História Um Novo Começo - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Eunwoo, Jinjin, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, MJ, Moonbin, Rocky, Sanha, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Astro, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo Sulay Taoris, Woosan
Visualizações 26
Palavras 2.981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece.
Quase um mês sem atualizar aaaa
Me desculpem pelo atraso, mas aqui estou eu.
Esse capítulo deveria ter sido maior, mas como eu não sou muito de deixar as coisas bem claras em um capítulo e fazer suspense, coloquei a metade dele para o próximo capítulo, sim, eu sou mal.
Enfim, espero que gostem desse capítulo♡
Boa leitura.

Capítulo 13 - Acontecimentos


— Tao, corre pelo amor de Deus, corre – Gritava para o chinês que corria feito um desesperado para longe da casa.

Deus por quê esse castigo horrível? O que eu fiz pra merecer essa dor? Eu nunca blasfemo, eu vou todos os dias a igreja (uma vez no mês) eu sou um ótimo filho, sei que fugir de casa foi errado, mas o senhor deveria ter impedido isso de ter acontecido. Sentia as lágrimas quente escorrer pela minha bochecha, não era possível que aquilo estava acontecendo. Não tinha condições. Aquela pessoa não podia ter sido eu, foi o Lucifer.

Horas atrás, hora da festa

Vir a festa estava nos meus planos desde criança, mentira porque eu já tinha desistido de aparecer nessa maravilha pra fazer uma macumba pra um certo alguém, que não irei mencionar o nome. Se o Chanyeol aparecesse sem cabelo, juro que não foi porque eu fiz um ritual satânico.  Cheguei na festa me escondendo atrás de Tao, vai que minha mãe estava ali e eu não tinha visto. Contudo, me escondi por uns trinta minutos pra garantir que ela não estava ali. Enquanto eu estava tentando entender em como que o Sanha estava cheio de vergonha, Luhan estava no meu ouvindo falando que ia pegar geral, ia pegar os boyzinhos tudo, mas eu sabia que aquilo era pra mostrar pra alguém chamado Oh Sehun. Falando no ridículo, ele tava até bonitinho, mas se abrir a boca a beleza vai embora porque aquele só abre a boca pra falar besteira.

Estava cogitando a idéia de ir atrás de alguém pra beijar, mas eu sou muito recatado pra ir atrás de alguém. Gosto que venham até mim. Depois de todo mundo se separar, Tao foi para um lado, Kyungsoo pra outro, Luhan não sei pra onde e Sanha foi arrastado por um Yixing agitado com uma cara de quem ia aprontar, já podia até imaginar o que era. Procurei um lugar mais agitado, onde eu estaria exposto pra mostrar que estava esperando alguém dar em cima de mim, fiquei perto de um muro que ficava perto da piscina tomando o que estavam servindo na festa. Era vodka, não era muito chegado em vodka, mas é melhor do que não beber nada.

A pergunta que não calava naquele momento, podíamos beber livremente assim?

Enquanto eu pensava sobre o assunto da bebida e que estava ridículo por ninguém chegar em mim, alguém surge do além. Alguém não, uma praga.

— Pensei que estivesse de castigo.

Dizer que eu não gostei dele ali seria uma grande mentira, mas como eu amo fazer descaso, virei minha cara para o Park que me olhava com aquela cara linda de sempre e com um copo de bebida em mãos.

- e eu pensei que você estivesse... – dei uma pausa. Na verdade eu nem havia pensando em Chanyeol, o que me fez ficar surpreso já que metade dos meus pensamentos no dia-a-dia era voltados para ele. Será que ele estava deixando o posto de crush number one? Foquei naquele possível acontecimento que nem havia notado Chanyeol colocar o braço na parede que me impedia de sair dali, já que eu estava no canto daquela parede.

