História Um Novo Eu - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Amor Entre Irmãos, Chansoo, Exo, Incesto, Paixão Obsessiva, Sekai, Sulay, Susoo, Xiuchen
Exibições 52
Palavras 2.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeeeee.....

Estou aqui só para informar a vocês que a música que se encontra do capítulo é essa (Best Luck (it's Ok, That's Love Ost)
Chen - EXO)

Ela é linda então aconselho ler enquanto ouvem-na.

vamos a leitura...

Capítulo 10 - Surge Um Novo Chen


Fanfic / Fanfiction Um Novo Eu - Capítulo 10 - Surge Um Novo Chen

Pov's Chen

 

Eu não devia ter batido no D.O, me sinto um monstro por isso. Mas ele mereceu, onde já se viu vir gritar comigo e ainda falar palavrão?

Fui em seu quarto ao acordar de manhã e pude perceber, D.O não estava lá e eu fiquei desesperado. Meu dongsaeng fugiu pela janela pois a mesma estava aberta, mas como ele pulou de tão alto? Deve ter recebido ajuda de alguém. 

Bom, não é hora de reclamar e especular nada, vou procurar em tudo quanto é canto desse bairro, tenho que encontra-lo. Saí de casa e fui andando pelas ruas a procura de D.O, perguntava todos se o viram em algum lugar mostrando uma foto dele e nada. Talvez seja por eu estar com uma foto dele na sua versão garota. Acho que ele saiu vestido como homem e pro isso ninguém o reconhece por essa foto. Mas não vou desistir.

 

Volto para casa sem notícias e muito preocupado, resolvo ligar para o meu trabalho e aviso que irei precisar ficar em casa uns dias até encontrar meu irmão/irmã. Eles me deram uma licença de 10 dias, já é mais do que suficiente.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Passaram 3 dias e nada dele, estou ficando louco. O mais estranho é que Suho nem perguntou por ele, sempre foi tão grudado com D.O, eu realmente não entendo porque ele está tão despreocupado.

 

Ouço baterem na porta, dou uma olhada na hora e noto que são 15:45.

 

— Quem será? - digo indo abrir a porta e ficando surpreso.

 

— Olá... Chen não é? - assinto o convidando para entrar.

 

— Que surpresa o ver por aqui... - digo convidando Xiumin para sentar.

 

— Bom, notei que D.O não foi para o colégio 3 dias seguidos depois da conversa que tivemos e fiquei preocupado. - ele diz se sentando.

 

— Bem, é que minhã irmã e eu tivemos uma discussão naquele dia e a tranquei no quarto... Mas quando fui ver se ela estava bem, já não estava mais lá, tinha fugido pela janela. Procurei ela por toda a cidade e não encontrei, já estou louco por isso. Sou um monstro por ter perdido a cabeça e batido nela.

 

— Nossa, você bateu nela? - Xiumin disse surpreso.

 

— Sim, mas me arrependo pois nunca tinha encostado um dedo sequer nela. Mesmo ela estando errada em gritar comigo e falar palavrão eu não devia ter feito aquilo. - abaixo minha cabeça chorando com as mãos no rosto.

 

— Não chore... - Xiumin se sentou ao meu lado e me abraçou. - Ela vai aparecer, só está magoada por você ter batido nela, não se preocupe a culpa não é sua e sim de seus pais por deixarem tal responsabilidade com você sendo que eles quem deveriam cuidar dessas coisas. - na verdade Xiumin tinha razão em tudo o que falou.

 

— Eu estou cansado de ser o único com juízo aqui. Sempre tive que tomar conta dos meus dois irmãos, isso me desgastou. Quero me livras dessas amarras e viver minha vida sem preocupações. - Xiumin sorriu ao ouvir o que eu falei.

 

— Você deve estar muito tenso com tudo isso não é? - ele disse massageando meus ombros.

 

— Pois é, estou. - falei encarando o chão.

 

 

Pov's Chen Off

 

Pov's Xiumin

 

Não sei o que estava acontecendo comigo, Chen meio que tirar o juízo que eu tenho. Senti isso assim que o vi pela primeira vez. Sou casado, tenho uma filha de 6 anos e não deveria sentir isso por outra pessoa, ou melhor por outro homem, mas é mais forte do que eu. Vê-lo tão vulnerável me dá vontade de abraça-lo apertado e protege-lo de tudo e de todos. 

 

— O que acha de relaxar um pouco hoje? - pergunto vendo o mesmo me olhar curioso - tem algum violão aqui? - ele assente indo ao segundo andar e voltando com um violão em mãos.

 

— Esse aqui é meu velho violão, parei de tocar quando cresci e tive que assumir todas essas responsabilidades. - ele diz triste, deve sentir muita falta de tocar.

