História Um nerd diferente. (Imagine jungkook) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga
Tags Bts, Drama, Jimin, Jungkook, Romance, Suga
Visualizações 228
Palavras 634
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, boa leitura 😘😘

Capítulo 21 - O que foi?


Fanfic / Fanfiction Um nerd diferente. (Imagine jungkook) - Capítulo 21 - O que foi?

Eu me aproximei de onde eu ouvia a voz da S/N e percebi que ela estava perto de mim, e... Estava falando... Sozinha?

                - S/N?

Eu chamei o nome dela e ela ao perceber que era eu suspirou de alívio.

                   - Há é você Jungkook?

Ela perguntou se aproximando de mim e deu para ve-la melhor.

                     - Claro, quem mais seria?

Eu perguntei sem querer ser grosso, mas aconteceu.

                    - Sei lá, agora todos querem me matar.

A S/N falou olhando para os lados desconfiada e eu sorri.

              - Você está em um treinamento assassino, você espera que eles queiram o que?

Eu falei rindo e ela revirou os olhos, eu sorria até que eu ouço um barulho de passos vindo de fora da caverna e de imediato paro de sorrir e olho para a saída da caverna.

                 - O que foi? 

A S/N perguntou olhando para onde eu olhava.

               - Ssshhhii.

Eu fiz essfsa oom o dedo indicador sobre os meus lábios para que a S/N fizesse silêncio.

A S/N não fez ao contrário, ela se calou e ficou olhando para a saída da caverna e logo se ouviu mais passos. Eu andei cuidadosamente até perto da saída e a S/N me seguia imitando cada passo que eu dava, e ao ver um homem desconfiado e olhando para os lados andando pela floresta rapidamente me escondi atrás da enorme pedra e a S/N ficou fora de vista do homem apenas observando o que eu fazia, eu espiei o homem que ainda não havia reparado na caverna, mirei a arma no peito dele e atirei deixando o local verde, ele olhou para a direção em que saiu o tiro e ao me ver sorriu se jogando no chão como se estivesse morto.

               - Matou ele?

A S/N perguntou em um tom baixo se aproximando de mim ainda desconfiada e eu confirmei com a cabeça.

             - UFA! Agora posso sair.

A S/N falou ficando tranquila e saindo da caverna mas eu a impedi segurando o seu pulso e ela para de andar e olha para trás e seus olhos se encontram com os olhos meus confusos.

              - Para onde você vai?

Eu perguntei a olhando e dessa vez ela que me olhou confusa.

               - Achar o baú com meu nome ué, esse não é o objetivo?

Ela falou puxando o seu braço fazendo eu soltar o seu pulso.

                   - Sim, mas você não vai ficar comigo?

Eu perguntei a olhando com um olhar pidão e a mesma deu um sorriso revirando os olhos e virando totalmente o corpo em minha direção.

               - Não, como a Selena disse a prova é cada um por si, então eu e você separados.

Ela falou esticando as mãos para mostrar nós dois separados me fazendo sorrir fraco ao perceber que ela estava sem arma.

               - É você tem razão, tenho certeza que você conseguira sobreviver sem arma.

Eu falei fingindo ser sincero e andei um pouco saindo da caverna e a S/N observava cada passo que eu tava.

                 - Já que todos querem te matar você poderia escabar deles fácil fácil né? Ficando invisível ou sei lá.

Eu falei de costas pra ela com esperança que ela desistisse e ficasse comigo, eu queria ajuda-la, eu sei que ela não encontraria o baú com o nome dela já que esta sem arma, mesmo ela sendo de brinquedo aqui é um jogo e a arma ajuda. 

             - Então...

A S/N falou depois de alguns segundo em silêncio que parecia infinitos e eu sorri automaticamente mas como eu estava de costas para ela a mesma não viu.

                - Pensando bem mudei de ideia, vai que você precisa da minha ajuda né?

A S/N falou vindo em minha direção e colocando o seu braço por volta do meu braço e eu sorri com o que ela disse.

             - Sabia que você ia mudar de ideia.

Eu falei convencido a fazendo sorrir.


Notas Finais


Desculpe-me pelos erros ortográficos e por o tamanho do capítulo ser muito pequeno é que como eu falei que iria postar hoje não queria deixar vocês sem esse capítulo mas espero que tenham gostado😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...