História Um Policial Em Minha Vida ❤ ( Kim Taehyung ) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Aventura, Bts, Romance
Visualizações 122
Palavras 1.727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Atenção! Conteúdo de hoje violento, então não me xinguem, pois eu sou uma bebê ainda. 😄

Boa leitura ❤

Capítulo 16 - Só restará Saudades.


Fanfic / Fanfiction Um Policial Em Minha Vida ❤ ( Kim Taehyung ) - Capítulo 16 - Só restará Saudades.



Hoje Taehyung já volta a trabalhar, e eu volto para a minha casa. Pois o acordo com meu pai era apenas ficar na casa de Tae até o mesmo melhorar, e eu também não poderia ficar sozinha na casa dele, né? Então voltarei a minha rotina normal, só que agora tem o Tae incluído nessa rotina, e minha mãe não pode fazer nada quanto a isso. 


- Já era hora de você dar as caras mesmo - Yumi comentou comigo no refeitório 


- minha vida estava parecendo novela mexicana, mas foi muito bom passar esses dias ao lado de Tae - sorri feito boba 


- Ela está toda apaixonadinha - brincou minha amiga - Eu confesso, que também estou assim - suspirou 


- Por quem ? - lhe olhei 


- Esquece isso, cadê Ravena que não veio?  - mudou de assunto 


- Não sei, pensei que eu iria matar a saudade dessa praga também - fiz bico 


- Nós não somos praga - jogou uma batata em mim e eu sorri 



(...)



A aula já tinha acabado e eu e Yumi estávamos na frente da escola matando a saudade das nossas conversas doidas. Quando um carro preto e estranho parou do outro lado da rua, só que ninguém desceu do carro. 


- Que estranho, não acha ? - minha amiga comentou 


- Concordo com você, será que é algum pai que veio buscar seu filho? - continuei a olhar o carro 


- Tá mais pra um killer, dentro daquele veículo - disse me assustando 


- Vira essa boca pra lá - fingi me benzer 


- Meu motorista chegou - disse minha amiga e se despediu de mim 


- Porque justo hoje eu pedi pro meu pai não mandar os seguranças atrás de mim ? - perguntei pra mim mesma e bufei 


Olhei uma última vez pra aquele carro e saí andando pela calçado, mas todo minuto eu olhava para os lados e pra trás, vendo se aquele carro não estava me seguindo. Quando do nada um carro para ao meu lado, eu fechei meus olhos na hora esperando o pior. 


- Quer uma carona, (s/n) ? - reconheci a voz e suspirei aliviada 


- Yoongi! - sorri fraco 


- Entra, eu te deixo na sua casa, estou indo pra lá mesmo - sorriu e eu dei a volta no carro e entrei 


- Obrigada, eu estava em pânico - desabafei 


- Eu percebi, você estava andando muito rápido e quase teve um treco quando parei do seu lado - gargalhou sem tirar sua atenção da rua 


- Você, esta diferente, esta legal - o olhei 


- Sim, agora eu sei como você se sente, em relação a amar alguém e sua mãe proibir - suspirou triste 


- Então você realmente está apaixonado? - perguntei surpresa 


- Sim, ela é uma garota incrível, mesmo que a gente se conheça a pouco tempo, mas pra mim eu a conheço a muito tempo - sorriu apaixonado 


- Qual o nome da sortuda? - sorri 


- Ravena! - arregalei os olhos - Ela estuda nesse mesmo colégio que você - me olhou rapidamente 


- Ela é uma das minhas melhores amigas - coloquei a mão na boca - Como você conheceu ela ? - o olhei 


- Eu sei que ela é sua amiga, vou lhe contar como eu conheci ela - começou a contar 


Flashback On 

Min On 



- Eu te levo! - falei outra vez pra (s/n) mas ela entrou no Táxi - Aish, garota - baguncei meus cabelos 


Então resolvi voltar pra casa dela, mesmo que eu não queria, pois mesmo que eu tenha gostado de (s/n) eu não quero casar com ela, eu sou muito novo pra casar. E ainda mas casar sem amar ela, eu só queria que minha mãe deixasse essa idéia pra lá, mas não, tudo que interessa pra ela e meu pai é dinheiro. Eu estava tão distraído e esbarrei em alguém fazendo uma garota cair no chão.  


- Você está bem ? - perguntei estendo a mão pra garota 


- Sim, obrigada! - fiz impulso com a mão e lhe puxei aproximando nossos corpos - Eu te machuquei? - perguntou ela com um sorriso fraco 


Foi então que pude notar direito em seu rosto e vi o quanto essa garota é linda, se tornando a garota mais linda em minha opinião. Seu cabelo roxo com umas mechas azuis, suas bochechas rosadas, seus olhos ocidentais e verdes e seu sorriso maravilhoso. Se tornando a garota mais linda que já conheci, e quando dei por mim um sorriso brotou em meu rosto. 


- Eu estou bem, qual seu nome ? - sorri olhando a garota que ficou corada 


- Me chamo Ravena, e você? - tombou a cabeça pro lado com um sorriso 


- Me chamo Min Yoongi, você mora aqui perto?  - olhei para os lados e depois pra ela que continua com aquele sorriso 


- Não, eu vim visitar uma amiga minha, que mora naquela casa ali, eu vi uma notícia no jornal e sei que ela deve estar precisando de mim - ficou tristinha 


- Você é amiga da (s/n) ? - perguntei e ela assentiu 


- Sim, você é o que pra ela ? - franziu o cenho 


- Amigo, apenas amigo - menti 


Eu ainda não podia dizer a ela que nossos pais querem que a gente case, então melhor ocultar isso por um tempo. 