 

— O que acha de cantarmos uma música legal? - pergunto e Chen sorri, começo a tocar e cantar.

 

Amuraedo nan niga joha

(De alguma forma eu gosto de você)

Amureon maldo eobsi utdeon nareul anajwo babe

(Você sempre me abraça sorridente,)

Oneureul gidaryeotjyo

(Até quando eu estou quieto)

Geudae dalkomhan nareul bwayo geudae ye

(Eu esperei por este dia. Eu esperei pela a sua doçura)

Jikyeojulgeyo babe

(Olhe para mim, eu vou te proteger, querido)

Maeil maeil kkumeul kkujyo

(Todo dia eu sonho estar segurando)

Geudae soneul japgo naraga yeongwonhi eonje kkajina

(As suas mãos e voando eternamente)

 

Bogo sipeun naui sarang unmyeong ijyo

(Sinto sua falta, meu amor. É o destino)

Pihalsudo eobtjyo

(É inevitável.)

Every day i’m so lucky

(Todo dia eu sou tão sortudo)

Sumgyeowatdeon nae mameul gobaek hallae neoreul saranghae

(Eu quero confessar os sentimentos que eu ocultei, eu amo você)

 

Tteollideon nae ipsuldo geudae seolledeon i maeumdo

(Os meus lábios tremem. O coração está acelerado)

Geudae nae sarangijyo babe

(Você é o meu amor.)

Ireonge sarang ingeol aljyo

(Eu sei que isto é amor.)

Geudaega isseo haengbok hajyo ye sarangiyeyo babe

(Eu sou feliz por você estar aqui.)

Maeil maeil kkumeul kkujyo

(Isso é amor)

Geudae soneul japgo naraga yeongwonhi eonje kkajina

(Todo dia eu sonho.estar segurando suas mãos e voando eternamente.)

 

Bogo sipeun naui sarang unmyeongijyo

(Os meus lábios tremem. O coração está acelerado)

Pihalsudo eobtjyo

(É inevitável.)

Every day i’m so lucky

(Todo dia eu sou tão sortudo)

Sumgyeowatdeon nae mameul gobaek hallae neoreul saranghae

(Eu quero confessar os sentimentos que eu ocultei, eu amo você)

 

Naui modureul geolmankeum neol

(Eu estou a dizer que te amo com todo o meu ser)

Saranghago akkyeojundago geudae yaksokhalgeyo wo

(E prometo que eu cuidarei de você.)

Sigan jina modu byeonhaedo

(Mesmo que o tempo passe, que tudo mude.)

I sesangi kkeutnanda haedo naui saranga a

(Mesmo que o mundo acabe, meu amor.)

 

 

Geudae naege haengunijyo pihalsudo eobtjyo

(Você é a minha sorte. É algo inevitável.)

Every day i’m so lucky

(Todo dia eu sou tão sortudo.)

Sumgyeowatdeon nae mameul gobaek hallae neoreul saranghae

(Eu quero confessar os meus sentimentos ocultos, eu amo você.)

 

No fim da música Chen estava sorrindo de canto a canto, acho que ele gostou, não que eu seja um ótimo cantor... Pra falar a verdade eu canto bem pra caramba hehehe... (autora: Canta e encanta rsrs) Eu sei eu sei hahahah

 

Percebi que hoje ganhei um novo amigo, mas será que eu quero somente sua amizade?

Aigoo porque as coisas tem que ser tão complicadas? 

Justo no momento em que as coisas não estão boas em meu casamento conheço Chen, nunca pensei que me sentiria atraído por um homem, mas me sinto atraído por Chen. Não sou preconceituoso nem nada, muito pelo contrário, sempre disse a mim mesmo que se um dia eu me apaixonasse por um homem não teria problemas com isso, me entregaria de cabeça, mas estou casado e não posso trair minha esposa. 

 

— Algum problema Xiumin? Você está meio triste, deveria estar feliz depois de cantar essa música linda. ­­- Chen percebe meu ar meio triste - Já que você me animou vou fazer o mesmo com você vem cá. - Chen pediu para eu tirar minha camisa e me deitar de bruços no sofá e assim eu fiz.

 

Ele começou a fazer uma massagem relaxante em minhas costas, suas mãos eram pesadas mas ele mandava muito bem na massagem. Fechei meus olhos só sentindo meu corpo relaxar. 

 

Abri meus olhos rapidamente e em um pulo me levantei do sofá.

 

— Er... Bem... Acho melhor eu ir embora... - disse pegando minha camisa.

 

— Porquê? Fique mais um pouco, vamos assistir uns filmes? Farei pipoca com queijo... - Aigoo só por que estou com fome. 

