História Um Mundo Paralelo Bruxo-Semi-Deus - Capítulo 7


Escrita por: ~

Visualizações 32
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Cross-dresser, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente terão fotos do Draco também sim, já foi do Harry sim, mais tarde será do Percy sim, esqueci de falar sim. Gente o Draco não é paquerador, na minha historia.

Capítulo 7 - Eu Não Poderia Me Apaixonar Parte 1


Fanfic / Fanfiction Um Mundo Paralelo Bruxo-Semi-Deus - Capítulo 7 - Eu Não Poderia Me Apaixonar Parte 1

POV: Draco Malfoy.

Paola Maya Collins Morgan Potter, é o nome da garota que estou perdidamente apaixonado sim, alguém me joga, um crucio, ou qualquer maldição imperdoável, MERLIN, O QUE EU FIZ PARA MERECER ISSO SIM, TINHA QUE ME APAIXONAR, JUSTAMENTE PELA IRMÃ DE HARRY POTTER, ME DIZ, SERÁ QUE ALGUÉM AI DE CIMA, NÃO GOSTA DE MIM, OU O MEU EX-PAI ME JOGOU UMA MALDIÇÃO, SEM QUE EU ME DESSE CONTA EM, O QUE EU FAÇO MEU MERLIN, ESSA GAROTA, NÃO SAI DA MINHA CABEÇA, CORAÇÃO, PORQUEEEEE, MEU MERLIN, EU PAGUEI ALGUM ERRO, NA MINHA VIDA, PARA MERECER ISSO. Draco estava, na enfermaria dizendo, coisas sem sentidos, e gemendo, coisas no travesseiro. Paola chegou falo há Draco você está bem em? Draco olha incrédulo para Paola falo há você ouviu alguma coisa em? Paola falo há não eu acabei de chegar sim, mais o que ouve com você em? Draco falo há não ouve nada, mais eu quero pedi um favor sim, é melhor não ficar muito perto de mim, porque se não seus amigos, vão querer me matar. Paola riu do Draco falo como você é fofo, mais não se preocupa comigo, só uma coisa eu quero pedir, uma coisa, que você, já saia daqui forte e bem sim. Draco falo há eu prometo sim, acho melhor você ir embora, por causa, que você tem, monte de ciumentos, eu não suportaria, se acontece algo com você, se o meu ex-pai e o você-sabe-quem, machucasse, você, eu iria até o inferno, com você. Paola notou isso no Draco foi bem perto da cama, sentou-se e deu um beijo na testa dele. Draco ficou sentindo o cheiro, de avelã e menta, que Paola tinha. Draco não aguentou, pegou gentilmente o rosto de May, e deu um beijo na boca dela. May ficou impressionada, piscou os olhos de surpresa. Draco segurava os cabelos, ruivos de May, e beijava ela com mais vontade. May fechou os seus olhos, ficou recebendo os beijos do Draco, só fez um jeito que ninguém podia entrar na enfermaria, para não ter problema, ou até tragédia. Draco se levantou, ficou sentado, beijando May ainda. Draco notou que realmente, amava ela com o seu jeitinho, de ser, meiga, gentil, doce, que ela tinha que ser protegida. May ficou surpresa com o que estava acontecendo, Draco Lúcio Malfoy, beijando ela, isso seria uma ilusão mesmo, mais não era ilusão, realmente era realidade. Draco ficou segurando á nuca de May, e ainda beijando ela, com paixão. Draco notou que queria, mais alem, mais seu medo, por machucar ela, foi mais alto, e também tinha uma tonelada de pessoas, ciumentas, em torno, dela. Draco parou de beijar, por falta do maldito ar. Draco estava completamente vermelho. Draco falo há m-e p-e-r-d-o-a s-i-m e-u n-ã-o s-e-i o q-u-e o-u-v-e c-o-m-i-g-o. May notou que Draco tinha ficado envergonhado com o que tinha feito. May então só deu um beijo, na testa dele. May estava sorrindo com ternura, para o Draco falo eu não me importo, com nada, só que você esteja bem. Draco falo há eu não sei, o que á comigo, quando você está perto de mim, eu quero, ser eu mesmo. May estava ainda sorrindo pro Draco, foi perto do ouvido dele. May falo eu só quero que você, não tenha problema com os meus amigos, e com o você sabe quem. Draco sentiu mais uma vez o cheiro de avelã e menta, ficou querendo, guardar esse cheiro, na sua mente, para sempre. May falo eu terei que ir sim, você realmente, consegue, bloquear sua mente, né. Draco sorriu para May falo sim May, o Voldemort não consegue, mais entrar na minha mente. May sorriu pro Draco falo que bom, fico feliz. May só deu um selinho nele, que ele ficou impressionado. May desfez o feitiço, e foi embora da enfermaria. Promfrey falo oi querida o que estava fazendo aqui em? May falo eu vim visitar Draco Malfoy. Promfrey falo que bom, amanhã ele estará liberado sim. May sorriu para enfermeira, e foi para o salão comunal. Draco falo há é sério isso em? Promfrey sorriu para o paciente.

