História Um novo emprego na Coreia; Uma nova vida... - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hetero, Romance
Exibições 41
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fluffy, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


CAPÍTULO VINTE, EHHHHHHHHH
FINALMENTE POSTEI NESSA BAGAÇA
Desculpa a demora, é que teve muitos trabalhos e provas na escola e tive que dar um tempo, mas agora estou de férias e só o que vai ter é capítulo!
Espero que goste!
Boa leitura!

Capítulo 20 - Pequena Discussão...


Fanfic / Fanfiction Um novo emprego na Coreia; Uma nova vida... - Capítulo 20 - Pequena Discussão...

Voltamos para casa, eu não parava de fitar Ally. Ela parecia cansada, a mesma ficava tentando permanecer acordada. Ela se sentou no sofá e fechou os olhos em forma de descanso.

- Ally, precisamos conversar.

Namjoon Hyung falou seriamente, fazendo a menor ficar bem desperta. Todos nós ficamos por perto, para poder escutar.

- Sim...

Ally falou nervosa, parecia que ela previa o sermão de Namjoon Hyung, o mesmo respirou fundo e começou a falar.

- Por que não se comunicou com a gente? Você se hospedou na casa de um estranho para você!

Ela abaixou o rosto, enquanto o maior dava sermão nela.

- Ainda por cima, o tratou com a maior intimidade. Você o conheceu faz poucos dias, quando se conhece uma pessoa, você não deve a chamar de “WonWon Oppa”. Isto é falta de respeito e é muito estranho!

- Eu posso fazer isso se eu quiser!

Ally respondeu rapidamente, como se fosse uma defesa, ela parecia estar com raiva. Assustamo-nos com a reação dela.

- Eu posso chamar até de “Amor” ou “Querido”, se eu quiser. E vocês não terão nada a ver com isso!

Ela se levantou e foi até o quarto e bateu a porta com força, depois a trancando. Namjoon Hyung foi atrás dela e bateu na porta.

- Ally, estou falando com você. Não pode virar as costas para alguém mais velho! Volte aqui e nos dê explicações, agora!

O mesmo batia na porta para que a menor desse alguma resposta para nós, afinal todos estávamos preocupados e queríamos explicações. Mas ela ignorou, não ouvimos respostas. Namjoon Hyung bufou frustrado e se sentou no sofá novamente.

- Eu só estou preocupado com ela...

Ele argumentou e fechou os olhos, Jin Hyung se sentou do lado do maior e suspirou.

- Todos nós estamos... Mas deixa-a um pouco...

O mais velho passou a mão esquerda nas costas de Namjoon Hyung.

- Eu sei Hyung. Mas, eu me preocupo. Eu sinto o dever de cuidar dela, enquanto o manager não está.

O maior se levantou e foi até a cozinha e tomou um copo d’água. Quis prestar opinião.

- É verdade, quando chegamos lá. Ela parecia muito íntima dele e o jeito que ele tratava ela, também era estranho. Fiquei muito receoso e curioso sobre a situação...

Após o que falei, todos concordaram com a cabeça. Yoongi Hyung finalmente se manifestou.

- O que me deixa inquieto é que ela não parecia feliz ao nos ver e parecia que não ia nos procurar tão cedo.

E aquilo que o mesmo acabou de dizer, todos pareciam ter percebido aquilo também. Parecia que Ally queria ficar lá e até poderia esquecer-se de nossa existência. JungKook se levantou e foi até a porta do quarto e começou a bater suavemente na mesma.

- Ally... Por favor, abra a porta. Eu quero conversar com você...

Ele falava com uma voz suave como um sussurro, mas novamente não houve resposta. Assim JungKook insistiu mais uma vez.

- Por favor, eu não quero reclamar com você. Só quero conversar...

Ficamos calados para escutar alguma coisa que vinha dentro do quarto, mas não escutamos nada, somente alguns passos pelo quarto. JungKook suspirou e voltou para sala.

- Ela não quis nem me responder... Ela deve estar muito irritada.

Concluiu JungKook, levemente triste com a situação.

- Acha que devemos insistir mais?

Perguntou Hoseok Hyung, nem o mesmo sorria. Afinal, todos estávamos preocupados. TaeHyung respondeu por Jin Hyung.

- Como Jin Hyung disse, é melhor deixar ela... Vamos dar um tempo para ela relaxar...

Assim este foi nosso acordo, iriamos deixar ela lá, até que a mesma saia por vontade própria e queira explicar algo para nós. Mas Ally era a alegria da casa junto Hoseok Hyung, eles dois faziam a gente rir mesmo em momentos tensos ou tristes.

