História Um Gato E Um Unicórnio - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Unicórnio
Exibições 15
Palavras 643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Escolar, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Será que é?


Narração: Luna

Acordei com o despertador tocando. Me levantei, e fui direto para o banheiro. Depois do banho, de me vestir, eu fui para a cozinha comer café da manhã. Me despedi dos meus pais, e fui andando para a escola. E aconteceu uma coisa inesperada.

Narração: Matheus

Eu acordei com a droga do despertador tocando no máximo. Dei um murro nele, e fui comer o café da manhã. Nem deu tempo de botar o pé na cozinha que minha mãe começou a gritar:

- O MENINO, VOCÊ NÃO SABE QUE HORAS SÃO NÃO?! COME O SEU CAFÉ LOGO E CORRE PRO BANHEIRO! E SEM RECLAMAÇÕES.

Acabei obedecendo, pois ninguém iria querer ver a minha mãe nervosa... 

Terminei de comer, fui tomar banho, e me vesti: uma camisa bege com um casaco azul cinza, uma calça jeans zinza e os meus fones. Sai correndo de casa em direção a escola. No meio do caminho, eu não vi uma menina e acabei esbarrando nela. Nós dois caimos, fazendo as orelhinhas de gato delas cairem. Eu me levantei primeiro e estendi a minha mão para ela pegar e se levantar. Quando ela se levantou, eu falei:

- Meu nome é Matheus e o seu?

- L-Luna...

- Prazer Luna, e pelo que eu estou vendo...*olha ela de cima pra baixo* você ama gatos não é? Hehe...

- Sei que isso é ridículo...mas não precisava rir!

- Não estava rindo disso...- falei - é porque, o que eu mais amo, é mais ridículo que isso...

- O que você mais ama??- Disse Luna. Já vi que a menina é bastante curiosa.

- Errr... Unicórnios- disse constrangido

- Não me diga que...- ela me empurrou, me fazendo cair no chão.

- PORQUE FEZ ISSO?!- ela me ignorou e pegou a minha mochila. - E-espera...- ela abriu a mochila e encontrou um Unicórnio de pelúcia dentro.

- AAAWWWWNNNNN QUE FOFIIINHO!!!- disse ela abraçando a pelúcia.

- SOLTA É MEU!!

- É seu? - ela começou a rir descontroladamente, me fazendo ir guiando ela até a escola. Quando chegamos lá, descobrimos que estavamos na mesma sala. As aulas, para mim, estavam mais chatas do que nunca, e eu estava rezando para que a aula acabasse rápido.

Narração: Luna

As aulas ocorriam  tranquilamente, até que o sinal tocou. Eu fui andando até um canto mais tranquilo, onde as pessoas não iam, da escola. Me sentei num canto, pus meus fones de ouvido, peguei meu celular e comecei a jogar um joguinho qualquer. No meio do jogo, recebi uma mensagem da minha mãe dizendo: 

" Oi filha, você terá que ir pra casa da sua tia, ou seja: você vai dormir na casa dos seus primos. Bjs Tchau😘 "

Eu fiquei super alegre naquele momento. Eu adorava visitar meus primos. Mesmo eles sendo chatos em alguns momentos, eu adorava eles. Meus pensamentos foram interrompidos pelo toque do sinal da escola, dizendo que era a hora de ir para a sala de aula.

( Quebra de tempo.....2 horas )

A aula acabou e eu fui correndo para a saída. Mas as vezes...

 A vida da um atraso

Matheus estava ali, bem ali, encostado na parede mexendo no celular. Por algum motivo, ele estava sem os fones. O ignorei e continuei a andar. Quando passei por ele e fiquei a alguns metros de distância dele, me senti culpada por não falar com ele. " Porque estou pensando isso? " " Besteira!" Pensei. Fui caminhando até a casa da minha tia. Quando cheguei lá, abri a porta e dei de cara com meus primos sentados no sofá. Sendo eles: Jean e Clara. Quando eu cheguei lá, eu chutei o sofá para eles levantarem. Jean gritou:

- TÁS DOIDA?!?!

- Quem manda vocês ficarem aí deitados?- respondi calma, até que Clara taca um travesseiro em mim. E então, começou ali a guerra de travesseiros.

Narração: Matheus

Ela passou por mim...nem me deu um oi... não falou nada...porque essa tristeza? Porque estou cabisbaixo? O que é isso que estou sentindo?? Será... não... sim?





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...