História Um novo e puro amor - Jeon Jungkook - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Rap Monster
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Busan, Coréia Do Sul, Jeon Jungkook, Kim Namjoon, Park Jimin
Exibições 300
Palavras 1.131
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo =)

Capítulo 9 - Capítulo 9 - Coração incerto


(...)

Eu não sei mais o que pensar de meus sentimentos. Jungkook com seu angelical e puro jeito estava me fazendo deseja-lo. Não! Não pode ser, eu não aceito. Ah, (S/N)... quem você quer enganar? Por que eu o abracei daquela forma? Por que eu beijei o seu pescoço?

Mentir para si é sempre a pior mentira.

E assim meus pensamentos borbulhavam após Jungkook ter me deixado na porta de casa. De certa forma eu sabia, eu o achei estonteante quando o notei olhando para mim no primeiro dia de aula, mas então essa vontade passou porquê de certa forma foi apenas uma vontade repentina como quando você encontra alguém muito bonito no ônibus, mas sabe que nada irá acontecer, que não haverá uma grande e clichê história de amor entre vocês, essa pessoa do ônibus é só alguém que você usa como colírio para os olhos. Algo de momento.

Entretanto, com os meses que se passaram, com a amizade de Jungkook eu enxerguei além de sua beleza que me encantava tanto, além de seu jeito tímido e retraído. Ele era gentil, generoso e carinhoso. Suas pequenas atitudes, trejeitos, formas que eu observava dia a dia fizeram com que eu notasse a grande pessoa que ele era.

Eu acho que estou apaixonada.

Meu coração estava dividido: metade dele temia que fosse apenas uma ilusão, que fosse apenas uma vontade muito louca de beijá-lo que precisava ser sanada, que assim que eu o beijasse eu o dispensaria e magoaria seu doce coração; já a outra metade imaginava como seria bom ter alguém como ele ao meu lado para contar meus medos, saudades e tudo mais que eu sentisse necessidade de compartilhar, alguém para muito mais além de beijos.

E agora? O que eu faço para entender melhor o meu coração?

(...)

Haveria um jogo de basquete na escola, então todos estávamos na arquibancada, exceto Namjoon que chegou minutos após o início do jogo:

- E aí pessoal, nossa escola está ganhando?

- CLARO NAMJOON! – Jimin falou animado.

- É... (S/N), nós podemos conversar?

Assenti e olhei para Jungkook que estava olhando aquela situação, ele sorriu de boca fechada timidamente. Já Jimin nem piscava, pois não queria perder nenhum momento do jogo. Eu e Namjoon nos afastamos.

(...)

- Eu queria te contar isso faz algum tempo.

- Então fale.

- Estou arrependido de ter terminado com você...

Fiquei espantada, não esperava aquilo.

- Namjoon...

- Espera, eu não acabei... – Ele pausou. – Olha, eu fui um idiota. Terminei com você por me importar com o que os outros falavam. Me desculpe por favor.

- Namjoon... – Eu não sabia como respondê-lo.

- Não precisa responder agora, eu só quero que você pense. – Ele me puxou pela mão e me abraçou.

POVS JUNGKOOK ON

Jimin estava sentado entre mim e (S/N) na arquibancada da quadra, nós nos olhávamos e riamos a cada vez que Jimin gritava feliz por um ponto que nossa escola marcava contra a escola adversária.

(...)

Eu segui (S/N) e Namjoon até onde eles tinham ido, não pude conter minha curiosidade.

(...)

Senti como se me faltasse chão quando vi que os dois estavam abraçados. Com certeza tinham voltado, com certeza iriam se beijar. Apesar de não ter escutado a conversa, saí dali imediatamente, pois afinal, um gesto vale mais do que palavras.

Como eu pude pensar que aquilo daria certo? Como pude sequer cogitar a hipótese de abrir meus sentimentos para ela? Como fui um idiota! Ela só tem pena de mim, por isso me beijou. Gostaria que aquilo nunca tivesse acontecido, assim eu não teria que pensar tanto nela.

POVS JUNGKOOK OFF

Quando voltei para a arquibancada, Jungkook não estava mais lá. Jimin não soube dizer para onde ele tinha ido. O liguei mas estava desligado. Sai para procurá-lo, o que Namjoon não queria que eu tivesse feito. Andei um pouco na rua e notei uma confusão há algumas quadras da escola.

Era Jungkook! Ele estava brigando!

Quando cheguei perto dos dois agressores que o batiam joguei pedras e ameacei chamar a polícia, eles fugiram. Bando de covardes!

Jungkook estava com o nariz sangrando e não conseguia se levantar. Abaixei e coloquei sua cabeça em minhas pernas. Pedi um táxi e o convenci a ir para minha casa, pelo menos para limpá-lo.

(...)

- Não se preocupe, os meus avós estão dormindo.

- Que horas são?

- Nove e meia.

Eu o apoiei em meus ombros e o ajudei a subir as escadas. Ele sentou-se em minha cama.

- Venha para o banheiro, deixa eu te limpar.

- Eu posso fazer isso sozinho.

- Não seja chato, me deixe ajudar.

- Eu não preciso! - Jeon me respondeu num tom grosseiro.

Ele entrou no banheiro e trancou a porta. Alguns minutos depois quando ele retornou, eu estava falando no celular com Namjoon.

- Sim Namjoon já estou em casa... – Notei que Jungkook estava fora do banheiro. – Tenho que desligar...

- Não se incomode comigo, eu já estou indo. Obrigada. – Jungkook falou sem me olhar no rosto.

- Jungkook, você pode dormir aqui. – Me aproximei dele que estava com os cabelos pingando. – Sua camisa está suja de sangue, eu posso pôr na máquina e amanhã ela estará novinha.

- Não... imagine o que Namjoon iria pensar.

- Ele não tem que pensar nada. – Toquei delicadamente no roxo que havia abaixo de seu olho, e ele se esquivou.

- Eu não gostaria que minha namorada dormisse com outro cara.

- Ele não é meu namorado.

 

POVS JUNGKOOK ON

Nós estávamos sozinhos. Ela disse que não tinha namorado. Ela estava tão próxima de mim, tocando em meu rosto. Fechei minha mão direita com toda força que pude. Olhei no fundo de seus olhos. Nós nos encaramos, pude sentir sua respiração, novamente sua respiração estava tão próxima de mim.

- Eu tenho medo de te magoar. – Ela falou desviando nossos olhares.

- Você já fez isso uma vez, não tenha medo de me magoar de novo... – Pus a mão em seu queixo e o levantei, colocando novamente nossos olhares juntos. Ela fechou os olhos.

Eu não conseguia mais me segurar. E essa falta de controle de alguma forma, foi boa, pois eu selei nossos lábios. Ficamos encostados, segurei em sua nuca, e ela abriu os olhos.

- Jungkook... – (S/N) suspirou.

Eu a beijei. Nos abraçamos. (S/N) passava sua mão por toda a extensão de minhas costas. O beijo foi ficando mais intenso. Ela me empurrou de uma forma delicada até que chegamos na parede de seu quarto, estávamos pressionando nossos corpos.

Meu celular tocou. Que droga. Era Jimin.

- O que? ... Não Jimin, tá tudo bem... Ok, depois nos falamos. – Desliguei o celular.

A encarei, e ela estava em minha frente.

- Eu acho que você deve ir embora Jungkook...

POVS JUNGKOOK OFF


Notas Finais


O que acharam pessoal?
Espero que vocês tenham gostado.
Beijos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...