História Um Gângster Em Minha Vida - Capítulo 67


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouchou Akimichi, Fugaku Uchiha, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karui, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Sakura
Exibições 311
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa Leitura ;)

Capítulo 67 - Uma Briga Do Passado


Fanfic / Fanfiction Um Gângster Em Minha Vida - Capítulo 67 - Uma Briga Do Passado

                                                                       Uma  Briga Do Passado

Pov Sasuke:

Quando as coisas têm que acontecer elas simplesmente acontece, e nós temos que compreender. Era assim que eu deveria pensar, no entanto, meu lado irracional vem à tona revelando o pior homem que existe dentro de mim.  Os olhos delas estão linchados devido às lágrimas. Minha respiração está tensa e pesada, Sakura permaneceu quieta chorando enquanto escutava meus berros de ódio. 

__Eu juro que não houve nada comigo e ele, Sasuke. Mesmo sendo amigos, eu nunca o deixei atravessar essa barreira. Ele é meu chefe, mas é meu amigo também, Sasuke. Quando eu comecei a trabalhar no hospital, não sabia que era da família dele.

__Você transou com ele, Sakura. No entanto, não é isso o que mais me machuca, o que mais me machuca é saber que você mentiu.Nós prometemos que não haveria mais mentira, mas...

__Eu te amo, Sasuke. Eu não falei a verdade por medo, por medo de como você reagiria ao saber que transei com meu chefe ou que ele é meu amigo. Começo a rir das palavras dela, e ela chora como se fosse uma criança, mas eu não me derreto mais por suas lágrimas.

__Ama mesmo? É serio isso? Pelo o que sei sobre amor; não á mentiras. O que mais você esconde de mim? Ela permanece em silencio chorando, e eu imprenso-a na parede. Sinto como se eu estivesse sobre efeito de drogas. Sinto meu corpo formigar, e minha cabeça latejar enquanto permaneço encarando-a, com aquelas várias faces. __ O que mais você esconde de mim, Sakura? Vai me dizer que está fazendo programa como a sua mãe fazia ou vai me dizer que tem algum ou alguns amantes?

__Não fale assim.

__EU TE ODEI... Deixo a frase no ar, e sem pensar duas vezes levanto minha mão com o pulso fechado em direção à parede. Ela estremeceu quando os quadros caíram no chão.

__Você está me assustando, por favor, se acalme.

Aquela voz me fez voltar ao normal ou quase isso. Não consigo pensar assim, não consigo agir com ela, seria melhor o nosso fim? Eu realmente não sei. Abaixo minhas mãos e permaneço encarando-a com os olhos inchados e assustados. E quando eu dei por mim, os primeiros raios do dia iluminavam através das janelas.

__Fique longe de mim. Foi o que eu disse ao sair da sala de estar principal e seguir em direção á adega.

                                                                                  ***

Entro em nosso quarto depois de algumas horas, e lá estava ela. Sentada na poltrona olhando através das janelas o sol iluminar o jardim dos fundos. Sakura permanecia segurando os joelhos, enquanto agonizava a própria dor. Por que depois de todo esse tempo de felicidade, algo assim tem de acontecer?

__Me desculpa por ter gritado com você. Coloco a mão em meu bolço e sinto aquela caixinha vermelha, que já deveria ter entregado há muito tempo para ela.  

__Você sempre grita, Sasuke. Suas palavras durante muitos anos são sempre jogadas contra mim. Esse amor é devastador, mesmo eu não querendo sofrer por isso, acabei me tornei uma submissa a você, a  suas palavras. Você se tornou uma droga em minha vida, e agora, sou completamente viciada.

__O que você quer de mim, Sakura? Aproximo-me, no entanto, ela nada faz para impedir de minhas mãos tocarem seu rosto, virando-o para que meus olhos pudessem enxergar os seus.

