História Um Novo Eu - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Amor Entre Irmãos, Chansoo, Exo, Incesto, Paixão Obsessiva, Sekai, Sulay, Susoo, Xiuchen
Exibições 46
Palavras 2.013
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sem mais, vamos a leitura...

Capítulo 13 - A Sinceridade é a Melhor Opção


Fanfic / Fanfiction Um Novo Eu - Capítulo 13 - A Sinceridade é a Melhor Opção

Pov's D.O

 

Acho que já está mais do que na hora de eu aparecer, pois pensei muito no que eu deveria fazer quando voltasse para casa e cheguei a conclusão de que devo ser quem eu realmente sou e não o que as pessoas querem que eu seja. Vou magoar muita gente, vou fazer pessoas chorarem, mas a verdade é que tenho que ser honesto com todos e principalmente comigo.

 

Chanyeol me ajudou muito nessa decisão, estamos mais apaixonados do que nunca e esses 4 dias aqui nos fez muito bem e decidimos assumir nossa relação para todos, quero que o mundo saiba o quanto amo Chanyeol. Foi muito difícil para mim ter que aceitar minha sexualidade, mas como sempre Chany estava aqui para me ajudar nesse processo, coisa que me fez muito bem e me ajudou a aceitar mais rápido as coisas. Pude perceber que eu não só gosto dele como também o amo de verdade. Chany comprou umas roupas para mim entre outras coisas que precisaríamos nesses 4 dias aqui. 

 

Decidi que a primeira pessoa que irei visitar será Na Yoon, tenho que acertar as coisas com ela pois não posso ficar iludindo a menina e não quero magoá-la mais do que já irei magoar. Sinto que as coisas vão complicar e muito agora, mas não vou desistir pois tenho que lutar pelo que acredito e quero. 

 

- Então amor, vamos? - Chanyeol diz sorrindo para mim.

 

- Vamos sim, só vou pegar essa bolsa e pronto. - eu disse pegando a bolsa do meu lado e seguindo para casa de Na Yoon. Dessa vez fomos de táxi e não voando hahaha.

 

 

Estávamos a mais ou menos 40 minutos no táxi e a casa de Na Yoon já estava próxima.

Quando chegamos Chany ficou na esquina me esperando e logo que bati na porta Na Yoon a abriu e sorriu quando notou que era eu.

 

- Entre meu amor. - ela disse para mim.

 

- Não posso, tenho que te contar uma coisa. Vem comigo até aquele banquinho ali. - eu falei puxando a mão dela e a guiando até um banquinho que tinha no quintal da casa dela.

 

Quando sentamos ela ficou me olhando confusa esperando para saber o que eu queria falar.

 

- E então amor o que você quer dizer? - eu fiquei triste quando a ouvir me chamar desse jeito.

 

- Por favor não me chame assim, não mereço ser tratado assim por você. - ela ficou assustada ao ouvir o que eu disse.

 

- Porquê? O que você fez?

 

- Não é o que eu fiz e sim o que eu sou.

 

- Como assim Kyungsoo?

 

- Você conhece minha irmã e estudam juntas, mas tenho que ser sincero com você agora, eu sou na verdade aquela garota...

 

- Quê? Hahahahaha para de ficar brincando desse jeito, quase tive um troço agora hahahaha - ela dizia rindo, quando viu meu semblante sério parou de rir.

 

- É verdade Na Yoon... Meu nome é Do Kyungsoo, você não tinha percebido ainda o professor fazendo a chamada? Nem se ligou não é? Na verdade sou a sua amiga no colégio e o seu namorado fora dele... Sei que é complicado de entender, na verdade é tudo culpa dos meus pais... - expliquei toda minha situação para ela e aos poucos notei Na Yoon derramar lágrimas e mais lágrimas.

 

- Você mentiu para mim Kyungsoo? Por que você fez isso? - ela dizia chorando.

 

- O pior não é eu ter mentido para você... - ela agora se assustou mais ainda - O pior é que não podemos mais ficarmos juntos...

 

- Hã?? Como assim? Porquê?

 

- Bom, porque esses dias que fiquei fora acabei descobrindo que eu amo outra pessoa...

 

- Ma..Mas... Quem? 

