arrumar, tomaram banhos demorados, e se perfumaram. Depois fizeram suas maquiagens, Mia uniformizou a pele já quase perfeita, e depois caprichou no rímel, na sombra esfumaçada marrom, lápis de olho marrom e completou tudo com um batom vermelho escuro. Gina fez cachos grossos no cabelo loiro da amiga. A ruiva tinha prendido o cabelo em um rabo de cavalo moderno e meio desarrumado. Feito uma maquiagem marcando bem o olho, de roupa escolheu um conjuntinho de short cós alto e cropped em paitês pretos foscos que ela tinha. Morgana apostou em uma maquiagem leve, e no batom vinho, a morena vestiu uma calça preta justa, com um cropped vermelho vivo. De vez em quando a morena sabia arrasar.

- Nossa Morg! – disse Gina. – Você tá arrasando. – A morena sorriu e baixou a cabeça envergonhada.

-Obrigada. – ela olhou para Mia, que até aquele momento ainda estava de toalha. – O que você vai vestir?

- Não sei. – Mia foi até o guarda roupa que dividiam e puxou de lá um vestido lindo, simples e perfeito, ele era Azul marinho e ia até um pouquinho acima do meio da coxa, era acinturado e tinha uma saia rodadinha, no busto ele tinha um decote coração que seguia em uma manguinha curta e soltinha no braço. Era simplesmente perfeito.

- Que lindo Mia, você precisa usar esse. – disse Gina.

Mia sorriu e vestiu rapidamente o vestido. Depois colocou uma botinha marrom de salto médio que combinava com o resto do look. Gina também calçou botas, só que sem saltos e pretas, pois ela já se achava alta demais. E Morgana colocou um salto alto preto e fechado. Ela era a mais baixinha. As amigas sorriram. E em seguida ouviram uma batida na porta.

- Meninas? Já estão prontas? – perguntou Draco.

- Siiimm… - responderam todas juntas.

Draco entrou no quarto e seus olhos se prenderam inicialmente em Gina. Depois correu por todas as outras.

- Uau! Meninas, vocês arrasaram. – ele elogiou. Elas agradeceram e depois desceram para a sala, onde todos já deviam estar. Assim que passaram pelo batente que dava para a sala, os quatro cumprimentaram todos, mas o olhar de Mia se prendeu em Harry, ele realmente estava de queixo caído, o problema é que ao seu lado estava Cho, parece que para estragar a noite de Mia. Quando percebeu que Harry olhava para a loira, Cho puxou o rosto do namorado exigindo atenção.

A loira suspirou e caminhou até seu pai, que infelizmente estava na mesma roda de conversa que Harry e Cho.

- Papai. – A loira beijou a bochecha de Remus.

- Meu amor, você está linda! – Ele elogiou. Mia sorriu e agradeceu, depois se postou atrás da poltrona em que ele estava, com os braços em seu pescoço.

- Mia, temos que concordar com seu pai. – disse Lily sorrindo. – Você está mesmo linda. – Mia sorriu, ao mesmo tempo em que Morgana chegava e sentava ao lado do pai.

- Você também está perfeita, meu anjo. – Elogiou James.

- Obrigada papai. – agradeceu Morgana. Que não aguentou ao ver Cho revirar os olhos para Mia, e ela que normalmente era tímida e calada, resolveu fazer uma gracinha. – Mas Mia está mais bonita. E tenho certeza que Harry concorda comigo, não é Harry? – ela perguntou. Mia engasgou com o ar.

Harry ficou claramente sem saber o que fazer, e Cho estava vermelha de tanta raiva.

- S… Si… Sim, Maninha. – ele disse. – Mia está linda! – A loira sorriu para ele, claramente constrangida.

- Obrigada Harry. – ela disse. Sirius que até aquele momento só tinha assistido a tudo calado, caiu na gargalhada, espantando a todos.

- Minha nossa! – ele fez uma pausa enquanto riu. – Harry, você tinha que ver a sua cor. Vermelho igual um pimentão. Você também minha princesa, está vermelha. A propósito, você está linda Mia.

- Sirius! – repreendeu Remus. – Pare com isso. Você está deixando eles mais constrangidos ainda. – Sirius parou de falar, mas continuou a rir.

Depois disso a conversa fluiu por algum tempo por assuntos mais amenos, até o jantar ser servido.

Todos comeram muito bem, a comida estava simplesmente deliciosa. Depois, os mais velhos seguiram para uma sala de jogos que havia na casa, enquanto os mais jovens ficaram na sala conversando.