A possível chance de o Park ter perdido o posto de crush number one foi descartado naquele momento. Meu coração estava batendo tão forte que pensei que poderia morrer ali mesmo. Batia tão forte que poderia dizer que estava ficando sem ar, mas como eu, Byun Baekhyun não havia esquecido aquele acontecimento na minha casa, me recompus e tentei empurrar o Park pra longe. Mas quem disse que deu certo? O desgraçado era forte, eu possuía força, mas bem lá no fundo eu não queria que ele se afastasse, o que ele pareceu perceber.

Se algum dia você começar a gostar de alguém, não demonstre. Isso será usado contra você.

- Baekhyun, queria me desculpar- ele se afastou logo em seguida se curvando – não foi minha intenção machucar você naquele dia.

Quis chorar. Ele tinha mesmo que se desculpar, ele me empurrou pra ajudar aquele projeto de cipó que ele chama de namorada. Desculpa, mas se tem uma coisa que eu não desculpo, isso é fácil.

Tentei focar meu olhar em outra direção porque olhar para Chanyeol não iria dar muito certo. Lá estava o Park com aquele rostinho de bebê, com aquela boca maravilhosa formando um bico. Ai meu santo Kyungsoo, alguém me ajuda que eu vou perdoar esse garoto. Tentei me recompor, precisava ser duro.

— Não aceito suas desculpas – Disse e ele ficou surpreso. Se nem ele estava acreditando nesse acontecimento, muito menos eu — Pensei que estivéssemos sendo amigos, mas acho que era apenas da minha parte... Sabe, você nem sequer quis saber o porquê de eu estar agindo daquela forma e apenas decidiu me machucar pra proteger sua namorada. Não aceito suas desculpas.

Eu sou dramático. Assisto muitos doramas, não me julguem.

O fato de Chanyeol ter protegido a namorada não me incomodava, mas ele me machucou, meu quadril está roxo por conta da queda. Não esqueço fácil, pode até ser meu crush supremo, mas não perdoo não. Depois de ter terminado meu discurso dramático, sai de perto do mais alto na esperança de respirar, mas felizmente ou infelizmente ele segurou no meu pulso impedindo de sair daquele lugar.

— Baekhyun, por quê insiste para sermos amigos? – Ele perguntou de repente. Não entendi.

Foi ele que quis que nós dois fossemos amigos, mas como assim era eu que insista naquilo? Bom, poderia até ser. Mas prefiro ter ele como amigo do que longe de mim.

Mas por quê aquela pergunta tinha um duplo sentido. Só tinha uma explicação para aquela pergunta.

— Por quê? –  Me virei para o encara-lo — Você sabe, não é? Você sabe que eu gosto de você!  – De onde eu tirei coragem pra falar aquilo, eu não sei mas aquilo estava preso há anos e acho que estava na hora de sair —Você tem uma namorada. Prefiro ter você como meu amigo do que não ter você como nada e longe de mim.

Meu coração dançava de tão agitado. Não acredito que eu falei aquilo pro garoto que eu sou apaixonado há anos. O que eu fiz? Ai meu Deus. Chanyeol estava chocado demais para falar algo, fiquei nervoso tentando puxar meu pulso que ele segurava mas o garoto não soltava. Pelo amor que eu tenho por você, coopera e me solta Chanyeol. Enquanto eu faltava arrancar meu braço para longe dele, Yixing surge do nada gritando.

— Baekhyun! SANHA BEIJOU O EUNWOO NINGUÉM ME SEGURA! MEU SHIP TA ACONTECENDO – O chinês surgiu do além ali, mas agradeci a Deus porque graças a ele, Chanyeol soltou meu pulso me fazendo cair no chão por conta da força que eu tentava me soltar de seu aperto — Opa, atrapalhei meu outro ship. Nunca vou me perdoar.

Amo Zhang Yixing. Já disse isso?

Corri o mais rápido possível para longe daquele lugar. Longe de Chanyeol. Estava aliviado. Mas espera, Sanha beijou o Eunwoo? Como assim?