__Uma família, um filho, uma vida feliz. Será que eu não posso desejar ter um filho seu? Encaro para minhas mãos e logo as fecho diante dos desejos de Sakura, o qual eu não posso realizar.

__Eu não posso te dar um filho, Sakura. Eu posso dar para você qualquer outra coisa, menos um filho. E ele pode te dar a única coisa que eu não posso, não é mesmo? Faço ela me encarar mais uma vez enquanto seguro seu queixo. Os olhos dela transparecem sua tristeza, e os meus a verdade a qual eu já sabia. __Se é isso que você deseja,  eu não me importo se você quiser ficar com ele. Afinal das contas, Sasori, pode te dar o que eu não posso. Eu sinto muito por isso, Sakura.

__Eu não quero um filho dele, Sasuke. Eu não quero outra pessoa em minha vida, quero você, só você. Isso é loucura, mas mesmo assim, mesmo você sendo assim, eu não quero outra pessoa.  Seu amor machuca e mata, mas mesmo assim...  

Antes que ela pudesse terminar de falar, eu levo meu polegar em seus lábios. Nossos olhos se encontram, e naquele momento ela fecha seus olhos. No entanto, eu não a beijo. Seguro em sua mão, o que a faz abrir os olhos.

__Vem comigo.

                                                                               &&&

Seguro em sua mão enquanto seguimos em direção à floresta próxima a nossa casa. Em pensar que há seis anos, bem aqui, eu a conheci de fato. Os olhos de Sakura observam a arvore de Cerejeira com suas flores, algumas se desprendiam do galho e voavam ao vento. Fazendo com que ela sorrisse ao encara-la.

__Por que estamos indo para lá? Sorrio pra ela, e permaneço em silencio conforme seguíamos mais adentro da floresta de duas faces. Durante o dia era linda, contudo de noite se tornava um lugar obscuro, assim como meus pensamentos.

__Eu quero te pedir uma coisa. Paro com Sakura no mesmo lugar de muitos anos atrás onde nossos olhares se encontraram pela primeira vez.  O silencio tomou conta  do luar, mas de imediato Sakura se lembrou do passado, onde nossos caminhos se cruzaram pela primeira vez.

__Sasuke, aqui é o mesmo lugar onde...

__Nós ficamos sozinhos pela primeira vez. Completo a frase enquanto levo minha mão ao bolço e pego a caixinha vermelha, e abro em direção a Sakura, que no mesmo instante permanece com os olhos arregalados e assustados.

__Sasuke...

__Desde que te conheci tive a certeza de que havia surgido para ser a mulher da minha vida, para a minha vida toda. A única e eterna, a mais amada dentre todas as outras do mundo, aquela a quem eu deveria dedicar todo o meu carinho e atenção. Passaram-se, dias, semanas e anos, e o tempo apenas reforçou a minha primeira opinião, pois foi te mostrando, cada vez mais, a criatura mais doce e bela que o destino colocou na face da terra. Eu sei que não sou um dos melhores homens, e sei que nem me encaixo nos 100 primeiros, mas mesmo assim, eu quero você.  Sakura quer torna minha vida mais alegre se casando comigo?

Os olhos dela brilham, e com um sorriso sincero eu coloco o anel em seu dedo esquerdo. Ela permanece sem reação, mas mesmo assim...

__Sakura?

Antes que eu pudesse perceber ela se jogava contra meu corpo, o que me fez segurar sua cintura quando caímos no chão. Sakura permanecia sobre meu corpo, e eu apenas sorri quando nossos lábios se encontraram em um beijo terno, caloroso e suave. 

Sakura é a mulher da minha vida, sempre foi. Não entendo o porquê eu demorei tanto para perceber isso, para fazê-la minha. Mas agora... o passado ficou para trás, junto com nossas brigas.

“Se eu pudesse voltar no tempo, se eu pudesse achar uma maneira, eu retiraria todas as palavras que a magoaram.”  


Notas Finais


#Continua_Em_Breve

Beijos Doces Com Açúcar *--*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...