História Um novo mundo, um novo começo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Personagens Originais
Tags Daryl Dixon, Rick Grimmes, The Walking Dead
Exibições 64
Palavras 1.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIIII!
Boa leitura <3

Capítulo 7 - Sophia


Fanfic / Fanfiction Um novo mundo, um novo começo - Capítulo 7 - Sophia

- Você é bem espertinha - Daryl disse se aproximando de mim - o que significa descontaminação geral? - ele sussurrou perto do meu ouvido e eu senti um arrepio.

- Ele vai explodir tudo - respondi e sustentei seu olhar, percebendo a preocupação dele.

- Tá quase tudo vazio - Rick respondeu. Ele havia ido com T-Dog no porão para verificar se a falta de combustível era verdadeira.

- As luzes do quarto e o ar condicionado não estão mais funcionando - Lori disse, aparecendo na sala.

- Vi - eu disse - explique a descontaminação geral.

- A descontaminação geral vai destruir a CDC inteira. É uma explosão tão poderosa que fica apenas abaixo de uma explosão nuclear.

- Você precisa nos deixar sair - Rick implora para Edwin.

- Por que? - ele responde - é uma morte menos dolorosa que ser  comido vivo por aquelas criaturas.

Daryl e T-Dog estavam tentando abrir a porta com machados e Carol chorava abraçada à Sophia. Shane se descontrola e aponta a arma para a cabeça de Ewin mas ele demonstra indiferença.

- Shane - eu disse me aproximando dele.

Ele atirou nos computadores para intimidar Edwin, mas não surtiu efeito.

- Por favor - Carol disse em meio às lágrimas - Sophia não merece morrer assim.

- Essa porta aguenta um foguete - Edwin disse - vocês não vão conseguir.

- Mas sua cabeça não aguenta - Daryl disse e tentou acertá-lo, mas Shane e T-Dog o impediram.

Rick falou algo para Edwin mas eu não consegui ouvir.

Edwin abriu a porta e nós começamos a juntar nossas coisas.

- Vamos - ouvi Daryl dizer para mim e me ajudar a carregar as coisas, deixando-me correr na frente dele.

- Brooke - ouvi Shane dizer.

- Agora eu existo, Shane? - perguntei sarcástica e ele torceu o nariz, puxando meu braço para que eu corresse mais rápido.

Paramos no vidro blindado que nos separava do lado de fora do CDC. T-Dog tentou usar uma cadeira para quebrá-lo e Shane atirou contra o vidro, mas ele permaneceu intacto.

- Rick - Carol chamou ele e disse-lhe alguma coisa.

- Pra trás todo mundo - Rick disse e vi que ele colocou uma bomba na base do vidro

Fiquei paralisada por alguns segundo sem saber onde ir, foi quando senti alguém me puxar e me derrubar, deixando seu corpo parcialmente sobre o meu. Era Shane, só podia ser ele.

Senti a explosão e estilhaços voaram sobre nós. Abri meus olhos e me virei, percebendo que quem havia me puxado havia sido Daryl e não Shane.

- Não se fica parado quando uma bomba vai explodir na sua cara - ele disse e me ajudou a levantar.

- Rápido - Rick gritou e nós passamos pela janela quebrada, correndo em meio aos zumbis.

Eu matei um zumbi que se aproximou demais de mim e vi Daryl matar outro com sua crossbow.

Entramos nos carros e estávamos prontos para sair quando vimos Dale e Andrea correndo em nossa direção.

- Vai explodir - Glenn disse e nós nos abaixamos dentro dos carros, sentindo o tremor causado pela explosão.

��

Eu estava no banco de trás do carro com Glenn e T-Dog estava na direção, com Shane ao seu lado. Seguíamos o trailer de Dale, que estacionou logo mais à frente.

Descemos do carro e fomos até Dale.

- A mangueira estourou de novo - ele disse e foi até a frente do trailer.

- Não tem como passar por aqui - eu disse à Daryl que estava parado em sua moto, fitando o congestionamento.

- Novidade - ele disse e desceu da moto, se afastando de mim.

- Vamos olhar os carros - Rick disse - podemos achar algo de útil aqui,

- Não vá muito longe - ouvi Shane dizer enquanto eu me afastava.

- Não tenho dois anos, Shane - respondi e me afastei deles.

Comecei a olhar os carros e achei algumas barras de cereal e uma pistola.

Eu estava voltando quando vi Dale se abaixar rapidamente em cima do trailer. Olhei para o horizonte e vi uma horda de zumbis vindo em nossa direção.