*Narrado por Yoon Sanha*


As probabilidades de eu ir em uma festa era a mesma que o Yato conseguir um templo, que eram quase nada mas sabíamos que ele iria conseguir um templo

Nunca que eu tinha ido em uma festa, não gosto muito apesar de nunca ter ido em uma. Chegamos tinha uma hora e Yixing saiu me arrastando para todo lado atrás de alguém. Não fazia a mínima ideia de quem ele procurava, mas assim que chegamos na sala da mansão, pude ver Eunwoo conversando com uma garota muito bonita, já tinha visto aquela garota em algum lugar, mas não faço a mínima ideia onde. Devo ter ficado muito tempo parado porque Yixing seguiu meu olhar para onde estava Eunwoo e a garota.

— Vai passar a noite inteira olhando pra ele? - Ele me perguntou estalando os dedos na minha frente — Você gosta dele, ele gosta de você porque isso é óbvio, qual o obstáculo? Não existe.

Obstáculo? Eunwoo gostava de mim? Não, Yixing estava enganado.

— Ele não gosta de mim… - disse dando uma rápida olhada para o Cha que estava me olhando de longe. Credo. Deus me defenderá. Virei o rosto com a maior velocidade possível e pude sentir um choque no meu pescoço, que droga — Enfim, você tá se precipitando demais.

O chinês revirou os olhos. Cha Eunwoo não teria interesse em mim e apesar de tudo somos amigos.Estava cogitando a idéia de ligar para MoonBin e ir para sua casa, mas já era quase onze e meia, ele deveria estar dormindo. Contudo, estava me virando pronto para ir embora quando Yixing me puxou.

— Sanha tu é muito cu de concreto - Ele disse bufando — Eunwoo falta gritar que essa amizade de vocês vem por sua parte e que ele te quer, mas você é muito burro pra ver isso.

Eu não sou cu de concerto apenas não sou muito atento às coisas à minha volta.

— Lay cala essa boca, ele ta vindo pra cá - comecei a me desesperar com Yixing que não calava a boca tendo surtos e Eunwoo se aproximava — Fica quieto, por favor!

Quando o Cha chegou em nossas frentes ficamos em silêncio fingindo que não estava acontecendo nada ali. Eunwoo nos olhou e sorriu. Que sorriso maravilhoso, posso até dizer que chorei.

Não disse por onde.

— Oi Sanha - Eunwoo disse. Ele não notou o Yixing ou o quê?

— Eunwoo, lembra do que eu você perdeu ontem no jogo? — Yixing perguntou com um sorriso malicioso no rosto.

Ah não.

— Sim, o que tem?

— Você vai ter que cumprir hoje - O chinês disse já todo vitorioso — A consequência é que você vai ter que beijar o Sanha agora.

Não, não. Ele não fez isso.

Mas que merdas, qual o problema do Yixing?

Naquele ponto crítico da noite eu já estava suando de nervoso, por quê isso? Parecia que o mundo se voltou contra mim. A ideia de beijar meu amigo não era algo ruim, o negócio que me desesperava era, e se ele não quiser?

Ficamos ali no silêncio. Eunwoo não falava nada, apenas me olhava com um olhar que eu não entendi e com o nervosismo me engolindo ri de nervoso.

— Ele ta brincando - disse rindo de nervoso já puxando lay pra longe — Yixing eu vou te matar, vamo-

— Eu beijo.

Paramos no mesmo momento em que ouvimos aquilo. O que foi que ele disse?

Yixing sorriu pra mim já me empurrando para cima de Eunwoo que segurou em minha cintura. Alguém me socorre que eu não sei o que fazer. Ficar nervoso era uma droga, você se tremia por inteiro, não conseguia olhar nos olhos da pessoa, talvez por esse motivo Eunwoo teve que segura no meu queixo e levantar bem devagar para eu finalmente o olhar.

Juro que eu vou morrer.

Eu não sei beijar, o que eu faço?

Não sei como fazer nada, como se respira?