 

- Um cara que eu conheci tem um tempo já. 

 

- Co..Como? Vo..Você é... GAY??? E me enganou esse tempo todo? E ainda é a mesma pessoa que é minha melhor amiga no colégio? Porquê D.O? Porquê você fez isso comigo? - ela estava aos prantos e aquilo partiu meu coração.

 

- Desculpa Na Yoon.... Desculpa, sei que sou um monstro por fazer isso com você... Só queria te pedir perdão...  - eu dizia de cabeça baixa.

 

- Eu te odeio Do Kyungsoo... Te odeio... Fica longe de mim entendeu? Primeiro meu irmão foge de casa me deixando triste pra caramba, e agora que eu pensei que você fosse ficar comigo para curar essa tristeza de estar longe do Baek, você vem e termina de acabar comigo, o pouco de confiança que eu tinha em mim mesmo acabou, se esgotou por sua culpa. Não quero mais te ver aqui, não quero mais ficar perto de você e nem respirar o mesmo ar que você... Nossa amizade acaba aqui. - ela terminou de dizer e me deu um tapa na cara deixando o local vermelho.

 

- Pode bater eu sei que mereço. - eu disse e ela deu mais 3 tapas e me expulsou de sua casa.

 

Sai de lá e fui na direção de Chanyeol que me esperava ali perto e se assustou quando viu meu rosto ambos os lados vermelhos.

 

- O que aconteceu com você? - ele perguntou verificando o local.

 

- Só recebi o que eu mereço... Na Yoon me bateu, eu entendo o lado dela. Mas enfim, agora temos que ir lá em casa explicar meu sumiço.

 

Seguimos em direção a minha casa, sei que quando eu chegar irei levar umas porradas de Chen.

 

Ao chegar em casa pedi para Chanyeol entrar comigo e assim ele fez. Chen se assustou quando me viu.

 

- D.O onde você estava? - ele falou vindo me abraçar chorando - Sabe como eu fiquei preocupado? - continuava me abraçando, Chen não é assim o que aconteceu? Passou um anjo aqui? Chanyeol eu sei que não foi porque ele estava comigo hahahaha

 

- Eu quis fugir um pouco desses problemas, me desculpa se te deixei preocupado. 

 

- Não tem problema... - Oi??? - O que importa é que você está bem... - Mais um "Oi?" bem grande. - E quem é esse aí com você? - ele perguntou me soltando e olhando para Chanyeol.

 

- Ahh... Essa é mais uma coisa que preciso te contar... - enrolei um pouco mas acabei falando - Esse é Chanyeol meu... Namorado.

 

-  Oi?? É sério isso? - ele perguntou assustado.

 

- Sim - Chanyeol respondeu - Eu amo o D.O e espero que você aceite nosso relacionamento.

 

- Eu também o amo Chen hyung... Desculpa... - falei abaixando a cabeça já esperando um monte de xingamentos e porrada talvez.

 

- Se vocês tem mesmo certeza do que sentem um pelo outro eu não tenho o quê aceitar ou não pois a vida é sua D.O - Esse não é meu hyung que costuma xingar todo mundo. 

 

- Espera um minuto... Cadê meu irmão e o que você fez com ele? - perguntei e Chen... riu?

 

- Só resolvi deixar de lado quele Chen chato... Graças a Xiumin... Opa falei demais... - ele riu.

 

- Xiumin? Meu professor? O que ele tem a ver com isso?

 

- Bom, é que nos gostamos... Meio que estamos juntos...

 

- Mas ele não é casado? - arqueio uma sobrancelha.

 

- Sim, mas ele foi hoje terminar tudo com a esposa dele e já até preparou os papéis para o divórcio. - Chen dizia mais feliz do que a Alemanha quando venceu o Brasil na copa do mundo por 7x1.

 

- Nossa isso é novidade... Quer dizer que meu irmão é gay? - eu perguntei rindo, pois Chen era o mais homofóbico daqui de casa.

 

- E daí? Você também é pelo visto... - Chen disse enquanto tinha um sorriso de lado.

 

- Quem fala o que quer escuta o que não quer. - agora era Chanyeol quem me zoava.

 

- Aigo pelo visto serei zoado até por você né Chany? - falei fazendo bico. 