 

— Ok vamos assistir apenas um filme e depois irei embora ta bom? - Chen assente e vai estourar a pipoca e derreter o queijo, após terminar ele escolhe um filme de terror e adivinha com o quê? Se você disse "Gatos" acertou... Tenho muito medo de gatos, pode ser ridículo, mas tenho pois fui atacado por um quando eu era criança e fiquei com um medo terrível depois desse dia.

 

— Aigoo Chen, filme com gatos não... - ele riu e eu dei um pulo em cima dele gritando e o abraçando escondendo meu rosto por causa da cena aterrorizante que passou na hora.

 

— Meu deus você tem medo de gatos?? - ele gargalhava por causa da minha cara de pavor.

 

— Não ri de mim... - eu disse fazendo bico e o mesmo continuava rindo.

 

Pov's Xiumin Off

 

Pov's Chen

 

Eu estava me acabando de rir de Xiumin, como alguém poderia ter medo de gatos? Eles são tão fofinhos e peludinhos. 

Ao me dar conta de como estávamos próximos me assustei e fiquei meio sem jeito. Levantei rápido e Xiumin fez o mesmo, ambos estávamos sem graça e Xiumin falou que iria para casa, eu assenti e fui me despedir dele na porta dando um abraço no mesmo. Não sei o que aconteceu, pois de repente quando fomos dar um beijo de despedida no rosto de cada um nossos lábios se roçaram de leve me deixando um rubor nas bochechas. Xiumin sorriu e me empurrou com uma mão para dentro de casa novamente e atacou meus lábios em um movimento rápido. Fiquei de olhos arregalados com a ação, mas não sei o que me deu depois porque Xiumin pediu passagem com a língua e eu cedi. Fomos entre agarramentos para o meu quarto e quando percebi já estávamos na cama ofegantes depois de nos amarmos como loucos.

 

— OMO o que aconteceu aqui? - digo ainda ofegante.

 

— Nem eu sei... - Xiumin disse rindo.

 

— Se você não for embora logo sua esposa não vai gostar... - eu disse meio sem jeito olhando para a sua aliança de casado.

 

— Então você percebeu que sou casado não é? - eu só assenti - Mas não tenho a menor intenção de ir embora hoje.

 

— Co..Como assim?

 

— Vou ficar aqui com você... - ele disse e eu não consegui dizer para ele ir embora mesmo sendo o correto a se fazer.

 

Depois de algum tempo nos beijando novamente , ouço a porta da frente sendo destrancada de passos pesados nas escadas.

 

— Chen onde você está? - era Suho.

 

— Droga ele não pode te ver aqui, vai dar merda... - sussurro para Xiumin.

 

— Não me importo, deixe ele me ver aqui... Nem ligo... - Xiumin disse rindo dando de ombros.

 

— Ta maluco?  Anda se esconde no armário... - falei empurrando Xiumin para dentro do armário que ria sem parar. - Cala a boca Xiumin, quer que Suho escute você? - ele ficou calado.

 

Fui até a porta depois de colocar uma calça de moletom e abri a porta que estava trancada.

 

— O que foi Suho? - digo vendo o mesmo parado na porta.

 

— Porquer demorou tanto? - ele disse arqueando uma sobrancelha.

 

— Estava me masturbando em você me interrompeu... Feliz?? - falei vendo Suho rir.

 

— OMO Desculpa hahahaha .... Enfim, só queria saber quando D.O vai vir para casa?

 

— Não sei Suho, temos que esperar D.O aperecer ok...

 

— Esse garoto ta rebelde demais, quando ele chegar vou dar umas palmadas nele... - ao ouvir ele se referir a D.O como "Ele" arregalo os olhos.

 

— Ta Ta... Vai para o seu quarto. - fecho a porta na cara do mesmo.

 

Vejo a porta do armário ser aberta.

 

— Enfim saí do armário hahaha - ele dizia rindo por causa do duplo sentido, o que me fez rir também.

 

— Também se não saísse depois do que fizemos aqui tu seria uma bixa encubada... - ao ouvir o que eu disse Xiumin cai na gargalhada me fazendo tampar sua boca com minhas mãos para Suho não ouvi-lo aqui.

 

— Mais baixo Xiumin... - tirei a mão de sua boca.

 

— Ta bom... Eu ouvi bem ou o seu irmão se referiu a D.O como "Ele"? Me explica isso Chen...

 

Ferrou... Vou ter que explicar tudo para ele agora...

 

Depois de contar tudo para Xiumin o mesmo ficou chocado, mas resolveu não questionar a decisão de meus pais. 

 

Xiumin ficou mesmo aqui em casa e a noite foi muito longa para ele e para mim...

 

Pov's Chen Off


Notas Finais


E aí o que acharam? hehe

Daqui a pouco tem mais um capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...