História Um mundo invertido - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Fem Lea, Fem Percy, Male Piper, Male Thalia
Exibições 16
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishounen, Escolar, Hentai, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


desculpem o atraso eu esta sem ideia, é também queria fazer algo mais surpreendente acho que consegui , mais só vou ter certeza com vocês comentado se gostaram .

Capítulo 5 - Cap 4


Tyler

Assim que a Percy saiu do banho infelizmente já vestida, a gente começou a conversar animadamente, mais por alguma razão, eu não conseguia prestar atenção em nada a não ser na Percy, por mais que ela não demonstra-se em seus olhos eu podia ver que ela estava assustada com que havia acontecido , só de pensar nisso , eu fiquei com ódio daquele cara. Meus pensamentos são interrompidos pelo celular da mesma  tocando, ela pediu licença e foi para o corredor atender, uns cinco minutos depois ela voltou branca com papel.

-Percy o que foi?

- M-me-meus pais vão vir aqui- eu a olhei confuso assim como todos menos meu irmão e o Frank.

- é o que tem?

- Bem eles querem saber sobre o que aconteceu é... - ela foi interrompida com a porta do quarto abrindo e um garoto moreno de olhos e cabelos castanhos. Ele a abraçou com força, a escondendo-a  em seus braços, e eu confesso que fiquei com ciúmes.

-mana ce ta bem?- fiquei com vergonha por causa dos ciúmes, que eu senti não se por que.

-Sim, mais to preocupada.

-bem, ou a gente vai ate eles, ou eles vem aqui.

- prefiro ir até eles

Ela saiu do quarto e uns 10 minutos depois começamos a ouvir gritos, fomos em direções ao som e a vimos discutindo com os pais.

- VOCE ACHA QUE EU NÃO SINTO FALTA DELE, PARE DE SE ARRISCAR, QUER QUE MAIS ALGUEM MORRA POR VOCE!- ele deu lhe um tapa, ela o olhou com os olhos lacrimejando e o rosto vermelho pelo tapa , em seus olhos pude ver arrependimento , enquanto ela corria. Tyson foi ate o homem que possivelmente era seu pai.

- Se algo acontecer com ela, eu nunca vou te perdoar- disse com uma calma surpreendente.

Nos a seguimos, e vimos ela sair pelo portão, e a seguimos rua a fora, ate que ela tromba com um rapaz loiro( TANTAN), ela pediu desculpa mais quando olhou para cima se afastou.

- c-co-como você ta vivo eu vi seus batimentos cardíacos pararam você morreu- ela o olhou assustada e com lagrimas nos olhos

- linda eu... - antes que ele disse-se algo ela o abraçou com força e chorou

- Luke eu vi você morreu, eu sofri, porque você sofreu o acidente por minha causa , então será que tem como a gente conversar depois agora eu só preciso do meu amigo de volta.

Percy

Eu estava assustada, mais nada me importava agora, eu o tinha de novo em meus braços.

Todo mundo pensa que apronto, ou me meto em confusão mesmo que para ajudar os outros, para ganhar atenção dos meus pais, mais não e isso, eu só precisava me distrair tentar não pensar no que aconteceu há dois anos. 

Mesmo que eu não quisesse, aquelas imagens voltaram a minha mente.

Flashback on

Estávamos no hospital há horas depois do ocorrido eu não queria comer, sorrir, falar nem nada só chorar, mais a pior parte foi quando chegaram os pais do Luke, a Sra. Castellan, me abraçou falou que ia ficar tudo bem, mais eu sabia que ela tava pior que eu naquele momento, já seu pai pediu par falar comigo, ele me levou para um lugar m ais reservado.

- isso é tudo sua culpa vadia, eu lhe disse que se  afastar dele agora meu filho pode morrer por sua causa – ele me olhava com ódio e raiva, se fosse eu em seu lugar não faria diferente, eu sabia perfeitamente que a culpa era minha, mais ouvir isso do homem qual eu era apaixonada doeu mais.

Mais a situação só piorou descobrir que Luke esta em coma, é me tranquei no quarto, não queria comer só chorava, eu cheguei a me auto mutilar em  lugares que conseguia esconder de todos ate que meu irmão me viu me cortando , ele me ajudou a superar um pouco essa fase.

Ate que veio a noticia de sua morte, no enterro eu chorava tanto que provavelmente foi à causa do meu desmaio mais tarde junto com a anemia, pior eram os olhares que Hermes me lançava.

Além de perder meu melhor amigo eu estava magoada e com muita raiva de mim mesma por ver meu amor me olhar do jeito que ele me olhava.

Flashback desligado

Eu era apaixonada por Hermes pela forma como ele me tratava e pela forma como tratava seu filho e sua esposa, não odiava a mãe de Luke somente almejava estar em seu lugar.

Eu acabei entrando em depressão depois de seu enterro, é quase me matei umas três ou quatro vezes. Mais acabei superando a minha paixonite e também já estou curada da depressão.

Os únicos que sabem disse fora minha família são Frank é Jason, meu pai por ser muito apegado á Luke se afastou de mim, sem mesmo saber como eu me sentia em relação a esse afastamento.

Sally Jackson

Assim que os meninos foram atrás da Percy eu me virei para Poseidon.

- como você fazer isso com ela sabe como ela se sente sobre esse , assunto.

- eu me arrependo Sally mais ela só quer chamar atenção

- ela não que chamar atenção ela quer o pai de volta , ela vez certo em ajudar a menina também fico preocupada com a nossa filha , mais ela é forte , tão forte que mesmo depois de toda chorar por sentir a falta do pai dela de verdade olha na sua cara sem derramar uma lagrima, tão forte que mesmo você a afastando de si ela fala que te ama acima  de tudo enquanto qualquer outra passaria te tratar da mesma  forma, você age como se ele fosse importante só para você , sabe como ela se culpa pelo o ocorrido? , sabe como foi doloroso para mim ver a minha filha em depressão não só pela morte do melhor amigo como pelo afastamento do pai?, não, não sabe porque você estava ocupado demais a culpando, para prestar atenção nos sinais.- disse chorando- então eu te digo uma coisa para de pensar somente eu você ela é sua filha, merece seu carinho seu amor porque mesmo você não merecendo ela continua te amando.

- pede-me Sally eu não sabia

- claro que não sabia como eu disse estava ocupando demais com a sua dor par perceber, mais sabe o que é mais impressionante ,é que eu tenho certeza que não foi somente pelo assunto que ela saiu chorando ,nem mesmo pelo tapa , foi por você estar a culpando , por estar a afastando , então se quer que eu te perdoe , fale com ela é a peça perdão porque eu sei que mesmo com a dor que você sente ,falou aquilo por estar preocupado com ela.

Disse é sai, eu quero minha família de volta quero ver a minha filha voltar a sorrir , ver ela e Poseidon brincarem como antigamente , jogarem bola ,dele pedindo lhe que parasse com os esportes radicais com medo de que ela se machucasse.

Sei que acima de qualquer coisa eles se amam, é que Poseidon mesmo não desmontando esta orgulhoso da mulher que ela esta se tornando , mais preocupado com as sua ações.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


não esqueçam de comentar é favoritar se gostaram.
beijos é ate a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...