 

POV: Paola Potter.

Eu realmente, me surpreende, quando Draco me beijou, eu nunca iria, pensar que ele, estaria apaixonado por mim, mais estou com medo, de certa pessoas, eu não sei, exatamente o que eu sinto, acho melhor é conversar, é com á Hermione, se for, alguém que eu conheça, vai ter é um problemão. Paola foi tão rápido, que foi na frente da Hermione. Paola falo há Mione eu queria conversar com você, as sois. Hermione notou na voz da May falo claro que sim, há gente, eu já volto sim. Thalia falo há lindinha, porque não eu e Annabeth em? Paola falo desculpa sim, mais eu realmente confio em vocês, mais sobre meninos, acho que as duas, iriam, ter um treco, com o que eu iria, dizer dessa pessoa. Thalia falo há quem é em? Annabeth falo há quem é em? May falo POXA, eu não sou mais uma criança, para vocês, ficarem, me controlando sim, vocês, sabem que eu ODEIO isso. Thalia e Annabeth fizeram um sinal de paz. May estava espumando de RAIVA, ficou com o seu cabelo, com cor de lilás, e seus olhos, estavam com cor, de dourado. May respirou o mais fundo que pode. May falo se alguém, de vocês, pensam que mandam, em MIM, estão completamente, ERRADOS, eu não sou mais uma criança, para ser, mandada, isso eu não tolero. Harry falo MEU DEUS, DOS CEÚS, PELO AMOR DE DEUS, olha o que vocês, fizeram. May só pegou no braço de Hermione, e foram para um lugar, calmo, e tranquilo. Hermione falo May respira fundo, fica calma, você quando, está com RAIVA, pode fazer, muita burrice. May respirou com tranquilidade falo obrigada Mione sim. Paola falo há Mione, o que eu faço, alguém estivesse, apaixonado por mim, eu conto ou eu fico com essa pessoa em? Hermione falo Draco se apaixonou, por você, então é isso, não é May em? May falo sim, ele se apaixonou-se por mim, mais eu tenho medo, quando os meus amigos, souberem, ficaram muito furiosos, pelo menos o meu irmão, sabe disso, mais não tem muito ciúmes. Hermione falo bom isso você, está certa sim, mais Harry quer á sua felicidade, se for com Draco ele, não se importaria, mais enquanto aos seus amigos, é melhor dizer logo. May sorriu para Hermione falo eu agradeço sim, eu não sei sobre os meus sentimentos, pelo Draco, mais estou começando á gostar dele sim, como era á fama dele, aqui em? Hermione falo ele nunca pegou, nenhuma garota, quem pegava, era o Blasio e o Theo, mais o Draco era tranquilo. May sorriu para Mione. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...