- Brooke - ouvi Rick sussurrar alto - pra baixo dos carros.

E assim eu fiz.

Entrei debaixo do carro ao lado de Sophia e Carl.

Haviam centenas de zumbis caminhando entre os carros e isso era apavorante.

O tumulto de zumbis parecia ter acabado e Sophia começou a sair debaixo do carro. Foi quando três zumbis tentaram pegar ela e a garotinha correu na direção da mata.

Sem pensar, eu saí debaixo do carro e corri atrás de Sophia. Segui ela e os zumbis por um longo caminho até encontrá-la.

- Shhh - eu disse assim que a interceptei - vem comigo.

Levei ela até uma espécie de caverna em um riacho.

- Preciso que você me espere aqui - falei - se eu não voltar, siga mata acima mantendo o sol no seu ombro esquerdo.

- Não me deixe sozinha - ela suplicou.

- Sophia - eu disse - eu canso, eles não. Não vou conseguir proteger você se você for comigo. Vai dar tudo certo.

A garotinha assentiu e eu chamei a atenção dos zumbis.

Corri o mais longe possível dela e chutei um zumbi que caiu ao tropeçar em uma raiz. Cravei minha faca na cabeça do outro e prendi o primeiro, que já estava de pé,  contra uma árvore, matando-o em seguida.

Ofegante, voltei ao local onde eu havia deixado Sophia, mas ela não estava mais lá.

Subi em direção à onde estavam os carros, foi quando encontrei Daryl, Rick, Shane e Glenn.

- Você tá bem? - Daryl perguntou assim que eu me aproximei e eu apenas assenti.

- E Sophia? - Rick perguntou e eu senti meu estômago gelar.

- Ela não voltou? - perguntei

- Devia ter voltado? - Glenn perguntou.

- Eu a deixei no riacho enquanto levava os zumbis pra longe dela e quando voltei ela não estava mais lá. Achei que ela tinha voltado. Eu disse para ela manter o sol no ombro esquerdo e…

- Nós vamos achá-la - Shane disse e colocou a mão no meu ombro - nós vamos achá-la.

- Eu não devia ter deixado ela sozinha - falei - eu sinto muito.

- Ei - Shane continuou - vamos achá-la.

- Você saiu atrás dela e fez todo o possível - Rick disse - não é sua culpa.

- Leva ela lá pra cima - Shane disse ao Glenn.

- Não - eu falei - eu quero ajudar.

- Eles vão ficar malucos se você não der notícias - Daryl falou e eu fiz uma careta antes de aceitar a proposta.

- Sophia - Carol disse assim que me viu chegando - ela está bem?

- Eles vão trazê-la de volta - eu disse - eu sinto muito.

Carol começou a chorar e saiu de perto de mim.

- Brooke - ouvi Dale dizer - você pode vir até aqui?

- O que foi? - perguntei.

- T-Dog se machucou.

Eu me aproximei de T-Dog e vi um corte em seu braço.

- Isso não é bom - falei - como conseguiu isso?

- Eu caí - ele disse - Daryl me ajudou.

- Vou fazer o que posso - falei - tem antibióticos ou analgésicos aí? - perguntei ao Dale mas ele apenas negou.

Dale trouxe-me uma toalha e eu coloquei-a sobre a ferida, prendendo-a com fita isolante.

- Isso devia levar pontos - eu falava enquanto finalizava o curativo - mas não há agulhas ou fio bom para isso portanto, evite fazer esforço com esse braço.

- Obrigado - ele disse com um sorriso fraco.

Eu sorri de volta e voltei para onde Glenn estava.

- Encontraram alguma coisa? - perguntei ao asiático e ele negou.

- Nada, mas Shane já voltou.

- Ok - respondi e fui procurar Shane, localizando-o mais afastado, discutindo com Lori.

- Ei - eu disse ao ver Carl carregando um saco preto - o que você achou aí?

- São facas - ele disse parecendo emburrado.

- O que aconteceu?

- Shane brigou comigo.

- Ah - eu falei tentando parecer indiferente - por que não deixa isso pra lá e me mostra essas facas maneiras que você encontrou?

Carl pareceu hesitar por um momento e depois colocou as facas sobre o capô de um carro.

- Caramba - eu disse parecendo surpresa - olha essa.

- Eu prefiro essa - ele disse e pegou a maior faca, colocando-a sobre a luz do sol.

- Carl - Lori disse - eu mandei você levar isso para o Dale.

O garoto fez birra e depois guardou as facas.

- Precisamos conversar - Lori disse me encarando.


Notas Finais


And now?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...