- Sua amiga não está, ela acabou de sair - disse a ela 

- Aigoo, até sei pra onde minha unicórnia foi - fez bico - Bom preciso ir embora então - me olhou 


- Espera - segurei o pulso dela - Me dá seu número? - pedi e ela sorriu 


Trocamos nossos número, e ela foi embora, e quando estava um pouquinho distante ela virou de volta e deu mais uma vez aquele sorriso lindo dela. Acho que me apaixonei. 


Flashback Off 

Min Off 


- Então desde aquele dia a gente está namorando escondidos - ele terminou de contar como aconteceu 


- Caramba, que fofo o jeito que você falou dela, agora eu queria saber porque essa cachorra não apareceu na escola - bufei e raiva e vi ele abaixar o rostinho depois levantar 


- Ela está péssima, ela está grávida de mim (s/n) - me olhou com os olhinhos cheio de lágrimas 


- Eu vou ser titia - bati palminhas - Mas pera aí,  você vai assumir, não é? - o olhei de novo 


- Claro que vou, eu amo ela, mas precisamos enfrentar a sua mãe e eu os meus pais, por isso que Ravena está péssima - disse e com a voz embargada 


- Nós vamos nos livrar desse casamento, pode escrever isso - disse eu confiante 


E logo chegamos na frente de minha cada, descemos do veículo e entramos juntos na casa. 


- Que fofos, até chegaram juntos - Sr Min comentou assim que nos viu entrar 


- Você não tem casa não? - perguntei para a mais velha 


- E então filhinho, tirou aquela idéia de está apaixonado?  - nem ligou para a minha pergunta 


- Não, eu não vou trocar meu amor pela ganância de vocês - bufou o moreno 


- É ela, não é? Ela que está fazendo a sua cabeça? - apontou pra mim 


- Você nunca amou ninguém não? - perguntei para a velha chata 


- Querida, no mundo dos negócios não existe esse negocio de amor não - respondeu a velha 


- Por isso que a senhora não é Feliz, mamãe - rebateu Yoongi e levou um tapa na cara 


- NÃO BATE NELE! - gritei com a velha e entrei a frente de Yoongi - Ele está certo, você é nem minha mãe são felizes, vocês apenas estão no mundo por estar, nunca saberam como é bom ser amada e amar - cuspi as palavras pra velha que me olhava com uma cara do demônio 


- CHEGA, VOCÊS VÃO CASAR SIM E PONTO FINAL - levantou a mão pra me bater mas eu segurei 


- Você e nem minha mãe, ninguém nunca mais irá bater em mim de novo - afrontei - Vem Yoongi - peguei não mão do garoto e saí lhe puxando pro quintal de casa deixando a velha com cara de tacho 



Chegamos no quintal de casa e eu me desabei em lágrimas, tudo que eu queria nesse momento era o Abraço de Tae. Mas Yoongi é abraçou, e seu Abraço me reconfortou, como o abraço de um irmão que eu nunca tive. 


- Obrigada pelo Abraço - agradeci assim ué saí de seus braços 


- Obrigada você, por me defender - sorriu o pálido 


- Nós iremos nos livrar dessa situação, eu prometo - afirmei ao garoto que sorriu 


Do nada olhei pra rua e avistei o mesmo carro parado do outro lado da rua, e o pior, o vidro do carro foi abaixado um pouco e eu pude ver uma arma mirando na nossa direção. E quando escutei o primeiro tiro a ser dado eu fechei os olhos e senti o chão bater contra a minha Costa, e o barulho do carro fugindo. Abri meus olhos com um pouco de medo e vi a pior cena da minha vida. Yoongi caído do meu lado e meu pai ajoelhado na nossa frente com lágrimas nos olhos, me levantei rapidamente e lhe abracei, passei minhas mãos em sua Costa e senti algo molhado, levantei minhas mãos e as mesma estava coberta de sangue. Foi então que percebi que meu pai tinha levado os tiros no nosso lugar, no meu lugar.  


- Pai não! - comecei a chorar 


- E-eu disse que sempre iria lhe proteger de tudo - disse e seu corpo caiu sobre meu corpo 


- PAI NÃO, NÃO ME DEIXA, POR FAVOR - gritei em meio às lágrimas - YOONGI, LIGA PRA AMBULÂNCIA, RÁPIDO - gritei para o pálido que estava mais assustado que eu 



E foi nesse dia que perdi a única pessoa da minha família que se importava comigo, perdi o meu protedor, o meu herói, o homem que me ajudou nos meus primeiros passos. E agora sim, sinto que estou sozinha, pois ele era o único que me apoiava, o único que amava receber meu amor de filha. 



- PAAAAAAIII - gritei uma última vez por essa palavra pequena, mas que tem um grande significado.



Continua...


Notas Finais


Eu tô chorando aqui 😢😢😢😢

Quem foi o filho do Satanás que matou o pai de vocês? 😭😭😭😭😭
Não me odeie, eu pensei várias vezes se matava ele ou não.

Até mais ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...