História Um inesperado anjo - Segunda temporada - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Luan Santana, Romance, Traição
Visualizações 66
Palavras 526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Longa história...


 

P.O.V. Luan

 

  Acordei com uma enxaqueca enorme! Bati do meu lado e vi que Ana não estava lá, ainda não me acostumara a dormir sem ela do meu lado.

   Se eu pudesse voltar no tempo não tinha feito o papel de trouxa que eu fiz ontem. Tenho que me conformar que tudo acabou e que agora somos apenas um ex-casal.

   Afinal, não está sendo nada fácil sem ela aqui, mas também, foi minha culpa tudo o que está acontecendo com a gente. Odeio pensar assim, pois minhas esperanças vão de ralo a baixo.

   Hoje será o aniversário do Breninho e estava a maior zuada lá fora. Ora minha mãe gritava de um lado, ora alguém martelava alguma coisa... resumindo: impossível dormir. Tomei um banho e coloquei uma bermuda: estava um calor desgraçado. Desci até a cozinha e encontrei, pra minha surpresa, Roberval, comendo aparentemente um ‘sanduba’.

- Acordou, bela adormecida? – disse ele de boca cheia.

- Olha Rober, não me enche o saco! Cuida da sua vida! – bufei e sentei do seu lado da mesa.

- Oush, acordou de mal humor foi Luanzito? – gargalhou.

- De mal humor você vai ficar quando eu cortar seu salário pela metade, não acha?

- Muita calma nessa hora, patrão! – ri dessa vez e cortei um pedaço do bolo de chocolate que estava na mesa.

- Bom dia gente! – disse Carla se aproximou e me deu um selinho. Não me perguntem! Longa história. Teremos alguma comemoração hoje?

- É aniversário do meu filho menor, o Breninho. Já te falei dele, não? – disse parecendo está interessado.

- Deve ter falado. Amorzito, me empresta o seu cartão de crédito? É qu...

- Pega lá no quarto. – disse antes de ver qual desculpa ela arranjaria desta vez.

- Aquela lá, digo, sua ex-mulher vem? – ‘aquela lá’ quem eu queria estar agora.

- Obvio né! Ela é a mão dele! – disse grosso.

- Ah, seu chato. – ia levantando-a quando o amor da minha vida entra pela porta da cozinha.

- Bom dia gente! – sorriu tímida. – Não queria atrapalhar, só vim pegar... ROBER! – correu para abraça-lo – Que saudade! Você sumiu ein? – o abraçou de novo. Nunca gostei dessa amizade dos dois. E NÃO É CIÚME! É só que... Sei lá... Talvez seja mesmo.

- Bom dia Aninha! Também estava morrendo de saudades disse Rober! – ela se afastou dela e colocou uma mecha atrás da orelha. Ele cochichou em meu ouvido um ‘Só não baba!’ e gargalhamos.

- Bom dia Ana! – disse baixo.

- Bom, só vim pegar um copo pro Breno tomar um suco que a Bruna inventou de fazer! – rimos.

- Cadê a abelhinha? – perguntei sem graça pelo episódio de ontem.

- Está lá também. – ela se esticou para pegar algo no armário e não pude deixar de reparar na polpa de sua bunda à mostra.

- LUAN! – Carla me beliscou brava e subiu correndo.

- O que ela tem? – disse Rober de boca cheia, por sua vez.

- Sei lá. TPM: totalmente pirada e maluca. – gargalhamos retardadamente e aí vi. O amiguinho havia despertado. Só por causa de uma bunda Luan? Fala sério! Mas não é apenas uma bunda, é a bunda DELA.


Notas Finais


AMO VXS!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...