~ P.O.V Park Jimin Off:

Eu não estava acreditando naquilo! Eles estavam irritados por eu ser como eu sempre fui com meu irmão? Isso é uma calúnia! Mas realmente, eu não posso colocar a grande parte da minha raiva neles, já que eles não sabem que GD é meu irmão.

Mas eu estava com tanta raiva por eu ser a “culpada” na concepção deles que eu não aguentei em sair derrubando minhas coisas por todo quarto. Eu não bagunçava nada das coisas deles, somente as minhas. Eu quebrei meus perfumes, jogando-os na parede, rasguei grande parte de minhas roupas e joguei tudo que podia nas paredes e no chão com a força que eu ainda tinha.

Sempre para aliviar minha raiva, eu tinha que descontar em algo. O barulho das coisas quebrando era tão grande que ecoava no quarto, depois de ter feito isto com meus objetos, comecei a chutar as paredes e socar. E o barulho só aumentava, comecei a fazer um ritmo, jogar as coisas e quebra-las depois puxar os cabelos e por fim socar e chutar as paredes.

- Ally? Que barulho é este?

Escutei uma voz na porta, mas eu ignorei e continuei com meu ritmo de “relaxamento” para aliviar minha raiva. Outra vez fui interrompida pela voz.

- Ally, por favor. Pare com isto...

Mas novamente, eu ignorei e continuei. Só que o barulho estava aumentando cada vez mais e eu estava começando a me machucar. Meus pés doíam e latejavam e meus punhos estavam vermelhos e doíam muito, mas eu ignorei esta dor. Eu escutei a porta do quarto abrir, mas eu pensei que fosse coisa da minha cabeça, até que fui segurada pelos ombros e puxada para um abraço... Assim percebi que Jimin Oppa me abraçava, impedindo que eu continuasse.

- Só pare...

Assim eu me acalmei enquanto estava naquele abraço e depois escutei os outros falando. Assim saí do abraço de Jimin e percebi que os outros estavam dentro do quarto arrumando a bagunça que eu tinha feito.

 - Sabemos que está com raiva, mas não precisa fazer esta bagunça toda.

Falou Jimin Oppa, enquanto eu observava tudo o que eu tinha feito. E só neste momento eu tinha percebido que eu exagerei um pouco e que quando estou com raiva, eu fico muito descontrolada. Eu abaixei a cabeça e fui até a pilha de roupas rasgadas e comecei a junta-las, ainda olhando para baixo.

- Desculpe-me...

Eu falei baixo, como um sussurro, mas eles tinham escutado.

- Nós que deveríamos pedir desculpa. Desculpe-nos, Ally...

Falou Namjoon Oppa, eu aceitava as desculpas deles, por que só agora eu tinha caído na real e percebido que eles estavam preocupados comigo. E eu sendo uma criança besta... Como sou estúpida.

- Vocês não precisam pedir desculpa afinal eu sou egoísta demais e fiz tudo isto... Vocês só estavam preocupados comigo, desculpe.

Ao acabar de dizer aquilo, senti vários braços me cercarem, um abraço coletivo. Os sete estavam me abraçando ao mesmo tempo, eu sorri com o gesto.  Eles cuidavam de mim e me abrigavam como uma pequena criança, sendo que eu que deveria cuidar deles, já que é o meu trabalho.

Como ser tão egoísta com pessoas que cuidam de mim? Sou tão estúpida.

Eu me virei para eles e os abracei, depois comecei a chorar baixinho de arrependimento.

Desculpe Oppas... Nunca mais farei isto, se fizer novamente. Prometo que sairei de suas vidas e nunca voltarei a perturbá-los.  


Notas Finais


JOGUEI A BOMBA E SAÍ CORRENDO PARA NÃO SAIR ATINGIDA TAMBÉM!
Gente, eu estou muito inspirada esses dias, sabe por que?
POR QUE DEPOIS QUE EU GANHEI O ACAMPAMENTO DA ESCOLA, EU ESTOU SUPER CONFIANTE!
(Por que antes, uma coisa que eu não tinha, era confiança.)
Eu até criei uma fanfic nova, SIM EU CRIEI! É do EXO. Vou deixar o link, se ficar com vontade de ler.

https://spiritfanfics.com/historia/youre-my-lottery-7035831

Pronto é esta aí!
E também estou com muitas ideias para colocar na minha fanfic do BigBang, vou colocar o link de novo!

https://spiritfanfics.com/historia/save-me-6236941

E vai ter muito tiro nessa fanfic, quem quiser ler, se prepare.
Tenho ideias para novas fanifcs também, e assim vai.

Obrigada por ler.
Espero que tenha gostado, se gostar da fanfic, continue a ler e favorite.
Até a próxima.
Kissus Doces! *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...