História "Um novo jeito de caminhar" - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alienígenas, Drama, Ficção Cientifica, Ficçaocientifica, Romance, Sexo, Sobrevivencia
Exibições 4
Palavras 516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gentem!!
*Leiam as notas finais*
Amo vcs do fundo do kokoro❤❤
Boa leitura🤓

Capítulo 18 - Jinan! o que você fez?


Pov Bia

Fiquei muito tempo pensando sobre onde ela poderia estar. Uma raiva veio em mim quando jinan resolveu se pronunciar:

-- ela é sua filha? - ele perguntou baixo.

--Sim. - respondi seca. "Tudo isso é culpa dele" era a única coisa que eu pensava agora. Mas na verdade, também é culpa minha. Mas eu não queria aceitar isso.

-- ela é filha dele também? - ele perguntou seco. ah, qual é jinan! crise de ciúmes agora? 

--E se for? É problema seu? - disse já irritada. Eu só queria minha filha longe de perigo.

-- nossa, desculpe! Mas eu não consigo acreditar que você teve uma noite com aquele cara. Nós tivemos a nossa, ela poderia muito bem ser minha filha também!- a última frase ele disse mais pra ele do que pra mim. Ela poderia, mas não é. Eu acho.

-- tanto faz! Eu só quero ela aqui!- agi como se não ligasse. E eu realmente não estava nem aí. -- por que me chamou pra essa merda? -- cada vez mais eu ficava mais irritada a ponto de querer soca_lo. 

-- eu só queria resolver as coisas, já que não temos mais nada. Queria saber como você estava. - quando ele me chamou para o quarto, eu pensei que ele me estupraria.ok , fui meio precipitada, mas quando se vive com perigo por perto durante tanto tempo, qualquer coisa boa, se torna estranha.

-- eu estou bem mau, se você quer saber. Ou melhor, se você realmente liga. Eu não sou a importante aqui, minha filha pode estar correndo perigo enquanto você está aí parado com suas crises idiotas me fazendo prestar atenção no lugar errado! - disse quase gritando e saí do quarto correndo.percebi umas cócegas em minhas bochecha...eram lágrimas. Eu estava chorando. Eu estava desesperada. 

Corri sem rumo para qualquer lugar, até ouvir umas vozes esquisitas. Os Aliens. Me escondi em um buraco na parede, até eles saírem Dalí. saí do buraco e parei em um corredor escuro. Me desesperei ainda mais. Aquele lugar era grande demais.

-- Bia, você não vai conseguir achar ela sozinha! - jinan resolveu se "preocupar" comigo e me abraçou por trás. Um abraço forte. Percebi que eu sentia muitas saudades de seus abraços. De seu cheiro. Eu sentia saudades dele. Meu coração estava descontrolado.

-- Vai ficar tudo bem! Eu sei aonde ela pode estar.- me acalmei com sua voz doce. Ele me levou, segurando minha mão, até um outro corredor que tinham várias portas. Ele abriu uma delas e entramos em uma sala escura que mais parecia uma cela de prisão porém, tinha uma escada para baixo. Descemos a escada e começamos a ouvir gritos. Como se alguém estivesse sendo torturado. Mas os gritos eram masculinos. Tomás. 

Corri seguindo os sons de correntes e gritos até acha_lo. Ele estava sentado em uma cadeira de madeira, acorrentado e sangrando. Ele me olhava apavorado.

-- Jinan! O que você fez? - eu estava incrédula, olhando aquilo. Ele estava praticamente morto. 

-- é isso que acontece com quem mexe com o que é meu.- nisso, jinan atirou em Tomás, e ele estava morto na minha frente.


Notas Finais


Gente, esse jinan é muito mal 😨
Amo vocês... E eu tenho uma notícia triste :(
A fic tá acabando :/
Mas saibam, que eu nunca vou esquecer o apoio que vocês me deram!!
Kissus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...