 

- Ownnn não fica bravinho não amor. - Chanyeol falou segurando meu rosto e beijando minha boca.

 

- Para Chany o Chen está aqui. - eu falei envergonhado.

 

- Não se preocupem comigo... Vocês são muito fofos juntos... Estou até chipando vocês agora... - Chen falou rindo e fazendo um coração com as mãos.

 

- Nossa esse realmente não é o mesmo Chen de antes. - eu falei rindo e todos riram juntos - Bom, tem mais uma coisa... Decidi que não vou mais me vestir de menina, serei homem e ponto final.

 

- Por mim... Não to nem ai com o que você faz da sua vida, como eu já disse você é dono dela e faz com ela o que quiser. - Chen respondeu me deixando chocado.

 

- Caramba você mudou mesmo... Santo Xiumin você conseguiu acalmar o Chen e merece tudo de bom por isso... - falei com ar de deboche e Chen só fez rir do que eu falei.

 

- Só acho que o amor muda tudo e todos. - Chanyeol se pronunciou.

 

- Nossa ta poetizando hoje hein.. - falei rindo.

 

- Bom Chen hyung vou para o meu quarto agora, vem Chanyeol... - disse puxando Chanyeol e Chen só assentiu.

 

 

Quando subimos e entramos no meu quarto nos sentamos na cama pensando em tudo o que tinha acontecido até agora. E pude perceber que muita coisa mudou em minha vida, só que uma coisa ainda me preocupava... Suho estava calmo até agora, mas será que ficaria calmo quando souber que eu irei namorar com Chanyeol? Não acredito nessa possibilidade.

 

Ouço uma conversa no primeiro andar e percebo ser a voz do Suho, agora talvez as coisas fiquem meio tensas.

 

Ouço batidas na porta e vou abrir, vejo que é Suho. Ele estava sorrindo até entrar e ver Chanyeol sentando na cama.

 

- Quem é esse cara? O que ele está fazendo aqui no seu quarto? - ele diz de cara fechada.

 

- Esse é Chanyeol, ele é... Bom, ele é... - fico com medo de dizer.

 

- Ele é quem D.O? - Suho pergunta ficando ainda mais raivoso.

 

- Sou o namorado dele muito prazer. - Chanyeol diz e estende sua mão para cumprimentar Suho, mas não obtêm resposta.

 

- Suho eu posso explicar... - eu digo ficando com medo da reação de Suho.

 

- Explicar? - Suho sorri sínico - Não D.O, você não pode explicar.

 

- Me deixa explicar Suho... - eu falo me aproximando mas Suho se afasta.

 

- Não toca em mim D.O sai de perto de mim... - ele responde e desce rápido. Tento ir atrás dele mas Chanyeol me segura.

 

- Deixa ele D.O, ele precisa ficar sozinho. - Chanyeol diz e eu assinto. Ele realmente tem razão.

 

Volto a sentar na cama e Chany senta ao meu lado me abraçando. Ficamos assim uns 20 minutos até Suho voltar e abrir a porta rápido a chocando contra a parede atrás da mesma. Ele escondia algo atrás de si.

 

- O que você quer agora Suho? O você tem aí atrás? - pergunto assustado.

 

- Se você não vai ser meu, não será de ninguém mais... - ele mostra a faca a apontando para mim e a lembrança da visão de Chanyeol vem a minha mente em um flash.

 

- Não faz nada que você vá se arrepender depois Suho... Abaixa essa faca... - falo com medo e olho para Chany que está em transe sem saber o que fazer.

 

- Porquê você fez isso comigo D.O? - Suho dizia chorando agora - Eu disse que te amava e porque fez isso? Você me abandonou e não liga para mim mais... Vou te matar e logo em seguida me matarei, não posso aceitar que você fique com esse cara... Eu sou o único que te ama aqui... - ele em um movimento rápido se pôs atrás de mim com a faca em minha garganta, olhei para Chany que estava em choque. 

 

Até que Chen sobe as escadas correndo e entra em meu quarto as pressas.

 

- SUHO LARGA ESSA FACA!!! - Chen grita, mas Suho não o obedece...


Notas Finais


Continua no próximo capítulo hehehe

Beijinhos ♥ ♥ ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...