História Um motivo pra ser feliz - Twoshot Thiam - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Liam Dunbar, Scott McCall, Theo Raeken
Tags Thiam
Visualizações 732
Palavras 2.382
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tive a ideia dessa Two, quando assisti o episódio em que Theo estava toda hora sendo acordado por policiais, pois estava dormindo no carro, então tive uma vontade enorme de que Liam o salvasse de sua forma

Capítulo 1 - Capitulo único


Era sempre a mesma coisa, as vezes no meio da noite, as vezes na madrugada, as vezes de manhã bem cedo... Mas ele nunca conseguia ter uma boa noite de sono. Dormir no carro era uma situação que ele nunca achou que iria estar, mas agora nem comer ele estava conseguindo direito, estava sobrevivendo do seu jeito, mas ainda estava vivo.

Em mais uma vez que teve que sair do lugar que estava dormindo, Theo parou em uma rua deserta e pegou seu celular, nunca foi de pedir ajuda, ainda mais para alguém que provavelmente o odiava... Mas Scott era um alfa genuíno, era alguém que nunca recusaria ajuda a quem precisa. Theo discou o número de Scott, mas desistiu quando se deu conta que não merecia ajuda dele, de quem ele fez muito mal. Theo apagou o número de Scott e discou outro: Liam!

Não é como se eles fossem amigos, mas Theo lutou pra conseguir mesmo que pouca, a confiança de Liam. A verdade é que o mais velho se apaixonou pelo garoto explosivo, mas o que ele poderia fazer? Não manda no seu coração. Ele só percebeu seus sentimentos quando podia fugir pra se salvar, mas voltou pra ajudar Liam, Theo nunca tinha feito isso por ninguém. Nesse tempo que lutaram juntos, a indiferença de Liam perante Theo foi sumindo aos poucos, não eram amigos, mas não eram inimigos. Eram próximos o suficiente para que Theo cogitasse ligar pra ele, e foi isso que ele fez.

Ouviu o toque do telefone e também ouviu quando caiu na caixa postal, olhou culpado para o telefone e desistiu de ligar novamente, mas antes que pudesse desligar a chamada, ouviu uma batida forte na janela, pronto para ligar o carro e ir embora, viu que não era um guarda, mas sim vários homens armados.

“Caçadores” – Pensou Theo.

A chamada ainda estava ligada quando os tiros começaram, Liam não tinha atendido, mas por Theo não ter desligado, o celular capitava cada coisa que acontecia para mandar como recado para o celular de Liam.

Theo se abaixou perante os tiros, é um lobisomem habilidoso, mas mesmo conseguindo fingir que estava morto para despistar os caçadores, ficou com umas três balas de acônito pelo corpo, e logo deixou de fingir e desmaiou, sua respiração ficou tão falha e seus batimentos tão fracos, que quando um dos caçadores foram verificar se ele estava morto, realmente achou que tinham o matado.

##@##

Liam saía do banho, se deitou na cama e novamente os mesmo pensamentos voltavam a sua cabeça. Liam tinha muita coisa pra se preocupar, mas mesmo assim a única coisa que passava pela sua cabeça era um certo loiro. Hayden foi embora de Beacon, todos acham que esse foi o motivo do término, mas foi somente uma desculpa para que aquele relacionamento acabasse de vez. O namoro não era o mesmo desde que Liam lutou ao lado de Theo, mas o que Liam podia fazer se o momento que Theo desistiu de fugir e voltou para o ajudar o fez ficar totalmente encantado pelo loiro? No começo, Liam achou que era somente um encantamento por Theo ter voltado, mas percebeu que sempre reparava demais na quimera, sempre havia prestado atenção em seus atos e se odiava por se sentir fascinado pelo mesmo. Quando percebeu que estava apaixonado, passou pela fase de negação, ele poderia se apaixonar por qualquer pessoa, menos ele!

Resolveu dispersar seus pensamentos e foi dormir, mas no meio da noite acordou com uma sensação ruim no peito como se algo tivesse acontecido, pegou seu celular e seu coração falhou uma batida quando viu que tinha uma chamada perdida, desbloqueou a tela e viu que a chamada perdida era de Theo, seu coração se apertou e ficou pensativo sobre ver o recado ou não, mas seu coração bobo apaixonado fez com que ele abrisse a chamada de recados e colocasse o celular no ouvido.

Primeiro ouviu um suspiro forte, cansado e magoado, depois uma batida forte, como se alguém tivesse batendo um metal no vidro... E então tiros, muito tiros. Com sua audição de lobisomem, ouviu um gemido de dor que ele sabia que vinha de Theo.

Sua respiração ficou descompassada e seu coração acelerou, sentiu os olhos úmidos e uma dor no peito só de imaginar que Theo estava em perigo, ou pior, que estivesse morto.

Não pensou em levantar correndo da cama e pegou uma jaqueta, saiu correndo pra casa de Mason e entrou no quarto dele pela janela acordando o garoto na cama que olhou assustado para o amigo.