A mão de Eunwoo ainda na minha cintura estava me dando uns ataques por dentro. Podia sentir as famosas borboletas no estômago e meu rosto corar fortemente por conta daquele contato íntimo. Mesmo com a cabeça erguida - Ou Eunwoo erguendo ela - não conseguia olhar nos olhos do garoto. Mas que merda, parece até que eu sou uma garota virgem que nunca beijou, apesar de eu nunca ter beijado, mas não sou uma garota. Acho que até nem mesmo as garotas ficam dessa forma ou ficam?

Entretanto, o nervosismo em mim era bastante visível e o Cha segurava firme na minha cintura com aquelas mãos tão maravilhosas, devo ressaltar. Não tinha a mínima ideia do que fazer ali, Eunwoo pareceu notar e me chamou me fazendo o olhar.

— Sanha - Ele disse baixo — Você está bem?

Não, não estou bem.

Se tem uma coisa que eu não estou, isso é bem.

— Estou ótimo - disse tentando esconder meu nervosismo.

Ele apenas assentiu sorrindo.

— Hum… É, sabe… - e começou nervoso soltando um pouco o aperto na minha cintura. Não vou mentir, mas não gostei.

Ele não disse nada, Yixing o interrompeu.

— Então, vocês vão se beijar hoje? - Perguntou com impaciência — Já faz 84 anos que estou aqui esperando. Bora Eunwoo, beija logo ele.

Inconveniência com certeza é com Zhang Yixing.

Fiquei parado com vergonha alheia do meu amigo que nos olhava fazendo um “bora logo” com a mão. Que vergonha.

— Sanha, posso beijar você? - Eunwoo perguntou de repente me assustando. Direto.

Queria muito dizer sim, mas a minha voz sumiu. Fiquei olhando com cara de surpreso para o Cha que esperava a minha resposta. Ele se aproximou do meu rosto deixando seu nariz encostando no meu. Podia sentir sua respiração quente bater contra a minha boca.

— Vou levar o seu silêncio como um sim - Disse ele antes de colar nossos lábios.

Ficamos naquele selar por alguns segundos antes de começarmos a movimentar nossos lábios. Fiquei com os olhos abertos por causa do susto, mas fui sentido segurança para finalmente fecha-los Eu estava tão nervoso que deixei meu dente bater contra o seu fazendo Eunwoo sorrir durante o beijo. Ficamos naquele beijo sem aprofundar mais nada, mas eu queria mais. Coloquei meus braços em volta do pescoço de Eunwoo que pareceu entender que aquilo não era o suficiente, então o garoto logo tratou de pedir passagem para que sua língua entrasse dentro da minha boca.

Posso dizer que meu primeiro beijo foi ótimo.

— Gente se vocês quiserem podem ir para um quarto - Yixing disse tentando parar o beijo — meu ship é lindo.

Me afastei de Eunwoo querendo enfiar minha cara dentro do bueiro, de preferência o mesmo bueiro de Manhole. Meu primeiro beijo havia sido com o garoto que eu tinha paixão durante a infância, puta que pariu. Não conseguia olhar nos olhos de ninguém ali, tentei olhar para Yixing mas o mesmo havia sumido me deixando sozinho com um Eunwoo que me olhava sorridente.

Alguém me tira daqui.

Correr para longe daquela mansão era a melhor opção no momento. POr quê eu apenas não recusei o beijo? Ok, eu queria muito beijar ele, mas não havia pensado que poderíamos ficar desconfortáveis um com o outro, ou talvez só eu esteja desconfortável. Levantei minha cabeça criando coragem para sair dali quando vi o Cha se aproximar de mim e se inclinando perto de meu rosto.

— Você ta parecendo uma pimenta de tão vermelho - Ele disse sorrindo logo em seguida deixando um beijo estalado na minha bochecha. — Quer dar uma volta?

Sorri com o ato balançando a cabeça em afirmação para irmos dar uma volta.

Crush me notou, e pra ferrar ele ainda é meu primeiro amor.