Gina conversava com Draco baixinho em um canto. Morgana, conversava com Neville, Harry e Cho, Rony e Mione, apesar de estar claro para quem quisesse ver, que Cho tentava a todo custo tirar Harry da conversa, e arrastá-lo para longe. Mia até aquele momento conversava com Fred e Jorge Wesley, os dois falavam sem parar sobre os brinquedos que estavam criando, mas de vez em quando a atenção de Mia vagava até Harry e ela olhava para ele, quando isso acontecia, quase sempre ela encontrava ele a olhando também. Os dois rapidamente desviavam o olhar e voltavam ao que estavam fazendo antes.

- Pelo amor de Merlin! – exclamou Fred.

- Por que vocês dois não ficam logo juntos? – Completou Jorge. Mia se assustou com o repente dos dois irmãos e os olhou com os olhos arregalados. Depois que se acalmou ela sorriu tristemente e baixou os olhos para o chão.

- Também não sei. – respondeu baixinho. – Com licença meninos. Acho que já vou subir. – Ela disse.

Eles assentiram e a menina se levantou para caminhar até a escada. O grupo de conversa de Harry e Cho estava no caminho e no momento em que Mia tentou passar por eles, a menina recebeu um banho inesperado de suco de abóbora.

- Oh Merlin! – exclamou Cho. – Me desculpe Mia. – Sua cara dizia que ela não estava nada arrependida.

- Você fez de propósito Cho! – Acusou Neville.

- Cala a boca, gordinho. – falou Cho.

- Não fale assim dele. – reclamou Morgana. Mia até aquele momento estava chocada demais com o banho que tomara para falar algo.

- Por que fez isso? – Perguntou a menina assim que se recuperou, em voz baixa e magoada.

- Quer saber mesmo? – falou Cho. – Por que eu não aguento mais ver Harry olhando pra você, sorrindo pra você, por que eu estou cansada desse seu jeitinho de menina meiga e doce. – Mia aguentou todos os xingamentos calada. Até os adultos entraram no cômodo para ver o que estava acontecendo. Cho apontou para um porta retratos que estava ali. – E pelo visto aquela ali deve ser sua mãe, sem graça igual a você. Ela também ficava com o namorado dos outros?

- Chega! – gritou Mia. – Você pode falar de mim o quanto quiser, mas não vai abrir a boca pra falar da minha mãe. Você não a conheceu, não sabe quem ela era. E eu não permito isso. – A menina gritava alto. Remus queria intervir, mas Sirius segurou ele. – Agora, você não vem na minha casa xingar a minha mãe. Passou de todos os limites Chang. Todos! – Mia puxou a varinha no decote do vestido e lançou um Wingardiun em Cho que começou a flutuar no ar, em seguida a loira que era muito boa em transfiguração transformou Cho em uma galinha ainda no ar, e a fez ficar flutuando e cacarejando.

- Chega Mia! – Falou Remus. A menina se assustou com o som da voz do pai e deixou Cho cair no chão, depois destransfigurou a asiática, e se virou para sair da sala.

- Por que não me deixou intervir? – perguntou Remus para Sirius.

- Sua filha e capaz de se cuidar sozinha. Não precisa de você pra tudo. – Explicou Sirius.

- Droga Sirius! – Falou o loiro. – Você viu como ela estava chateada?

- Calma aluado, ela só precisa de um tempo. – ele disse. – Deixa ela pensar. Eu também estaria chateado com o que a outra menina disse. – Remus contrariado concordou e voltou para a sala de jogos com os outros. Somente James e Lilian ficaram para trás. Para ver como Cho estava.

- Você está bem querida? – Perguntou Lilian.

- Como poderia estar bem depois do que aquela loira sem sal fez? – perguntou extremamente grossa, Cho. 

- Chega Cho! Vá embora. – Interviu Harry pela primeira vez. – Você já fez de muito. Você não entendeu ainda? Não estamos mais namorando. Acabou, na verdade, acabou há muito tempo. Você veio aqui apenas infernizar a Mia. Você não gosta de mim. Sinto muito! Não dá mais. – A asiática olhou para Harry com extremo ódio.

- Você vai se arrepender disso Harry, vai se arrepender. – Disse a menina. Que em seguida se retirou da casa em silêncio. Harry olhou para a escada por onde Mia tinha subido.

- Vai logo Harry. – Disse Gina.

- É. Ainda dá tempo. – completou Draco, pousando a mão na cintura de Gina. A ruiva sorriu para o loiro depois voltou o olhar para Harry. O menino não hesitou mais, largou tudo onde estava e subiu correndo as escadas atrás de Mia.


Notas Finais


Me contem o que acharam.
Beijinhos de luz. 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...