-Liam cara, o que faz aqui a essa hora? – Mason perguntou fazendo uma careta pro relógio no criado mudo ao lado da cama.

- Preciso que rastreie um celular pra mim. – Disse Liam já ligando o computador do amigo.

- Não podia esperar amanhecer? Amanhã temos escola Liam, você sabe que suas notas estão ruins. – Mason reclamou.

- Mason, a vida de alguém esta em jogo, então não, não dava pra esperar até amanhecer! – Liam disse firme e Mason percebeu que o amigo estava realmente tenso e preocupado.

- Preciso do seu celular. – Mason disse se levantando e indo em direção ao computador com cautela pra não acordar seus pais.

Liam deu seu celular para Mason que pegou todas as informações que precisa, porém foi um pouco demorado pra rastrear e para Liam pareceu uma eternidade, e tadinhas das unhas do mesmo que não paravam de ser roídas. Quando finalmente Mason rastreou o celular, não teve chance nem de pronunciar em voz alta, Liam já tinha visto o endereço e saiu da casa do amigo rapidamente indo até onde ele achava estar Theo.

Liam não pensou nas possibilidades, não pensou que os caçadores ainda podiam estar lá, não pensou em ser uma armadilha, não pensou em nada a não ser em Theo.

Liam correu muito, errou o caminho várias vezes, mas finalmente achou um carro quase destruído por furos de balas, chegou perto do carro com o coração na mão e abriu a porta do carro facilmente pelo vidro ter quebrado, mas ficou desesperado quando viu o corpo desacordado de Theo. Se aproximou do mesmo e tentou acalmar suas batidas do coração, fechou os olhos e tentou se concentrar em Theo, demorou alguns minutos para que se acalmasse e ouvisse, mesmo que fraco ainda batia o coração de Theo. Suspirou aliviado e entrou dentro do carro, não sem antes tirar o vidro quebrado do banco. Pegou a cabeça de Theo e colocou no seu colo, passou a mão de leve pelo seu rosto pálido e ali viu que não iria saber lidar com a morte de Theo, precisava salva-lo.

Ligou o carro sem nem se importar com o fato dele estar cheio de furos de bala e ele não saber dirigir. Foi até a clínica veterinária e carregou com dificuldade o corpo de Theo para dentro, colocou ele deitado na mesa e viu que ele tinha levado três tiros, um no braço, outro no ombro e um no abdômen. Liam engoliu em seco quando percebeu que eram balas de acônito, tirou a camisa de Theo e tentou não olhar pro físico dele, aquela não era hora de fazer isso.

- Droga Theo, como foi se meter nisso? – Liam diz preocupado e percebe que vai ter que pedir ajuda pra Scott.

Liam pega seu celular e hesita por um momento, sabia que o amigo ajudaria Theo, mas o que ele faria depois? Afinal, Theo ainda é considerado um vilão pelo pack. Liam olhou pros machucados de Theo e decidiu que a vida dele estava em primeiro lugar, depois Liam se resolvia com Scott. Discou o número do alfa e só disse que precisava dele na clínica e que se possível levasse o Argent com ele, mas somente eles.

Scott estranhou um pouco, mas pediu pra Malia que ficasse em casa e foi até a clínica com o Argent, qual foi a surpresa de Scott ao chegar lá e se deparar com seu beta do lado do corpo de Theo.

- Antes que dia qualquer coisa, ele precisa de ajuda. – Liam disse vendo a expressão de espanto no rosto de Scott.

Argent nada falou, só ajudou o garoto com as balas, para Liam, ver Theo gritando de dor mesmo que inconsciente foi como uma facada para o mesmo, mas quando tudo acabou e o Argent foi embora, Liam ficou velando o sono de Theo até que Scott chamou ele pra conversar fora da sala.

- Como achou ele dessa forma? – Scott perguntou alarmado, Liam hesitou, mas logo pegou o celular do bolso e mostrou pra Scott a chamada no celular dele.

- Fui até a casa de Mason e pedi pra ele rastrear o celular do Theo, depois fui até lá e encontrei ele assim dentro do carro cheio de buraco de balas. – Liam disse por fim guardando o celular e vendo o semblante de Scott ficar preocupado.

- Está maluco? Você ao menos percebeu o quão imprudente você foi? E se tivesse caçadores lá? Você foi sem reforço nenhum. Por que não nos chamou? – Scott quase gritou.

- Chamar vocês? Pra que? O pack todo odeia ele e mesmo que você esteja aqui ajudando ele eu sei que ele não seria prioridade nos problemas de vocês, então eu fui salvar ele apesar de tudo o que ele fez, porque uma vida é uma vida. – Liam disse raivoso e deu as costas pra Scott entrando na sala novamente.