*Narrado pela Narradora*


Era quase  duas horas da manhã e todos aqueles jovens presentes na festa ainda festejavam. Os garotos estavam se divertindo bastante, todos sorridentes, alguns bebendo até cair. Zhang Yixing olhava para os amigos sorridentes, mas ele precisava colocar seu plano em prática, tanto que foi atrás do Yifan para que tudo ocorresse bem.

Andou no meio daquela multidão atrás do Chinês que estava em cima de espécie de palco no segundo andar junto com o DJ. O chinês tratou de correr até o segundo andar para colocar seu plano em prática. Chegou no “palco” quase sem ar puxando Yifan para perto de si.

— O que foi? - O loiro perguntou olhando Yixing tentando puxar ar para os pulmões.

— Preciso que você me faça um favor.

Estava feito. O plano do Yixing iria dar certo, mas antes disso iria embebedar um pouco mais seus amigos para que não tivesse nenhum erro. O garoto chegou no andar de baixo onde seus amigos estavam logo na frente da porta, correu até eles com uma garrafa cheia de Vodka e tequila. Sorriu para Baekhyun e Luhan que já estendiam seus copos para  o chinês encher. Estava tudo indo certo, se Sanha não começasse recusar.

— Eu nunca bebi, xing - disse fazendo bico — Não acho uma boa idéia.

Mas que saco, coopera Sanha, o chinês pensou.

— Existem primeira vez pra tudo, e hoje você vai beber sim! - Disse ele entregando um copo para o mais novo ali — Você não vai se arrepender.

Sanha bebeu, virou todos os seis copos oferecidos a si. Yoon Sanha já não era mais o mesmo.

Depois de todos ali estarem caindo de bêbados, loucos, todos sem noção, Yixing olhou para o alto onde estava Kris junto com Tao no palco e fez o sinal de “Agora” para os chineses.

— Todo mundo se divertido? - Yifan perguntou no microfone e todos gritaram um “Sim” bem alto — Ótimo. Para divertir mais vocês, vamos fazer uma brincadeira.

Todos começaram a falar entre si. Sanha que estava caindo de bêbado junto com Baekhyun gritaram “Amo brincadeiras”. O Yoon estava rindo do vento junto com os outros amigos, Kyungsoo havia sumido pela casa, porque se ele estivesse ali, o plano de Yixing não iria dar certo.

— A brincadeira é o seguinte, Todos vão atrás do seu namorado, namorada ou alguém que você queira ficar antes que as luzes se apaguem e vão para um quarto. - Kris explicava — A luz ficaram apagadas não importa o que. Agora, se vocês irem para o quarto com a pessoa errada, isso não é problema meu.

Todos tiram já indo em na direção de seus pares quando Tiram gritou:

— Começa.

Todas as luzes foram apagadas, não era possível ver nada apenas escutar murmúrios e alguma risadas. Já tinha casais se movendo para os quartos. Baekhyun foi puxado por um garoto alto. Yixing já dava pulos por imaginar quem era. Logo em seguida luhan também foi puxado por alguém para ir para o quarto. Sanha foi levado por Eunwoo, já que o mesmo não desgrudou por nenhum segundo do mais novo. Kyungsoo ainda estava sumido. Todos foram levados para um quarto, e Yixing estava contente com isso. Seu plano havia dado certo. Sehun iria para o quarto com Luhan, Baekhyun com Chanyeol e Sanha com Eunwoo. Tudo estava ocorrendo perfeitamente como o planejado.

Bom, era o que chinês achava.


Continua...


Notas Finais


Aaaaaaa Sanha na vida sou eu quando beijar alguém jfksjxjsjdj
Pq o baek tava tão desesperado no início?
Saberemos amanhã no globo repórter.
Ah, vim panfletar meu plot novo aqui "Como um virgem" caso queiram ler, esse é o nome e podem ver nas minhas histórias (bem óbvio ne)
Enfim, aguardem o próximo capítulo que pretendo postar rápido, apesar de estar muito sem tempo, vou tentar no mínimo fazer ele beeeem grande.
É só isso mesmo, até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...