Passou alguns minutos em silêncio e Liam deduziu que Scott havia ido embora, então ficou olhando fixamente para o rosto de Theo e percebeu como ele era lindo. Liam nunca tinha olhado tão de perto para Theo, mas agora estava fascinado. Com um bom tempo olhando para Theo, ele começa a acordar e quando abre os olhos tem que fechar novamente por conta da claridade.

- Onde estou? – Pergunta pra si mesmo sem saber que tinha companhia.

- Na clínica veterinária do Deaton. – Liam responde e Theo parece surpreso por ouvir sua voz, abre seus olhos novamente e aos poucos foca os memos em Liam.

- Liam? – Theo pergunta como se tivesse vendo um fantasma. – O que aconteceu?

- Você deixou um recado no meu celular com o barulho dos tiros, então rastreei ele pra achar você. – Liam disse engolindo em seco.

- Achei que se recebesse um recado meu iria ignorar. – Theo disse olhando pro ombro que doía como o inferno e viu que tinha um machucado se curando, assim como no seu braço e no seu abdômen.

- Porque ignoraria?

- Porque todo o seu pack me odeia, eu fiz mal à eles. – Theo disse virando o rosto pro lado.

- Eu não te odeio.

- Deveria. – Theo deu uma risada curta e sem graça. – Eu sou um idiota.

- Não fale assim de si mesmo. – Liam franziu o cenho diante dessa afirmação.

- Eu fiz muitas coisas ruins Liam, mesmo que eu tenha me arrependido, ninguém acredita nisso. – Disse olhando fixamente nos olhos de Liam.

- Eles só não vêem um motivo pra você mudar do nada.

- Você vê? – A pergunta pega Liam de surpresa que se engasga com a própria saliva. Afinal, ele via algum motivo?

- Eu deveria ver?

- Sim... Pois tem um. – Theo disse e Liam se concentrou pra ouvir as batidas do coração de Theo.

- Qual?

- Você. – Não havia motivos para que Theo escondesse isso, já fez bem mais coisas erradas que não escondia de ninguém.

Mas a reação de Liam não era algo que esperava, o menino ficou extremamente surpreso e ficou olhando pra Theo boquiaberto sem conseguir falar uma palavra sempre que tentava.

- Você me fez querer mudar, me fez sentir vergonha de tudo o que eu fiz... Seu olhar nunca foi acusador para mim e sim questionador, você queria saber o porque de eu fazer aquelas coisas, enquanto os outros julgavam sem querer saber o real motivo. – Theo continuou vendo Liam olhar fixamente para si.

Theo deu um pequeno impulso pra ficar sentado na mesa e por reflexo Liam levantou e se aproximou para segurar Theo se ele caísse, mas isso só os fez ficar mais próximos ainda.

- Você foi um dos motivos, pois me apaixonei por você. – Theo disse deixando que tudo saísse de uma vez.

Mesmo que confiante por fora, estava um turbilhão por dentro esperando a rejeição e perder a única pessoa que quis ajudar ele, mas o que aconteceu foi exatamente ao contrário. Theo nunca que ia imaginar que Liam naquele momento iria beija-lo, mas foi o que aconteceu, talvez algo impensado pela velocidade que as bocas se chocaram, mas não um arrependimento já que o beijo continuou, começou com um mexer de bocas meio brusco, mas logo um dos braços de Theo passou pela cintura de Liam e sua outra mão foi para o rosto de rapaz, enquanto Liam apoiava ambas as mãos nos ombros de Theo. Ficaram naquele mexer de bocas por um tempo até que Liam impaciente pediu passagem com a língua que logo fora concedida por Theo e lá começaram um beijo afoito com uma batalha de línguas que fora vencida por Theo e Liam estava gostando muito daquela dominância. Estava tão envolvidos com o beijo, mas quando se separaram pra respirar, Theo afundou o rosto no pescoço de Liam como uma menina envergonhada.

- Eu não deveria, mas também me apaixonei por você. – Disse Liam ofegante e sentiu um cheiro vindo de Theo, algo como vergonha mesclado com felicidade, carinho e amor.

Theo tirou o rosto do pescoço de Liam e olhou diretamente em seus olhos querendo mostrar pelo o olhar que o que sentia por Liam tinha ficado bem mais intenso do que ele imaginou.

Scott estava vendo tudo, não havia ido embora, somente estava pensando nas palavras de Liam mais cedo, mas ao ver aquela cena viu que Liam estava tão preocupado pelo simples fato de estar apaixonado.

Se Liam tivesse contado a Scott, ele não acreditaria, surtaria e mandaria o amigo ficar longe de Theo, pois o mesmo era problema. Mas agora, vendo com seus próprios olhos, percebeu que julgou errado as atitudes de Theo e foi um idiota por não perceber que o arrependimento dele era verdadeiro, afinal, agora Theo tem um motivo pra ser feliz!


Notas Finais


Até o próximo cap que vai ser o último, se gostou comenta e favorita por favor que ajuda muito :') tchau e beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...